Connect with us

Nossa Cidade

DPBEA orienta sobre cuidados com pets para evitar a disseminação de Coronavírus

Prefeitura

Publicado

em

Para evitar a disseminação do Coronavírus, é preciso cuidar não somente dos seres humanos. Os pets também precisam ser protegidos. É por esta razão que o DPBEA (Departamento de Proteção e Bem-Estar Animal), órgão da Secretaria de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável da Prefeitura de Hortolândia, orienta a população sobre como cuidar dos bichinhos de estimação, durante o período de isolamento social. 

De acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS), não há evidências de que pets possam adoecer ou transmitir a COVID-19. Porém, o diretor do órgão municipal, Vanderlei Fernando de Azevedo, ressalta que a pelagem do pet pode ser um meio de transmissão da doença ao ser tocada por uma pessoa infectada pelo Coronavírus. “Por isso, antes e depois de interagir com seu pet, deve-se lavar as mãos com água e sabão e/ou usar álcool em gel 70%”, reforça o diretor. 

Outra recomendação importante é cobrir o nariz e a boca ao tossir ou espirrar. Também não se deve compartilhar comidas e objetos com o pet, nem beijá-lo ou abraçá-lo. Caso o dono do pet tenha contraído ou esteja com suspeita de Coronavírus, deve pedir para que outra pessoa cuide do bichinho. 

Assim como os humanos, os pets também devem ficar em isolamento social. Por isso, deve-se evitar ao máximo sair com o bichinho. A dica é brincar com ele dentro de casa. Caso seja realmente necessário sair com o pet, deve-se higienizar as patas com água e sabão e secá-las assim que chegar em casa. 

CÃES E GATOS 

O diretor explica que existem dois tipos de Coronavírus que se propagam em cães e gatos, porém, nenhum deles tem relação com o Coronavírus que acomete humanos. Para os cães a prevenção contra o Coronavírus se dá por meio de uma vacina específica para a espécie. “Esta vacina não deve, em hipótese alguma, ser aplicada em humanos”, alerta Vanderlei. Já o Coronavírus que acomete gatos causa uma doença grave, chamada Peritonite Infecciosa Felina (PIF).

O diretor ainda lembra que não se deve abandonar animais. Tal prática é crime e pode gerar mais um problema de saúde pública, que é a transmissão de zoonoses. “Pratique as medidas de segurança, a guarda responsável e aproveite o tempo com o seu pet, dentro de casa”, salienta Vanderlei. Em caso de mais dúvidas e informações, a população pode entrar em contato com o DPBEA por meio dos telefones 3897-3312 e 3897-5974.

Este artigo foi enviado pela Prefeitura de Hortolandia

Nossa Cidade

Prefeitura de Hortolândia capacita agentes de saneamento para ações de combate a arboviroses e zoonoses

Prefeitura

Publicado

em

Em paralelo ao enfrentamento ao Coronavírus, a Prefeitura de Hortolândia trabalha em outras frentes importantes da área de saúde. Uma das ações implementadas é a capacitação dos 25 agentes de saneamento admitidos em recente processo seletivo simplificado para contratação emergencial. 

Nesta semana, a Secretaria de Saúde concluiu a capacitação dos agentes. A formação foi ministrada por servidores da UVZ (Unidade de Vigilância e Zoonoses). Os agentes participaram de sete capacitações téoricas, nas quais foram abordadas doenças e temas como Dengue, Febre Maculosa, Raiva, escorpiões, roedores, Ética no Trabalho, praguicidas e pesticidas, entre outros. De acordo com a Secretaria de Saúde, os agentes irão atuar em ações de combate e prevenção a arboviroses e zoonoses.

O gerente da UVZ, Ibraim Almeida, destaca a chegada dos novos agentes. “Esta capacitação é importante para prepararmos estes novos agentes que chegam para aumentar nosso quadro que estava defasado. Com a chegada deles, a Prefeitura conseguirá atender mais rapidamente as demandas da população”, salienta Almeida.

Este artigo foi enviado pela Prefeitura de Hortolandia

Continue Lendo

Nossa Cidade

Prefeitura inicia construção dos lances de arquibancada do Campo da Confibra

Prefeitura

Publicado

em

A construção da arquibancada do Campo da Confibra, no Jardim Campos Verdes, avança. A base já foi montada e as ferragens, concretadas. Agora, equipes da Prefeitura de Hortolândia dão forma aos lances da arquibancada que acomodará aproximadamente 1.500 pessoas. O Campo da Confibra é um dos palcos mais importantes do futebol amador na cidade.

Os trabalhadores realizam a construção da arquibancada no talude, barranco natural existente na praça esportiva. A equipe segue as normas sanitárias do Estado de São Paulo, para evitar a disseminação do Coronavírus. De acordo com a Secretaria de Esporte e Lazer, a construção da arquibancada acontece por meio de recursos do Governo Federal. 

“Após a pandemia e com a volta dos jogos do futebol amador, teremos uma boa estrutura para receber o público nas partidas que acontecerão no local. Antes os torcedores assistiam aos jogos no barranco, sem nenhum tipo de conforto. Este é mais um presente para a comunidade esportiva da cidade. No futuro, com a obtenção de mais recursos, queremos continuar as obras para melhoria em toda esta praça esportiva”, informou o secretário de Esporte e Lazer da Prefeitura, Marcos Panício, o Mercadão.

Reformas nos gramados dos campos municipais de futebol

Durante a pandemia do Coronavírus (COVID-19), além da construção da arquibancada do Campo da Confibra, equipes da Prefeitura também trabalham na manutenção dos outros campos de futebol da cidade para mantê-los em condições de uso, após a volta dos jogos. A revitalização dos gramados segue em ritmo intenso em campos de diversas regiões. 

As melhorias são realizadas nos gramados no campo do Remanso Campineiro, Jardim Adelaide, Poliesportivo (Nova Hortolândia), Rosolen, CAIC (Jd. Amanda) e no próprio Campo da Confibra.

 

Este artigo foi enviado pela Prefeitura de Hortolandia

Continue Lendo

Nossa Cidade

Cestas do programa “Alimento Solidário” devem ser retiradas até esta sexta-feira (05/06)

Prefeitura

Publicado

em

Beneficiários do programa “Alimento Solidário”, realizado por meio de parceria entre a Prefeitura de Hortolândia e o Governo Estadual, devem retirar as cestas básicas até esta sexta-feira (05/06). A entrega é feita, das 9h às 15h, nos CRASs (Centros de Referência de Assistência Social) Primavera, Novo Ângulo e Amanda, HORTOFÁCIL e nos CCSs (Centros de Convivência Social) Brasil e Rosolen.

O programa é uma ação emergencial para distribuir os alimentos à população em vulnerabilidade social, durante a pandemia do Coronavírus. De acordo com a Secretaria de Inclusão e Desenvolvimento Social, 3.279 pessoas ainda não retiraram os alimentos. Outras 6.588 pessoas já fizeram a retirada. Quem tem o direito deve realizar a retirada. Este é o último prazo.

Veja quem tem o direito de retirar as cestas básicas

O auxílio é exclusivo para famílias inscritas no Cadastro Único (CadUn) com renda per capita de até R$ 89,00. O critério de seleção para definir quem recebe o benefício foi feita pelo governo estadual. Confira a lista dos beneficiários no anexo abaixo. A lista também está disponível no Diário Oficial Eletrônico e nos CRASs do município. 

O beneficiário deverá apresentar documento com foto para retirar a cesta. Para evitar aglomeração, há tendas montadas nas áreas externas dos locais de distribuição. Equipes de cada unidade realizam a organização da fila para que as pessoas mantenham distância segura umas das outras. É obrigatório o uso de máscara na hora da retirada da cesta básica.

Em caso de dúvidas ou mais informações, as pessoas podem entrar em contato na Secretaria de Inclusão e Desenvolvimento Social, nos CRASs e CCSs.

Confira os números: 

Secretaria de Inclusão e Desenvolvimento Social:

3965-1400 ramais 8204, 8210 e 8220; 3965-1438 

CRAS Amanda: 3909-3642 / 3909-2140 / Whatsapp: 99976-1602

CRAS Central: 3865-1133 / 3897-2519 / Whatsapp: 99817-0620

CRAS Novo Ângulo: 3845-7629 / 3809-1945 / Whatsapp: 99910-9085

CRAS Primavera: 3909-2292 / 3909-0627 / Whatsapp: 99976-1874

CCS Rosolen: 3809-3164

CCS Brasil: 3909-1398

 

Este artigo foi enviado pela Prefeitura de Hortolandia

Continue Lendo

Noticias

Publicidade

Youtube

 

PONTE DA ESPERANÇA