Connect with us
Publicidade


Nossa Cidade

Hortolândia cria comissão para mapear afroempreendedores do município

Prefeitura

Publicado

em

Hortolândia tem agora uma comissão para mapear os afroempreendedores do município. A novidade foi apresentada pela Prefeitura no lançamento dos programas “Afroempreendedorismo” e “SOS Racismo”, nesta quinta-feira (02/07). Em razão da pandemia do Coronavírus, para evitar aglomeração, o evento foi on-line, com a participação de 80 pessoas, dentre elas, o prefeito Angelo Perugini. 

Também participaram do lançamento a secretária de Desenvolvimento Econômico, Trabalho, Turismo e Inovação, Monique Freschet; o diretor do Departamento de Direitos Humanos e Políticas Públicas para Mulheres, órgão da Secretaria de Governo, Amarantino Jesus de Oliveira, o Tino Sampaio; o vereador Paulo Pereira Filho, o Paulão; o coordenador Estadual da Reafro (Rede Brasil Afroempreendedor), Rafael Pinto; e o professor extensionista e economista do Observatório da PUC (Pontifícia Universidade Católica) Campinas, Paulo Oliveira. 

O prefeito destacou que o município nasceu para dar oportunidade às pessoas que não eram vistas. “Esta terra é de todos. No espírito da emancipação da cidade, queremos que o empreendedor negro também tenha sua emancipação econômica e seu espaço garantido, na colheita dos frutos deste trabalho. A riqueza do nosso país nunca foi compartilhada de forma justa. Por isso, ainda há um longo caminho a ser percorrido de reparações históricas. A Prefeitura quer dar a sua contribuição para que esta jornada seja menos penosa e mais curta para o afroempreendedor de nossa cidade. A política pública deve servir para construir pontes e derrubar muros. Nós colocaremos muito esforço nesta iniciativa para reconhecer a grande contribuição que o afroempreendedorismo já dá para a nossa cidade”, destacou Perugini. 

De acordo com a secretária de Desenvolvimento Econômico, Trabalho, Turismo e Inovação, Monique Freschet, a comissão terá o objetivo de mapear afroempreeendedores em atividade no município. Também caberá ao grupo o papel de receber e discutir demandas de afroempreendedores da cidade. A comissão é formada por seis representantes do poder público e seis representantes da sociedade civil. 

“O Programa Afroempreendedor é muito importante para nosso município. Visa derrubar muros e construir pontes para a liberdade econômica e o empoderamento do empreendedor negro e da empreendedora negra, capacitar, gerar novos negócios, melhorar o ambiente de negócios, dar acesso ao crédito, divulgar marcas desse segmento, garantindo autonomia ao afroempreendedor. O Governo Angelo Perugini, por meio da Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Trabalho, Turismo e Inovação tem a oportunidade de fomentar essa discussão junto à sociedade, em parceria com a Reafro e a Puccamp. Esta data fica registrada como um marco na cidade de Hortolândia, que lança o projeto por meio de uma plataforma online e, mesmo na pandemia, conseguimos atingir 80 participantes de diferentes segmentos do nosso município”, destacou a secretária. 

Para um dos integrantes da comissão, o músico Marcel Rogério Campos da Silva, o programa é o pontapé inicial para fomentar o afroempreendedorismo na cidade. “O evento de lançamento foi produtivo e teve presença expressiva de pessoas. A ideia do programa está sendo bem aceita, porque estimula o afroempreendedorismo e, com isso, reverte em benefício para a própria cidade. A partir de agora, é trabalhar para que ele se desenvolva”, destacou o empreendedor. 

“SOS RACISMO”

O evento também marcou o lançamento do programa “SOS Racismo”, do Departamento de Direitos Humanos e Políticas Públicas para Mulheres, órgão da Secretaria de Governo. Por meio do programa, a Prefeitura busca garantir maior eficácia no atendimento e no encaminhamento para a eliminação de ações discriminatórias por motivo de cor, religião ou etnia. 

O programa contará com apoio técnico e administrativo do Departamento de Direitos Humanos e Políticas Públicas para Mulheres, em parceria com o Conselho Municipal de Promoção da Igualdade Racial de Hortolândia, e será estruturado na Casa Quilombola (foto), localizada na rua Benedito Francisco de Faria, 467, no Remanso Campineiro. O atendimento poderá ser realizado presencialmente ou por telefone (19) 3897-1126, das 9h às 15h. 

O diretor do órgão, Amarantino Jesus de Oliveira, destacou que o evento foi muito proveitoso por ter contado com a participação de um público qualificado. “Antes de ser um espaço para receber denúncias, o objetivo maior do programa é ser um espaço de acolhimento e foi isso que trabalhamos no evento. A cidade está bem avançada em suas políticas públicas e serviços oferecidos. Trabalhamos em um contexto bem ampliado, com um viés da economia, da cultura afirmativa, na autoestima, no social, na identidade e com envolvimento de outras secretarias municipais para realizar um atendimento multidisciplinar. Por meio do programa, estamos construindo uma política pública muito estruturada que vai proporcionar resultados sólidos e palpáveis para o município”, salientou Amaratino. 

Para a presidente do Conselho Municipal de Promoção da Igualdade Racial, Mãe Eleonora Alves, o programa representa um ganho para o município. “Mais do que propor uma discussão, o ‘SOS Racismo’ é uma ação efetiva e de mudança que irá atuar pela população preta que não tem representatividade e voz. O racismo é um problema sério. Ele mata, exclui”, destacou Mãe Eleonora.

Este artigo foi enviado pela Prefeitura de Hortolandia

Receba as principais notícias direto no seu Telegram https://t.me/portalhortolandia

Nossa Cidade

Mutirão de zeladoria e limpeza passa por diversos bairros de Hortolândia

Portal Hortolândia

Publicado

em

Equipes da Prefeitura de Hortolândia trabalham em esquema de mutirão, desde o início da semana, em pelo menos seis bairros de Hortolândia.

O serviço de limpeza, poda do mato e zeladoria acontece em praças, ruas, avenidas, áreas verdes e espaços públicos dos jardins Amanda, Malta, Rosolém, Adelaide, Nossa Senhora Auxiliadora, bem como na Região Central e na avenida da Emancipação. O trabalho continua durante o final de semana e o feriado prolongado.

“Esta é mais uma etapa do trabalho com o objetivo de manter a cidade limpa e evitar focos de doenças, como a Dengue ou outras transmitidas por animais peçonhentos. Pedimos a colaboração da população para evitar descartes irregulares de objetos”, afirma o secretário de Serviços Urbanos, Francisco Raimundo da Silva.

Descarte irregular é crime e provoca incêndio

O descarte irregular de lixo, entulho e resíduos é crime ambiental sujeito a multa, além de contribuir para a transmissão de doenças pelo abrigo de animais peçonhentos. De acordo com a Secretaria de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável, quem quiser ajudar na identificação de pessoas e veículos que praticam crime ambiental pode enviar fotos e textos para o aplicativo do Programa Agenda Verde, disponível para download gratuito, nas plataformas Google Play ou App Store. A identidade dos denunciantes é mantida em sigilo.

Receba as principais notícias direto no seu Telegram https://t.me/portalhortolandia
Continue Lendo

Nossa Cidade

Abertas inscrições para o 2º Colóquio de Ciência e Tecnologia promovido pela Prefeitura

Portal Hortolândia

Publicado

em

Já estão abertas as inscrições para o 2º Colóquio de Ciência e Tecnologia, que a Prefeitura de Hortolândia promove, na próxima quarta-feira (04/11), a partir das 19 horas, via plataforma Zoom. O tema “Diálogos sobre Educação e Tecnologias: docência em tempos de pandemia” será desenvolvido pelo

Prof. Dr. Daniel Mill, da UFSCar (Universidade Federal de São Carlos). A atividade online é voltada a servidores da rede municipal de Educação, que devem procurar a gestão da unidade escolar para se inscrever.

No total, foram disponibilizadas 300 vagas para os profissionais da rede municipal de educação de Hortolândia. As inscrições serão encerradas no dia do evento, às 16 horas. O evento é realizado pela Secretaria de Educação, Ciência e Tecnologia, por meio do Departamento de Ciência e Tecnologia.

SOBRE O PALESTRANTE

O Prof. Dr. Daniel Mill, da UFSCar é docente e gestor de Educação a Distância (EaD), doutor em Educação pela UFMG, com pós-doutorado pelas Universidade de Coimbra e Universidade Aberta de Portugal. É membro do Programa de Pós-Graduação em Educação e do Programa de Pós-Graduação em Ciência, Tecnologia e Sociedade.

Receba as principais notícias direto no seu Telegram https://t.me/portalhortolandia
Continue Lendo

Nossa Cidade

Linhas intermunicipais passam a operar com mais ônibus em Sumaré, Hortolândia e Campinas

Portal Hortolândia

Publicado

em

São seis ônibus a mais, dois deles articulados, que possibilitam o acréscimo de 37 viagens nos serviços

A partir de hoje (29), seis linhas intermunicipais que atendem as cidades de Hortolândia, Sumaré e Campinas estão operando com um acréscimo de seis ônibus, sendo dois veículos articulados com maior capacidade de transporte. Essa medida propicia um aumento de 37 partidas em quatro serviços e a readequação da programação em mais duas ligações na Região Metropolitana de Campinas (RMC).

Essas reprogramações das linhas foram definidas com base nos acompanhamentos diários realizados pelos fiscais da EMTU/SP, por linha e por faixa horária. Além das fiscalizações em pontos estratégicos da RMC, as medidas se fundamentam nas informações obtidas no Centro de Gestão e Supervisão da empresa, instalado em São Bernardo do Campo, que monitora a operação dos ônibus metropolitanos em tempo real.

Os dois ônibus articulados, com capacidade para transportar 115 pessoas, e os comuns, que podem ser ocupados com cerca de 80 pessoas cada um, estão atendendo as linhas 636TRO, 699TRO, 700TRO e 701TRO. As viagens das linhas 654TRO e 658TRO foram reprogramadas. Os novos horários podem ser conferidos no site www.emtu.sp.gov.br

Receba as principais notícias direto no seu Telegram https://t.me/portalhortolandia
Continue Lendo

Populares