Connect with us
Publicidade

Nossa Cidade

Hortolândia inaugura primeira agência de cooperativa de crédito

Prefeitura

Publicado

em

Potencial econômico do município atrai o Sicoob, que tem foco no pequeno e médio empreendedor

Para alavancar a retomada do crescimento econômico de Hortolândia, a Prefeitura tem realizado ações voltadas aos diferentes setores produtivos. A mais nova delas é trazer para o município o Sicoob (Sistema de Cooperativas de Crédito do Brasil) Ouro Verde. Para marcar sua chegada, a cooperativa inaugurou, nesta quarta-feira (31/07), o primeiro ponto de atendimento na cidade, localizado na rua Luiz Camilo de Camargo, 890, na região central. O evento contou com a participação do prefeito Angelo Perugini, da secretária de Desenvolvimento Econômico, Trabalho, Turismo e Inovação, Monique Freschet, e do presidente do Conselho de Administração da cooperativa, Rafael de Giovanni Netto, e diretores da cooperativa. 

Netto explicou que a inauguração marca a expansão da cooperativa no Estado de São Paulo. O ponto de atendimento de Hortolândia é o segundo a ser aberto na região. A cooperativa foi fundada em 2003, em Londrina (PR), e conta com mais de 4 milhões de cooperados no país e 2.900 pontos de atendimento distribuídos por todos os estados brasileiros. “Desde o início, nosso foco é oferecer um melhor atendimento aos pequenos e médios empresários e ajudar no desenvolvimento de seus negócios. E, com isso, contribuir com o desenvolvimento da cidade”, salientou Netto. Dentre os fatores que a cooperativa levou em conta para abrir a agência, Netto destacou o expressivo PIB (Produto Interno Bruto) Per Capita do município, que é de R$ 52.570, de acordo com dados de 2016 do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), e o fato da cidade ainda não ter uma agência da cooperativa. 

O prefeito Perugini destacou o modelo da cooperativa em que a partilha dos lucros é feita entre os associados. “O Sicoob chega na hora certa, uma vez que o município está com várias obras em andamento. Com isso, tem muitas pessoas e empresas querendo investir em Hortolândia. Em razão disso, vocês, do Sicoob, vão passar a ser muito procurados e participarão do crescimento econômico do município. Isso significa emprego e renda para nossa população”, ressaltou Perugini.   

A secretária de Desenvolvimento Econômico, Trabalho, Turismo e Inovação, Monique Freschet, salientou que a inauguração é resultado das conversas da Prefeitura com o Sicoob nas quais mostrou informações e números sobre o potencial de Hortolândia para trazer a cooperativa ao município. “A chegada do Sicoob é o reflexo da atratividade do município, que cresce com ritmo cadenciado e à frente da Região Metropolitana de Campinas (RMC), e do esforço do Prefeito Angelo Perugini em buscar investimentos e a melhoria do ambiente de negócios da cidade. O Sicoob vai ajudar a fortalecer o comércio e a indústria local”, destacou Monique.

A secretária ressaltou, ainda, que, antes da inauguração do ponto de atendimento, a Prefeitura e o Sicoob realizaram uma primeira parceria em maio deste ano, quando a Administração realizou o Feirão de Crédito Empresarial, que contou com a participação da cooperativa e de outras instituições financeiras.

ALTERNATIVA

A secretária Monique Freschet salienta que o Sicoob tem uma atuação ampla, mas voltada especialmente ao pequeno e médio empresário. “O Sicoob tende a proporcionar uma alternativa de sistema bancário bastante sinérgica ao posicionamento e ao pensamento do empreendedor local. É a primeira cooperativa de crédito a se instalar em Hortolândia e motivo de muita celebração para nós. Além disso, a instalação da agência em local estratégico na rua Luiz Camilo de Camargo vai proporcionar movimento e adensar o comércio local”, explicou Monique.

Além de crédito, o Sicoob oferece outros produtos e serviços financeiros ao pequeno e médio empresário. Dentre os diferenciais, o presidente da cooperativa, Rafael de Giovanni Netto, destaca preços mais baratos para associados, taxas e prazos condizentes com o perfil do negócio de cada empresário. Para o primeiro ano, a meta da cooperativa é ter entre 500 a 600 associados na cidade.

Este artigo foi enviado pela Prefeitura de Hortolandia

Receba as principais notícias direto no seu Telegram https://t.me/portalhortolandia

Nossa Cidade

Asfalto chega à via de ligação entre o Pq. Horizonte ao Jd. Novo Horizonte

Portal Hortolândia

Publicado

em

O serviço de pavimentação da rua Adelmir Alcassa, que liga o Parque Horizonte ao Jardim Novo Horizonte, na região da Taquara Branca, está em fase final.

A Prefeitura de Hortolândia já implantou guias, sarjetas e bocas de lobo em um trajeto de cerca de 100 metros. Nesta sexta-feira (18/09), o trecho recebeu massa asfáltica.
 
O Parque Horizonte e do Jd. Novo Horizonte ficam à esquerda de quem chega à Taquara Branca pela Estrada Municipal Pedrina Guilherme. À direita, está o bairro Chácaras Planalto. Com exceção da rua Aldemir Alcassa, todas as outras ruas, incluindo a Estrada Municipal, já são pavimentadas.
 
A obra de pavimentação só é possível, porque a Administração Municipal concluiu o processo de titularidade da área.

Segundo a Secretaria de Obras, o trecho de terra era de propriedade particular, o que impedia o município de concluir a obra de asfalto. Com a titularidade da área, agora a Prefeitura pode implantar as melhorias viárias necessárias para proporcionar um trânsito mais eficiente nos bairros da região da Taquara Branca.

Receba as principais notícias direto no seu Telegram https://t.me/portalhortolandia
Continue Lendo

Nossa Cidade

Quase 100 atendimentos de serviços de poda e corte de árvores em agosto em Hortolândia

Portal Hortolândia

Publicado

em

Sabia que você pode ajudar a conservar as árvores que embelezam a paisagem e são parte importante do patrimônio ambiental do município? Basta entrar em contato com a Prefeitura de Hortolândia e solicitar os serviços de poda e corte de árvores.

Desde agosto deste ano, a Administração realiza estes serviços, seguindo um cronograma elaborado por região. De acordo com a Secretaria de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável, foram feitos, até agora, 99 atendimentos, dos quais 12 de corte e 87 de poda de árvores, a maioria na região da Vila Real, em agosto. Os serviços podem ser solicitados via Whatsapp pelo número (19) 9.9976-4553.
 

Após a conclusão do serviço, a Prefeitura reaproveita o material com o objetivo de promover o desenvolvimento sustentável do município. Após realizado todo o estudo e, em casos extremos, como o de estarem com a estrutura comprometida ou oferecendo perigo, troncos de árvores que precisaram ser cortadas são reaproveitados e se transformam em bancos e mesas, instalados em espaços públicos da cidade, tais como escolas municipais, praças, parques e unidades de saúde. As peças são fabricadas artesanalmente por servidores do Viveiro Municipal, na Oficina de Reaproveitamentos de Madeiras de Cortes Autorizados, criada em 2018.
 
Galhos, folhas e outras partes provenientes de podas e cortes de árvores removidas viram, após processo de compostagem, adubo orgânico usado no próprio Viveiro Municipal e também doado à comunidade. A Secretaria de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável salienta que, em virtude da pandemia do Coronavírus, a doação de adubo para a população está suspensa para conter a disseminação do vírus e evitar aglomeração. 
 
CUIDADOS NECESSÁRIOS
 
Para a preservação do patrimônio verde que pertence a todos, esteja ele em área pública ou particular, segundo a Lei Municipal nº 1.937/2007, as podas de árvores devem obedecer às instruções previstas no GAUH (Guia de Arborização Urbana de Hortolândia).

O corte, transplante ou intervenção é autorizado mediante Laudo Técnico, realizado após vistoria no local, emitido pelo profissional habilitado pela Administração Municipal. Todas as solicitações deverão ser protocoladas via Whatsapp.
 
No caso de poda e transplante, a medida evitará não somente danos irreversíveis às espécies, que podem levar à morte destas, mas também multa aos responsáveis. Quando o corte ou a poda drástica acontecem de maneira irregular, seja em área pública, seja em área particular, em caso de flagrante ou denúncia, o responsável (tanto o mandante quanto o executor) está sujeito a multas que variam de acordo com a UFMH (Unidade Fiscal Municipal de Hortolândia). Neste ano, os valores das multas variam de R$ 177,21 a R$ 2.125,32. Já para compensação, que inclui replantio no local e ou doação, o valor poderá ser de R$ 382,86 até R$ 2.091,08.

Receba as principais notícias direto no seu Telegram https://t.me/portalhortolandia
Continue Lendo

Nossa Cidade

Mais de 5 mil alunos da rede municipal participam de projeto sobre eficiência energética e sustentabilidade em Hortolândia

Portal Hortolândia

Publicado

em

Mais de cinco mil estudantes da rede municipal de Hortolândia participam do projeto “CPFL nas Escolas – Energia em Jogo”. A ação educativa difunde a cultura da eficiência energética e do desenvolvimento sustentável, promovendo a mudança de hábitos de consumo de energia de alunos, educadores e famílias. O projeto é uma iniciativa da CPFL (Companhia Paulista de Força e Luz) e conta com a parceria da Prefeitura para desenvolver as atividades na cidade.

Segundo a Secretaria de Educação, Ciência e Tecnologia, estudantes da rede municipal e profissionais da Educação são convidados a explorar o mundo da energia, a partir de sete operações intelectuais indispensáveis à produção de conhecimento científico: observar, definir, classificar, generalizar, aplicar, questionar e verificar. O projeto beneficia estudantes do 4° ao 5° ano das 29 escolas municipais de Ensino Fundamental, do 4° ao 9° da Emef (Escola Municipal de Ensino Fundamental) Agenor Miranda da Silva, na Taquara Branca, e do 6° ao 9° anos da EJA (Educação de Jovens e Adultos), bem como professores, entre eles, também, os especialistas de inglês, arte e educação especial, gestores das escolas de Ensino Fundamental e coordenadores do Centro de Formação em Educação “Paulo Freire.

Plataforma online

Neste ano, o projeto foi adaptado, ampliado e transformado para o ambiente online, por meio de uma plataforma digital que contribui para promover o consumo eficiente de energia, ao mesmo tempo em que facilita o trabalho dos educadores em meio à pandemia da COVID-19. A trilha de aprendizagem acontece até o final de novembro, com a entrega das atividades principais para a participação no concurso cultural. Os finalistas do concurso serão anunciados na primeira semana de dezembro. Os alunos ganham um certificado simbólico gerado pela plataforma.

A plataforma abrange todos os conteúdos e temas por meio de uma trilha de missões interativas com textos, imagens, infográficos, vídeos e podcasts sobre o universo da energia elétrica. Os estudantes participantes também poderão acessar o conteúdo em um aplicativo de celular.

Segundo os organizadores, o  novo “CPFL nas Escolas Digital” mantém os princípios da versão presencial, com o alinhamento aos objetivos da BNCC (Base Nacional Comum Curricular) e o objetivo de disseminar nas comunidades uma educação para a eficiência energética que explora o jeito de pensar da ciência. A metodologia do projeto é voltada ao letramento científico e no conjunto de habilidades e competências necessários para compreender e articular de forma autônoma os conceitos, discursos, procedimentos e valores ligados aos discursos da Ciência.

Receba as principais notícias direto no seu Telegram https://t.me/portalhortolandia
Continue Lendo

Noticias

Publicidade

Youtube

 

PONTE DA ESPERANÇA

Populares