Connect with us
Publicidade


Nossa Cidade

Durante “onda de frio”, Prefeitura oferece abrigo a pessoas em situação de rua no Ginásio Victor Savala

Portal Hortolândia

Publicado

em

A Prefeitura de Hortolândia acolhe pessoas em situação de rua no abrigo provisório, montado no Ginásio Poliesportivo Victor Savala, localizado na rua Aguinaldo Gomes Cardoso, nº 500, no Jardim Nossa Senhora de Fátima. Com a “onda de frio” que atinge a cidade, neste final de semana, quem necessitar pode utilizar o espaço da Administração Municipal, que funciona desde primeiro de junho e permanecerá funcionando por tempo indeterminado.

Publicidade

Segundo a Secretaria de Inclusão e Desenvolvimento Social, todas as noites, aproximadamente duas novas pessoas aceitam passar a madrugada no local. Cerca de 30 pessoas estão permanentemente abrigadas no ginásio.

“O abrigo montado no ginásio funciona 24 horas, todos os dias da semana, com capacidade para 60 pessoas. No local, os abrigados recebem quatro refeições diárias (café da manhã, almoço, café da tarde e jantar). Além das refeições, a Prefeitura também disponibiliza banho, itens de uso pessoal, roupas de cama e colchões. O abrigo tem espaço dividido para homens e mulheres. As luzes do ginásio são apagadas às 22h para o repouso”, explica o secretário de Inclusão e Desenvolvimento Social, Régis Athanázio Bueno.

No abrigo, os moradores também recebem atendimento social e, em caso de necessidade, encaminhamento para os serviços de saúde da rede municipal. A comunidade também pode ajudar. Quem vir alguma pessoa em situação de rua na cidade pode entrar em contato com a Secretaria de Inclusão e Desenvolvimento Social por meio do telefone (19) 99936-6459. O número funciona 24 horas, de segunda-feira a domingo.

Receba as principais notícias direto no seu Telegram https://t.me/portalhortolandia

Nossa Cidade

Black Friday Cinesystem tem ingresso e combo em dobro

Portal Hortolândia

Publicado

em

Ação é válida para os clientes que forem ao cinema nos dias 27, 28 e 29 de novembro

Publicidade

Assistir a um filme na telona, bem acompanhado, com pipoca e refri já é bom, mas pagando menos é melhor ainda. Foi pensando nisso que a Cinesystem preparou uma ação exclusiva de Black Friday, que vai dar ingresso e combo em dobro para os cinéfilos de plantão. Para que ninguém fique de fora, a ação não vai acontecer só na sexta! Ela é válida para todo mundo que comparecer aos cinemas nos dias 27, 28 e 29 de novembro.

Para participar, é bem fácil! Basta ir até o multiplex de sua preferência em qualquer um dos dias de ação e comprar o ingresso. Automaticamente, o cliente recebe outro ingresso igual, para usar no mesmo dia e sessão. Com a pipoca, a mecânica é a mesma: na compra de um Combo G (Pipoca + Refrigerante grande), você leva dois. A Black Friday da Cinesystem vai acontecer nos cinemas em funcionamento da Rede, em todo o Brasil, e é válida para todos os lugares e sessões convencionais (não sendo, portanto, aplicada para o CineBreakfast).

Para que a diversão seja ainda maior e a experiência livre de preocupações, todos os protocolos de segurança e bem-estar são seguidos à risca! Com cuidados que englobam toda a jornada do cliente dentro do multiplex, desde a compra de ingressos até a saída, a exibidora reforçou o treinamento da equipe, detalhando os protocolos e orientando sobre os processos internos e externos. O objetivo é que o cliente se sinta orientado, seguro e bem atendido.

Confira abaixo o protocolo completo:

  • Antes da abertura do multiplex, diariamente, uma equipe faz um processo rigoroso de higienização e sanitização, que engloba salas, poltronas, banheiros e pontos de contato. A recomendação é que a compra de ingressos seja realizada pelo site ou terminais de autoatendimento nos cinemas.
  • Os ATMs, como são chamados, estão posicionados respeitando a distância mínima obrigatória. Esse distanciamento vale também para os banheiros, que contam com boxes e pias intercalados e demais pontos de atendimento. Os guichês contam com barreiras de acrílico para proteção e os locais na fila são sinalizados no chão.
  • A entrega de produtos de bomboniere segue o alto padrão de higienização já utilizado em todos os cinemas da Rede desde a inauguração. 
  • O uso de máscara é obrigatório em todos os ambientes.
  • A oferta de álcool gel nos pontos de circulação, que já era um padrão da empresa, segue com ainda mais rigidez, inclusive em torres de desinfecção. Tapete químico para limpeza dos sapatos também está instalado.
  • As poltronas seguem um controle de distanciamento e funcionários estão de prontidão para garantir que o espaçamento seja cumprido. Somente pessoas de convívio próximo podem sentar lado a lado.
  • Ao término da sessão, a equipe de colaboradores faz a organização da saída, seguindo ordem de fileiras e patamares, evitando assim aglomerações.
  • Informativos espalhados por todo o multiplex reforçam para os clientes o protocolo seguido pela exibidora.
  • Aumento de intervalo entre as sessões para que as salas, poltronas e pontos de contato sejam novamente sanitizados,
  • Maior rigor da manutenção dos aparelhos de ar condicionado. O processo, que sempre foi bastante criterioso, está ainda mais detalhado, visando um ar mais seguro e renovado para os clientes.
Receba as principais notícias direto no seu Telegram https://t.me/portalhortolandia
Continue Lendo

Nossa Cidade

Três regiões de Hortolândia recebem ação casa a casa de busca e eliminação de criadouros de Aedes aegypti

Prefeitura

Publicado

em

A Prefeitura de Hortolândia continua com o trabalho de combate ao mosquito Aedes aegypti, inseto que transmite as doenças Dengue, Zika e Chikungunya, em diferentes regiões do município. Nesta semana, a UVZ (Unidade de Vigilância e Zoonoses), órgão da Secretaria de Saúde, realiza ação casa a casa no Jardim Nossa Senhora de Fátima. O trabalho também prossegue, nesta semana, nos bairros Jardim Amanda e Vila Real.

Publicidade

Os agentes da UVZ visitam as residências, orientam os moradores e distribuem material explicativo. Além disso, eles fazem busca ativa de possíveis criadouros do mosquito. Caso seja constatada a existência de focos, eles são eliminados. O veterinário da UVZ, Evandro Alves Cardoso, ainda salienta que, caso sejam encontradas larvas, os agentes fazem a coleta para identificação em laboratório. A Prefeitura solicita à população para que receba os agentes e os deixe entrar em suas casas. Os agentes estão identificados com uniforme e crachá. 

A Prefeitura ressalta que a população também deve colaborar na prevenção e no combate ao Aedes aegypti. Uma atividade útil é limpar a casa e, assim, eliminar possíveis focos de criadouros de larvas do inseto. Para isso, basta fazer algumas tarefas simples, tais como manter tampados tonéis, barris e caixas d’água, colocar telas em ralos e mantê-los limpos, deixar garrafas com a boca virada para baixo e encher os pratinhos de vasos de plantas com areia até a borda. De acordo com a Secretaria de Saúde, 80% dos focos de Dengue estão nas casas. 

De acordo com a Vigilância Epidemiológica da Secretaria de Saúde, até o momento, o município registra 1.035 casos positivos, sendo 1 óbito e outros 46 aguardam resultado.

Outra ação importante de combate ao mosquito é a ADL (Análise de Densidade Larvária). A UVZ concluiu a análise em outubro deste ano. O índice medido foi de 1,2. Por meio da ADL, é possível prever se, nos próximos meses, o nível de infestação do mosquito estará elevado, o que colabora para o município traçar estratégias de prevenção. 

A ADL é feita três vezes ao ano: em janeiro, julho e outubro. De acordo com a UVZ, o índice registrado em janeiro deste ano foi de 3,2. Já em julho a análise não foi realizada, em virtude da pandemia.

Este artigo foi enviado pela Prefeitura de Hortolandia

Receba as principais notícias direto no seu Telegram https://t.me/portalhortolandia
Continue Lendo

Nossa Cidade

Idosos participam de Campanha do Laço Branco com vídeo de combate à violência contra a mulher

Prefeitura

Publicado

em

Cinco idosos inscritos no CCMI (Centro de Convivência da Melhor Idade), programa da Prefeitura de Hortolândia, protagonizam um vídeo que alerta sobre os tipos e números da violência contra a mulher no Brasil, atualmente. É a campanha do Laço Branco, em que homens buscam sensibilizar outros homens sobre o tema, uma iniciativa da Secretaria de Governo, que integra os “16 dias de ativismo” pelo fim da violência de gênero. A partir desta quarta-feira (25/11), Dia Nacional de combate à violência contra a mulher, o vídeo estará disponível nas redes sociais da Prefeitura (https://www.facebook.com/prefeituradehortolandia e https://www.instagram.com/prefeitura.hortolandia/). 

Publicidade

Lançada no município em 2017, a Campanha do Laço Branco abraça a mobilização mundial em que homens já sensibilizados buscam sensibilizar outros homens para a causa. A mobilização é realizada em parceria com o CMDM (Conselho Municipal dos Direitos da Mulher).

Além de publicar o vídeo, ainda nesta quarta-feira, às 17h15, integrantes do Departamento de Direitos Humanos e do Conselho Municipal realizam blitz, com distribuição de panfletos informativos, na Av. Luís Camilo de Camargo, na Região Central. No mesmo horário, ocorre roda de conversa sobre o tema na sede do CRAM (Centro de Referência e Atendimento à Mulher) “Débora Regina Leme dos Santos”.

Atualmente, o CCMI reúne aproximadamente 1.500 idosos cadastrados, nas duas unidades, Remanso Campineiro e Jd. Amanda.

Dados do Departamento de Direitos Humanos e Políticas Públicas para Mulheres da Secretaria de Governo mostram que, somente neste ano, até o momento, 386 mulheres, vítimas de violência, foram atendidas no CRAM. Desde 2017, quando o órgão especializado foi criado, a equipe multi profissional já realizou mais de 1.930 procedimentos, entre acolhimentos e atendimentos psicossocial; orientação jurídica à vítima; registro de Boletim de Ocorrência Eletrônico; acompanhamento ao IML (Instituto Médico Legal), a hospitais e UPAs-24h (Unidades de Pronto Atendimento); retiradas de pertences com apoio da GM; além de recâmbio para cidades de origem e famílias extensivas.

A campanha “16 dias de ativismo” inclui diversas ações e atividades (veja abaixo) que se estendem até 10 de dezembro. O objetivo é sensibilizar a população no sentido de perceber e enfrentar as diversas modalidades de agressão à figura feminina.

16 dias de ativismo

Segundo o Departamento de Direitos Humanos, a Campanha dos “16 dias de ativismo” foi lançada em 1991 por 23 mulheres de diferentes países, reunidas no Centro de Liderança Global de Mulheres para promover o debate e denunciar as várias formas de violência contra as mulheres. O período engloba datas históricas significativas, marcos de luta das mulheres, iniciando em 25 de novembro, declarado o Dia Internacional de Não Violência Contra as Mulheres, e finalizando em 10 de dezembro, Dia Internacional dos Direitos Humanos. No Brasil, a Campanha foi antecipada para 20 de Novembro, Dia Nacional da Consciência Negra, fazendo o reconhecimento histórico da opressão e discriminação contra a população negra e, especialmente, as mulheres negras brasileiras cujas vidas são marcadas pela opressão de gênero, raça e classe social.  

A campanha inclui ainda publicação de vídeos com idosos da Melhor Idade, distribuição de panfletos, roda de conversa com live, palestras sobre temas relacionados, campanha do Laço Branco e Blitz do “Não é Não”.

 

Confira abaixo a programação da campanha:

19/11, 19h – Celebrando a Consciência Negra – Live com a presidente do Conselho da Igualdade Racial

Local: Aplicativo Zoom

 

25/11, 17h15 – Dia Nacional de combate à violência contra a mulher

Local:  Região Central – CRAM e Blitz na Av.Luís Camilo de Camargo

 

25/11 – Publicação de vídeo com idosos do CCMI (Centro de Convivência da Melhor Idade) com mensagens de conscientização

 

26/11, às 16h – Tema: “Conquista Femininas” (roda de conversa)

Local: Centro Comunitário Igreja Matriz Nossa Sra. Do Rosário – Vila Real

 

27/11 – Tema: “A Mulher e a Cultura do Cancelamento”

Local: Roda de conversa com live

 

30/11, 19h – Tema: Mulher e empreendedorismo

Local: Casa Quilombola

 

01/12, 8h30 – Tema: Violência Sexual / Estupro Culposo

Local: Sede da GM (Guarda Municipal)

 

02/12 – Tema: A violência contra a Mulher com Deficiência

Local 1: 9h – Sala de reunião do HORTOFÁCIL

Local 2: 10h – Blitz no semáforo da Rua Argolino de Moraes com representantes do Conselho de PCD

 

03/12, 9h – Tema: O aumento da violência doméstica contra a mulher no período de isolamento social

Local: CCMI (Centro de Convivência da Melhor Idade) Jd. Amanda, na Av. Princesa Isabel ,1280 Jd. Amanda I

 

04/12 – Tema: Dia D Campanha do Laço Branco (distribuição de laços brancos)

Local: : Equipamentos da Prefeitura (mobilizar servidores, comércio e comunidades locais a usar branco neste dia – divulgação em mídias sociais e digitais)

 

07/12, 18h – Tema: O Homem pelo fim da violência contra a mulher

Local: CRAM Roda Conversa com Conselheiras do Conselho Municipal de Diretos das Mulheres

 

08/12, 9h – Violência doméstica não respeita Idade 

Local: Centro de Conivência da Melhor Idade Remanso

 

09/12 – Tema: Publicação Vídeo com as idosas do Centro de Convivência da Melhor Idade enfatizando a importância do Não é Não 

 

10/12 – Dia Internacional dos Direitos Humanos – Os Direitos Humanos são definidos como direitos assegurados a todos os seres humanos, um ideal a ser atingido, independentemente de nacionalidade, sexo, etnia, religião, língua, opinião política ou qualquer outro critério desse tipo

Este artigo foi enviado pela Prefeitura de Hortolandia

Receba as principais notícias direto no seu Telegram https://t.me/portalhortolandia
Continue Lendo

Noticias

Publicidade

Youtube

 

PONTE DA ESPERANÇA

Populares