Connect with us

Nossa Cidade

Hortolândia inicia parceria com Alemanha para desenvolvimento sustentável

Prefeitura

Publicado

em

 

A Prefeitura de Hortolândia lançou, nesta quinta-feira (28/03), o Projeto ANDUS (Apoio à Agenda Nacional de Desenvolvimento Urbano Sustentável no Brasil), promovido pelo Governo Federal, por meio do MCDI (Ministério das Cidades), em parceria com o Ministério do Meio Ambiente e a Agência Alemã de Cooperação Técnica Internacional, a GIZ GmbH (Deutsche Gesellschaft für Internationale Zusammenarbeit). A cidade é um dos cinco municípios brasileiros a firmar parceria internacional na área de desenvolvimento sustentável por meio deste projeto: Hortolândia representa a região Sudeste. Durante a abertura do evento, o prefeito Angelo Perugini e o diretor do projeto ANDUS, Günther Wehenpohl, assinaram o termo de cooperação técnica. A parceria internacional vem ao encontro das ações do PIC (Programa de Incentivo ao Crescimento), que tem como objetivo promover o desenvolvimento urbano, social, econômico, ambiental e humano de Hortolândia, de modo sustentável, preparando a cidade para o crescimento urbano dos próximos 30 anos.

De acordo com a Secretaria de Planejamento Urbano e Gestão Estratégica, a parceria para cooperação técnica internacional proporcionará ao município transferência tecnológica, capacitação de servidores e ferramentas para a implementação do Plano Diretor, de modo a tornar Hortolândia cidade modelo de sustentabilidade. A cooperação se dará por um período de um ano. Na ação desta oficina de partida, moderadores do projeto discutem com profissionais de áreas técnicas e de gestão da Prefeitura para identificar temas para o roteiro de trabalho. De acordo com o diretor do projeto, a ideia é conhecer projetos que a Prefeitura pretende implantar na cidade e auxiliar com orientações práticas de como concretizar estes planos, dentro de metas ambientais e sustentáveis. “O Ministério do Desenvolvimento Regional tem interesse em conhecer projetos criados pelos municípios, ações que podem ser viáveis para as demais cidades brasileiras. Ao mesmo tempo, temos profissionais de áreas técnica que podem colaborar para que as cidades participantes da cooperação técnica tenham condições de implementar estes projetos com sucesso”, explicou o diretor do ANDUS.

A partir do que será discutido até esta sexta-feira durante a Oficina de Partida, a equipe de moderadores definirá como serão as ações práticas na cidade, que podem incluir novas oficinas, encontros de orientação e outros tipos de apoio profissional.

O prefeito Angelo Perugini destacou a importância de pensar em planejamento com sustentabilidade. “Dá para contar na ponta dos dedos quais são as cidades que foram planejadas. Hortolândia, por exemplo, nasceu na beira de um caminho. As pessoas ficaram aqui, primeiro, por causa da ferrovia; depois, por causa das rodovias. A população estava em busca de melhores condições de vida. A cidade foi crescendo e virou uma colcha de retalhos, com bairros dispersos. Já fizemos muito e conquistamos melhorias para a vida do nosso povo: a cidade que antes tinha 150 mil fossas, hoje conta com mais de 96% de esgoto coletado e tratado. Fizemos asfalto sem custo ao morador. Agora, queremos mais desenvolvimento, mas precisamos estar alinhados à questão da sustentabilidade. Queremos abrir novos caminhos, ocupar novos espaço. Para que isso aconteça de maneira sustentável, contamos com esta visão técnica do Ministério e com a experiência de sucesso dos profissionais da Alemanha. Vamos discutir juntos com esta agenda nacional formas de fazer a cidade crescer ainda mais, sem deixar uma herança de problemas ambientais para as futuras gerações”, refletiu Perugini.

O diretor do Projeto ANDUS enfatizou que a escola de Hortolândia entre todas as cidades da região Sudeste se deu por ser um município médio em desenvolvimento em uma região metropolitana, no caso, a RMC (Região Metropolitana de Campinas). “Preferimos cidades que tem potencial de desenvolver projetos que sirvam para mais municípios, em vários setores: mobilidade urbana, obras, meio ambiente, por exemplo. Vamos discutir qual o papel destas cidades na região metropolitana onde estão inseridos e, a partir desta análise, viabilizar como estas experiências podem ser expandidas para os demais municípios brasileiros”, comentou Wehenpohl.

Projeto ANDUS

Segundo o Ministério das Cidades, o Projeto ANDUS tem quatro objetivos específicos. São eles: aprimoramento e compatibilização de políticas e instrumentos nacionais; fortalecimento de capacidades de implementação mediante parcerias com Estados e Municípios para atividades-piloto; gestão de conhecimentos e difusão de práticas inovadoras; intercâmbio de experiências brasileiras e alemãs.

Em Hortolândia, participam do projeto profissionais das seguintes secretarias municipais: Planejamento Urbano e Gestão Estratégica; Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável; Desenvolvimento Econômico, Trabalho, Turismo e Inovação; Habitação; Obras; Mobilidade Urbana; e Governo.

Em dezembro passado, o prefeito Angelo Perugini esteve em Brasília para o lançamento das parcerias do Projeto ANDUS. Além de Hortolândia (SP), os demais municípios contemplados na parceria são: Fortaleza e Euzébio, no Ceará; Anápolis, em Goiás; e Tomé Açú, no Pará.

A proposta de cooperação técnica para desenvolvimento urbano sustentável está em sintonia com a Agenda 2030, tema do 2o Seminário de Meio Ambiente, promovido pela Secretaria de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável no ano passado. Também segue as diretrizes dos ODSs (Objetivos de Desenvolvimento Sustentável) da ONU (Organização das Nações Unidas), uma agenda com 17 objetivos que devem ser implementados por todos os países do mundo até 2030. Esta agenda foi apresentada e debatida em setembro de 2015, por mais de 150 líderes mundiais e, entre as metas, estão: assegurar a educação inclusiva, equitativa e de qualidade, e promover oportunidades de aprendizagem ao longo da vida para todos; Construir infraestruturas resilientes, promover a industrialização inclusiva e sustentável e fomentar a inovação; e promover o crescimento econômico sustentado, inclusivo e sustentável, emprego pleno e produtivo e trabalho decente para todos.

Este artigo foi enviado pela Prefeitura de Hortolandia

Nossa Cidade

Prefeitura realiza pintura de lombadas em ruas de três bairros

Prefeitura

Publicado

em

A Prefeitura de Hortolândia realizou, nesta segunda-feira (20/01), o reforço da pintura se sinalização de trânsito em três lombadas da avenida Sabina Baptista de Camargo (Estrada da Granja), no trecho do Parque Peron; uma na avenida Vitória da Conquista, no Jardim Santa Fé; e outras duas na avenida dos Estudantes, no Jardim Campos Verdes. O serviço tem como objetivo melhorar a segurança viária nestas regiões. 

“Ao pintar as lombadas, garantimos mais segurança aos motoristas e pedestres, contribuindo para que o tráfego seja realizado no limite de velocidade permitido em cada via além de evitar danos nos carros, já que com a pintura, a visualização da lombada fica facilitada para o condutor”, explica o diretor de operações da Secretaria de Mobilidade Urbana, José Eduardo Vasconcelos.

MEDIDAS PARA SEGURANÇA VIÁRIA

Desde 2017, a Prefeitura trabalha com um pacote de medidas para redução dos acidentes de trânsito em Hortolândia. Além do reforço na sinalização, radares para fiscalização funcionam desde janeiro deste ano. O município também instalou novos semáforos e realiza outras ações preventivas com a comunidade.

PIC

As ações de segurança viária são parte do PIC (Programa de Incentivo ao Crescimento), conjunto de mais de 100 obras e serviços que a Administração realizará para reestruturar o sistema viário, modernizar a cidade, gerar emprego e renda com mais investimentos em saúde e educação. As ações do PIC são realizadas por meio de parcerias da Prefeitura com a iniciativa privada, governos estadual e federal.

Este artigo foi enviado pela Prefeitura de Hortolandia

Continue Lendo

Nossa Cidade

Empresa responsável pela organização do Concurso Público Nº 004/2019 divulga locais das provas

Prefeitura

Publicado

em

O IUDS (Instituto Universal de Desenvolvimento Social), empresa responsável pela organização e realização do Concurso Público Nº 004/2019 da Prefeitura de Hortolândia, publicou, nesta segunda-feira (20/01), em seu site (www.iuds.org.br) o edital de convocação dos candidatos para a prova objetiva, que será realizada no domingo (26/01).

O documento informa os horários das provas nos períodos matutino para o cargo Agente de Gestão – Assistente Administrativo, e vespertino para os cargos Agente de Gestão – Fiscal de Comércio, Serviços, Tributos e Posturas, e Técnico em Segurança do Trabalho, e Agente de Políticas Sociais – Auxiliar de Apoio Escolar. O edital pode ser acessado por meio deste LINK. Para saber onde fará a prova, o candidato deverá acessar o site e fazer login na “Área do Candidato”.

De acordo com a Secretaria de Administração e Gestão de Pessoal, o Concurso Nº 004/2019 visa preencher 12 vagas, das quais 7 para o cargo de Agente de Gestão (Ensino Médio Completo) nas especialidades de Assistente Administrativo (5 vagas, das quais 1 para PCD – Pessoa Com Deficiência), Fiscal de Comércio, Serviços, Tributos e Posturas (1 vaga) e Técnico em Segurança do Trabalho (1 vaga), e 5 para o cargo de Agente de Políticas Públicas (Ensino Fundamental incompleto) na especialidade Auxiliar de Apoio Escolar, das quais 1 para PCD (Pessoa Com Deficiência).

Este artigo foi enviado pela Prefeitura de Hortolandia

Continue Lendo

Nossa Cidade

Atendimentos de emergência devem ser direcionados às UPAS, nesta quarta-feira (22/01)

Prefeitura

Publicado

em

Na próxima quarta-feira (22/01), pacientes que necessitarem de atendimento de urgência e emergência em Hortolândia devem procurar, preferencialmente, uma das três UPAS-24h da cidade, no Jd. Rosolen, Jd. Nova Hortolândia ou Jd. Amanda. O Hospital Municipal estará aberto, porém, ficará sem fornecimento de energia elétrica durante um período do dia. Para manter o funcionamento da unidade, serão usados geradores. A suspensão no fornecimento de eletricidade é uma ação da CPFL (Companhia Paulista de Força e Luz) para a remoção de postes localizados nas proximidades da obra da nova avenida, em construção pela Prefeitura na região do Jd. Santa Clara.

De acordo com a Secretaria de Saúde, cirurgias eletivas que estavam agendadas para quarta-feira foram remarcadas. Já as cirurgias de emergência que forem necessárias, serão realizadas normalmente. “Precisamos usar os geradores de forma eficiente. Por isso, pedimos que a procura por atendimento médico priorize as UPAs, que têm capacidade de acolher e tratar os pacientes assim como acontece no Hospital”, destacou a secretária de Saúde, Mary Guiomar Almeida Rocha. Após às 18h, o fornecimento de energia elétrica será restabelecido.

REFORMA

Está em andamento a licitação para reforma e ampliação do Hospital Municipal. Serão investidos R$ 12,5 milhões nesta ação, que incluirá reforma desde a fachada até as instalações internas, garantindo a ampliação de 62 para 100 leitos, com 10 vagas de UTI (Unidade de Terapia Intensiva) adulto. Entre os novos serviços que serão oferecidos no local está o exame de tomografia, medida que colaborará para agilizar o diagnóstico dos pacientes.

Este artigo foi enviado pela Prefeitura de Hortolandia

Continue Lendo



Max Milhas