Connect with us

Nossa Cidade

Inscrições estão abertas para segunda edição do Hip Hop Solidário

Prefeitura

Publicado

em

A EMEF (Escola Municipal de Ensino Fundamental) CAIC, no Jardim Amanda, recebe no sábado (15/01), a partir das 12h, a segunda edição do Hip Hop Solidário, promovido pela Prefeitura de Hortolândia, por meio da Secretaria de Inclusão e Desenvolvimento Social.

O evento é uma manifestação do universo artístico-cultural do hip hop e terá batalhas de rima e de break dance. Os vencedores de cada categoria levarão para casa R$ 600,00 como premiação. Interessados em participar do torneio de break dance podem se inscrever, gratuitamente, a partir de hoje (22/01) até o dia 10 de fevereiro pelo link https://forms.gle/9yQbCV96PSjFESDy8.

Já a Batalha de Rima terá seletivas que serão realizadas nos sábados (25/01) e (08/02), na Batalha do Castelo, que acontece no coreto da praça do Remanso Campineiro e no sábado (01/02) e quarta-feira (12/02), na Batalha do Minda, que acontece no Parque Socioambiental Remanso das Águas. As finais da Batalha de Rima e do Torneio de Break Dance acontecem durante o evento Hip-Hop Solidário.

ATRAÇÕES CULTURAIS

Entre as atrações da festa cultural haverá apresentações musicais de artistas da região; graffiti, com Leandro Kranium e convidados; intervenções poéticas (Slam) e show de rap com o cantor Dexter.

Este artigo foi enviado pela Prefeitura de Hortolandia

Nossa Cidade

Passageira fica ferida após motorista de aplicativo colidir com poste na Av da Emancipação

Avatar

Publicado

em

Uma mulher ficou ferida depois de um acidente na noite desta terça-feira (2), na avenida da Emancipação, próximo ao trevo da EMS. Um motorista, de 33 anos que prestava serviços de transporte através de um aplicativo, colidiu o veículo Focus com um poste. O condutor não se feriu. 

Além da jovem, outro passageiro, um homem, estava no veículo no banco da frente. O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) foi acionado e conduziu a jovem ao UPA Jardim Rosolem. 

O passageiro relatou que enquanto conversava com a mulher, no interior do veículo, sentiu a colisão e não soube mais informações. Já o motorista disse que bateu com o poste logo ao sair da curva quando o carro derrapou bruscamente no momento  que acessava a avenida da Emancipação sentido centro.

Mais informações sobre o estado de saúde da vítima ainda não foram divulgadas. O Portal Hortolândia acompanha o caso.

Continue Lendo

Nossa Cidade

Músicos da Banda Municipal relatam desafio de gravar concerto de aniversário individualmente, em casa

Prefeitura

Publicado

em

Em comemoração aos 29 anos de emancipação de Hortolândia e aos 26 anos da Banda Municipal e do CEMMH (Centro de Educação Musical Municipal de Hortolândia), órgão da Secretaria de Cultura da Prefeitura, os músicos do grupo prepararam e gravaram um concerto especial, publicado nesta segunda-feira (01/06), na página do Facebook da Banda. Os 46 integrantes, a maioria moradores da cidade que se formaram no próprio CEMMH, gravaram, cada um em sua casa, o programa escolhido para apresentação. Longe dos colegas e do público, por conta do distanciamento social, para conter o avanço do Coronavírus, relataram à Comunicação da Prefeitura a experiência de gravar o concerto de aniversário isolados uns dos outros.

“Nós artistas sentimos falta dos palcos e do calor humano da plateia, a energia que ela nos envia, os aplausos”, diz Larissa Aline Filier Guimarães, que toca flauta transversal há 16 anos na Banda. “Tocar sozinho em casa parece ser simples, mas não é. É um desafio”, relata o saxofonista Rafael da Silva, que é membro da Banda há 17 anos.

“Foi minha primeira comemoração do aniversário da banda. Então, foi muito especial para mim e, através da live, pudemos sentir a presença de quem já nos acompanha presencialmente”, comenta Amanda Brito Silva, que toca percussão na banda, há um ano e meio.

“Tocar sozinho em casa é algo que sempre fazemos nos nossos estudos diários, que não são poucos. Porém, gravar e sincronizar foi novo para mim. Acredito que para muitos músicos também”, afirma Rodrigo da Luz Pironelli, que toca clarineta na Banda há 18 anos.

“Apesar de estar sozinho, a cabeça tem que estar sintonizada com todo o grupo. Ao vivo, você sente a energia, mas em casa, uma nota, uma respiração errada, temos que reiniciar e gravar todo o vídeo de novo”, completa o saxofonista Silva.

Para toda a execução ter harmonia, “foi gravado um guia da música a que todos tiveram acesso. Eles colocaram um fone de ouvido. Assim, mesmo tocando separadamente, conseguiam manter o mesmo tempo rítmico e as nuances musicais descritas nas partituras”, destaca o maestro Márcio Beltrami, que atua desde a criação da Banda.

 

O aprendizado da quarentena

Para Douglas Wagner Vieira, que toca trombone de vara há dez anos na Banda, o período de isolamento é dedicado aos estudos. “Estou aproveitando o tempo para por as leituras em dia, fazendo muita pesquisa na área da música e estudando o instrumento. Também estou fazendo edições de vídeos e gravações para a banda. Isso foi bem positivo, pois nos obrigou a ouvir a nós mesmos. Com isso, podemos corrigir vícios que antes não eram percebidos”, ressalta ele.

“Esse período de quarentena foi um momento de reinvenção pessoal e profissional, aprender novas habilidades e estar de fato nas redes sociais foi essencial para poder manter o trabalho ativo”, avalia Clayton P.G Morais, que toca percussão há 14 anos na Banda.

 

Concertos especiais

O aniversário da Banda Municipal é comemorado, habitualmente, em concertos que recebem grandes públicos, em variados espaços da cidade. Este ano, os músicos tiveram que se reinventar. A live, postada no Facebook, teve grande participação e interação do público. O repertório animou e emocionou os expectadores.

Assim, muitos músicos também se emocionaram. “Para nós, comemorarmos mais um ano de aniversário da Banda é uma honra, ainda mais no momento atual que vivemos, pois sabemos as dificuldades do nosso país, muitos ainda não conseguem ver a importância da cultura musical dentro, é a essência e história de toda uma sociedade”, disse Priscila Pereira de Andrade Filier, que toca percussão há 14 anos na Banda desde a sua criação.

“Espero que passemos logo por esse momento e tenhamos tirado dele muito aprendizado. Um deles é que a música é um ótima ferramenta de levar alegria, esperança e bons momentos agradáveis às pessoas e que pode ser tanto presencialmente, como online também”, destaca Pironelli.

“Inovação e criatividade tem predominado nas atividades online, o que fortalece o vínculo entre a Secretaria de Cultura e os cidadãos e aprendizes das formações culturais livres e profissionalizantes. Este é um momento de recomeços e os nossos músicos e musicistas nos surpreendem a cada nova experiência, pelo comprometimento com as ações de políticas públicas culturais”, avaliou a secretária de Cultura, Alessandra Amora Barchini.

 

Banda Municipal

A Banda Municipal de Hortolândia e o CEMMH foram criados pela Lei Municipal nº 188, de 1 de junho de 1994, com o objetivo de cooperar com o aperfeiçoamento educacional e cultural da população. Esta missão é cumprida por meio de apresentações públicas da Banda e do ensino musical gratuito de qualidade, além da difusão da música popular e erudita e a formação da identidade sociocultural do povo hortolandense. Além da Banda Municipal, o CEMMH conta com outros cinco grupos musicais: Madeira Brasil, Da Campana Pra Fora, Sopro de Prata, Turuntuntun e Vibrasax.

 

Conheça mais:

A página no Facebook e o perfil do Instagram da Banda Municipal postam, toda semana, vídeos de seus músicos e alunos. Para conferir, acesse os links:

@bandahortolandia.cemmh

/bandahortolandia

Este artigo foi enviado pela Prefeitura de Hortolandia

Continue Lendo

Nossa Cidade

Empreendedores de Hortolândia já podem se cadastrar na plataforma digital “Pertinho de Casa”

Prefeitura

Publicado

em

Os empreendedores do município contam agora com uma nova plataforma digital para ajudá-los a manter seus negócios em funcionamento, durante a pandemia do Coronavírus. Já está no ar o site “Pertinho de Casa” (https://www.pertinhodecasa.com.br/), cujo cadastro já esta disponível para micro e pequenas empresas da cidade. A plataforma é uma iniciativa da Faesp/Senar-SP (Federação da Agricultura e Pecuária do Estado de São Paulo/Serviço Nacional de Aprendizagem Rural), em parceria com o Sebrae-SP (Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas), e conta com apoio das empresas Accenture, Facebook, PagSeguro, Vtex e Yami, bem como da Prefeitura de Hortolândia.

De acordo com a Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Trabalho, Turismo e Inovação, o objetivo do site é aproximar consumidor, comércio local e produtor rural. Por meio dessa conexão, a plataforma oferece mais facilidade ao consumidor, apoio aos pequenos negócios locais e dá vazão ao que é produzido no campo. Com isso, a plataforma ajuda a movimentar a economia local, neste momento difícil causado pela pandemia.

O site apresenta funcionamento simples. Pequenos varejistas e produtores rurais (feirantes ou donos de hortifrúti, mercearia ou mercadinho) devem preencher o cadastro no site, informando o tipo de negócio e área de entrega.

Já o consumidor interessado em fazer compras precisa apenas colocar seu endereço ou CEP no site, selecionar a categoria de estabelecimento que procura e escolher de qual irá comprar, em uma lista de pequenos comerciantes cadastrados. A negociação é direta entre as partes, via WhatsApp. A ferramenta é de uso fácil e sem custo para os envolvidos. O consumidor paga apenas os produtos selecionados e o modo de frete combinado.

O consumidor pode comprar alimentos frescos do campo e produtos de primeira necessidade, dentre outros itens. A plataforma já possui um roadmap, e a previsão é de que em breve se tornar um marketplace com mais funcionalidades.

Para mais informações, os empreendedores interessados podem entrar em contato com o posto do Sebrae Aqui de Hortolândia  pelo telefone (19) 3965-1400, ramal 8916.

Este artigo foi enviado pela Prefeitura de Hortolandia

Continue Lendo

Noticias

Youtube

 

PONTE DA ESPERANÇA