Connect with us

Nossa Cidade

Hortolândia ganhará novos PEVs

Publicado

em

 

Em Hortolândia, a rede de equipamentos públicos para o descarte correto de materiais recicláveis avança. Em breve, a cidade ganhará mais dois PEVs (Pontos de Entrega Voluntária de Entulho e outros Materiais Recicláveis): um no Jd. Nova Alvorada, na Rua Alcebíades Marques (antiga Rua 5), próxima ao Parque Socioambiental Lago da Fé; e outro na região do Jd. São Sebastião, na  Rua Prof. Lúcio Alves da Costa (praça 2), no Loteamento Adventista Campineiro, próximo à AMCRESS (Associação dos Moradores do Conjunto Residencial São Sebastião). Com mais estes, a Prefeitura disponibilizará à comunidade, ao todo, 13 PEVs. 

Segundo a Secretaria de Obras, no PEV Jd. Nova Alvorada, as obras estão na etapa inicial. Lá, já foi feita a limpeza do terreno, tendo sido concluída, nesta semana, a terraplenagem. O mesmo procedimento será feito, em breve, no PEV São Sebastião.

Atualmente, há oito pontos de entrega voluntária de recicláveis em funcionamento e cinco em construção. Destes, as obras estão mais avançadas nas unidades localizadas nos jardins Santa Esmeralda, Nossa Senhora de Fátima e Santa Emília. 

Na última quarta-feira (10/07), equipes da empresa responsável trabalhavam na construção de um muro divisório no PEV Nossa Senhora de Fátima, localizado próximo ao Parque Socioambiental Irmã Dorothy Stang. Nesta unidade, já foi erguida a guarita e foram feitas as partes elétrica e hidráulica. Falta receber pintura e acabamento, o que inclui a instalação de gradil para o fechamento e a colocação de calçada e piso intertravado. Depois deste, os próximos a receber benfeitorias serão os PEV Santa Esmeralda e Santa Emília, em etapa semelhante de construção.

O que são PEVs

Os PEVs são espaços públicos, onde os moradores podem descartar com segurança, gratuitamente, resíduos recicláveis e reaproveitáveis, como entulhos de construção, isopor, plástico PET, sofás, colchões velhos, o chamado “lixo eletrônico”, dentre outros. Neles, não é permitido o descarte de lixo orgânico, resíduos industriais e provenientes dos serviços de saúde. No caso dos resíduos de construção, a quantidade de descarte é limitada a 1m³ por pessoa mensalmente (1.300kg, ou seja, cerca de 26 sacos de ráfia de 50kg ou o volume de uma caixa d’água de 1.000 litros).

Os equipamentos implantados funcionam de domingo a domingo, inclusive nos feriados, das 8h às 12h e das 13h às 18h. Os localizados dentro do Aterro de Inertes, no Pq. Orestes Ôngaro, e na Administração Regional, do Jd. Santiago, funcionam em horário comercial, de segunda a sexta-feira, das 8h às 12h e das 13h às 16h (veja endereços abaixo).

De acordo com a Secretaria de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável, os equipamentos são construídos a partir de recursos da Caixa Econômica Federal, destinados a oferta de um local apropriado para o descarte correto de materiais reaproveitáveis. “Os equipamentos ampliam a coleta seletiva e proporcionam local adequado para população descartar resíduos da construção civil e volumosos”, explica a secretária-adjunta de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável, Eliane Nascimento.

Incentivo ao crescimento, com sustentabilidade

A ampliação do número de PEVs no município faz parte do PIC (Programa de Incentivo ao Crescimento). O PIC prevê mais de 100 obras e serviços, que serão realizados em todas as regiões da cidade. O Programa busca criar condições urbanas, ambientais, sociais e humanas para que Hortolândia cresça com planejamento e sustentabilidade nos próximos 30 anos. Para realizar o programa, a Prefeitura viabilizou recursos financeiros de cerca de R$ 400 milhões por meio de parcerias com os governos estadual, federal e a com a iniciativa privada.

 

Confira o endereço dos PEVs:

EM FUNCIONAMENTO:

PEV 1 – Auxiliadora, Rua Antônio João de Amorim, esquina com a Rua Sebastiana Oliveira da Silva

PEV 2 – Adelaide, Rua Paulo Roberto Soares (Antiga 9), esquina com a Rua Benedito Macedo

PEV 3 – Parque Gabriel, Avenida Joaquim Martarolli, 2005

PEV 4 – Interlagos, Rua Rio Tapajós (Antiga Rua 5)

PEV 5 – Vila Real, Rua Orlando Cavalcante, esquina com a Rua Joaquim Gregório de Moraes

PEV 6 – Jardim Amanda, Rua Augusto dos Anjos, s/n

PEV 7 – Orestes Ôngaro, Rua Rio Pardo (antiga Rua 13), 50, dentro do Aterro de Inertes 

PEV 8 – Jd. Santiago, Rua João Joaquim Calixto, 230 

 

EM CONSTRUÇÃO:

PEV 9 – Jd. Nossa Senhora de Fátima, Rua Manoel Antônio da Silva, nº 610 (em construção)

PEV 10 – Jd. Santa Emília, Rua Luísa Febrônio Marini (em construção)

PEV 11 – Jd. Santa Esmeralda, Rua Ágata  (em construção)

PEV 12 – Jd. Nova Alvorada, Rua Alcebíades Marques (antiga Rua 5), próxima ao Parque Socioambiental Lago da Fé (em construção)

PEV 13 – São Sebastião, Rua Prof. Lúcio Alves da Costa (praça 2), no Loteamento Adventista Campineiro, próximo à AMCRESS (em implantação) 

Este artigo foi enviado pela Prefeitura de Hortolandia

Nossa Cidade

Hortolândia elege a Miss da cidade

Publicado

em

Em uma noite de gala com direito a desfiles e coreografia, Hortolândia elegeu sua Miss. O evento aconteceu na sexta-feira(29) na Chácara 7 Opções, na região do Rosolem.

O evento contou com a belíssima Miss São Paulo 2019, Bianco Lopes, que participou do juri para a escolha da representante da cidade ao lado da vereadora Simone Betini, entre outros, que ficaram com a responsabilidade dessa escolha tão difícil.

De acordo com o organizador do Evento, Carlos Carvalho, “o evento foi um sucesso e sua realização não seria possível sem a ajuda dos patrocinadores”.

A Faixa de MISS HORTOLÂNDIA 2020 ficou para a modelo Gabriela Milani Salviato, que se destacou na passarela pela beleza, simpatia e carisma.

Além da Miss, foi eleita a Princesa Deborah Ferreira e a Miss Simpatia Juliana Souza.

Continue Lendo

Nossa Cidade

Alunos de Emef no Jd. Carmen Cristina recebem certificados do “Bem Me Quer, Paz Se Quer”

Publicado

em

Aproximadamente 90 alunos da Emef (Escola Municipal de Ensino Fundamental) Professora Lilian Cristiane Martins de Araújo, localizada no Jardim Carmen Cristina receberam, na noite desta quarta-feira (04/12), certificados de formação do  programa “Bem Me Quer, Paz Se Quer”, de prevenção às drogas, realizado pela Prefeitura de Hortolândia. Os familiares participaram da atividade que, além de premiar os jovens, mostrou em um painel um vídeo com os melhores momentos das aulas realizadas pelos guardas municipais. De acordo com a Secretaria de Segurança, esta foi a 13ª unidade de ensino do município a receber o evento de formatura.

O Projeto “Bem Me Quer, Paz Se Quer” está próximo de entregar, nesta temporada, os certificados para, aproximadamente, 1.300 estudantes de 14 escolas da rede municipal de ensino. Alunos da a escola (Emef’s “Professora Marleciene Priscila Presta Bonfim”),  receberão o certificado de formação nesta sexta-feira (06/12), encerrando mais uma temporada de formaturas. 

BEM ME QUER, PAZ SE QUER

No projeto, criado pelo prefeito Angelo Perugini, em agosto de 2008, os alunos usam livro guia, onde recebem informações e orientações sobre os riscos trazidos pelo uso e abuso de drogas, tanto lícitas (como álcool e cigarro), quanto ilícitas. De maneira lúdica, por meio de histórias e dinâmicas, os agentes de prevenção do Núcleo de Desenvolvimento/Setor de Projetos Sociais da GM (Guarda Municipal) também abordam outros temas delicados, como cerol, bullying e cyberbullying, violência doméstica, festas “rave”, beber e dirigir, assim como autoestima, autoconhecimento, respeito e importância da família.

Para receber o certificado, os alunos participaram de 50 minutos de aula por semana, desde agosto deste ano. Os agentes apresentaram às crianças e aos jovens situações-problema para nelas despertar a responsabilidade pelas próprias escolhas e as inevitáveis consequências de seus atos, tanto no presente quanto no futuro.

 

Este artigo foi enviado pela Prefeitura de Hortolandia

Continue Lendo

Nossa Cidade

Construção de muro de arrimo complementa obra de duplicação da avenida São Francisco

Publicado

em

A Prefeitura de Hortolândia trabalha, nesta semana, na construção de um muro de arrimo na avenida São Francisco de Assis, no trecho que faz divisa com os fundos da Escola Estadual Professora Maria Rita Araújo Costa, na Vila São Pedro. A obra é necessária para demarcar a lateral da nova pista, que foi ampliada com os investimentos em duplicação. A escola fica na parte alta do terreno e possui seu próprio muro. Já o muro em construção pela Prefeitura fica na parte de baixo do terreno, onde há um aterro. A estrutura servirá para conter o barranco de terra.

A obra na avenida São Francisco contempla intervenções desde a Vila Real até o Parque do Horto, em um trecho de 1,8 quilômetros, percurso que terá novo asfalto em pista dupla em ambos os sentidos, canteiro central com paisagismo e ciclovia, calçadas de concreto, guias e sarjetas, além de nova iluminação.

O objetivo da obra é melhorar a circulação de veículos neste local, que é uma das entradas da cidade. A obra na av. São Francisco é realizada com recursos financiados pelo Banco CAF. Além da construção do muro, a obra em andamento, nesta semana, prossegue com a instalação de sistema de drenagem entre a avenida Anhanguera, na Vila Real, e a rua Primavera, no Parque do Horto. Em breve, este trecho receberá base para o novo asfalto.

No trecho entre a avenida Thereza Ana Cecon Breda e a avenida Anhanguera, a duplicação já foi concluída em uma das faixas de trânsito, sentido Centro. A obra prossegue no sentido oposto. Já na altura do Parque do Horto, a obra inclui a construção de uma rotatória para disciplinar o tráfego de veículos na entrada e saída da cidade, próximo da rua Primavera. Neste trecho, também será erguido um posto de monitoramento, espécie de portal de acesso. A estrutura, que ficará sobre a avenida, terá painel de informações sobre a cidade, câmeras de OCR (leitura de placas de veículos) e câmeras de monitoramento. Além de dar boas vindas aos moradores e visitantes que acessam a cidade por esta via, o posto será um importante aliado no reforço das ações de segurança implementadas pela Administração Municipal.

PIC

A duplicação da avenida São Francisco faz parte do PIC (Programa de Incentivo ao Crescimento), implantado pelo prefeito Angelo Perugini para acelerar o desenvolvimento urbano, ambiental, social e humano para que Hortolândia cresça com planejamento e sustentabilidade nos próximos 30 anos. O programa prevê mais de 100 obras e serviços, em diversas áreas. Para a realização destas intervenções, a Prefeitura conta com apoio da iniciativa privada, dos governos estadual e federal, sendo que a principal fonte de recursos é um financiamento junto ao banco internacional CAF.

 

Este artigo foi enviado pela Prefeitura de Hortolandia

Continue Lendo