Connect with us

Nossa Cidade

Estudantes da rede municipal começam a receber uniformes escolares da Prefeitura

Prefeitura

Publicado

em

Os mais de 26 mil alunos da rede municipal de Hortolândia começaram, nesta quarta-feira (12/02), a receber os esperados uniformes escolares.  A Prefeitura iniciou a distribuição dos kits de verão por escolas do Jardim Amanda: Emeief (Escola Municipal de Educação Infantil e de Ensino Fundamental) Jd. Amanda III e Emefs Renato Costa Lima e Tarsila do Amaral. A previsão da Secretaria de Educação, Ciência e Tecnologia, é concluir a entrega dos uniformes, em todas as escolas da rede municipal, até o final deste mês (veja calendário abaixo).

Cada criança recebe, a partir de agora, duas camisetas e uma bermuda para usar nos dias mais quentes de Primavera e Verão. Para maio está prevista a entrega dos kits de inverno, com agasalho e calça, a ser usado em época de temperaturas mais baixas.

Material escolar

Durante entrega dos uniformes, a comunidade recebeu outra boa notícia: a chegada às escolas dos kits de material escolar. Parte dos itens, de uso individual, será entregue em breve aos alunos; a outra parte, de uso coletivo, será utilizada em sala de aula.

Ao todo, até o Carnaval, serão entregues 23.900 kits de material nas 58 escolas municipais. Eles são organizados em oito tipos – três kits destinados à Educação Infantil; três ao Ensino Fundamental e dois para a EJA (Educação de Jovens e Adultos).

“Depois do planejamento e da Jornada Pedagógica, começamos o ano com tudo organizado. Uniformes e materiais escolares são um direito da criança. Ficamos felizes porque conseguimos fazer isso na rede municipal”, afirmou a secretária de Educação, Ciência e Tecnologia, Sandra Fagundes Freire. 

Segurança, economia e praticidade

Neste ano, foram confeccionados 27 mil kits de uniformes de verão. A Prefeitura entregará, ao todo, 81 mil peças — 27 mil bermudas e 54 mil camisetas, segundo informações da Secretaria de Inclusão e Desenvolvimento Social.

Para pais e responsáveis, a entrega dos kits de verão representa economia, segurança e praticidade, no dia a dia. “O uniforme é de boa qualidade. É resistente. Ela ainda está usando o do ano passado”, comenta a trancista Karol Shinyder, mãe de Laryssa Gabriele, de 8 anos, estudante do 1º. Ano na Emef Renato Costa Lima. “É muito importante ter o uniforme. Além da economia com roupas ao longo do ano, se a criança some é mais fácil localizar por causa do uniforme. Com ele, as crianças vêm tudo igual para a escola, ninguém é melhor que ninguém”, explica a cabeleireira.

“Eu gosto do uniforme. É muito importante pela segurança. Todo mundo sabe que a criança é da rede. Também é uma economia. Conserva as roupas da criança. Os itens são de boa qualidade. Não desbotam. É um tecido gostoso”, ressalta a dona de casa Monique Monteiro Lima, mãe de Maria Eduarda, de 6 anos, estudante do 1º ano na mesma escola.

“Os uniformes são itens importantes da vida escolar da criança, primeiro, porque auxiliam muito na questão da segurança. Todas as crianças indo e voltando, permanecendo na escola uniformizadas, isso garante que rapidamente sejam identificadas como alunos da rede municipal. Segundo, o fato de a criança ter o uniforme todos os anos contribui de forma significativa para a economia familiar”, ressalta a secretária Sandra. 

Projeto social

Os kits de verão foram produzidos por 60 bolsistas do Programa Acerte (Ação Cidadã de Requalificação Trabalho e Educação), projeto social da Prefeitura que envolve moradores de Hortolândia em vulnerabilidade social, com idades entre 18 e 60 anos. Graças à iniciativa, os participantes têm a oportunidade de aprender uma profissão e, na etapa prática da formação, confeccionar os kits de uniformes usados nas escolas municipais. Como contrapartida, os bolsistas recebem cesta básica, vale transporte e bolsa de R$ 710/mês.

Confeccionados em tecido antialérgico, os uniformes de verão começaram a ser produzidos em abril de 2019. A produção dos primeiros kits se encerrou em outubro. De acordo com o Departamento de Geração de Renda e Economia Solidária, a produção teve ritmo acelerado, com a preparação de cerca de 1.200 peças, por dia, 200 a mais que no ano passado.“Acreditamos que esse programa, com o viés de transferência de renda, propicia ao bolsista a reinserção no mercado de trabalho com uma profissão cuja mão de obra é sempre necessária, além da possibilidade de serem empreendedores e atuarem de forma autônoma”, afirma o diretor Gérson Ferreira.

Geração de renda

O curso de Costura Industrial tem duração de 1.660 horas/aulas (cerca de um ano) e disponibiliza 60 vagas a cada ano, 30 pela manhã e 30 à tarde. A formação é ministrada no CQP II (Centro de Qualificação Profissional) Costura & Moda, localizado na Rua Eleusina Batista Silva, 14, no Jardim Terras de Santo Antonio. 

O projeto é voltado a pessoas em situação de vulnerabilidade socioeconômica. A seleção é feita por meio dos CRAS (Centros de Referência de Assistência Social) existentes na cidade e do CREAS (Centro de Referência Especializado de Assistência Social). O objetivo é proporcionar aos aprendizes a possibilidade de reinserção no mercado profissional ou de se tornarem empreendedores.

“As aprendizes saem deste curso bem preparadas, prontas para o mercado de trabalho. Essa evolução foi constatada na rapidez com que foram confeccionados os nossos uniformes de verão”, destacou o secretário de Inclusão e Desenvolvimento Social, Régis Athanázio Bueno.

 

Confira o calendário de entrega dos kits de uniforme de verão:

12 de fevereiro  –  Quarta-feira

7h30 EMEIEF Jardim Amanda III  

R. José Bonifácio, 130 – Jd. Amanda I

10h30EMEF Renato Costa Lima| 

R. Santos Dumont, 45 – Jd. Amanda I

13h30EMEF Tarsila do Amaral| 

R. Visconde do Rio Branco, 160 – Jd. Amanda

 

13 de fevereiro  – Quinta-feira

7h30 EMEB Interlagos  

R. Joaquim Marcelino Leite, 26 – Jd. Interlagos

10h30EMEIEF  Jd. Santa Clara Lago I  |

R. 1º de Maio, 15 – Jd. Santa Clara do Lago 

13h30 EMEI Jardim Amanda I  

R. Graciliano Ramos, 698 – Jd. Amanda I 

 

14 de fevereiro  –  Sexta-feira

7h30 EMEI José Natalino Fonseca  

R. Garibaldi, s/nº –  Jd. Boa Esperança

10h30EMEF Jardim Primavera| 

R. 20, 350 – Jd. Boa Esperança

13h30 EMEI Jardim Novo Estrela |

Rua 02, 60 – Jd. Novo Estrela 

 

17 de fevereiro  – Segunda-feira

7h30 |EMEF Profª. Marleciene Priscila P. Bonfim | 

R. Maria de L. C. Cancian, 92 – Rem. Campineiro 

10h30 |EMEF Profª.  Helena F. Takahashi  | 

R. da Confibra, 55 – Jd. Campos Verdes

13h30 |EMEIEF Profª.ªZenaide Ferreira de Lima Seorlin

R. José Camilo de Camargo, 333 – Rem. Campineiro

 

18 de fevereiro   –  Terça-feira

7h30 | EMEIEF Sebastiana das Dores Moura

R. Orlando Cavalcante, 200 – Vila Real 

10h30| EMEF Caio Fernando Gomes Pereira 

R. Aurora P. Tanachi, 995 – Jd. N. Sra. Auxiliadora

13h30 | EMEF Profª. Lilian C. M. de Araújo

R. 02, 325 – Jd. Estefânia

 

19 de fevereiro   – Quarta-feira

7h30 | EMEF Armelinda Espúrio da Silva 

Av. João Coelho, 10 – Jd. N. Sra. de Fátima

10h30| EMEI Leonilda Alves Valenzuella

R. Antônio Viegas, 45  –  Núcleo Santa Izabel 

13h30 | EMEF Dayla Cristina S. de Amorim

R. Salvador (Rua Projetada 4), 500 – Jd. Santiago

 

20 de fevereiro   –  Quinta-feira

7h30 | EMEF Nicolas Thiago dos S. Lofrani

R. Lealdo José dos Santos, 170 – Jd. Sumarezinho

10h30     EMEIEF Jd. Santa Esmeralda 

R. Hélio Marcelino, 60 –  Jd. Sta. Esmeralda

13h30    EMEIEF Luiza Vitoria Oliveira Cruz

R. Domingos B. Souza, 455 – Pq. Orestes Ôngaro

 

21 de fevereiro  – Sexta-feira

7h30 | EMEF Profª. Patrícia Maria C. Basso

R. Lírio do Campo, 155 – Resid. São Sebastião

10h30| EMEI Residencial São Sebastião II 

R. Lírio do Campo, 15 – Resid. São Sebastião

Este artigo foi enviado pela Prefeitura de Hortolandia

Nossa Cidade

Comércios de Hortolândia podem funcionar de Forma Delivery e drive-thru

Redação

Publicado

em

Por

O Prefeito de Hortolândia, Ângelo Perugini, liberou os comércios não essenciais para funcionar através do sistema de entrega (delivery) e no sistema drive-thru (atendimento sem descer do veículo). Os comércios continuam impedidas de atender os clientes no interior do estabelecimento.

Os comerciantes deverão continuar a evitar as aglomerações e manter todo protocolo de higienização. Para o sistema Drive-thru os comerciantes deverão organizar as filas com distância mínima de 2 metros entre os veículos ou pessoas. O Drive-thru deverá respeitar o horário das 7h às 19h.

A prefeitura recomenda também a utilização de cartões de débito, crédito ou transferência bancárias como meio de pagamentos.

DAS BOAS PRÁTICAS NO ATENDIMENTO AOS CLIENTES

Durante o período que perdurar o estado de emergência decretado em razão da pandemia do coronavírus que origina a COVID-19, o estabelecimento deverá em relação ao atendimento de seus clientes por meio de drive e walk-thru:

1) Atender um cliente por vez;
2) Garantir que o consumidor não saia de seu veículo para realizar ou retirar o pedido
e efetuar o pagamento;
3) Realizar a entrega dos produtos e encaminhar o cliente para a saída da área do
drive-thru e do walk-thru o mais rápido possível;
4) Garantir a distância mínima de 02 (dois) metros entre os veículos e clientes;
5) Respeitar a lotação total de cada área delimitada para a circulação de veículos e
pessoas;
6) Higienizar as embalagens dos produtos antes da entrega; e
7) Evitar a utilização de sacolas plásticas e similares, quando possível, como forma
de prevenção ao contágio.

Continue Lendo

Nossa Cidade

Prefeitura inicia obra de melhoria viária na avenida Thereza Ana Cecon Breda

Prefeitura

Publicado

em

A margem da avenida Thereza Ana Cecon Breda, na altura do bairro Chácaras Recreio Alvorada, começou a ser limpa pela Prefeitura de Hortolândia. Com esta ação, a Administração Municipal inicia as obras de melhoria viária no trecho que vai desde o Jd. das Colinas, em frente ao IFSP (Instituto Federal de São Paulo), até a divisa do município com Sumaré. As obras, que serão realizadas pela Administração Municipal, fazem parte do PIC (Programa de Incentivo ao Crescimento). O prazo para execução dos trabalhos é de oito meses.

De acordo com a Secretaria de Obras, com as intervenções na avenida, a Prefeitura garantirá maior fluidez ao tráfego de veículos, com mais segurança para motoristas e pedestres. A via terá ciclovia e calçada para pedestres em uma das laterais. Além disso, o canteiro central será ornamentado com paisagismo e iluminação com luminárias de LED. Ao todo, a obra será realizada numa extensão de 940 metros. Além do alargamento da pista, com implantação de canteiro central, a Prefeitura fará um dispositivo de retorno no acesso ao bairro Chácaras Recreio Alvorada e construirá um posto de monitoramento na entrada da cidade para quem vem de Sumaré.

A estrutura será uma espécie de portal sobre a avenida, equipada com câmeras de monitoramento. O portal será parecido com aquele que também será construído na avenida São Francisco de Assis, na entrada da cidade pelo Parque do Horto.

PIC

O PIC (Programa de Incentivo ao Crescimento) foi implantado pelo prefeito Angelo Perugini para acelerar o desenvolvimento urbano, ambiental, social e humano para que Hortolândia cresça com planejamento e sustentabilidade nos próximos 30 anos. O programa prevê mais de 100 obras e serviços, em diversas áreas. Para a realização destas intervenções, a Prefeitura conta com apoio da iniciativa privada, dos governos estadual e federal, sendo que a principal fonte de recursos é um financiamento junto ao banco internacional CAF.

Este artigo foi enviado pela Prefeitura de Hortolandia

Continue Lendo

Nossa Cidade

Agora, dá pra ter aula online de ginástica funcional

Prefeitura

Publicado

em

Preocupados com o isolamento social em tempos de Coronavírus, professores do Projeto Escolinhas Esportivas da Prefeitura de Hortolândia realizam ações para melhorar a saúde e o bem-estar das pessoas. O profissional de educação física Thiago Gean, que dá aulas de vôlei de praia na Praça de Esportes do Jardim Santa Clara do Lago (CIF), pelo projeto da Administração Municipal, é um deles. Agora, com a suspensão temporária das atividades esportivas presenciais, o educador físico usa a própria rede social (Instagram) para disponibilizar aulas gratuitas online de ginástica funcional, às terças e quintas-feiras, a partir das 19h. Para participar da atividade interativa, basta clicar no link https://www.instagram.com/thiagogean?r=nametag.

“A aula está disponível para todos participarem. A ginástica funcional é recomendada pelos profissionais de educação física para ajudar no emagrecimento e condicionamento físico. A atividade também envolve alongamento. É importante manter o corpo em movimento durante este período. Na semana passada, aproximadamente 90 pessoas acompanharam a aula online. Alunos do projeto da Prefeitura e a população em geral estão convidados a participar”, afirma Gean.

AULA VIRTUAL DE ZUMBA TAMBÉM É OPÇÃO

Outro integrante do projeto Escolinhas Esportivas da Prefeitura a participar da iniciativa é a professora de Educação Física, Mariana Lopes. Ela disponibiliza, desde o dia 23 deste mês, aulas virtuais de zumba, em suas redes sociais. A atividade acontece todos os dias, às 19h.

Interessados em participar da aula virtual de zumba podem acessar o Instagram (marilopes_personal) ou o Facebook da professora (Mariana Lopes) e, mesmo “trancado” em casa, pôr o corpo em movimento. Mariana dá aulas da modalidade no Ginásio Poliesportivo Victor Savala, no Jardim Nossa Senhora de Fátima, e na quadra da Emef Jd. Amanda I (CAIC), no Jardim Amanda.

“Praticar exercícios, mesmo em quarentena, ajuda no bem-estar e na saúde das pessoas. Nossos professores, com estas ações, mostram preocupação com a população e buscam incentivar todos a cuidar da saúde, tanto física quanto mental. A tecnologia é nossa aliada nesses momentos e, mesmo estando longe uns dos outros, devemos nos manter ativos. Cada atitude faz bem, neste momento”, afirma o secretário de Esporte e Lazer da Prefeitura, Marcos Panício, o Mercadão.

ESCOLINHAS ESPORTIVAS

No início de 2017, quando o prefeito Angelo Perugini assumiu a Prefeitura, as Escolinhas Esportivas atendiam seis mil alunos em 21 modalidades. Atualmente, são 9.500 pessoas beneficiadas em 30 modalidades. A reestruturação do projeto e a implantação de novos espaços esportivos permitiram a criação de quase quatro mil novas vagas em outras nove modalidades.

Superada a pandemia do Coronavírus (COVID-19), as atividades serão restabelecidas no projeto da Administração Municipal, tanto para treinos em alto rendimento quanto para treinos normais. De acordo com a Secretaria de Esporte e Lazer, ninguém perderá a vaga nos treinos de suas respectivas modalidades, se já estiver inscrito. Quem está em lista de espera, lá permanecerá, normalmente, a espera de vaga.

 

 

Este artigo foi enviado pela Prefeitura de Hortolandia

Continue Lendo