Connect with us

Nossa Cidade

História da Ginástica Rítmica de Hortolândia é tema de pesquisa de estudantes do Unasp

Prefeitura

Publicado

em

“O resgate das memórias históricas da Ginástica Rítmica no município de Hortolândia” é tema da pesquisa de estudantes do curso de Educação Física do Unasp (Centro Universitário Adventista de São Paulo). O prefeito Angelo Perugini recebeu os alunos Oziel Ferreira Correia, Danielle Marra de Oliveira Rosestolato e Thayla Cordeiro da Paixão, junto com a professora orientadora do trabalho de conclusão de curso, Suzana Bastos Ribas, para uma entrevista sobre o tema, na última sexta-feira (1/11). O trabalho será apresentado no dia 1º de dezembro, no Encontro Anual de Iniciação Científica promovido pelo Unasp.

A paixão das alunas pela modalidade motivou a escolha da faculdade de Educação Física e o interesse em pesquisar o tema. É que Thayla e Danielle foram ginastas da modalidade, implantada nas escolinhas esportivas em 2005, primeira gestão de Perugini. Já Oziel, se interessou pelo tema influenciado pela convivência com as amigas. 

“Nos apaixonamos pela Ginástica Rítmica. Por isso, resolvemos pesquisar sobre a história desse esporte em Hortolândia, por meio do projeto realizado pela Prefeitura, que serviu de incentivo para escolhermos a faculdade de Educação Física. Queremos focar nosso trabalho nessa modalidade”, comentou Danielle.

Suzana Bastos Ribas, orientadora da pesquisa dos alunos é professora de Educação Física no Unasp e técnica desportiva na Ginástica Rítmica das Escolinhas Esportivas da Prefeitura. Por meio do seu trabalho, já ajudou a transformar a vida de centenas de ginastas que passaram pelas escolinhas, ao longo da história da Ginástica Rítmica em Hortolândia.

 “Essas meninas são talentosas. Foram ginastas nas primeiras turmas da ginástica rítmica. A participação no projeto foi um grande estímulo para elas optarem por seguir carreira na Educação Física. Vim de Curitiba, mas amo Hortolândia. Aqui construí muitas coisas boas na minha vida e na vida dessas meninas. Iluminamos o caminho delas por meio da Ginástica Rítmica. Agora, elas querem colaborar, querem devolver para a cidade aquilo que receberam”, observou a professora.

De acordo com o prefeito Angelo Perugini, a Ginástica Rítmica de Hortolândia nasceu de um coletivo: pais, professores, alunos, comunidade. “Com o passar do tempo, o olhar da Administração foi o de criar espaços apropriados para as aulas e treinos”, afirmou o prefeito. 

 “Nosso foco não é só fazer obras de asfalto, construir pontes. Temos que investir nas pessoas, cuidar dos nossos moradores. Nossa cidade tem um povo talentoso, maravilhoso. Sinto orgulho das nossas ginastas que são destaque em competições regionais, estaduais e nacionais. As pessoas estão crescendo junto com a cidade. Essa pesquisa com a história da Ginástica Rítmica de Hortolândia é um presente para nossa cidade. Plantamos a semente e estamos colhendo os frutos”, valorizou Perugini.

A modalidade de Ginástica Rítmica foi implantada nas Escolinhas Esportivas da Prefeitura em 2005. Atualmente, 200 alunas, na faixa etária entre 4 e 18 anos, participam dos treinamentos. Os treinos acontecem na Academia Municipal (Centro), nos ginásios Victor Savala (Jd. Nossa Senhora de Fátima) e Gino Bernardini (ao lado do campo do Rosolen). O desempenho das ginastas é motivo de orgulho para a cidade. As atletas colecionam títulos em competições regionais, estaduais e nacionais.

 “A ginástica rítmica é uma modalidade cara por causa dos materiais que são utilizados nos treinos, como arcos, bolas, cordas; as roupas das atletas e fornecimento de transporte para as ginastas disputarem as competições. Mesmo assim, a Prefeitura não mede esforços para investir na formação de atletas nessa modalidade”, observa Felipe Velozo, gerente de Esportes.

Os investimentos da Prefeitura na área de esporte são parte do PIC (Programa de Incentivo ao Crescimento). Por meio do programa, a Prefeitura realizará mais de 100 obras e serviços com o objetivo de promover o desenvolvimento urbano, social e humano de Hortolândia. As ações do PIC são realizadas pela Prefeitura por meio de parcerias com a iniciativa privada, governos estadual e federal. 

SOBRE A GINÁSTICA RÍTMICA

A Ginástica Rítmica, também conhecida como GRD ou ginástica rítmica desportiva (nomenclatura antiga), é uma ramificação da ginástica que possui infinitas possibilidades de movimentos corporais combinados aos elementos de balé e dança teatral, realizados, fluentemente, em harmonia com a música e coordenados com o manejo dos aparelhos próprios desta modalidade olímpica, que são a corda, o arco, a bola, as maças e a fita. As competições são realizadas sempre sobre um tablado e seu tempo de realização varia entre 75 segundos, para as provas individuais, e 150 para as provas de conjunto.

Este artigo foi enviado pela Prefeitura de Hortolandia

Receba as principais notícias direto no seu Telegram https://t.me/portalhortolandia

Nossa Cidade

Homem cai de laje e sofre ferimentos graves no Jd Santiago

Redação

Publicado

em

Por

Um ficou gravemente ferido após cair de uma laje na tarde deste sábado (4), no bairro Jardim Santiago, próximo a Unidade Básica de Saúde.

O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU 192) foi acionado e prestou os primeiros socorros a vítima.

Devido a gravidade dos ferimentos, o helicóptero águia da Policia Militar foi acionado e levou a vítima para o Hospital de Clinicas da Unicamp.

Receba as principais notícias direto no seu Telegram https://t.me/portalhortolandia
Continue Lendo

Nossa Cidade

Hortolândia publica decreto para fechamento do comércio não essencial

Redação

Publicado

em

Por

A Prefeitura de Hortolândia publicou neste domingo o decreto que regulamenta as regras de funcionamento das atividades previstas na “Fase de Modulação 1”, do “Plano São Paulo”, estabelecido pelo Governo do Estado de São Paulo.

Os estabelecimentos comerciais e de serviços considerados não essenciais não poderão mais realizar atendimento presencial ao público, devendo manter fechados os acessos ao interior do estabelecimento.

O sistema de entrega (delivery) podrá continuar normalmente para qualquer tipo de comécio.

O motivo da decisão é que o Governo do Estado de São Paulo reclassificou a região de Campinas como Fase 1 – Vermelha do Plano SP de retomada à economia. O motivo foi o almento de casos do novo coronavírus na região, a grande taxa de ocupacao dos leitos de UTI e também o aumento no números de óbitos por Covid-19.

Estabelecimentos considerados essenciais de acordo com o decreto:

  • I- farmácias, drogarias e congêneres;
  • II- hipermercados, supermercados, mercados, açougues, hortifrutigranjeiros, quitandas e centros de abastecimento de alimentos e bebidas; peixarias,
  • III- lojas de conveniência;
  • IV- lojas de venda de alimentação para animais;
  • V- distribuidores de gás;
  • VI- lojas de venda de água mineral;
  • VII- padarias;
  • VIII- postos de combustível;
  • IX- hospitais, clínicas, laboratórios, sanatórios, manicômios, casas de saúde, prontos- socorros, ambulatórios e congêneres;
  • X- lavanderias, serviços de limpeza e congêneres;
  • XI- hotéis e congêneres;
  • XII- bancas de jornal e congêneres;
  • XIII- transportadoras e armazéns;
  • XIV- oficinas para veículos automotores e de propulsão humana, inclusive borracharias;
  • XV- serviços de segurança privada;
  • XVI- serviços funerários;
  • XVII- concessionárias e prestadores de serviços de energia elétrica, água, esgoto, telefonia e internet;
  • XVIII- óticas;
  • XIX- cartórios extrajudiciais;
  • XX- instituições bancárias;
  • XXI- estabelecimentos de comercialização de insumos para construção civil;
  • XXII- restaurantes, lanchonetes e congêneres, que funcionarão, exclusivamente, nos sistemas delivery e drive-thru;
  • XXIII- estabelecimentos de comercialização de embalagens e produtos de limpeza que funcionarão, exclusivamente, nos sistemas delivery e drive-thru;
  • XXIV- serviços de chaveiros;
  • XXV- comércio de autopeças, exclusivamente nos sistemas delivery e drive-thru;
  • XXVI- estabelecimentos comerciais de assistência técnica de produtos eletroeletrônicos, nos termos da Deliberação 6, de 30/03/2020, do Comitê Administrativo Extraordinário Covid-19, de que trata o art. 3o do Decreto Estadual no 64.864, de 16 de março de 2020.
Receba as principais notícias direto no seu Telegram https://t.me/portalhortolandia
Continue Lendo

Nossa Cidade

Prefeitura alerta: 39 moradores estão em UTIs. Veja a estatística:

Portal Hortolândia

Publicado

em

Segundo a Prefeitura de Hortolândia, relatório de hoje (03) requer muita atenção, onde consta 33 pacientes em UTIs fora do Município e 06 pacientes em Hortolândia no HMC.

Total de 39 pacientes da cidade internados em UTIs. Ontem eram 31 são 09 novos casos de ontem para hoje.

Ontem (02), a prefeitura de Hortolândia (SP) havia confirmado mais duas mortes por Covid-19, totalizando 35 óbitos de moradores pela doença. Além disso, chegou a 638 casos confirmados, 52 a mais do que o boletim do dia anterior.

Segue o relatório dessa sexta (03/07):

Receba as principais notícias direto no seu Telegram https://t.me/portalhortolandia
Continue Lendo

Populares