Connect with us
Publicidade


Nossa Cidade

Moradores podem solicitar serviços de poda e corte de árvore pela internet

Portal Hortolândia

Publicado

em

Para agilizar o atendimento de demandas da população, a Prefeitura de Hortolândia passa a oferecer uma nova ferramenta digital. É o sistema online de solicitação de poda e corte de árvore da Secretaria de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável. O sistema, criado pelo Departamento de Tecnologia da Informação da Prefeitura, começa a funcionar a partir deste sábado (10/10).

O morador poderá acessar o sistema de duas maneiras. Uma delas é por meio do portal da Prefeitura, http://www2.hortolandia.sp.gov.br/, acessar a aba “Serviços para o cidadão”, que fica no canto superior direito da home page, clicar em “Meio Ambiente”, e depois em “Solicitação de Poda e Corte de Árvores”. A outra maneira é pelo site Hortolândia Fácil, https://facil.hortolandia.sp.gov.br/login, acessar a aba “Meio Ambiente”.

O sistema exibirá, na página inicial, quatro abas para que o morador faça a solicitação de um dos quatro tipos de serviços oferecidos pela Prefeitura: corte, poda, retirada de árvore caída e imunidade de corte. Este último é para quem deseja solicitar a proteção de uma árvore para que ela não seja cortada. De acordo com a diretora do Departamento do Verde e Desenvolvimento Sustentável, Luiza Araújo, a solicitação será atendida após análise feita por um técnico da Secretaria de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável. A análise leva em conta fatores como a idade da árvore, localização, raridade, beleza ou condição de porta-sementes.

Em todas as situações será solicitado o preenchimento de um formulário e o morador será direcionado de acordo com cada serviço. Todo o sistema será digital, porém as autorizações poderão ou não ser automáticas.

No caso de autorização automática, o sistema já emitirá ao solicitante os tipos de poda que podem ser realizados, sendo possível sua impressão. Já nos demais casos em que haja a necessidade de avaliação, a solicitação será encaminhada ao técnico, que irá analisar e emitir um parecer.

Ao final do preenchimento do formulário, o solicitante deverá aceitar o “Termo de Aceite” para a conclusão do pedido e a geração de um número de protocolo, por meio do qual poderá fazer o acompanhamento da solicitação.

A diretora Luiza Araújo destaca que, por meio do sistema online, a Prefeitura busca facilitar a vida da população. “O sistema vem ao encontro do crescimento e desenvolvimento da própria cidade. Por meio do sistema, o munícipe poderá solicitar e realizar a poda e o corte de árvore desde que atenda todos os critérios exigidos, sem precisar se deslocar até um órgão da Administração para realizar o pedido ou retirar a autorização”, explica a diretora.

Em caso de dúvidas e mais informações, o morador pode entrar em contato com a Secretaria de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável pelos telefones (19) 3965-1400, ramal 7913, ou (19) 3897-2926 (Viveiro Municipal).

Receba as principais notícias direto no seu Telegram https://t.me/portalhortolandia

Nossa Cidade

Última etapa da campanha de castração será na próxima semana

Prefeitura

Publicado

em

Ainda não conseguiu levar seu cão ou gato para ser castrado? Então, fique ligado! A Prefeitura de Hortolândia realizará a última etapa da campanha de castração, na próxima sexta-feira (29/01). As castrações serão realizadas somente com inscrição prévia online por meio deste LINK. Tutores de gatos deverão se inscrever na próxima segunda e terça-feira (25 e 26/01). Já as inscrições para tutores de cães serão na próxima quarta e quinta-feira (27 e 28/01). A última etapa da campanha será no DPBEA (Departamento de Proteção e Bem-Estar Animal), órgão da Secretaria de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável, localizado na rua Athanásio Gigo, 60, Chácaras Recreio 2000, das 8h às 13h. São 198 vagas disponíveis. Estas vagas são remanescentes das etapas anteriores, disponíveis já que algumas pessoas se inscreveram e não levaram seus pets. 

Para evitar a disseminação do Coronavírus, o DPBEA salienta que no dia da castração será permitida a entrada somente de uma pessoa por animal. A medida é para evitar aglomeração. O tutor do animal deverá usar máscara.

De acordo com o diretor do órgão, Vanderlei Fernando de Azevedo, poderão ser castrados animais com idade entre seis meses a nove anos, desde que estejam em boas condições de saúde, com vacina e vermifugação em dia, e que não estejam prenhes nem amamentando. No dia da castração, um veterinário do órgão fará a avaliação de cada animal, e caso ele não esteja em condições, a castração não será realizada. 

O diretor ressalta, ainda, que os tutores devem adotar alguns cuidados com os animais no dia da castração antes da cirurgia ser realizada. Os animais (adulto ou filhote) devem estar alimentados até seis horas antes do horário agendado para a castração. “A alimentação não deverá ser excessiva. Se o animal não estiver em jejum no dia da castração, poderá vomitar durante a anestesia e morrer sufocado”, salienta Azevedo.

Os tutores de cães devem levar seus animais com coleira, guia e focinheira para evitar acidentes. Já os gatos devem ser levados em caixas de transporte apropriadas para evitar que fujam. O diretor ainda orienta para que os tutores tragam colar elizabetano (equipamento pós-operatório colocado em volta do pescoço do animal) ou roupinha cirúrgica para evitar que o animal retire os pontos da cirurgia. Após a cirurgia, os animais não poderão voltar andando.

PÓS-OPERATÓRIO

Após a cirurgia, o diretor explica que os tutores também deverão adotar cuidados com seus animais. Confira as orientações abaixo: 

–  Nas primeiras 24 horas, o animal deverá descansar em local tranquilo, limpo e com pouca iluminação para ter uma boa recuperação;

– Deixar panos ou cobertores para o animal se aquecer, pois ele sentirá frio;

– A primeira alimentação somente poderá ser oferecida após o animal estar acordado;

– A retirada dos pontos deverá ser feita 7 dias após a cirurgia, sob a responsabilidade do tutor. O tutor receberá no dia da castração uma receita médica com a indicação do uso de medicamentos, cuidados específicos e contatos em caso de dúvidas e/ou emergências.

Este artigo foi enviado pela Prefeitura de Hortolandia

Receba as principais notícias direto no seu Telegram https://t.me/portalhortolandia
Continue Lendo

Nossa Cidade

Peça teatral “Esse Morto Não É Meu” tem exibição online, neste sábado (23/01)

Prefeitura

Publicado

em

Está com saudade de ir ao teatro? A Prefeitura de Hortolândia traz um espetáculo para você assistir na tela do seu computador ou celular. Neste sábado (23/01), haverá a exibição da peça “Esse Morto Não É Meu”, da companhia Odu, às 20h, no canal do YouTube da Secretaria de Cultura, cujo endereço é ESTE. O espetáculo também será exibido no canal do YouTube da companhia, que pode ser acessado por este LINK. A peça tem classificação indicativa de 14 anos. Após a exibição, acontece um bate-papo com o elenco. A companhia é uma das contempladas com recursos da lei federal Aldir Blanc, que oferece subsídio para artistas, coletivos e empresas artísticas do município que tiveram as atividades paralisadas pela pandemia do Coronavírus.

A peça é uma comédia sobre uma família extravagante, formada por Perpétua, Tião e Paula, que mora em um apartamento na cidade de São Paulo. A história se desenrola a partir de um telefonema que Perpétua recebe do asilo onde sua sogra, Dona Graça, morava durante anos e com a misteriosa aparição de um cadáver largado atrás do sofá da sala. A peça terá mais uma exibição no próximo sábado (30/01), também às 20h.

Peça “Esse Morto Não É Meu”:

Data: 23/01/2021

Horário: 20h

Direção: Raquel Magalhães

Dramaturgia: Companhia Odu

Cenografia, adereços e figurinos: Companhia Odu

Trilha sonora original: Marco Gonzalez

Iluminação e sonoplastia: Camila Guinatti

Criação e produção: Companhia Odu

Elenco: Gigi Nogueira (Perpétua), Raquel Magalhães (Dona Graça), Aldenir Carlota (Tião) e Carmen Bordalho (Paula) 

Ator convidado: Leandro Vitti (Boliva)

Este artigo foi enviado pela Prefeitura de Hortolandia

Receba as principais notícias direto no seu Telegram https://t.me/portalhortolandia
Continue Lendo

Nossa Cidade

Profissionais da linha de frente da rede hospitalar de Hortolândia começam a ser vacinados contra COVID-19

Prefeitura

Publicado

em

A rede hospitalar de Hortolândia recebeu, nesta sexta-feira (22/01), as doses de vacina contra COVID-19 para imunização de profissionais da linha de frente no combate ao Coronavírus. Tanto o Hospital Municipal Mário Covas quanto o hospital particular Samaritano foram beneficiados.

O Hospital Municipal iniciou imediatamente a vacinação de profissionais técnicos. A primeira funcionária a receber a vacina foi a enfermeira Giovana Cristina Camilo, de 38 anos, que atua no Serviço Controle de Infecção Hospitalar da unidade há 3 anos. “Tenho um sentimento de vitória hoje. Minha expectativa é que todos os colegas sejam vacinados em breve, para que possamos trabalhar em segurança”, disse, logo após receber a vacina. “É muito bom saber que teremos profissionais imunes, preparados para receber e cuidar da população”, enfatizou a coordenadora do Hospital Municipal, Marlene Meira de Satélis Freitas, destacando que a vacinação ajudará a manter completo o quadro de trabalhadores à disposição da comunidade.

As vacinas que chegaram nesta quarta-feira (20/01) em Hortolândia também atendem a rede particular. A técnica de enfermagem Luciane Canever da Silva, de 47 anos, trabalha há nove anos no Hospital Samaritano de Hortolândia e foi a primeira profissional vacinada naquela unidade, logo que as vacinas forma entregues pela Prefeitura. “Atuo na UTI (Unidade de Terapia Intensiva) e no pronto socorro e, por este motivo, tenho contato com pacientes com Coronavírus. Não fiquei doente neste período de pandemia, mas o risco é muito grande. Fico feliz em ter sido vacinada, por estar protegida, e pela vacina representar esta esperança para a população em geral de que estamos vencendo a doença”, comemorou. “Estamos muito felizes com a chegada da vacina. Sentimos o empenho da Prefeitura em colaborar para que o maior número de profissionais da linha de frente sejam vacinados. Esperamos, agora, a complementação das doses para que todos os funcionários sejam imunizados”, completou o diretor do Hospital Samaritano, Mauro Villa Real, agradecendo o apoio da Prefeitura em relação à instituição médica.

O primeiro lote de vacinas contra a COVID-19 chegou em Hortolândia na noite desta quarta-feira (20/01). De acordo com a Secretaria de Saúde, foram enviadas pelo governo estadual 2.840 doses. O município aguardará a chegada de mais lotes da vacina para ampliar a imunização aos demais públicos, conforme o calendário definido pela Secretaria de Estado da Saúde.

De acordo com o Plano Municipal de Vacinação contra COVID-19 da Secretaria de Saúde, serão vacinados nesta primeira etapa profissionais técnicos da rede municipal de saúde e da rede particular que atuam na linha de frente no combate ao Coronavírus, além de profissionais e idosos de ILPIs (Instituições de Longa Permanência para Idosos).

A Prefeitura de Hortolândia realizou, na tarde desta quinta-feira (21/01), ato simbólico para marcar o início da vacinação dos profissionais de linha de frente da saúde contra a COVID-19. O primeiro servidor a receber a imunização foi o auxiliar de enfermagem Sílvio Carlos Palmiro, de 58 anos, profissional que atua na UR (Unidade Respiratória) Nova Hortolândia, servidor da rede municipal de saúde desde 1993.

PRÉ-CADASTRO

A Prefeitura mantém o pré-cadastro para a segunda fase da vacinação contra a COVID-19. De acordo com a Secretaria de Saúde, o pré-cadastro é para melhor organizar o agendamento para o início da vacinação e, com isso, evitar aglomeração, conforme os protocolos sanitários para evitar a disseminação do Coronavírus.

Profissionais da rede particular de saúde e idosos com 60 anos ou mais podem fazer o pré-cadastro online, por meio do site da Prefeitura, http://www2.hortolandia.sp.gov.br/. Basta clicar no respectivo banner. No pré-cadastro, o interessado deverá informar nome, bairro, telefone, data de nascimento, número do CPF (Cadastro de Pessoa Física), informar se é profissional de saúde e se tem alguma deficiência motora, que dificulte o acesso ao local de vacinação.

A Secretaria de Saúde fará a verificação destes dados com o cadastro da pessoa no e-SUS, que é o banco nacional de dados do sistema público de saúde. Caso os dados estejam corretos, a informação do agendamento de cada pessoa estará disponível para consulta no site da Prefeitura. Para fazer a consulta, é necessário informar o CPF e a data de nascimento.

Em caso dos dados estarem incorretos, o morador será orientado a entrar em contato com a UBS (Unidade Básica de Saúde) mais próxima de sua casa para atualizar os dados. A data da aplicação da vacina será agendada conforme a ordem de prioridade definida pela Secretaria Estadual de Saúde e mediante a entrega do imunizante pelo governo estadual.

Este artigo foi enviado pela Prefeitura de Hortolandia

Receba as principais notícias direto no seu Telegram https://t.me/portalhortolandia
Continue Lendo

Noticias

Publicidade

Youtube

 

PONTE DA ESPERANÇA

Populares