Connect with us
Publicidade


Nossa Cidade

Ampliação do Banco de Alimentos garantirá aumento de 30% na captação de doações

Prefeitura

Publicado

em

Em breve, o Banco de Alimentos de Hortolândia terá sua capacidade de captação ampliada em, pelo menos, 30%. Isso porque o espaço de manipulação e de armazenamento de alimentos será reformado, graças a um convênio entre a Prefeitura e o Ministério da Cidadania, que garantiu investimentos de R$ 350.000,00 para ampliação da área física, adequações sanitárias e atendimento à Lei de Acessibilidade. As obras já iniciaram. A previsão da Secretaria de Educação, Ciência e Tecnologia, responsável pelo órgão, é que o serviço seja concluído ainda neste ano.

 

 

De acordo com a diretora do Departamento de Segurança Alimentar da Prefeitura, Alessandra Sarto, entre as melhorias que têm sido implantadas no Banco de Alimentos estão a ampliação da área de cursos, a colocação de um novo portão, a construção de um depósito para materiais de limpeza e de um banheiro. “Também haverá investimentos para a compra de equipamentos, como balança, carrinho para transporte de alimentos, geladeira e freezer, computador e eletrodomésticos para a cozinha experimental”, destacou Alessandra. “Com esta ampliação e as aquisições, vamos ter mais espaço para receber doações, manipular alimentos e armazenar os itens. Nossa estimativa é ampliar em 30% a capacidade de captação de doações”, enfatizou a diretora.

 

Fundado há 13 anos, o Banco de Alimentos da Prefeitura promove a distribuição mensal gratuita de gêneros alimentícios a 10 entidades cadastradas no Programa de Segurança Alimentar. A ação beneficia cerca de 600 pessoas em situação de vulnerabilidade atendidas nestas instituições, gente que tem sua alimentação reforçada, graças às doações.

 

Empresas, comércios ou pessoas físicas que quiserem ajudar estas entidades podem participar da campanha permanente de arrecadação de gêneros alimentícios. São aceitos arroz, feijão, leite, óleo, macarrão e outros itens essenciais para garantir a segurança alimentar das pessoas. Para doar, basta entrar em contato pelo telefone (19) 99976-2175 ou por e-mail: 
O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.
.

 

Além da doação periódica de gêneros alimentícios, o Banco de Alimentos de Hortolândia também realiza qualificações e cursos gratuitos na área de Educação Alimentar, com foco no aproveitamento integral dos alimentos, na alimentação saudável e na promoção da saúde. Mais de 30 mil pessoas, dentre elas membros da comunidade e estudantes da rede municipal, já participaram das atividades até agora.

Este artigo foi enviado pela Prefeitura de Hortolandia

Receba as principais notícias direto no seu Telegram https://t.me/portalhortolandia

Nossa Cidade

Família procura parente que desapareceu em Hortolândia 

Redação

Publicado

em

Por

Um mulher de 27 anos está desaparecido deste a tarde de segunda-feira (26), em Hortolândia. A família faz buscas pela parente e registrou um boletim de ocorrência.

Segundo a família, Jéssica Schenato saiu por volta das 10h da segunda-feira para ir a secretaria de educação de Hortolândia pra fazer transferência da escola da filha depois disso não foi mais vista.

Quem tiver informações dela por favar entrar em contato nos telefones (19)98866-2717 ou 3909-5650

Receba as principais notícias direto no seu Telegram https://t.me/portalhortolandia
Continue Lendo

Nossa Cidade

Família procura parente que desapareceu em Hortolândia 

Redação

Publicado

em

Por

Um homem de 60 anos está desaparecido deste a tarde de quarta-feira (28), em Hortolândia. A família faz buscas pelo parente e registrou um boletim de ocorrência.

Segundo a família, Hélio Vera foi visto pela última vez na quarta-feira, por volta das 9h, no Jardim Carmen Cristina, periferia de Hortolândia. Ele não informou à família para onde iria.

De acordo com o boletim de ocorrência, a família procurou pelo parente, mas não o encontrou e registrou o caso na delegacia de eletrônica.

Ele usava boné, camiseta polo, tem olhos azuis, cabelo curto grisalho, barba por fazer. Parentes disseram que Hélio nunca tinha desaparecido antes e é uma pessoa calma e dedicada.

Receba as principais notícias direto no seu Telegram https://t.me/portalhortolandia
Continue Lendo

Nossa Cidade

Jovem que morreu após afogamento era morador do Jd Amanda

Redação

Publicado

em

Por

O rapaz que morreu após se afogar na lagoa do Parque Socioambiental Irmã Dorothy Stang, na tarde da quarta-feira(28), era morador no bairro Jardim Amanda.

Adrian dias Viana, de 19 anos, nadava com os amigos no local, quando não conseguiu chegar às margens e afundou.

Alguns amigos tentaram socorrê-lo jogando uma corda que fica como proteção no local, porém não conseguiram realizar o resgate. Ele teria ficado submerso por mais de 20 minutos.

O Corpo de Bombeiros foi acionado para retirada de Adrian do fundo da Lagoa. O SAMU (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) tentou, após o resgate, por mais de 50 minutos, reanimar o rapaz através de massagens cardíacas e demais procedimentos.

Ele chegou a ser levado para o Hospital Municipal Mário Covas, mas infelizmente não resistiu e o óbito foi declarado.

A Secretaria de Meio Ambiente de Hortolândia, que administra o parque, salienta que é proibido nadar no local e que há placas sinalizando a proibição.

A Guarda Municipal de Hortolândia realiza rondas constantes no local para inibir os banhistas, porém, segundo a própria guarda, eles saem corrento ao avistar a viatura, e depois retornar assim que passam.

Outros casos de afogamento na lagoa do Parque Irmã Dorothy

Em 2016, também no mês de outubro, um jovem de 13 anos morreu afogado no mesmo lugar.

Em dezembro de 2013, o corpo de bombeiros demorou cerca de duas horas para encontrar o corpo de um jovem que havia se afogado na lagoa do Parque Irmã Dorothy Stang.

Receba as principais notícias direto no seu Telegram https://t.me/portalhortolandia
Continue Lendo

Populares