Connect with us
Publicidade


Nossa Cidade

Conheça os finalistas do 2o Festival de Música da Prefeitura

Prefeitura

Publicado

em

 

Publicidade

Já foram definidos os oito candidatos classificados para disputar, na manhã desta sexta-feira (17/05), a finalíssima do 2o. Festival de Música “Educando para o Talento”, promovido pela Prefeitura de Hortolândia. A Comissão Julgadora definiu, nesta quinta-feira (16/05), os dois últimos participantes da etapa final do concurso (veja abaixo). As audições são abertas ao público e acontecem no Palco da Prefeitura, instalado no recinto da Festa do Peão de Hortolândia 2019, na Avenida da Emancipação, no lado oposto à empresa farmacêutica EMS. O Festival faz parte das comemorações pelos 28 anos de aniversário da cidade.

Após as apresentações dos oito finalistas, serão conhecidos os quatro vencedores. Todos os que conquistaram do 1o ao 4o lugar ganharão troféus ou medalhas, ainda no palco do Festival. Segundo a Secretaria de Educação, Ciência e Tecnologia, o evento é voltado a estudantes da rede municipal, do 1o ao 9o ano, e visa incentivar, desenvolver e aprimorar a cultura musical entre os estudantes municipais, valorizando os jovens cantores existentes dentro da escola. Pretende ainda despertar novos talentos e contribuir para a formação de público. Na edição deste ano, 159 estudantes de 22 escolas da rede municipal se inscreveram na disputa; 99 classificaram-se para as Eliminatórias e 40 para as Semifinais.

Para a coordenadora pedagógica Selma Epifania da Silva Santos, integrante da comissão organizadora do evento, a experiência de disputar um evento com estas proporções é única e enriquecedora. “É uma experiência imensurável. Subir num palco profissional, com qualidade de som, de retorno, o contato com um público diferente, de todas as regiões, porque aqui a criança tem contato com diversas regiões, com colegas que estudam na mesma rede e tem a oportunidade de apresentar a sua música a pessoas diferentes, que tem gostos diferentes. Em relação à cultura, tanto para a criança na plateia como para quem está no palco, vem alimentar uma história para a nossa cidade, que é a história do valor que tem o solo vocal, a música do solista aqui na nossa cidade. Descobrimos que temos muitos cantores belíssimos, com uma capacidade imensa para um futuro na música. A criança tem também a oportunidade de lidar com a frustração. Isso é superimportante para a vida social, em família, na sociedade e como cidadãos. Saber que nem sempre ele ganha, nem sempre ele perde. Lidar com a frustração ajuda na maturidade da criança, no crescimento enquanto pessoa”, afirma 

“Nosso Festival de Música, já na segunda edição, contribui de forma significativa para nossa rede municipal de ensino, porque temos professores concursados, aula de música prevista em todo o nosso projeto de educação integral, exatamente porque nós priorizamos a integralidade da criança. Temos a educação integral não só pensando no horário de permanência na escola, em horário ampliado, mas na qualidade deste tempo que a criança fica na escola. E o festival de música vem para abrilhantar todo o trabalho que é feito de música com as crianças durante o ano e motivar as crianças para quem tiver um talento especial para a música tenha espaço, não só dentro da escola, mas na cidade, e também possa pensar em ampliar isso para o futuro. Nossa intenção é sempre valorizar a criança no seu talento natural. Isso contribui de forma significativa para a aprendizagem, porque crianças motivadas e felizes na escola aprendem cada vez melhor”, afirma a secretária de Educação, Ciência e Tecnologia, Sandra Mara Fagundes Freire.

Conheça os finalistas do 2o. Festival de Música “Educando para o Talento”

13/05/2019

Cibelle Dias Barbosa (Emef Tarsila do Amaral) – Ressuscita-me

Lívia M. R. de Góis (Emef Profª Maria Célia Cabral Amaral) – Pássaro de Fogo

14/05/19

Ana Gabrielly dos Anjos (Emeb Interlagos) – Maranata

Juliana de Andrade Veloso (Emef Cláudio Roberto Marques) – Ouvi Dizer

15/05/2019

Kathlyn Vitória S. Silva (Emef Caio Fernando Gomes Pereira) – Era Uma Vez

Jhenifer V. Soares Santos (Emef Jd. Primavera) – Espírito Santo

16/05/2019

Júlia de Cassia Aguiar Santos (Emef Patrícia Maria Capelato Basso) – Hey Pai

Nathã Felipe G. Cupertino (Emef Dayla Cristina Souza de Amorim) – Cathing Fire

Este artigo foi enviado pela Prefeitura de Hortolandia

Receba as principais notícias direto no seu Telegram https://t.me/portalhortolandia

Nossa Cidade

Hortolândia registra saldo positivo de 424 empregos em outubro

Prefeitura

Publicado

em

Hortolândia mostra que está conseguindo retomar a atividade econômica em meio à pandemia do Coronavírus. Uma prova disso é que o município registrou, em outubro, o saldo positivo de 424 empregos. Este é o melhor saldo do ano. No período, foram feitas 1.463 admissões e 1.039 demissões. Os dados foram divulgados pelo Caged (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados) do Ministério da Economia.    

Publicidade

Para a secretária de Desenvolvimento Econômico, Trabalho, Turismo e Inovação, Monique Freschet o saldo positivo registrado no período é resultado do trabalho de retomada econômica consciente e responsável que a Prefeitura tem adotado durante a pandemia. 

Outra medida que contribuiu para o município alcançar este desempenho expressivo foi a intensificação do trabalho de busca de novas vagas empregos que a Prefeitura tem realizado junto a empresas instaladas na cidade com o objetivo de atenuar os efeitos negativos que a pandemia provocou na economia local.

“Desde o início da pandemia da COVID-19, a Prefeitura tem trabalhado para a retomada econômica da cidade. O saldo positivo do CAGED em outubro, o melhor do ano, comprova esta recuperação. A Prefeitura dialoga constantemente com todos os setores produtivos da cidade (comércio, indústria e serviços) para refletir e planejar cada ação em prol de novos investimentos e consequentemente geração de novos empregos. Assim, esperamos qua a cada mês os saldos reflitam os esforços de todos para esta retomada”, destaca Monique.

Este artigo foi enviado pela Prefeitura de Hortolandia

Receba as principais notícias direto no seu Telegram https://t.me/portalhortolandia
Continue Lendo

Nossa Cidade

Hortolândia agora emite Carteirinha de Identificação do Autista

Prefeitura

Publicado

em

Em Hortolândia, a partir de agora, pais e responsáveis por pessoas com TEA (Transtorno do Espectro do Autismo) já podem solicitar à Prefeitura a CIA (Carteira de Identificação do Autista). O documento pode ser solicitado, gratuitamente, ao Departamento de Direitos Humanos e Políticas Públicas para as Mulheres, órgão da Secretaria de Governo. Basta ir ao HORTOFÁCIL, central de serviços municipais, localizada na Rua Argolino de Moraes, 405, na Vila São Francisco, às terças e quintas-feiras, das 8h30 às 12h. Confira abaixo, os documentos necessários para a solicitação.

Publicidade

O início da prestação do serviço coincide com uma data importante para o segmento: o Dia Internacional da Pessoa com Deficiência, que acontece nesta quinta-feira (03/12). O Departamento de Direitos Humanos pretende realizar um dignóstico para saber o total de PCDs, dentre eles autistas, existente no município. Os números mais atuais são do Setor de Educação Especial e Inclusiva, da Secretaria de Educação, Ciência e Tecnologia. Na rede municipal de ensino de Hortolândia, há 710 alunos com deficiência, sendo que destes 145 tem Transtornos do Espectro do Autismo.

Como solicitar a carteirinha

O formulário de solicitação da CIA está disponível no Departamento de Direitos Humanos e, em breve, também no site da Prefeitura (www.hortolandia.sp.gov.br). Podem solicitar a carteirinha o próprio titular, seu procurador ou responsável legal, mediante apresentação da documentação pessoal ou Protocolo. O documento será entregue em até 15 dias úteis.

Uma das primeiras a solicitar a carteirinha foi Priscila Silvana de Paula Silva, mãe de Pietro, de 12 anos, e presidente da AMAAH-SP (Associação de Mães e Amigos do Autista de Hortolândia). Para ela, a emissão do documento representa um avanço e uma conquista, que contribuirá para melhorar a aceitação e a convivência social, dificuldades frequentes para quem se encontra nesta condição, que pode se manifestar em pessoas de todas as classes sociais.

“Não é fácil reconhecer o autismo. Não é algo que dê para ver no rosto. Com a carteirinha é mais fácil para a pessoa autista comprovar sua condição. Não será mais preciso sair por aí, carregando o laudo médico. É muito comum haver problema na fila, devido à pouca tolerância que o autista tem à espera, em ambiente diferente, principalmente se tiver como comorbidade o TDAH (Transtorno de Déficit de Atenção e Hiperatividade). Como ele fica agitado, as pessoas leigas acham que é birra ou falta de educação da criança, e não é”, explica Priscila.

Para quem tem dúvidas e está em busca de auxílio e orientação, Priscila disponibiliza a familiares de autistas o contato da AMAAH-SP: (19)99346-5761. 

  

Confira abaixo os documentos necessários para solicitar a CIA:

• Formulário de requerimento da CIA (Carteira de Identificação do Autista) 

• Atestado Médico emitido por especialista em psiquiatria ou neurologia, acompanhado de relatório médico, com indicação do código da Classificação Estatística Internacional de Doenças e Problemas Relacionados à Saúde (CID), confirmando o diagnóstico;

• Certidão de Nascimento; 

• Carteira de Identidade RG (do usuário, bem como dos pais ou representante legal); 

• CPF (do usuário, bem como dos pais ou representante legal);

• Comprovante de endereço (cópia), sendo necessário residir em Hortolândia;

• 02 Fotos 3×4; 

• A pessoa estrangeira portadora de Transtorno do Espectro Autista – TEA, naturalizada e domiciliada no Brasil, deve identificar-se mediante apresentação do título declaratório de nacionalidade brasileira ou passaporte.

 

Este artigo foi enviado pela Prefeitura de Hortolandia

Receba as principais notícias direto no seu Telegram https://t.me/portalhortolandia
Continue Lendo

Nossa Cidade

APL do pão de queijo realiza reunião de balanço do ano nesta quinta-feira (03/12)

Prefeitura

Publicado

em

Com a proximidade do fim do ano, é hora de fazer um balanço geral. É com este objetivo que o APL (Arranjo Produtivo Local) do pão de queijo promove a última reunião de 2020, nesta quinta-feira (03/12), às 9h. O encontro será no auditório do Centro de Formação dos Profissionais em Educação (CFPE) “Paulo Freire”, órgão da Prefeitura, localizado no Remanso Campineiro. 

Publicidade

Em razão da pandemia, a reunião seguirá as normas sanitárias com distanciamento entre os participantes e uso obrigatório de máscara. O APL é uma iniciativa da Prefeitura, que reúne 11 empresas, para fortalecer o setor produtivo da cidade. Na pauta, o APL fará um balanço das ações realizadas em 2020 e o planejamento para o próximo ano. 

Apesar da pandemia, o APL conseguiu dar andamento em algumas ações significativas. Uma delas foi a criação de uma associação das empresas participantes, por meio de uma assembleia realizada em agosto deste ano. Atualmente, a criação da entidade está em processo de formalização. 

APL DO PÃO DE QUEIJO

A Prefeitura criou, em 2019, o APL do pão de queijo com o objetivo de fortalecer o setor produtivo da cidade. Uma das ações definidas pelas empresas do APL foi a criação de um selo de qualidade. Em outubro do ano passado, a Prefeitura fez o lançamento oficial do selo de qualidade, durante o evento “Inova Campinas Trade Show 2019”. Participam do APL 11 empresas da cidade: Alimentos Bertin, Cynbom, Dona Anália, Freskimassas, Pão de Queijo Fiel, Massa Boa, Massas Chef, Pancremo, Pozelli, Sabor Du Bom e Sabor Paulista.

Este artigo foi enviado pela Prefeitura de Hortolandia

Receba as principais notícias direto no seu Telegram https://t.me/portalhortolandia
Continue Lendo

Populares