Connect with us

Eventos

Grupo de dança do interior usa tecnologia para criar espetáculo inspirado no período de isolamento social

Portal Hortolândia

Publicado

em

A coreografia Q u a s e busca refletir sobre o que limita e o que liberta as pessoas nos dias atuais, e terá apresentações gratuitas através da plataforma Zoom

O espetáculo de dança contemporânea Q u a s e, que faz parte do projeto Fluxo em Redes, tem sua temporada de estreia marcada para os dias 9, 10, 11, 13, 17 e 18 de abril. Concebido no período de isolamento social, a coreografia usa a tecnologia para discutir sobre os limites da criação em dança, além de desenvolver as questões que permeiam a oposição entre limitação e liberdade.

O projeto Fluxo em Redes foi criado em 2018 por Ayumi Hanada, artista interiorana, educadora, produtora cultural e pesquisadora do corpo em movimento. Formada em dança pela UNICAMP, traz como ponto principal da sua pesquisa o estudo da improvisação, a criação em dança de maneira colaborativa e o desenvolvimento de ferramentas técnicas a partir do peso do corpo, do fluxo de movimento e do uso do chão. Além disso, estuda o uso das novas tecnologias e das redes sociais virtuais nas criações artísticas e no fortalecimento de redes de colaboração a partir da dança contemporânea. Os integrantes do grupo são naturais de cidades do interior paulista, como Campinas, São José dos Campos, Marília, São José do Rio Pardo e Indaiatuba, fato que reforça a qualidade e relevância das criações artísticas fora dos grandes centros culturais do país.

O grupo formado por seis bailarinas e um músico partiu do questionamento sobre os limites enfrentados em suas vidas e refletidos nos dias atuais, sejam aqueles que vêm de dentro para fora, ou aqueles que a sociedade e as circunstâncias impõem, além de buscar a oposição: se existem tantos limites, o que os liberta? 

A dança-instalação acontecerá na plataforma Zoom, e será dividida em duas partes. Em um primeiro momento serão abertas sete salas simultâneas, onde cada artista vai compartilhar suas experiências pessoais através de falas, movimentos e sons, valendo-se da ideia da dança depoimento. O público será direcionado para uma das salas e poderá vivenciar a experiência a partir de uma perspectiva, sendo possível interagir através do chat ao vivo. Confinados em um quadrado desenhado no chão, as bailarinas e o músico vão mostrar suas interpretações sobre o que é se sentir limitado, ou o que traz a sensação de liberdade.

No segundo momento do espetáculo, o público será direcionado para uma sala onde aquelas individualidades apresentadas, estarão reunidas. Ninguém se toca ou se aproxima, mas os quadrados agora estão entrecruzados, criando assim a ideia de conexão e coletividade. Para evitar muitos deslocamentos e aglomerações, a parte grupal da coreografia foi gravada, e os artistas tomaram todas as precauções e seguiram as normas de segurança.

A dança Q u a s e busca discutir a relação entre indivíduo e coletivo, e mostra que as circunstâncias que a princípio distanciam as pessoas, podem ser superadas. Baseando a criação nos três anos de pesquisa e prática do projeto Fluxo em Redes, o grupo desenvolveu um espetáculo não só criado através das novas mídias, mas para ser apresentado especificamente nelas, unindo de maneira coesa forma e conteúdo.

Para ter acesso ao espetáculo nos dias de apresentações, o público vai encontrar o link na página oficial do projeto no Instagram (@_fluxoemredes), ou ir diretamente na plataforma Zoom, com o ID: 248 265 0707 e a senha: quasela. Todas as apresentações serão gratuitas.

SERVIÇO:

Espetáculo Q u a s e

Datas e horários: 09/04 às 20h

10/04 às 20h

11/04 às 16h30

13/04 às 20h

17/10 às 20h

18/10 às 16h30

Transmissão pela plataforma Zoom

Acesso com 15 minutos de antecedência pelo perfil @_fluxoemredes ou direto na plataforma com o ID: 248 265 0707 e a senha: quasela

Gratuito

O espetáculo Q u a s e tem apoio do Ministério do Turismo, Secretaria Especial da Cultura, Lei Aldir Blanc e Governo do Estado de São Paulo, por meio da Secretaria de Cultura e Economia Criativa, através do Edital PROAC Expresso LAB número 37/2020

SINOPSE:

Somos 7. Sete desejos, sete medos, sete histórias. Sete pessoas dispostas a contar suas limitações e o que as limitam. Sete contrapontos: o que as fazem sentir livres então?Em  Q u a s e do projeto Fluxo em redes a potência da individualidade é refletida no coletivo, e as linhas que definem o que é interno e externo, indivíduo e coletivo se misturam numa via de mão dupla. O desejo é acionar a empatia, que nada mais é do que se reconhecer no outro. A gente te convida a vir junto nessa dança-instalação, nessa tentativa de superar limites.



OfertaMelhores No. 1
Mop Spray com Cabo e Tecido Noviça Anis
  • Capacidade de limpar até 110 m2
  • Indicado para limpeza rápida e limpeza molhada
  • Pode ser usado em pisos madeirados, frios e sintéticos
  • Seu refil de microfibra é resistente, lavável em máquina e de fácil troca

Eventos

Artistas unem teatro de sombras, máscaras, música e audiovisual para criar o espetáculo infantojuvenil “O Livro de Todas as Respostas”

Portal Hortolândia

Publicado

em

Equipe integrada por artistas de diversas linguagens artísticas fará a estreia do espetáculo infantojuvenil “O Livro de Todas as Respostas”, entre os dias 28 e 30 de abril, às 11:30 e às 20:00, com apresentações gratuitas através de seu canal no YouTube. Este espetáculo foi contemplado pelo Edital Proac Expresso Lei Aldir Blanc, promovido pelo Ministério do Turismo, Secretaria Especial da Cultura e Governo do Estado de São Paulo, por meio da Secretaria de Cultura e Economia Criativa.

Impulsionados pelas questões: o que seria do mundo real sem a Fantasia? Seria a Fantasia uma parte essencial deste nosso mundo, intrínseca ao ser humano e às nossas vidas? E inspirados pela obra clássica “História Sem Fim”, do autor alemão Michael Ende, o coletivo iniciou o processo de criação de um espetáculo que usa a Fantasia para expor temas essenciais da vida cotidiana, como a dúvida que jovens e adolescentes enfrentam ao tentar escolher uma profissão, e a pressão que sofrem da família e da sociedade. A história narra um processo de autoconhecimento e auto afirmação.

“O livro de todas as respostas” é um espetáculo audiovisual filmado, concebido por um coletivo de jovens artistas que, pela primeira vez, une seus diversos talentos a fim de criar e descobrir uma nova linguagem cênica que mistura teatro de máscaras (através das máscaras inteiras expressivas pesquisadas pelo diretor e ator Cadu Ramos), teatro de formas animadas (como luz e sombra, recortes em papel e lightbox – investigados pelo diretor de arte e também ator Virgílio Guasco) e a linguagem do audiovisual (conduzida pelo cineasta e videomaker Levi Munhoz). Todos os elementos visuais foram confeccionados artesanalmente pelos próprios integrantes do coletivo, além da trilha sonora e dramaturgia, que foram criados especialmente para o espetáculo.

A narrativa conta a história de Elisa, uma adolescente que vive com seu pai, e está se questionando sobre o que quer fazer quando crescer. A relação dos dois é abalada quando a menina tenta esconder uma nota ruim do boletim. Chateada, ela desabafa com um motorista de aplicativo sobre a pressão que sofre do pai com relação ao seu futuro. Christopher, o bondoso motorista, sugere que ela visite o Mago de Todas as Perguntas, pois ele seria o único que poderia ajudá-la com suas questões. Porém, mal sabia Elisa que, ao visitar o tal mago, precisaria percorrer uma longa jornada fantástica em busca do livro que contém as respostas para sua vida.

Com a intenção de ser um alívio poético para os olhos e para o coração, o espetáculo é de classificação livre, pensado principalmente para o público adolescente e juvenil, mas que também não deixa de encantar crianças e adultos com sua estética, cores, máscaras, música, e história encantadora. 

O espetáculo será transmitido pelo canal do YouTube O Livro de Todas as Respostas, em uma curta temporada de seis apresentações, seguidas de bate-papo com a equipe de criação. Além do canal do YouTube, os artistas criaram um perfil no Instagram (@olivrodetodasasrespostas) onde compartilham com o público informações, curiosidades e o making of de todo o processo de criação. 

FICHA TÉCNICA

– Direção Geral: Cadu Ramos

– Direção de Arte: Virgílio Guasco

– Direção Musical: Felipe Macedo

– Fotografia e edição de vídeo: Levi Munhoz

– Roteiro e dramaturgia: Bruna Meneguetti

– Figurino: Laura Françozo

– Iluminação: Érico Damineli

– Atuação: Bruna Munhoz, Cadu Ramos, Virgílio Guasco

– Assessoria em confecção de máscara: Cadu Ramos

– Confecção de silhueta: Virgílio Guasco

– Identidade Visual: Marina Faria

– Comunicação em mídias digitais: Thomas dos Anjos

– Assessoria de imprensa: Lucas Sequinato

– Produção Executiva e Administrativa: Coletivo Caju Cultura

SERVIÇO

Estreia através do canal do YouTube O Livro de Todas as Respostas

Datas: 28, 29 e 30 de abril, com bate papo online com os artistas envolvidos após o espetáculo no período noturno.

Horários: Duas apresentações por dia, às 11h30 e às 20h

Contato e mais informações: Instagram @olivrodetodasasrespostas

Link do Canal: https://www.youtube.com/channel/UCNZoPyFwMqLouO4a_KeJt0Q 

foto Levi Munhoz



OfertaMelhores No. 1
Mop Spray com Cabo e Tecido Noviça Anis
  • Capacidade de limpar até 110 m2
  • Indicado para limpeza rápida e limpeza molhada
  • Pode ser usado em pisos madeirados, frios e sintéticos
  • Seu refil de microfibra é resistente, lavável em máquina e de fácil troca
Continue Lendo

Eventos

Shopping Dom Pedro ilumina andorinha em homenagem ao Abril Azul

Portal Hortolândia

Publicado

em

Parque D. Pedro Shopping, maior centro de compras da Região Metropolitana de Campinas, manterá sua tradicional Andorinha iluminada com a cor azul em homenagem ao Abril Azul, mês dedicado a conscientização do autismo. A ação busca chamar a atenção das pessoas para a causa, diminuir o preconceito e incentivar a inclusão da pessoa autista na sociedade.

Segundo dados do Center of Deseases Control and Prevention (CDC), órgão ligado ao governo dos Estados Unidos da América, uma em cada 110 pessoas possuem o espectro autista – seguindo esta estatística, o Brasil teria, então, cerca de 2 milhões de autistas. Porém, esta ainda é uma doença pouco conhecida da população em geral, o que causa diversos preconceitos e informações equivocadas. Por isso, a Organização Mundial da Saúde (OMS), instituiu o dia 2 de abril como Dia Mundial do Autismo, e esticou as celebrações da data para todo o mês de abril.

Firmando sua posição de responsabilidade social, o Parque D. Pedro Shopping participa da campanha utilizando seu tradicional símbolo: a Andorinha. O pássaro será iluminado com a luz azul ao longo de todo o mês de abril, e pretende, atraindo os olhares das pessoas que passam por ali, iluminar também a causa de luta por direitos e melhorias para as pessoas com autismo e suas famílias.

“Como parte integrante da comunidade em que está inserido, sentimos a necessidade de aproveitar a visibilidade do shopping para elucidar uma causa tão importante quanto essa. Estamos trabalhando para que possamos oferecer, além da estrutura de compras e lazer do empreendimento, qualidade de vida para todos que nos visitam”, afirma Rodrigo Galo, superintendente do Parque D. Pedro Shopping.

A ação de iluminação da Andorinha se estenderá ao longo de 2021, e trará as cores das campanhas respectivas dos próximos meses. Dentre as datas a serem comemoradas, estão o Maio Amarelo, para a conscientização da segurança do trânsito; Setembro Amarelo, para a prevenção do suicídio; Outubro Rosa para a prevenção do câncer de mama, e Novembro Azul, para o de próstata.

Sobre o Parque D. Pedro Shopping

O Parque D. Pedro Shopping, empreendimento administrado pela Aliansce Sonae, é o mais completo centro de compras, lazer, entretenimento, gastronomia e serviços da região de Campinas. Com 127.300 m² de ABL (área bruta locável) oferece mais de 470 opões aos clientes entre cerca de 385 Lojas, sendo 26 Lojas âncora e 18 Megalojas, 18 Restaurantes e 39 Operações na praça de alimentação. Além de um complexo que inclui 15 salas de cinemas, centro de convenções e 8 mil vagas de estacionamento.

Referência em sustentabilidade no setor foi o primeiro a receber certificação ambiental, adotando desde sua construção políticas de preservação do meio ambiente, saúde e segurança ocupacional. Atento às principais tendências de comportamento e consumo investe sistematicamente em inovação por meio de interação digital com seus clientes, fazendo uma extensão da experiência de quem visita o shopping fisicamente com os ambientes digitais.



OfertaMelhores No. 1
Mop Spray com Cabo e Tecido Noviça Anis
  • Capacidade de limpar até 110 m2
  • Indicado para limpeza rápida e limpeza molhada
  • Pode ser usado em pisos madeirados, frios e sintéticos
  • Seu refil de microfibra é resistente, lavável em máquina e de fácil troca
Continue Lendo

Eventos

Espetáculo teatral ganha versão online para entreter toda a família

Portal Hortolândia

Publicado

em

Depois de circular por centenas de cidades Brasil afora, ‘Um Reino Sem Dengue’ transforma a tela no seu palco principal para continuar conscientizando crianças e adultos sobre a dengue, um tema que se mantém atual e que, agora, utiliza a tecnologia para diminuir distâncias e garantir acesso à cultura e lazer à população de todas as idades.

A peça é ambientada em um reino onde não existem doenças, mas que é invadido por um inimigo “invisível” que deixa o rei doente. Para desvendar este mistério, o melhor detetive das redondezas é chamado. Com a ajuda do príncipe, das princesinhas e de seus súditos, ele descobre que o grande vilão é o mosquito Aedes Aegypti. A história é baseada no livro homônimo de Alda de Miranda, que traz ilustrações de Ricardo Girotto.

“Em todos os nossos projetos temos o propósito de democratizar o acesso às artes e utilizá-las como ferramenta de fixação e conscientização sobre temas relevantes, como a dengue, por meio de atividades lúdicas e estimulantes, como o teatro. O intuito de ‘Um Reino Sem Dengue’ é reforçar as principais medidas de prevenção: fazer a limpeza adequada, eliminar focos de água parada e jogar lixo no lugar devido. Tudo isso com auxílio de uma linguagem mais leve e divertida e, claro, com o encantamento que o teatro traduz”, comenta Ana Paula dos Santos, coordenadora geral do projeto Teatro na Villa, que está em sua segunda edição.

O espetáculo terá tradução simultânea em libras e será comandado pela primeira vez por Mariane Bigio que, entre tantas atribuições, é atriz, cordelista e contadora de histórias. Apostando na ludicidade, a peça utiliza a informação, o teatro de bonecos e a trilha sonora animada como ferramentas para estimular a imaginação das crianças e esclarecer (ou reforçar) a relevância do assunto para os adultos, contribuindo – mesmo que indiretamente – para o combate ao mosquito Aedes Aegypti.

Neste novo formato, ‘Um Reino Sem Dengue’ será apresentado no sábado (24 de abril) com transmissão ao vivo pelo Canal da Villa 7 | AH7 no Youtube e pelo Instagram da atriz. Viabilizado pela Lei Federal de Incentivo à Cultura, o projeto Teatro na Villa – 2ª Edição é apresentado pelo Ministério do Turismo através da Secretaria Especial de Cultura, contando com produção da Villa 7 Cultura, apoio da Agroinfo e patrocínio da Chem-Trend.

SERVIÇO:  Teatro na Villa – Um Reino sem Dengue

Data e Hora: Sábado, 24 de abril, às 16h

Transmissão ao vivo: Canal da Villa 7 | AH7 no Youtube e Instagram da Mariane Bigio

Evento online e gratuito



OfertaMelhores No. 1
Mop Spray com Cabo e Tecido Noviça Anis
  • Capacidade de limpar até 110 m2
  • Indicado para limpeza rápida e limpeza molhada
  • Pode ser usado em pisos madeirados, frios e sintéticos
  • Seu refil de microfibra é resistente, lavável em máquina e de fácil troca
Continue Lendo

Noticias

Publicidade

Youtube

 

PONTE DA ESPERANÇA

Populares