Connect with us

Nossa Cidade

Empreendedorismo social é tema de oficina na Casa Quilombola, amanhã

Published

on

 

A Prefeitura de Hortolândia e o IFSP (Instituto Federal de São Paulo), câmpus Hortolândia, promovem, nesta quarta-feira (05/06), das 19h às 21h, oficina gratuita de “Empreendedorismo Social”. O curso, que faz parte do projeto de extensão “Afroif”, será ministrado pelo Prof. Dr. Rovilson Dias da Silva, na Casa Quilombola, órgão da Secretaria de Governo, localizada na Rua Benedito Francisco de Faria, 467, no Remanso Campineiro. O projeto é uma parceria entre o Câmpus e o Departamento de Direitos Humanos e Políticas Públicas para Mulheres da Secretaria de Governo. 

Durante todo o mês de junho, haverá cinco oficinas gratuitas dentro do projeto “Afroif”, coordenado pela pedagoga Caroline Jango, do IFSP. A primeira delas, de Leitura obrigatória para o Vestibular 2020 da Unicamp (Universidade Estadual de Campinas), aconteceu na noite desta segunda-feira (03/06) e abordou a obra do grupo Racionais Mc’s “Sobrevivendo no Inferno”. Voltada a estudantes do Cursinho Popular da Prefeitura, a aula foi ministrada pela Profa. Dra Carina Zanelato, no auditório da Emef (Escola Municipal de Ensino Fundamental) Marleciene Priscila Presta Bonfim. Todas as demais acontecerão na Casa Quilombola, no Remanso Campineiro.

Na sexta-feira (07/06), das 14h às 18h, haverá outra oficina de “Empreendedorismo Social”, também com o Prof. Dr. Rovilson Dias da Silva. As vagas são limitadas. Para se inscrever, os interessados devem procurar a Casa Quilombola, de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h, ou no próprio dia do curso.

As duas últimas oficinas, que serão ministradas pela Profa. Dra. Caroline Jango, são sobre Racismo Institucional, no dia 12/06, das 10h às 12h, e Compreendendo e enfrentando o racismo nos dias atuais, no dia 25/06, das 18h30 às 20h. Esta última tem como público-alvo moradores da cidade, atendidos em órgãos e projetos sociais da Prefeitura, como CRAS (Centro de Referência de Assistência Social), CREAS (Centro de Referência Especializado de Assistência Social) e Bolsa Família.

De acordo com os organizadores, em texto publicado no site do Instituto Federal, a “ação objetiva promover a valorização da cultura africana e afro-brasileira, bem como desenvolver ações formativas para inclusão de pessoas em situação de vulnerabilidade social da cidade na qual o Câmpus está localizado. As oficinas foram elaboradas em parceria com a Prefeitura de forma a atender a demanda local e serão desenvolvidas a partir das seguintes temáticas: arte, literatura, lazer e empreendedorismo social, tendo como eixo a cultura africana e afro-brasileira”.

Confira o calendário:

03/06 – Racionais Mc’s Sobrevivendo no Inferno (Leitura obrigatória Vestibular 2020 Unicamp) – Profa. Dra Carina Zanelato

Horário: 19h às 21h

Público: Estudantes do Cursinho Popular

05/06 – Empreendedorismo Social – Prof. Dr. Rovilson Dias da Silva

Horário: 19h às 21h

Público: livre

07/06 – Empreendedorismo Social – Prof. Dr. Rovilson Dias da Silva

Horário: 14h às 18h

Público: livre

12/06 – Racismo Institucional – Pedagoga Dra. Caroline Jango

Horário: 10h às 12h

Público: servidores públicos da PMH

25/06 – Compreendendo e enfrentando o racismo nos dias atuais – Pedagoga Dra. Caroline Jango

Horário: 18h30 às 20h30

Publico Alvo: População atendida nos projetos sociais da rede municipal

 

Este artigo foi enviado pela Prefeitura de Hortolandia

Nossa Cidade

Biometria: Termina esta semana o prazo para cadastramento em Hortolândia

Published

on

O prazo para cadastramento da biometria dos eleitores de Hortolândia termina no dia 19 de dezembro. Quem não fizer o cadastramento terá o título cancelado.

Para se cadastrar o eleitor deve comparecer no cartório eleitoral que fica localizado na Rua Luiz Camilo de Camargo, 50, no antigo prédio do Banco do Brasil, das 8h30 às 18h.

A menos de dois meses do fim da biometria obrigatória em Hortolândia, o número de eleitores com as digitais coletadas segue baixo. Apenas 56,41% (86.566) do total de 153.470 eleitores compareceram para o procedimento até esta quarta-feira (30). A biometria é necessária para tornar a identificação de cada pessoa mais segura na hora do voto. Quem não a fizer no prazo terá o título cancelado e sofrerá impedimentos na vida civil.

O cartório da 361ª Zona Eleitoral de Hortolândia tem capacidade para atender em média 360 pessoas diariamente. O procedimento biométrico é simples e quanto mais rápido o eleitor fizer o cadastramento, menor o risco de enfrentar filas. A biometria envolve a coleta das impressões digitais, fotografia e assinatura digital, além da atualização dos dados pessoais.

O prazo para fazer o cadastramento em Hortolândia termina em 19 de dezembro. Os eleitores da cidade já serão identificados pelas digitais ao votarem nas eleições municipais de 2020.

 Documentos necessários

 Para fazer a biometria, é necessário apresentar documento oficial de identificação, comprovante de residência recente e o título, caso o eleitor o tenha.

 O cidadão pode agendar o atendimento no site do TRE-SP. Caso não consiga agendar a recomendação é que vá direto ao cartório eleitoral.

A biometria envolve a coleta das impressões digitais, fotografia e assinatura digital, além da atualização dos dados pessoais.

Sem o título, o cidadão fica impedido de votar, pedir passaporte, se inscrever em concursos públicos, pedir empréstimo em banco público ou renovar/fazer matrícula em instituições públicas de ensino.

Continue Reading

Nossa Cidade

Associação de moradores do Fátima inicia projeto de monitoramento de Segurança.

Published

on

Objetivo é ajudar na segurança do bairro, o projeto piloto está sendo implantado no perímetro onde deu início o programa vizinhança solidária. E a PM auxiliou identificando pontos estratégicos.

As câmeras estão sendo instaladas em pontos estratégicos, para inibir a prática de crime e auxiliar a PM e GM na identificação dos autores. As imagens ficarão a disposição da PM e GM.

A iniciativa foi da associação de moradores, mas não tinham dinheiro para bancar a compra e instalação dos equipamentos. Foi então que surgiu a ideia de através da tradicional festa junina, com as barracas da associação arrecadar o dinheiro, e valeu a pena o esforço, agora o monitoramento de Segurança é uma realidade.

Continue Reading

Nossa Cidade

Flash Back Solidário realiza a alegria de mais de 100 crianças

Published

on

Mais de 100 crianças, entre 3 e 17 anos, da Associação Beneficente Pedra Viva foram contempladas com brinquedos para alegrar o natal.

A compra dos brinquedos foi possível graças ao 2º Flash Back Solidário do Tenório, que aconteceu no domingo(8), no antigo Adônis – Jardim Rosolem.

Todo o dinheiro do evento foi revertido em brinquedos para as criançadas.

Além dos brinquedos as criançadas puderam ter um dia de gincanas e apresentações artísticas.

Continue Reading