Connect with us
Publicidade


Nossa Cidade

Incêndio atinge Moradias feitas de madeira no Jardim Boa Esperança

Redação

Publicado

em

Um incêndio destruiu seis barracos no Jardim Boa Esperança, na noite de segunda-feira (14).

Publicidade

A queima mobilizou bombeiros de Hortolândia, Americana (SP) e Campinas (SP) atuaram no combate às chamas, que só foram controladas madrugada desta terça-feira.

Ainda não se sabe as causas do incêndio que atingiram os barracos, feitos de madeira, material que contribuiu para a fácil propagação do fogo.

Receba as principais notícias direto no seu Telegram https://t.me/portalhortolandia

Nossa Cidade

Prefeitura conclui construção de arquibancada no Campo da Confibra

Prefeitura

Publicado

em

A arquibancada construída pela Prefeitura de Hortolândia no   Campo da Confibra, localizado no Jardim Campos Verdes, está concluída e recebeu pintura. Agora, as equipes da Administração Municipal trabalham na melhoria da calçada para deslocamento interno dos espectadores, no plantio de grama, além de realizar a troca dos alambrados que cercam o espaço esportivo. A obra é uma parceria com o Governo Federal.

Publicidade

Quem passa pelo campo, tradicional palco das disputas do futebol amador de Hortolândia, já observa os quatro lances de arquibancadas de alvenaria, que abrigarão os aproximadamente 1.500 torcedores durante os jogos, na volta do futebol amador da cidade, interrompido, momentâneamente, pela pandemia do Coronavírus. A arquibancada substitui o antigo talude, barranco de grama, de onde os espectadores observavam os jogos. 

“A arquibancada possui um sistema inteligente de drenagem, instalado de maneira subterrânea. Economizaremos até na hora de molhar a grama. A tubulação deste sistema captará a água da chuva e de uma mina que há próxima ao campo. A água será armazenada para irrigação, tornando este sistema inteligente e econômico”, informou o secretário de Esporte e Lazer da Prefeitura, Marcos Panício, o Mercadão.

Segundo ele, durante a realização da obra, os trabalhadores seguem as normas sanitárias do Estado de São Paulo, para evitar a disseminação do Coronavírus.

Gramados dos campos municipais de futebol receberam reforma

Enquanto os campos públicos de futebol da cidade se mantém fechados para evitar a disseminação do Coronavírus, equipes da Prefeitura trabalharam na manutenção destes espaços. As melhorias são realizadas nos gramados do campo do Remanso Campineiro, Jardim Adelaide, Poliesportivo (Nova Hortolândia), Rosolen, CAIC (Jd. Amanda) e no próprio Campo da Confibra. O objetivo é que, quando reabertos, estes locais estejam em condições de uso.

“Os espaços esportivos da cidade estão fechados e estamos trabalhando para que, após o fim da pandemia, as praças esportivas estejam adequadas. Ainda não é possível a realização de eventos esportivos na cidade. Estamos preservando a saúde de todos e pedindo a colaboração da população para aproveitar os locais no retorno regular das atividades nos espaços esportivos da cidade”, afirma Panício.

 Confira abaixo os espaços esportivos fechados temporariamente:

 – Campo do Remanso Campineiro

 – Campo do Adelaide

 – Campo do Poliesportivo

 – Campo do Rosolen

 – Campo do Caic (Jd. Amanda)

 – Campo da Confibra

 – Campo Society do Jd. Adelaide

 – Ginásio Poliesportivo Victor Savala

 – Academia Municipal “Jaime Pereira”

 – Poliesportivo “Nelson Cancian”

 – Centro de Especialidades em Artes Marciais “Eliel Gomes”

 – Centro de Treinamento em Ginástica Artística “Yasmin Geovana Santos Bonfin”

 – Espaço Cantuário 

 – CIF Santa Clara

 

Este artigo foi enviado pela Prefeitura de Hortolandia

Receba as principais notícias direto no seu Telegram https://t.me/portalhortolandia
Continue Lendo

Nossa Cidade

Prefeitura e PUC-Campinas se aliam para auxiliar região do Jardim Novo Ângulo

Prefeitura

Publicado

em

A fim de promover o desenvolvimento social da região do Jd. Novo Ângulo, a Prefeitura de Hortolândia e a PUC-Campinas (Pontifícia Universidade Católica de Campinas) firmaram parceria, por meio de um convênio de cooperação técnica, sem custos para as partes. A aliança prevê a realização de uma série de ações estratégicas e estudos que poderão nortear políticas públicas específicas para a região, na área da assistência social. Uma das metas é o enfrentamento à vulnerabilidade social. 

Publicidade

Na tarde desta sexta-feira (27/11), a diretora de Inclusão Social, Mônica de Freitas Inácio; assistentes sociais e a coordenadora do CRAS (Centro de Referência de Assistência Social) Jd. Novo Ângulo, Eliane Silva, reuniram-se com os professores da PUC-Campinas, Teresinha Cristiane de Moraes, Cristiano Monteiro, Stela Cristina de Godoi, Vera Plácido e Camila Massaro, para tirar dúvidas sobre um dos projetos em curso: o Diagnóstico Socioterritorial do Território do CRAS do Jardim Novo Ângulo. A etapa é necessária, antes da elaboração e publicação da versão final do documento.

Segundo a Secretaria de Inclusão e Desenvolvimento Social, a região, que tem como órgão de referência este CRAS, engloba 48 bairros, nos quais moram 5.815 famílias e 15.824 pessoas.

De acordo com Eliane Silva, entre as ações estratégicas em realização pela PUC-Campinas, por meio do Observatório da universidade, na área, estão os seguintes protótipos: Mapa da Vulnerabilidade e Diagnóstico Socioterritorial de toda a região; Cartografia Social e desenvolvimento de aplicativo para que munícipes de cinco dos 48 bairros se identifiquem dentro do mapa de Hortolândia (Jd. Aline, Vila Guedes, Jd. Conceição, Jd. Brasil e ocupação do Monte Sinai); Corrente de Memórias e Economia Solidária com as mulheres da região do Jd. Rosolém; e trabalho com familiares de pessoas reclusas, no Jd. Brasil. Cabe à Prefeitura, por meio do CRAS Jd. Novo Ângulo, fazer a ponte dos pesquisadores com a comunidade.

“O objetivo da parceria entre a Secretaria de Inclusão e Desenvolvimento Social e a PUC-Campinas é desenvolver estratégias de desenvolvimento social, com base em dados públicos e dos sistemas de benefícios, visando ao fortalecimento das políticas públicas sociais”, esclarece a coordenadora. Eliane ressalta, ainda, que os bairros deste território apresentam grande diversidade entre si, sendo alguns muito empobrecidos e mais vulneráveis que outros. “O Diagnóstico nos mostrará os pontos de vulnerabilidade do CRAS Novo Ângulo. Por exemplo, soubemos que, na região do Novo Ângulo 24% da população inserida no Cadastro Único são consideradas sem instrução e 38% não completaram o Ensino Fundamental. A questão é, se a Prefeitura oferece a EJA (Educação de Jovens e Adultos), por que não fazem? Soubemos também que a maioria deles são mulheres, que trabalham o dia todo e à noite cuidam dos filhos. O que fazer para atendê-las? O CRAS é este agente que vai estabelecer pontes, mostrar caminhos”, complementa Eliane.

 

Confira os bairros da área de abrangência do CRAS Novo Ângulo:

1.Chácara Nova Boa Vista

2.Chácara Panaíno

3.Chácara Recreio Novo Ângulo

4.Chácara Reymar

5.Jardim Aline

6.Jardim Andaraí

7.Jardim Brasil

8.Jardim Conceição

9.Jardim do Brás

10.Jardim do Lago

11.Jardim Flórida

12.Jardim Girassol

13.Jardim Malta

14.Jardim Nova América

15.Jardim Nova Europa

16.Jardim Novo Ângulo

17.Jardim Santiago

18.Jardim Residencial Veccon Buriti

19.Loteamento Industrial Zeta Hortolândia

20.Parque Perón

21.Residencial Anauá

22.Santa Emília

23.Vila América

24.Vila da Conquista

25.Vila do Presídio (Pq. Perón)

26.Vila Guedes

27.Vila Inema

28.Chácara Assahy

29.Santa Esmeralda

30.Chácara Fazenda Coelho

31.Condomínio Residencial Monte Carlo (Jd. Lírio)

32.Jardim Adelaide

33.Jardim Lírio

34.Jardim Nossa Senhora da Penha

35.Jardim Nossa Senhora de Fátima

36.Jardim Nossa Senhora de Lourdes

37.Jardim Paulistinha

38.Jardim Ricardo

39.Jardim Rosolém

40.Jardim Santa Cândida

41.Jardim Santa Izabel

42.Jardim Santo Antônio

43.Jardim São Benedito

44.Jardim Sumarezinho

45.Jardim Terras de Santo Antonio

46.Jardim Viagem

47.Núcleo Santa Isabel

48.Vila Ipê

Este artigo foi enviado pela Prefeitura de Hortolandia

Receba as principais notícias direto no seu Telegram https://t.me/portalhortolandia
Continue Lendo

Nossa Cidade

Processo de regularização fundiária de lotes do Jardim Santa Fé entra na etapa final

Prefeitura

Publicado

em

A Prefeitura de Hortolândia segue firme com o trabalho para assegurar moradia digna para a população. O processo de regularização fundiária de 220 lotes no Jardim Santa Fé está na etapa final. A Secretaria de Habitação protocolou, neste mês, a documentação no Cartório de Sumaré para legitimar a posse dos imóveis aos moradores beneficiados. Esta etapa, segundo a Secretaria de Habitação, deve ser concluída em um mês.

Publicidade

De acordo com a Secretaria de Habitação, 51 famílias que já entregaram a documentação necessária estão aptas a receber a legitimação de posse de seus imóveis. A Secretaria de Habitação salienta que os moradores que estão com a documentação em falta ou pendente devem entregá-la na própria Secretaria, que fica no Paço Municipal, localizado na rua José Cláudio Alves dos Santos, 585, Remanso Campineiro. Para mais informações, os moradores podem entrar em contato com a Secretaria de Habitação por meio do número 3965-1400, ramal 7814.

Este artigo foi enviado pela Prefeitura de Hortolandia

Receba as principais notícias direto no seu Telegram https://t.me/portalhortolandia
Continue Lendo

Noticias

Publicidade

Youtube

 

PONTE DA ESPERANÇA

Populares