Connect with us

Nossa Cidade

Campanha “Fique Sabendo” começa na próxima semana, com teste rápido de HIV nas UBSs

Prefeitura

Publicado

em

A Prefeitura de Hortolândia inicia, na segunda-feira (02/12), a Campanha “Fique Sabendo”, com oferta gratuita de teste rápido para detecção de HIV, vírus causador da Aids. Todas as unidades de saúde do município participam da ação, que tem como objetivo ampliar a oferta da testagem e diagnosticar novos casos com rapidez, o que colabora para o tratamento precoce dos pacientes.

UBSs (Unidades Bácisas de Saúde, UPAs (Unidades de pronto Atendimento)-24h e o hospital Municipal, além do CEI (Centro especializado em Infectologia), antigo AMDAh (Ambulatório Municipal de DST/Aids de Hortolândia) terão à disposição de toda população, testes rápidos que auxiliam no diagnóstico de HIV, em menos de 10 minutos. O profissional de saúde colhe uma pequena amostra de sangue da pessoa, através de uma picada na ponta do dedo. Em contato com produto reagente é possível saber se a pessoa está infectada com o vírus causador da Aids. Os testes têm sigilo garantido. Caso o resultado seja positivo, a pessoa é encaminhada para atendimento imediato no CEI, que é a unidade de referência no município. O atendimento no local é de segunda a sexta-feira, das 7h às 16h. O endereço é rua Ernesto Bergamasco, 262, na Vila Real.

De acordo com a coordenadora da unidade, Sandra Duarte, apesar da Campanha, os testes rápidos são oferecidos em todas as UBS, em qualquer época do ano. Nesta época do ano, no entanto, a ação é intensificada em razão do Dia Mundial de Combate à Aids, celebrado em 1º de dezembro. “Neste ano foram realizados 10.783 testes rápidos nas unidades de saúde da cidade, sendo que 39 exames deram resultado positivo. Temos, atualmente, 386 pacientes com HIV em tratamento no CEI”, afirmou.

Quando uma pessoa recebe resultado positivo no teste rápido, ela passa a ser acompanhada por uma equipe multidisciplinar na unidade de referência. “O primeiro atendimento é um acolhimento, onde explicamos para ele como será o tratamento e solicitamos diversos exames, como o que detecta Hepatites e Sífilis, Doença de Chagas, além de hemograma e exames específicos para HIV positivo”, explica Sandra.

O resultado dos exames fica pronto em 10 dias e o paciente é consultado por um infectologista, que receita o medicamento antiretroviral para o tratamento contínuo, remédio que é retirado na farmácia do CEI. O paciente também inicia acompanhamento psicológico, com consultas semanais. Além disso, uma assistente social passa a acompanhar a pessoa e a família. “Aqui nós acompanhamos o paciente de perto. Se ele não vier buscar medicamentos ou faltar em alguma consulta, nós vamos atrás dele: telefonamos e, se for preciso, vamos até o endereço saber o que aconteceu. É muito importante que o tratamento seja continuado para evitar aumento da carga viral e queda da imunidade, o que pode causar doenças oportunistas”, destacou a coordenadora.

O vírus HIV é causador da Aids, doença caracterizada por infecções oportunistas que afetam a saúde da pessoa infectada, que apresenta baixa imunidade. “Oferecemos todo suporte e tratamento gratuito. Por isso, é importante que as pessoas realizem o teste rápido pelo menos uma vez por ano, pois só assim é possível iniciar o tratamento o quanto antes”, enfatiza Sandra.

Dia D – Fique Sabendo

A campanha Fique Sabendo terá um Dia D de intensificação dos testes rápidos, em cada unidade de saúde. Confira:

Unidade de Saúde

Dia D

CESM

03 de dezembro

UBS Santa Clara

03 de dezembro

UBS Rosolen

03 e 04 de dezembro

UBS Orestes Ongaro

05 de dezembro

UBS São Bento

05 de dezembro

UBS Dom Bruno

05 e 06 de dezembro

UBS Adelaide

06 de dezembro

UBS Novo Angulo

06 de dezembro

UBS Parque do Horto

06 de dezembro

UBS São Jorge

06 de dezembro

UBS Figueiras

6, 7 e 8 de dezembro

UBS Nova Europa

09 de dezembro

UBS Amanda 1

13 de dezembro

UBS Santiago

13 de dezembro

UBS Taquara Branca

16 de dezembro

UBS Campos Verdes

18 de dezembro

UBS Sta Esmeralda

19 de dezembro

UBS Amanda 2

28 de novembro

Este artigo foi enviado pela Prefeitura de Hortolandia

Nossa Cidade

Em um ano, Hortolândia reduz, quase pela metade, acidentes com mortes no trânsito

Prefeitura

Publicado

em

As ações de segurança viária em realização pela Prefeitura de Hortolândia reduziram, quase pela metade, o número de mortes em acidentes de trânsito nas vias municipais e estradas que cortam Hortolândia. De janeiro a dezembro de 2019, foram contabilizados 19 óbitos em acidentes de trânsito, somando as ruas e avenidas do município com as rodovias que passam pela cidade. Já em 2018, no mesmo período, foram registradas 31 mortes. Os dados são do Sistema de Informações de Acidentes de Trânsito (Infosiga-SP), do Governo do Estado. Além disso, 2019 foi o ano mais seguros no trânsito de Hortolândia, desde 2015. 

SALVANDO VIDAS

Para salvar vidas no trânsito, a Prefeitura realiza uma série de ações, que vão de atividades educativas com motoristas e pedestres, reforço na sinalização, até a implantação dos radares controladores de velocidade, principal ação da Administração para diminuir os acidentes de trânsito com mortes na cidade. Os dispositivos começaram a funcionar em janeiro de 2019. 

“Os números mostram que o início do funcionamento dos radares ocasionou a queda no número de óbitos em acidentes de trânsito na cidade. Continuaremos o trabalho para tornarmos o trânsito da cidade cada vez mais seguro. Desde 2015 não alcançávamos uma marca tão expressiva para diminuir a volência no trânsito”, explica o secretário de Mobilidade Urbana, Atílio André Pereira.

PIC

As ações de segurança viária em Hortolândia integram o PIC (Programa de Incentivo ao Crescimento), conjunto de mais de 100 obras e serviços que a Administração Municipal realiza para reestruturar o sistema viário, modernizar a cidade, gerar emprego e renda, com sustentabilidade e planejamento.

 

Este artigo foi enviado pela Prefeitura de Hortolandia

Continue Lendo

Nossa Cidade

Falta de iluminação na praça “A Poderosa”, causa transtornos aos moradores e ciclistas

Portal Hortolândia

Publicado

em

Os moradores do Jardim Santa Isabel e um grupo de ciclistas que utilizam a Praça “A Poderosa” na região do Jardim Rosolem, sofrem com problemas de falta de iluminação e insegurança.

Recentemente a Prefeitura Municipal de Hortolândia retirou as grades que cercavam a praça, e não adequou a iluminação do local, aumentando a sensação de insegurança aos frequentadores.

De acordo com um dos integrantes do Grupo de Ciclismo KUDOS BIKE CLUB a escolha da praça foi uma estratégia de ocupar os espaços públicos, mas o grupo sente-se desprotegido. “Escolhemos a Praça Poderosa para ser o ponto de partida e chegada de nossas pedaladas noturnas, precisamos de uma resposta urgente da Prefeitura de Hortolândia sobre a iluminação e sobre a segurança da praça, a ideia do nosso grupo é povoar este espaço que um dia foi símbolo da nossa cidade e que hoje está abandonado as traças.” Comenta Walther Barros.

O grupo irá oficializar a entrega de ofícios para as autoridades pedindo a resolução do problema e ainda prometeu realizar um ato nesta quinta-feira (23/01) às 19h com a presença da imprensa.

Nota da Prefeitura


A Prefeitura de Hortolândia informa que desenvolve um projeto para reformar a área da Praça A Poderosa, no Jd. Rosolen, que incluirá a implantação de iluminação em LED, que tem maior potencial de luminosidade. A implantação das luminárias está programada para começar em abril.

O objetivo da reforma é transformar o local em um ponto de encontro para familiares, voltando a ser um espaço turístico para a cidade com programação de shows e apresentações. Para isso, as grades que cercam a praça já foram removidas. Uma das ações previstas na reformulação do espaço é o fortalecimento do comércio na região, com a instalação de foods-trucks e de estabelecimentos de todos os segmentos.

Continue Lendo

Nossa Cidade

A biomédica Madalena Santos é a pré candidatura a Prefeitura pelo PSOL

Portal Hortolândia

Publicado

em

Nesta quinta-feira (23), os militantes PSOL Hortolândia junto ao diretório municipal, indicaram o nome da Biomédica Madalena Santos para a pré candidatura a Prefeitura da cidade de Hortolândia.

Após diversos debates o nome da Biomédica foi indicado para defender as pautas do partido e disputar o cenário eleitoral do município.

Agora o PSOL Hortolândia se preparara para realizar a Convenção Municipal, com objetivo de oficializar o nome da pré candidata a prefeitura e dos candidatos a vereadores.

A convenção está prevista para o mês de Março, o dia será divulgado posteriormente.

Continue Lendo



Max Milhas