Connect with us
Publicidade

Nossa Cidade

Em Audiência Pública, prefeito defende investimentos da Rumo em municípios cortados pela ferrovia

Prefeitura

Publicado

em

O prefeito Angelo Perugini participou, nesta quinta-feira (26/09), de uma audiência pública promovida pela ANTT (Agência Nacional de Transportes Terrestres), evento que debateu a antecipação da extensão por mais 30 anos do contrato de concessão da rede ferroviária com a Rumo, concessionária que administra a ferrovia que corta Hortolândia e outros 44 municípios paulistas. Na condição de vice-presidente da FNP (Frente Nacional de Prefeitos), Perugini discursou defendendo a prorrogação antecipada da concessão, representando os gestores dos 45 municípios afetados pela ferrovia, prefeitos que estão em busca de apoio para obras que melhorem a segurança viária em trechos de passagem em nível. A iniciativa agora está nas mãos do Ministro do Tribunal de Contas da União, Augusto Nardes, que deverá dar seu parecer e encaminhar para votação em plenário.

Os investimentos propostos com a renovação da concessão terão grande impacto nestas cidades, inclusive em Hortolândia, onde a Rumo se comprometeu em construir um viaduto sobre a linha férrea na região central. “Estes prefeitos conhecem como ninguém o dia-a-dia da ferrovia e os impactos causados pelos conflitos urbanos. Muitas cidades, entre elas, Hortolândia, Sumaré, Americana, São Carlos, Catanduva, Jales e São José do Rio Preto, aguardam intervenções há dezenas de anos. Temos, como prefeitos, uma obrigação, cercada de responsabilidades, de nos esforçarmos para que investimentos sejam feitos a fim de eliminar os conflitos urbanos que ocorrem em nosso território e que vão além do número de acidentes de trânsito, pois também prejudicam o desenvolvimento econômico e social das cidades”, destacou Perugini. “Os investimentos previstos pela Rumo para solucionar parte desses conflitos urbanos significam, acima de tudo, um ganho social para a população que convive com os impactos da malha ferroviária”, completou.

Publicidade

No caso de Hortolândia, a obra do viaduto sobre a linha férrea unirá as avenidas Santana (Jd. Amanda) e São Francisco de Assis (Vila Real), melhorando o fluxo de veículos, facilitando o acesso entre as regiões da cidade e evitando acidentes envolvendo veículos e trens. Uma estimativa da Secretaria de Mobilidade Urbana aponta que cerca de 18.800 veículos trafegam pelo trecho de passagem em nível diariamente. “A renovação da concessão vai gerar emprego e desenvolvimento para nossa cidade, especialmente em empresas do ramo, como Amsted Maxion, Bombardier, CAF e outras, que aumentarão sua produção, gerando mais receita e aquecendo a economia local de toda região”, avalia o prefeito.

Viaduto sobre a linha férrea

O projeto de obras do viaduto sobre a linha férrea foi elaborado pela Prefeitura e compreende intervenções desde a igreja Matriz, na Vila Real, até a avenida Santana, logo após a ponte do córrego que corta o Parque Chico Mendes. A estrutura terá alças de acesso à rua Argolino de Moraes, que ficará sob a estrutura.

Esta obra é uma luta antiga do município, que desde o primeiro governo do prefeito Perugini busca parcerias para viabilizar o viaduto. Em 2009, a Prefeitura já havia desapropriado áreas com intuito de agilizar a obra e discutia com o Estado uma possível parceria. Em 2012, após a Prefeitura ter implantado medidas de segurança no trecho de conflito do sistema viário com a ferrovia, o prefeito encaminhou ao DNIT (Departamento Nacional de Infraestrutura de Transporte) estudo de viabilidade técnica, financeira e ambiental para a construção do viaduto. Em 2018, a Rumo anunciou a parceria para a obra, considerada prioritária pela concessionária.

“Em uma lista de mais de 100 cidades, Hortolândia é a primeira da fila para receber obras que serão executadas pela empresa, em virtude do trajeto da linha ferroviária. A empresa depende apenas da renovação da concessão da malha ferroviária, que está em andamento”, afirmou Perugini, na época do anúncio.

PIC

A construção do viaduto faz parte do PIC (Programa de Incentivo ao Crescimento), programa que promoverá desenvolvimento urbano, ambiental, social e humano para que Hortolândia cresça com planejamento e sustentabilidade nos próximos 30 anos. As obras e serviços do PIC serão realizados em parceria com os governos estadual, federal e a iniciativa privada. Por meio do programa, a Prefeitura quer melhorar a prestação dos serviços públicos municipais em todas as áreas, em especial, na saúde, educação, segurança, mobilidade urbana e geração de emprego. As ações do PIC são realizadas pela Prefeitura em parceria com a iniciativa privada, governos estadual e federal.

Este artigo foi enviado pela Prefeitura de Hortolandia

Receba as principais notícias direto no seu Telegram https://t.me/portalhortolandia

Nossa Cidade

Câmara Municipal sedia Audiência Pública sobre a Saúde em Hortolândia

Portal Hortolândia

Publicado

em

Na terça-feira (29) a Câmara Municipal de Hortolândia sedia Audiência Pública para apresentação de relatório detalhado do 2º quadrimestre de 2020, da Secretaria Municipal de Saúde.

O encontro será acompanhado pela Comissão de Desenvolvimento e Bem-Estar Social do Poder Legislativo, e será apresentado pela equipe técnica da Secretaria.

Publicidade

O encontro presencial será apenas para vereadores, funcionários da secretaria e da Câmara em serviço, devido à Pandemia do Coronavírus.

Visando ampla divulgação e transparência, a audiência será transmitida ao vivo para que toda a população possa acompanhar. Para assistir à audiência basta acessar o site da Câmara no Youtube.

Receba as principais notícias direto no seu Telegram https://t.me/portalhortolandia
Continue Lendo

Nossa Cidade

Para evitar disseminação do Coronavírus espaços esportivos públicos permanecem fechados em Hortolândia

Portal Hortolândia

Publicado

em

Com a previsão de sol e calor para o final de semana, a Prefeitura de Hortolândia alerta a comunidade quanto à necessidade de evitar aglomerações, a fim de evitar a disseminação do Coronavírus. Embora a cidade esteja na “fase amarela” do Plano São Paulo de reabertura gradual e consciente das atividades, do Governo Estadual, os espaços públicos esportivos permanecem temporariamente fechados. A medida é de precaução e tem como objetivo evitar a disseminação da COVID-19 na cidade.

Segundo a Secretaria de Esporte e Lazer, no dia 4 deste mês, foi publicado um decreto que permite a prática esportiva em espaços privados, tais como campos de futebol e de futebol society, pistas e outros locais onde podem ser realizados treinos. No entanto, continua proibida a realização de competições, eventos e jogos para evitar aglomeração de pessoas.

Publicidade

Nos espaços públicos, a liberação serve somente para treino de atletas profissionais. Em ambos os espaços, todos devem seguir, rigorosamente, os protocolos definidos pelo Código Sanitário do Estado de São Paulo para evitar a disseminação da doença.

“Pedimos a colaboração da população para evitar o uso dos espaços públicos. Esperamos que, em breve, a prática esportiva volte a ser realizada nas praças esportivas da cidade. Com a colaboração de todos, as atividades retornarão mais rapidamente”, explica o secretário de Esporte e Lazer, Marcos Panício, o Mercadão.

Confira abaixo os espaços esportivos temporariamente fechados por conta da pandemia do Coronavírus:

  • Campo do Remanso Campineiro
  • Campo do Adelaide
  • Campo do Poliesportivo
  • Campo do Rosolen
  • Campo do Caic (Jd. Amanda)
  • Campo da Confibra (Construção de arquibancada em andamento)
  • Campo Society do Jd. Adelaide
  • Campo Society do Remanso Campineiro
  • Ginásio Poliesportivo Victor Savala
  • Academia Municipal “Jaime Pereira”
  • Poliesportivo “Nelson Cancian”
  • Centro de Especialidades em Artes Marciais “Eliel Gomes”
  • Centro de Treinamento em Ginástica Artística “Yasmin Geovana Santos Bonfin”
  • Espaço Cantuário
  • CIF Santa Clara
Receba as principais notícias direto no seu Telegram https://t.me/portalhortolandia
Continue Lendo

Nossa Cidade

Gestores da Prefeitura participam de curso sobre arborização e poda do programa estadual “Município VerdeAzul”

Portal Hortolândia

Publicado

em

Jd. Terras de Santo Antonio

A Prefeitura de Hortolândia cumpre mais uma etapa importante para obter a certificação do programa estadual “Município VerdeAzul”. Um grupo de cinco gestores da Secretaria de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável, incluindo a secretária Eliane Nascimento Oliveira, participou do Curso Básico de Arborização e Poda, ministrado por um profissional do programa, nesta quinta-feira (24/09).

A atividade foi online em virtude pandemia do Coronavírus para evitar aglomeração. De acordo com a Secretaria de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável, a participação no curso contará pontos para o município na edição deste ano do programa.

Publicidade

No curso foram abordados os seguintes assuntos: Piloto Floresta Urbana, Cadastro e Inventário de Arborização Urbana, Épocas de Poda, Adubação de Cobertura, Tutoramento, Desbrota, Tipos de Poda e Podas Erradas, Coroamento, Capina, Irrigação e Importância da Calçada Verde e do “Espaço Árvore”. A atividade foi ministrada pelo engenheiro agrônomo do programa, José Walter.

Para a engenheira agrônoma da Secretaria de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável, Alynne Danielle Pereira Nececkaite Sant’Anna, o curso é importante por oferecer atualização de conhecimentos técnicos. Dentre os temas abordados, a engenheira destaca a importância do plantio de espécies arbóreas nativas. 

Outro tema destacado pela especialista é o chamado “Espaço Árvore”. De acordo com a engenheira, o programa estadual estipula que o plantio de árvores em novos loteamentos na cidade deve ser feito dentro do “Espaço Árvore”, que é um tipo de calçada verde.

“O plantio deve ser feito com critério nesse espaço. O objetivo é proporcionar infiltração de água e ar no solo, contribuindo para o desenvolvimento da árvore”, explica Alynne. De acordo com a Secretaria de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável, a implantação do chamado “Espaço Árvore” dentro dos novos loteamentos na cidade ainda está em andamento.

PROGRAMA “MUNICÍPIO VERDEAZUL”

Em 2019, pela segunda vez, Hortolândia foi certificada pela qualificação no Programa “Município VerdeAzul”, da Secretaria de Infraestrutura e Meio Ambiente do Estado de São Paulo. A cerimônia de premiação foi em março deste ano. Lançado em 2007, o programa estadual apoia e estimula, nos municípios paulistas, a realização de ações na área de meio ambiente.

Em 2019, Hortolândia obteve 66,11 pontos, ficando na 133ª posição do ranking, integrando o grupo das 62 cidades qualificadas por alcançarem notas entre 60 e 79,9. Outras 92 cidades receberam certificação por atingirem notas acima de 80 pontos. Ao todo, 613 cidades paulistas participaram da edição que avaliou os programas e as ações ambientais durante o ano de 2019.

Segundo o site do programa, o PMVA busca “estimular e auxiliar as prefeituras paulistas na elaboração e execução de suas políticas públicas estratégicas para o desenvolvimento sustentável do estado de São Paulo”. Deste modo, o ranking ambiental, além de nortear a formulação de políticas públicas, é utilizado na outorga de premiações regulares, tais como o “Certificado Município VerdeAzul”, concedido aos municípios que atingem a nota superior a 80 (oitenta) pontos e preenchem requisitos pré-definidos para cada Ciclo, e ao Interlocutor respectivo. Este Certificado reconhece a boa gestão ambiental municipal e garante à prefeitura premiada preferência na captação de recursos do Fundo Estadual de Prevenção e Controle da Poluição (FECOP)”.

Conheça as dez Diretivas norteadoras da agenda ambiental do Programa “Município VerdeAzul”:

1. Município Sustentável

2. Estrutura e Educação Ambiental

3. Conselho Ambiental

4. Biodiversidade

5. Gestão das Águas

6. Qualidade do Ar

7. Uso do Solo

8. Arborização Urbana

9. Esgoto Tratado10. Resíduos Sólidos

Receba as principais notícias direto no seu Telegram https://t.me/portalhortolandia
Continue Lendo

Noticias

Nossa Cidade15 minutos atras

Câmara Municipal sedia Audiência Pública sobre a Saúde em Hortolândia

Na terça-feira (29) a Câmara Municipal de Hortolândia sedia Audiência Pública para apresentação de relatório detalhado do 2º quadrimestre de...

Nossa Cidade18 minutos atras

Para evitar disseminação do Coronavírus espaços esportivos públicos permanecem fechados em Hortolândia

Com a previsão de sol e calor para o final de semana, a Prefeitura de Hortolândia alerta a comunidade quanto...

Jd. Terras de Santo Antonio Jd. Terras de Santo Antonio
Nossa Cidade22 minutos atras

Gestores da Prefeitura participam de curso sobre arborização e poda do programa estadual “Município VerdeAzul”

A Prefeitura de Hortolândia cumpre mais uma etapa importante para obter a certificação do programa estadual “Município VerdeAzul”. Um grupo...

Nossa Cidade26 minutos atras

Final de semana terá nova etapa de operações contra aglomeração de pessoas e perturbação ao sossego em Hortolândia

A Prefeitura de Hortolândia realiza, neste final de semana, mais uma etapa do trabalho de conscientização e fiscalização contra a...

Nossa Cidade29 minutos atras

Setembro Amarelo tem atividade lúdica no CAPS-Vida e no Hospital Municipal de Hortolândia

Para marcar o Setembro Amarelo, mês de prevenção ao suicídio, a Prefeitura de Hortolândia promoveu, nesta quinta-feira (24/09), uma atividade...

Esportes5 horas atras

Etapa noturna da Copa F-Racers de Kart tem disputas acirradas

Mais de 50 pilotos travaram duelos emocionantes num traçado misto, com pontos mais rápidos e outros mais travados Os 55...

Publicidade

Youtube

 

PONTE DA ESPERANÇA

Populares