Connect with us
Publicidade


Nossa Cidade

EMS toma multa milionária

Portal Hortolândia

Publicado

em

O Ministério da Justiça e Segurança Pública multou o grupo farmacêutico EMS em R$ 6,5 milhões por ter comercializado remédios de pressão alta com impurezas, que podem causar câncer.

Publicidade

De acordo com o ministério, as empresas do grupo foram omissas ao não promover campanhas de recall de remédios para pressão alta que tinham em sua composição impurezas da espécie nitrosamina.

“Foram encontradas, em lotes de remédios de pressão alta, impurezas que podem causar câncer por se tratar de medicamentos de uso contínuo”, diz nota publicada no site da Secretaria Nacional do Consumidor (Senacon).

Segundo a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), as nitrosaminas podem provocar câncer se houver a ingestão por tempo prolongado, como ocorre no caso de remédios de uso diário para controle de hipertensão arterial crônica, conforme demonstram estudos da Agência Europeia de Medicamentos.

Em nota informativa publicada neste ano, a Anvisa destacou que a presença de substâncias do tipo em medicamentos pode ser resultante do processamento de insumos, motivo pelo qual recomendou que “as empresas farmacêuticas revisem seus medicamentos quanto à possível presença de nitrosaminas e testem todos os produtos quanto a esse risco”.

A Senacon, órgão ligado ao Ministério da Justiça, decidiu multar o grupo EMS “considerando a gravidade e a extensão da potencial lesão causada aos consumidores em todo o país, em razão de não retirar os medicamentos potencialmente cancerígenos das mãos dos consumidores que adquiriam”.

Nota da EMS para o Portal Hortolândia

O Grupo NC, em respeito ao consumidor, informa que, desde março de 2019, havia iniciado o recolhimento voluntário, em todo o território nacional, de lotes de medicamentos fabricados com a valsartana, que teve a suspensão de importação, distribuição, comercialização e uso determinada pela Anvisa, por medida cautelar, por suspeita da presença de impurezas chamadas nitrosaminas nos princípios ativos conhecidos como “sartanas”, problema esse que alcançou diversas empresas no mundo, vindo, inclusive, a comprometer todas as empresas farmacêuticas no Brasil. A ação foi previamente comunicada pelo Grupo à agência.

Em relação à decisão da Secretaria Nacional do Consumidor (Senacon), o Grupo NC informa que vai recorrer à justiça com base na ampla divulgação sobre o tema feita pela mídia nacional, inclusive trazendo esclarecimentos do Grupo, e pelos próprios canais de atendimento ao consumidor na época. 

FONTE  Agência Brasil

Receba as principais notícias direto no seu Telegram https://t.me/portalhortolandia

Nossa Cidade

Prefeitura continua trabalho de recuperação em área com afundamento de solo no Amanda

Portal Hortolândia

Publicado

em

Após as fortes chuvas registradas na semana passada em Hortolândia, ultrapassando 55 milímetros na quarta-feira (18/11), volume registrado pela Defesa Civil municipal, a Prefeitura    realiza reparos em tubulações que cederam no trecho da rua Duque de Caxias, entre as duas lagoas, no Jardim Amanda.

Publicidade

Segundo a Secretaria de Serviços Urbanos, no local, tubulações de águas pluviais foram rompidas pela força da água durante as chuvas. Como a área está entre as duas lagoas, ela é naturalmente mais úmida. Isso causou o solapamento do solo, que é a infiltração seguida de afundamento causada pela grande quantidade de água.

Segundo a Secretaria de Serviços Urbanos, para o conserto das tubulações, o asfalto é retirado, a tubulação recebe manutenção e, depois, a área é aterrada com nova base. Em seguida, o trecho será pavimentado. Parte do trânsito na rua está interditado, desde sábado (21/11), para a realização das obras de reparo nas tubulações.

De acordo com a Secretaria de Serviços Urbanos, o trabalho deve ser concluído em 10 dias. Enquanto isso, o acesso a via continua restrito. A Secretaria de Mobilidade Urbana já sinalizou o local, acompanha as obras de reparos, e os motoristas, se possível, devem evitar circulação pela região para prevenir acidentes.

Receba as principais notícias direto no seu Telegram https://t.me/portalhortolandia
Continue Lendo

Nossa Cidade

Tarifas de pedágio terão reajuste em 1º de dezembro

Portal Hortolândia

Publicado

em

As tarifas dos pedágios do trecho sob concessão da Rodovias do Tietê serão reajustadas à zero hora da próxima terça-feira, (01/12), conforme valores que foram publicados no Diário Oficial do Estado da última sexta-feira (20). A atualização da tarifa segue os critérios contratuais, com a correção de inflação pelo indicador econômico IPCA acumulado entre julho/2019 e junho/2020.

Publicidade

O reajuste deveria ter entrado em vigor em 1º de julho, conforme estabelecido em contrato de concessão válido para as rodovias das três primeiras etapas do Programa de Concessões Rodoviárias do Estado de São Paulo, mas foi postergado em razão da pandemia da Covid-19.

Segundo dados fornecidos pela Agência Reguladora dos Transportes do Estado de São Paulo (ARTESP), as tarifas contratuais da Rodovias do Tietê foram reajustadas em 1,87%, e corresponde apenas à reposição da inflação medida pelo IPCA entre julho de 2019 e junho de 2020.

O pedágio é a principal fonte de recurso para investimento em ampliação e modernização da malha rodoviária concedida no Estado de São Paulo, o que inclui obras de duplicação, manutenção, serviços de socorro médico, mecânico e inspeção de tráfego.

Confira abaixo tabela com as tarifas que serão reajustadas nas nove praças de pedágio da Rodovias do Tietê.

img ilustrativa

Receba as principais notícias direto no seu Telegram https://t.me/portalhortolandia
Continue Lendo

Nossa Cidade

Câmara votará, em breve, Lei Orçamentária Anual. Município teve receitas ampliadas

Prefeitura

Publicado

em

O orçamento de Hortolândia estabelecido para o próximo ano, de acordo com a Secretaria de Finanças da Prefeitura, é de aproximadamente R$ 1 bilhão, conforme a LOA (Lei Orçamentária Anual), que será votada na Câmara de Vereadores, nos próximos dias. O Projeto de Lei 157/20019, de autoria do Poder Executivo, detalha as despesas e receitas da Administração Municipal, com a indicação de todas as fontes de recursos e a destinação dos valores arrecadados para 2021.

Publicidade

De acordo com o secretário de Finanças, Pedro Galindo, uma alavanca importante para o orçamento do ano que vem é o crescimento do repasse do ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Prestação de Serviços). Este valor é calculado com base na diferença de entrada e saída de mercadorias e serviços no município, na receita própria, no índice populacional, entre outros fatores. O valor arrecadado pelos municípios é enviado ao Governo do Estado, que calcula o repasse destinado às cidades e faz a divisão. 

“Isso demonstra que Hortolândia só tem crescido, pois, mesmo em tempos de crise e com a pandemia do Coronavírus, estamos conseguindo resistir e movimentar a economia. Para o próximo ano, temos orçamento para ações importantes, como ampliação de ciclovias na cidade, instalação de novos pontos de ônibus, reforço na sinalização de trânsito e a principal obra da Administração Municipal, que é a conclusão da reforma e ampliação do Hospital Mário Covas”, destacou Galindo.

SUPERAÇÃO DESDE O INÍCIO DA GESTÃO

Desde 2017, quando o prefeito Angelo Perugini assumiu a Prefeitura, o município trabalha para ampliar a receita municipal e aumentar os investimentos em obras e serviços. Em 2016, a arrecadação foi de R$ 696,8 milhões. Os números, desde então, vêm crescendo. Conforme dados da Secretaria de Finanças, em 2017, a arrecadação foi de R$ 720,9 milhões; em 2018, foi de R$ 757,6 milhões; e, até outubro deste ano, R$ 753, 9 milhões. 

 

Este artigo foi enviado pela Prefeitura de Hortolandia

Receba as principais notícias direto no seu Telegram https://t.me/portalhortolandia
Continue Lendo

Noticias

Publicidade

Youtube

 

PONTE DA ESPERANÇA

Populares