Connect with us
Publicidade


Nossa Cidade

Atitudes positivas ajudam a fortalecer vínculos afetivos durante isolamento social

Prefeitura

Publicado

em

Enfrentar o isolamento social é um dos grandes desafios do momento. A medida, no entanto, é uma das mais eficazes para evitar a disseminação do Coronavírus, segundo as autoridades sanitárias. Para que a permanência das famílias em casa seja tranquila, é preciso que as pessoas adotem atitudes e ações positivas e fortalecedoras a fim de preservar o equilíbrio físico, psíquico e emocional.

 

De acordo com a psicóloga da Rede de Atenção Psicossocial da Prefeitura de Hortolândia, Ivanilde Martins Antonelli, manter a saúde mental é tão importante quanto cuidar da saúde física e se proteger da COVID-19. “Faz parte da experiência humana, para crescimento pessoal, exercitar a tolerância e a compaixão. Esta é a hora de cuidar de si, cuidar dos seus e cuidar dos outros”, enfatizou.

 

Entre as dicas para manter a saúde mental e a boa afetividade familiar no período de isolamento social está o cuidado: cuidar de si e dos familiares; cuidar das plantas e do jardim; organizar a casa e os papéis. “Ficar em casa com a família é uma boa oportunidade de estreitar os laços afetivos e aproveitar momentos importantes de diálogo, organização e lazer, coisas que a correria do dia a dia, muitas vezes, impede”, disse Ivanilde.

 

Segundo a psicóloga, o aprendizado em momentos de tensão é importante para a empatia. “Não é tarefa fácil se colocar no lugar do outro. Mas, quando passamos juntos por situações desafiadoras, a tendência é que as relações de afeto se fortaleçam”, justificou.

 

A família da microempreendedora individual Patrícia Martins da Silva, de 33 anos, está em isolamento social desde o dia 13 deste mês. O esposo trabalha de casa, desde então. A filha, de 3 anos, foi dispensada da creche e passa os dias com a família, no apartamento onde vivem, no Jd. Interlagos “O desafio é que temos pouco espaço, mas estamos nos adaptando para que este período seja de paz no nosso lar”, disse.

 

Patrícia conta que restringiu o uso da televisão para evitar notícias sobre o Coronavírus que pudessem causar medo na filha pequena, apesar de toda a família estar atenta às orientações sobre prevenção. “Enquanto meu marido trabalha, descemos no jardim para tomar sol. O parquinho está interditado, mas ainda é possível correr na grama. Depois, voltamos para dentro de casa, onde fazemos atividades juntos. Deixo minha filha participar da escolha das refeições que vamos fazer, desenhamos, brincamos bastante e com coisas diferentes. Fizemos uma cabana usando a mesa da cozinha como apoio para um lençol. Agora, vamos pintar o vidro do box do banheiro com guache, pois a bagunça fica mais fácil de limpar”, disse.

 

“Quero ler alguns livros e incentivar minha filha a ter este hábito. Também quero aproveitar o tempo para cuidar da minha casa. Vou limpar e organizar algumas coisas que precisam de atenção, como vidros e armários. Percebo que quando me ocupo, evito a ansiedade. Estamos conseguindo ter dias tranquilos aqui em casa, apesar de estarmos conscientes da situação que o mundo todo enfrenta”, declarou Patrícia.

 

Internet é aliada

 

Ler livros, brincar, cozinhar, arrumar a casa e assistir filmes são algumas das dicas da psicóloga para aproveitar o tempo em casa e manter uma boa saúde mental. O celular é outro aliado. “A internet deve ser usada a favor das famílias, para aproximar as pessoas que estão longe. Precisamos ter uma preocupação com idosos, pois a recomendação é que eles fiquem afastados das crianças, pelo risco de transmissão de Coronavírus. Isso pode trazer uma angústia a todos. Mas, graças à internet, dá para fazer ligações por vídeo e conversar bastante, diminuindo a sensação de distância física”, orientou Ivanilde.

 

“Pela internet também é possível assistir missas e cultos, acompanhar atividades relacionadas à fé de cada um e receber mensagens de esperança. A oração, a meditação e a espiritualidade fortalecem as pessoas. Nem todos enfrentarão este período de isolamento de uma forma positiva. Por isso, temos que ter empatia e que estar abertos para acolher da melhor forma possível. É importante saber falar, mas também saber ouvir, para que, mesmo de longe, as pessoas se sintam abraçadas”, ressaltou a psicóloga.

Este artigo foi enviado pela Prefeitura de Hortolandia

Receba as principais notícias direto no seu Telegram https://t.me/portalhortolandia

Nossa Cidade

Mutirão de zeladoria e limpeza passa por diversos bairros de Hortolândia

Portal Hortolândia

Publicado

em

Equipes da Prefeitura de Hortolândia trabalham em esquema de mutirão, desde o início da semana, em pelo menos seis bairros de Hortolândia.

O serviço de limpeza, poda do mato e zeladoria acontece em praças, ruas, avenidas, áreas verdes e espaços públicos dos jardins Amanda, Malta, Rosolém, Adelaide, Nossa Senhora Auxiliadora, bem como na Região Central e na avenida da Emancipação. O trabalho continua durante o final de semana e o feriado prolongado.

“Esta é mais uma etapa do trabalho com o objetivo de manter a cidade limpa e evitar focos de doenças, como a Dengue ou outras transmitidas por animais peçonhentos. Pedimos a colaboração da população para evitar descartes irregulares de objetos”, afirma o secretário de Serviços Urbanos, Francisco Raimundo da Silva.

Descarte irregular é crime e provoca incêndio

O descarte irregular de lixo, entulho e resíduos é crime ambiental sujeito a multa, além de contribuir para a transmissão de doenças pelo abrigo de animais peçonhentos. De acordo com a Secretaria de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável, quem quiser ajudar na identificação de pessoas e veículos que praticam crime ambiental pode enviar fotos e textos para o aplicativo do Programa Agenda Verde, disponível para download gratuito, nas plataformas Google Play ou App Store. A identidade dos denunciantes é mantida em sigilo.

Receba as principais notícias direto no seu Telegram https://t.me/portalhortolandia
Continue Lendo

Nossa Cidade

Abertas inscrições para o 2º Colóquio de Ciência e Tecnologia promovido pela Prefeitura

Portal Hortolândia

Publicado

em

Já estão abertas as inscrições para o 2º Colóquio de Ciência e Tecnologia, que a Prefeitura de Hortolândia promove, na próxima quarta-feira (04/11), a partir das 19 horas, via plataforma Zoom. O tema “Diálogos sobre Educação e Tecnologias: docência em tempos de pandemia” será desenvolvido pelo

Prof. Dr. Daniel Mill, da UFSCar (Universidade Federal de São Carlos). A atividade online é voltada a servidores da rede municipal de Educação, que devem procurar a gestão da unidade escolar para se inscrever.

No total, foram disponibilizadas 300 vagas para os profissionais da rede municipal de educação de Hortolândia. As inscrições serão encerradas no dia do evento, às 16 horas. O evento é realizado pela Secretaria de Educação, Ciência e Tecnologia, por meio do Departamento de Ciência e Tecnologia.

SOBRE O PALESTRANTE

O Prof. Dr. Daniel Mill, da UFSCar é docente e gestor de Educação a Distância (EaD), doutor em Educação pela UFMG, com pós-doutorado pelas Universidade de Coimbra e Universidade Aberta de Portugal. É membro do Programa de Pós-Graduação em Educação e do Programa de Pós-Graduação em Ciência, Tecnologia e Sociedade.

Receba as principais notícias direto no seu Telegram https://t.me/portalhortolandia
Continue Lendo

Nossa Cidade

Linhas intermunicipais passam a operar com mais ônibus em Sumaré, Hortolândia e Campinas

Portal Hortolândia

Publicado

em

São seis ônibus a mais, dois deles articulados, que possibilitam o acréscimo de 37 viagens nos serviços

A partir de hoje (29), seis linhas intermunicipais que atendem as cidades de Hortolândia, Sumaré e Campinas estão operando com um acréscimo de seis ônibus, sendo dois veículos articulados com maior capacidade de transporte. Essa medida propicia um aumento de 37 partidas em quatro serviços e a readequação da programação em mais duas ligações na Região Metropolitana de Campinas (RMC).

Essas reprogramações das linhas foram definidas com base nos acompanhamentos diários realizados pelos fiscais da EMTU/SP, por linha e por faixa horária. Além das fiscalizações em pontos estratégicos da RMC, as medidas se fundamentam nas informações obtidas no Centro de Gestão e Supervisão da empresa, instalado em São Bernardo do Campo, que monitora a operação dos ônibus metropolitanos em tempo real.

Os dois ônibus articulados, com capacidade para transportar 115 pessoas, e os comuns, que podem ser ocupados com cerca de 80 pessoas cada um, estão atendendo as linhas 636TRO, 699TRO, 700TRO e 701TRO. As viagens das linhas 654TRO e 658TRO foram reprogramadas. Os novos horários podem ser conferidos no site www.emtu.sp.gov.br

Receba as principais notícias direto no seu Telegram https://t.me/portalhortolandia
Continue Lendo

Populares