Connect with us

Nossa Cidade

Escola de Gestão promove simpósio em comemoração ao seu 14º aniversário

Prefeitura

Publicado

em

Para estimular a circulação e a troca de conhecimentos, a Escola de Gestão Pública de Hortolândia (EGPH), órgão da Prefeitura, realizará, no dia 27/03, um simpósio com o tema “A realização de direitos sociais e os desafios da gestão pública municipal”. O evento, comemorativo ao 14º aniversário do órgão, será das 8h às 17h, na FACH (Faculdade de Hortolândia), localizada na avenida Santana, 1.070, Jardim Amanda. O evento gratuito é aberto para a participação de servidores públicos e do público. Os interessados devem se inscrever por meio de um requerimento e enviá-lo para o e-mail

\n

O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.


. O requerimento está no edital do evento, publicado no Diário Oficial Eletrônico, que está disponível por meio deste LINK.

O simpósio terá atividades nos períodos matutino e vespertino. De manhã, das 8h às 12h, a programação terá conferências sobre dois temas, que serão ministradas por palestrantes convidados. Um dos temas será “O Estado brasileiro e o marco constitucional e legal da gestão pública nos municípios”, que abordará a situação atual e os possíveis impactos das propostas de reforma administrativa que estão em debate no Congresso Nacional. 

O outro tema será “Financiamento e efetivação das políticas públicas no âmbito de município, que discutirá os impactos do novo regime fiscal proposto pela EC (Emenda Constitucional) Nº 95/2016 e das propostas de reforma tributária no orçamento público e nos municípios.

Já no período da tarde, das 13h às 16h45, estão programadas salas de debate temático com apresentação de painéis e trabalhos desenvolvidos por servidores, professores e alunos das redes pública e particular de ensino, moradores, associações e entidades do município. 

De acordo com o diretor da EGPH, Carlos Maldonado, o objetivo é abrir espaço para que servidores, estudantes, professores e o público apresentem trabalhos relacionados com os temas de cada sala. Quem quiser inscrever um trabalho, deverá enviá-lo para o e-mail

\n

O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.


. A data para envio dos trabalhos é até o dia 19/03. As propostas serão analisadas pela comissão organizadora do simpósio.

Serão três salas de debates temáticos. Cada uma poderá ter até oito apresentações, com 20 minutos de duração, seguida de debate, com duração de 10 minutos. 

A sala 1 terá o tema “Desafios da qualidade, equidade e universalidade das políticas públicas no município (reflexões e experiências nas áreas de saúde, educação, assistência, cultura, segurança e esporte). Os temas da sala 2 serão “Cidades saudáveis, inteligentes e sustentáveis – O planejamento urbano e metropolitano, frente aos objetivos de desenvolvimento sustentável” e “Desenvolvimento econômico e geração de emprego e renda – O contexto socioeconômico, as possibilidades e os desafios das cidades e dos governos locais”. A sala 3 terá os temas “Orçamento público, política tributária e financiamento de políticas públicas” e “Instrumentos de gestão de pessoal I: O papel da gestão na eficácia da função social das servidoras e servidores públicos. Formação continuada, avaliação de desempenho e carreira; dimensionamento da força de trabalho; e condições de trabalho e saúde ocupacional (possibilidades, experiências e desafios)”.

EGPH

A Escola de Gestão Pública de Hortolândia (EGPH) foi criada em 2006, no primeiro mandato do prefeito Angelo Perugini, inicialmente como um programa de valorização e capacitação dos servidores com o objetivo de melhorar a qualidade dos serviços públicos prestados pela Prefeitura à população.

Depois, em 2010, no segundo mandato de Perugini, a Escola de Gestão foi elevada à categoria de divisão vinculada ao Departamento de Gestão de Pessoal da então Secretaria de Administração. Ao longo de 13 anos de funcionamento, a Escola de Gestão já capacitou milhares de servidores municipais. Em 2019, a Escola de Gestão passou à condição de departamento da Secretaria de Administração e Gestão de Pessoal.

Este artigo foi enviado pela Prefeitura de Hortolandia

Nossa Cidade

Previsão de noites frias para os próximos dias, confira:

Portal Hortolândia

Publicado

em

Para os amantes do frio, chega de reclamação sobre o tempo, as duas próximas madrugadas serão geladas.

Como o ar frio de origem polar continua espalhado por todo o estado de São Paulo, a temperatura cai especialmente durante a noite e madrugada.

Segundo o Climatempo, o recorde atual de menor temperatura do ano na cidade de São Paulo e região, registrado pelo INMET, é do dia  26 de março, com 14,9°C. Porém, o resfriamento da madrugada do sábado, 11 de abril, poderá ser até um pouco mais acentuado do que o desta.

Confira a previsão para os próximos dias em Hortolândia

Previsão de quinta, 09/04, para Hortolândia – SP
Min 14° Max 25°

Previsão de sexta, 10/04, para Hortolândia – SP
Min 13° Max 26°

Previsão de sábado, 11/04, para Hortolândia – SP
Min 15° Max 26°

Previsão de domingo, 12/04, para Hortolândia – SP
Min 15° Max 27°

Previsão de segunda, 13/04, para Hortolândia – SP
Min 17° Max 28°

Não há previsão de chuva para a semana e o Sol, mesmo discreto, deve aparecer entre as nuvens.

Continue Lendo

Nossa Cidade

Procon de Hortolândia fiscaliza venda de botijão de gás de cozinha de 13kg na cidade

Portal Hortolândia

Publicado

em

A Prefeitura de Hortolândia se mantém vigilante para evitar a prática do aumento injustificado ou abusivo do preço de diversos tipos de produtos, em razão da pandemia da COVID-19. Nesta semana, o Procon (Programa de Defesa e Proteção do Consumidor) do município, órgão vinculado à Secretaria de Assuntos Jurídicos, fiscaliza estabelecimentos da cidade que comercializam botijão de gás de cozinha. 

A diretora do órgão, Ana Paula Portugal Ferreira, explica que a ação segue a recomendação feita pela Agência Nacional do Petróleo (ANP), órgão do governo federal, que estabelece que o preço de venda do botijão de gás de cozinha de 13 kg não pode ultrapassar o valor de R$ 70. “Vale destacar que o preço do produto pode ser até R$ 70, sem incluir o valor da entrega. Se o consumidor desejar que o produto seja entregue em casa, o estabelecimento pode cobrar o valor de R$ 70 mais o valor da entrega, que pode variar de acordo com a região onde o consumidor estiver”, salienta Ana Paula.

A diretora ainda ressalta que, segundo o Sindigás (Sindicato Nacional das Empresas Distribuidoras de Gás Liquefeito de Petróleo), não há justificativa para o aumento do preço por parte dos estabelecimentos. “Não há previsão de desabastecimento do produto no mercado, conforme noticiado pela ANP”, alerta Ana Paula. Em razão disso, a diretora orienta que os consumidores não devem estocar o produto em casa.  

Durante a ação, os fiscais orientam os estabelecimentos sobre a recomendação. Até o momento, o órgão fiscalizou 17 estabelecimentos da cidade, sendo que nenhum foi notificado ou multado. A diretora ainda alerta que os estabelecimentos devem afixar a recomendação sobre o preço do botijão de gás em lugar visível e de fácil acesso para o consumidor nas dependências do próprio estabelecimento.

Denúncias podem ser feitas por meio do telefone (19) 99635-4208. O consumidor deve enviar imagem do produto e do preço, nome e endereço do estabelecimento. Para que a denúncia tenha validade, o consumidor deve se identificar. O órgão garante o sigilo da denúncia. O telefone é somente para receber denúncias via aplicativo WhatsApp.    

Continue Lendo

Nossa Cidade

Sistema online da Mobilidade Urbana recebe mais de 100 solicitações em menos de um mês de funcionamento

Portal Hortolândia

Publicado

em

Em menos de um mês de funcionamento, a ferramenta online, criada pela Prefeitura de Hortolândia, para que a população consulte multas de trânsito, pontuações na CNH (Carteira Nacional de Habilitação), além de recursos em caso de defesa de autuação, já recebeu 132 solicitações. A ideia da Administração Municipal é que o serviço continue mesmo após a pandemia do Coronavírus (COVID-19). O portal foi criado para evitar aglomeração de pessoas e zerar o atendimento no prédio da Secretaria de Mobilidade Urbana. Para acessá-lo, basta acessar o site clique aqui

De acordo com a Secretaria de Mobilidade Urbana, a maioria dos serviços solicitados dizem respeito à indicação de condutores que levaram multa em veículos registrados em nome de outra pessoa. Em seguida, vêm as defesas de autuação e recursos em primeira instância. Todos os serviços estão funcionando. 

“Estamos trabalhando para garantir o funcionamento da ferramenta e manteremos o serviço, após a pandemia. Esta maneira é ágil e rápida para a população solicitar os serviços necessários e existe em poucas cidades do país”, explica o secretário de Mobilidade Urbana, Atílio André Pereira.

Acesso aos serviços disponíveis 

Para solicitar os serviços disponíveis, o usuário deve seguir as instruções descritas no próprio portal da mobilidade urbana de Hortolândia. Para consultar as multas recebidas, por exemplo, o proprietário do automóvel deverá informar o Renavam (Registro Nacional de Veículos Automotores) e o CPF (Cadastro de Pessoa Física) ou CNPJ (Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica) do proprietário. De acordo com a Secretaria de Mobilidade Urbana, a consulta vale apenas para multas aplicadas dentro de Hortolândia, não sendo possível para multas recebidas em outras cidades ou em rodovias. O prazo é de 30 dias, após a aplicação, para a multa estar no sistema e poder ser consultada.

Já a consulta de pontuação da CNH poderá ser realizada apenas com o número do documento. Em caso de novas multas neste período, o acréscimo da pontuação na carteira de habilitação pode demorar até 60 dias, conforme método usado pelo Detran (Departamento Estadual de Trânsito).

Serviços como indicação de um condutor permitem que o proprietário do veículo identifique o real condutor no momento em que este foi autuado. Recursos de defesa de autuação e defesa em primeira instância também poderão ser realizados pelo portal, mas será necessário anexar os documentos solicitados, como fotos, cópia da CNH, cópia do documento do veículo e formulários assinados. As instruções estarão claras para que o munícipe possa realizar o procedimento de maneira correta.

Continue Lendo