Connect with us
Publicidade


Nossa Cidade

Monteiro Lobato será homenageado no Hortolendo 2015

Portal Hortolândia

Publicado

em

Festa literária integra programação de aniversário de Hortolândia; Hortolendo acontece no dia 24 deste mês, no Creape

Publicidade

O 5º Hortolendo, evento realizado pela Prefeitura de Hortolândia, por meio da Secretaria de Educação, já tem data definida. A festa literária acontece no dia 24 deste mês, no Creape (Centro de Referência em Educação Ambiental Parque Escola), localizado na Rua Bolívia, nº 290, no Jd. Santa Clara do Lago II. Neste ano, homenageia o autor Monteiro Lobato e sua obra infantil.

A entrada no evento é gratuita e aberta à comunidade. Participam do Hortolendo cerca de 30 mil pessoas, entre elas, 23 mil alunos das 56 unidades escolares da rede municipal. Em 2014, a 4ª edição do Hortolendo, que homenageou a obra da escritora paulistana Ruth Rocha, reuniu cerca de 30 mil pessoas.

Além das tendas literárias, o evento terá contação de histórias, jogos, brincadeiras, feira da troca de livros, teatro, escritores e outras atrações culturais. A estrutura do Hortolendo também conta com praça de alimentação, equipe do SAMU (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) no local e instalação de banheiros químicos no espaço, incluindo um adaptado para PCD (Pessoas com Deficiência).

Segundo a secretária de Educação, Cleudice Baldo Meira, a rede municipal investe em livros e objetiva formar leitores e cidadãos. “Só se aprende a ler, lendo e ouvindo histórias lindas, por meio do contato com livros de qualidade e incentivo dos professores e pais. O Hortolendo é o encontro das famílias, alunos e dos profissionais da educação no parque ambiental, para que, juntos, fortaleçam o vínculo em torno da criança”, afirma Cleudice.

De acordo com a secretária, neste ano, o Hortolendo terá decoração temática, composta por espaços que lembram o Sítio do Picapau Amarelo e outras histórias do homenageado, Monteiro Lobato. “O Hortolendo acontece no mês do aniversário da cidade para presentearmos a comunidade hortolandense com cultura, diversão e a exposição de trabalhos dos nossos alunos nas escolas municipais. No entanto, também contará com a participação de alunos de unidades de ensino estaduais, particulares e instituições educativas”, explica Cleudice, a respeito do evento, que integra a programação do 24º aniversário de Hortolândia.

“Precisamos estar todos juntos em prol da consolidação de uma cidade educadora na qual se aprende a gostar de cultura e dos livros. Este compromisso é de todos nós”, afirma a secretária de Educação.

O principal objetivo do Hortolendo é despertar nas crianças e jovens do município o prazer da leitura. A ação é consequência direta de uma política pública que assegura aos alunos da rede municipal o acesso a obras de qualidade, por meio da distribuição e troca de livros, presença de escritores, contação de histórias, realização de oficinas com diversas atividades e gêneros literários e exibição das produções artístico-culturais escritas nas próprias escolas.

Receba as principais notícias direto no seu Telegram https://t.me/portalhortolandia

Nossa Cidade

Prefeitura de Hortolândia orienta população sobre cuidados para evitar a Leptospirose

Prefeitura

Publicado

em

Com a chegada da época de chuvas, a população deve tomar cuidados para evitar uma doença grave: a Leptospirose. A doença é causada pela bactéria Leptospira, que é eliminada na urina de roedores, principalmente ratos. Por isso, a Prefeitura de Hortolândia orienta as pessoas a evitar transitar em áreas alagadas com água de chuva, que pode estar contaminada com a bactéria. A transmissão da doença se dá pelo contato direto com a água de chuva ou com a lama. 

Publicidade

De acordo com a Vigilância Epidemiológica da Secretaria de Saúde, os principais sinais e sintomas da doença são febre, dor de cabeça, dores no corpo, principalmente na região lombar e panturrilhas, náusea, vômito, diarréia, tosse e olhos avermelhados e doloridos. 

Caso a pessoa apresente estes sintomas, deve procurar atendimento na UBS (Unidade Básica de Saúde) mais próxima de casa e relatar que teve contato com água de enchente. A Leptospirose é uma doença que tem cura por meio de tratamento com medicamento fornecido pela rede pública de saúde. Portanto, o diagnóstico precoce aumenta as chances de cura. De acordo com a Vigilância Epidemiológica, o município registra, neste ano, quatro casos positivos. Os pacientes já se recuperaram e estão em boas condições de saúde.

CUIDADOS SIMPLES

Em razão da Leptospirose ser transmitida pelo contato com a urina de rato, a UVZ (Unidade de Vigilância e Zoonoses), órgão da Secretaria de Saúde, orienta a população a tomar cuidados simples para evitar a presença destes animais em casa. De acordo com a médica veterinária do órgão, Tosca de Lucca Benini Tomass, uma das medidas é evitar o acúmulo de entulho ou materiais inservíveis na área externa da casa, pois podem servir de abrigo para os ratos. 

A especialista ainda ressalta que os moradores devem verificar e vedar lugares da casa que possam servir de entrada para os ratos, como frestas em portas, paredes, janelas, forros e telhado.

Outro item que merece cuidado é o lixo. A veterinária Tosca de Lucca Benini Tomass orienta que os moradores devem deixar os resíduos bem acondicionados em tambor com tampa feita de material pesado para evitar que os roedores possam entrar. Outra medida importante é recolher potes com ração para cachorros e gatos, pois estes alimentos podem atrair os ratos.

Por falar em alimentos, a cozinha é outro local que merece atenção. A veterinária ressalta que as pessoas devem evitar deixar louça suja na pia e guardar frigideira com óleo dentro do forno. Estas situações também podem atrair ratos. Os alimentos devem estar armazenados em recipientes bem fechados em armários ou na geladeira. Caso o morador encontre alimentos roídos, estes devem ser descartados. “Se o morador encontrar vestígios de presença de rato na casa, ele deve fazer a higienização com uma solução de água com água sanitária e usar luvas impermeáveis e calçado fechado”, orienta a veterinária Tosca de Lucca Benini Tomass.

Este artigo foi enviado pela Prefeitura de Hortolandia

Receba as principais notícias direto no seu Telegram https://t.me/portalhortolandia
Continue Lendo

Nossa Cidade

DPBEA realiza mais de 200 cirurgias na 2ª etapa da campanha de castração

Prefeitura

Publicado

em

A Prefeitura de Hortolândia prossegue com a campanha de castração de cães e gatos. Nesta quinta e sexta-feira (03 e 04/12), o DPBEA (Departamento de Proteção e Bem-Estar Animal), órgão da Secretaria de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável, realizou a 2ª etapa da campanha. A ação aconteceu na área de estacionamento do Parque Socioambiental “Irmã Dorothy Stang”, localizado na rua Manoel Antonio da Silva, 415, Jardim Nossa Senhora de Fátima.

Publicidade

De acordo com o coordenador do órgão, Vanderlei Fernando de Azevedo, foram realizadas mais de 200 cirurgias de castração na quinta-feira (03/12). A expectativa é de que seriam feitas cerca de 500 castrações nos dois dias.

A campanha ainda terá a 3ª etapa, que será nas próximas terça e quarta-feira (08 e 09/12) na área de estacionamento do Ginásio Polisportivo “Nelson Cancian”, localizado na rua João Barreto da Silva, 505, Jardim Nova Hortolândia. De acordo com o coordenador, a expectativa é de que também sejam realizadas 500 cirurgias de castração.

O DPBEA ressalta que as inscrições para a 3ª etapa já foram encerradas. Portanto, o tutor que não tiver feito a inscrição de seu pet não poderá trazê-lo para fazer a cirurgia. A castração será realizada somente no horário previamente agendado.

Este artigo foi enviado pela Prefeitura de Hortolandia

Receba as principais notícias direto no seu Telegram https://t.me/portalhortolandia
Continue Lendo

Nossa Cidade

Servidores Municipais de Hortolândia vestem branco em campanha pelo fim da violência contra a mulher

Prefeitura

Publicado

em

Nesta sexta-feira (04/12), os servidores municipais da Prefeitura de Hortolândia vestiram branco pelo fim da violência contra a mulher. A ação, realizada pela Administração Municipal por meio do  Departamento de Direitos Humanos e Políticas Públicas para Mulheres, marca o chamado dia D da Campanha do Laço Branco, em que homens buscam sensibilizar outros homens sobre o tema. A programação de eventos começou no dia 2 e vai até o dia 10 deste mês. A iniciativa da Secretaria de Governo também integra os “16 dias de ativismo” pelo fim da violência de gênero. O objetivo é sensibilizar a população no sentido de perceber e enfrentar as diversas modalidades de agressão à figura feminina.

Publicidade

“A ação desta sexta-feira é para mobilizar os servidores a abraçar esta campanha. Foram distribuídos 500 panfletos informativos, com dicas de como prevenir e denunciar este tipo de crime, além de mil lacinhos brancos para colocar na camiseta e mostrar o comprometimento de cada um. Os servidores também vieram trabalhar com camiseta branca”, solicita a diretora do Departamento de Direitos Humanos e Políticas Públicas para Mulheres, Josefa Teixeira.

Campanha do Laço Branco abraça a mobilização mundial

Lançada no município em 2017, a Campanha do Laço Branco abraça a mobilização mundial em que homens já sensibilizados buscam sensibilizar outros homens para a causa. A ação é realizada em parceria com o CMDM (Conselho Municipal dos Direitos da Mulher).

Dados do Departamento de Direitos Humanos e Políticas Públicas para Mulheres da Secretaria de Governo mostram que, somente neste ano, até o momento, 404 mulheres vítimas de violência, foram atendidas no CRAM (Centro de Referência e Atendimento à Mulher) “Débora Regina Leme dos Santos”. Desde 2017, quando o órgão especializado foi criado, a equipe multi profissional já realizou 2.028 procedimentos, entre acolhimentos e atendimentos psicossocial; orientação jurídica à vítima; registro de Boletim de Ocorrência Eletrônico; acompanhamento ao IML (Instituto Médico Legal), a hospitais e UPAs-24h (Unidades de Pronto Atendimento); retiradas de pertences com apoio da GM; além de recâmbio para cidades de origem e famílias extensivas.

16 dias de ativismo

Segundo o Departamento de Direitos Humanos, a Campanha dos “16 dias de ativismo” foi lançada em 1991 por 23 mulheres de diferentes países, reunidas no Centro de Liderança Global de Mulheres para promover o debate e denunciar as várias formas de violência contra as mulheres. O período engloba datas históricas significativas, marcos de luta das mulheres, iniciando em 25 de novembro, declarado o Dia Internacional de Não Violência Contra as Mulheres, e finalizando em 10 de dezembro, Dia Internacional dos Direitos Humanos. No Brasil, a Campanha foi antecipada para 20 de Novembro, Dia Nacional da Consciência Negra, fazendo o reconhecimento histórico da opressão e discriminação contra a população negra e, especialmente, as mulheres negras brasileiras cujas vidas são marcadas pela opressão de gênero, raça e classe social.  

Confira abaixo a programação da campanha:

07/12, 18h – Tema: O Homem pelo fim da violência contra a mulher

Local: CRAM Roda Conversa com Conselheiras do Conselho Municipal de Diretos das Mulheres

 

08/12, 9h – Violência doméstica não respeita Idade 

Local: Centro de Conivência da Melhor Idade Remanso

 

09/12 – Tema: Publicação Vídeo com as idosas do Centro de Convivência da Melhor Idade enfatizando a importância do Não é Não 

 

10/12 – Dia Internacional dos Direitos Humanos – Os Direitos Humanos são definidos como direitos assegurados a todos os seres humanos, um ideal a ser atingido, independentemente de nacionalidade, sexo, etnia, religião, língua, opinião política ou qualquer outro critério desse tipo.

 

Este artigo foi enviado pela Prefeitura de Hortolandia

Receba as principais notícias direto no seu Telegram https://t.me/portalhortolandia
Continue Lendo

Noticias

Youtube

 

PONTE DA ESPERANÇA

Populares