Connect with us
Publicidade


Nossa Cidade

Músicos da Banda Municipal relatam desafio de gravar concerto de aniversário individualmente, em casa

Prefeitura

Publicado

em

Em comemoração aos 29 anos de emancipação de Hortolândia e aos 26 anos da Banda Municipal e do CEMMH (Centro de Educação Musical Municipal de Hortolândia), órgão da Secretaria de Cultura da Prefeitura, os músicos do grupo prepararam e gravaram um concerto especial, publicado nesta segunda-feira (01/06), na página do Facebook da Banda. Os 46 integrantes, a maioria moradores da cidade que se formaram no próprio CEMMH, gravaram, cada um em sua casa, o programa escolhido para apresentação. Longe dos colegas e do público, por conta do distanciamento social, para conter o avanço do Coronavírus, relataram à Comunicação da Prefeitura a experiência de gravar o concerto de aniversário isolados uns dos outros.

“Nós artistas sentimos falta dos palcos e do calor humano da plateia, a energia que ela nos envia, os aplausos”, diz Larissa Aline Filier Guimarães, que toca flauta transversal há 16 anos na Banda. “Tocar sozinho em casa parece ser simples, mas não é. É um desafio”, relata o saxofonista Rafael da Silva, que é membro da Banda há 17 anos.

“Foi minha primeira comemoração do aniversário da banda. Então, foi muito especial para mim e, através da live, pudemos sentir a presença de quem já nos acompanha presencialmente”, comenta Amanda Brito Silva, que toca percussão na banda, há um ano e meio.

“Tocar sozinho em casa é algo que sempre fazemos nos nossos estudos diários, que não são poucos. Porém, gravar e sincronizar foi novo para mim. Acredito que para muitos músicos também”, afirma Rodrigo da Luz Pironelli, que toca clarineta na Banda há 18 anos.

“Apesar de estar sozinho, a cabeça tem que estar sintonizada com todo o grupo. Ao vivo, você sente a energia, mas em casa, uma nota, uma respiração errada, temos que reiniciar e gravar todo o vídeo de novo”, completa o saxofonista Silva.

Para toda a execução ter harmonia, “foi gravado um guia da música a que todos tiveram acesso. Eles colocaram um fone de ouvido. Assim, mesmo tocando separadamente, conseguiam manter o mesmo tempo rítmico e as nuances musicais descritas nas partituras”, destaca o maestro Márcio Beltrami, que atua desde a criação da Banda.

 

O aprendizado da quarentena

Para Douglas Wagner Vieira, que toca trombone de vara há dez anos na Banda, o período de isolamento é dedicado aos estudos. “Estou aproveitando o tempo para por as leituras em dia, fazendo muita pesquisa na área da música e estudando o instrumento. Também estou fazendo edições de vídeos e gravações para a banda. Isso foi bem positivo, pois nos obrigou a ouvir a nós mesmos. Com isso, podemos corrigir vícios que antes não eram percebidos”, ressalta ele.

“Esse período de quarentena foi um momento de reinvenção pessoal e profissional, aprender novas habilidades e estar de fato nas redes sociais foi essencial para poder manter o trabalho ativo”, avalia Clayton P.G Morais, que toca percussão há 14 anos na Banda.

 

Concertos especiais

O aniversário da Banda Municipal é comemorado, habitualmente, em concertos que recebem grandes públicos, em variados espaços da cidade. Este ano, os músicos tiveram que se reinventar. A live, postada no Facebook, teve grande participação e interação do público. O repertório animou e emocionou os expectadores.

Assim, muitos músicos também se emocionaram. “Para nós, comemorarmos mais um ano de aniversário da Banda é uma honra, ainda mais no momento atual que vivemos, pois sabemos as dificuldades do nosso país, muitos ainda não conseguem ver a importância da cultura musical dentro, é a essência e história de toda uma sociedade”, disse Priscila Pereira de Andrade Filier, que toca percussão há 14 anos na Banda desde a sua criação.

“Espero que passemos logo por esse momento e tenhamos tirado dele muito aprendizado. Um deles é que a música é um ótima ferramenta de levar alegria, esperança e bons momentos agradáveis às pessoas e que pode ser tanto presencialmente, como online também”, destaca Pironelli.

“Inovação e criatividade tem predominado nas atividades online, o que fortalece o vínculo entre a Secretaria de Cultura e os cidadãos e aprendizes das formações culturais livres e profissionalizantes. Este é um momento de recomeços e os nossos músicos e musicistas nos surpreendem a cada nova experiência, pelo comprometimento com as ações de políticas públicas culturais”, avaliou a secretária de Cultura, Alessandra Amora Barchini.

 

Banda Municipal

A Banda Municipal de Hortolândia e o CEMMH foram criados pela Lei Municipal nº 188, de 1 de junho de 1994, com o objetivo de cooperar com o aperfeiçoamento educacional e cultural da população. Esta missão é cumprida por meio de apresentações públicas da Banda e do ensino musical gratuito de qualidade, além da difusão da música popular e erudita e a formação da identidade sociocultural do povo hortolandense. Além da Banda Municipal, o CEMMH conta com outros cinco grupos musicais: Madeira Brasil, Da Campana Pra Fora, Sopro de Prata, Turuntuntun e Vibrasax.

 

Conheça mais:

A página no Facebook e o perfil do Instagram da Banda Municipal postam, toda semana, vídeos de seus músicos e alunos. Para conferir, acesse os links:

@bandahortolandia.cemmh

/bandahortolandia

Este artigo foi enviado pela Prefeitura de Hortolandia

Receba as principais notícias direto no seu Telegram https://t.me/portalhortolandia

Nossa Cidade

Mutirão de zeladoria e limpeza passa por diversos bairros de Hortolândia

Portal Hortolândia

Publicado

em

Equipes da Prefeitura de Hortolândia trabalham em esquema de mutirão, desde o início da semana, em pelo menos seis bairros de Hortolândia.

O serviço de limpeza, poda do mato e zeladoria acontece em praças, ruas, avenidas, áreas verdes e espaços públicos dos jardins Amanda, Malta, Rosolém, Adelaide, Nossa Senhora Auxiliadora, bem como na Região Central e na avenida da Emancipação. O trabalho continua durante o final de semana e o feriado prolongado.

“Esta é mais uma etapa do trabalho com o objetivo de manter a cidade limpa e evitar focos de doenças, como a Dengue ou outras transmitidas por animais peçonhentos. Pedimos a colaboração da população para evitar descartes irregulares de objetos”, afirma o secretário de Serviços Urbanos, Francisco Raimundo da Silva.

Descarte irregular é crime e provoca incêndio

O descarte irregular de lixo, entulho e resíduos é crime ambiental sujeito a multa, além de contribuir para a transmissão de doenças pelo abrigo de animais peçonhentos. De acordo com a Secretaria de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável, quem quiser ajudar na identificação de pessoas e veículos que praticam crime ambiental pode enviar fotos e textos para o aplicativo do Programa Agenda Verde, disponível para download gratuito, nas plataformas Google Play ou App Store. A identidade dos denunciantes é mantida em sigilo.

Receba as principais notícias direto no seu Telegram https://t.me/portalhortolandia
Continue Lendo

Nossa Cidade

Abertas inscrições para o 2º Colóquio de Ciência e Tecnologia promovido pela Prefeitura

Portal Hortolândia

Publicado

em

Já estão abertas as inscrições para o 2º Colóquio de Ciência e Tecnologia, que a Prefeitura de Hortolândia promove, na próxima quarta-feira (04/11), a partir das 19 horas, via plataforma Zoom. O tema “Diálogos sobre Educação e Tecnologias: docência em tempos de pandemia” será desenvolvido pelo

Prof. Dr. Daniel Mill, da UFSCar (Universidade Federal de São Carlos). A atividade online é voltada a servidores da rede municipal de Educação, que devem procurar a gestão da unidade escolar para se inscrever.

No total, foram disponibilizadas 300 vagas para os profissionais da rede municipal de educação de Hortolândia. As inscrições serão encerradas no dia do evento, às 16 horas. O evento é realizado pela Secretaria de Educação, Ciência e Tecnologia, por meio do Departamento de Ciência e Tecnologia.

SOBRE O PALESTRANTE

O Prof. Dr. Daniel Mill, da UFSCar é docente e gestor de Educação a Distância (EaD), doutor em Educação pela UFMG, com pós-doutorado pelas Universidade de Coimbra e Universidade Aberta de Portugal. É membro do Programa de Pós-Graduação em Educação e do Programa de Pós-Graduação em Ciência, Tecnologia e Sociedade.

Receba as principais notícias direto no seu Telegram https://t.me/portalhortolandia
Continue Lendo

Nossa Cidade

Linhas intermunicipais passam a operar com mais ônibus em Sumaré, Hortolândia e Campinas

Portal Hortolândia

Publicado

em

São seis ônibus a mais, dois deles articulados, que possibilitam o acréscimo de 37 viagens nos serviços

A partir de hoje (29), seis linhas intermunicipais que atendem as cidades de Hortolândia, Sumaré e Campinas estão operando com um acréscimo de seis ônibus, sendo dois veículos articulados com maior capacidade de transporte. Essa medida propicia um aumento de 37 partidas em quatro serviços e a readequação da programação em mais duas ligações na Região Metropolitana de Campinas (RMC).

Essas reprogramações das linhas foram definidas com base nos acompanhamentos diários realizados pelos fiscais da EMTU/SP, por linha e por faixa horária. Além das fiscalizações em pontos estratégicos da RMC, as medidas se fundamentam nas informações obtidas no Centro de Gestão e Supervisão da empresa, instalado em São Bernardo do Campo, que monitora a operação dos ônibus metropolitanos em tempo real.

Os dois ônibus articulados, com capacidade para transportar 115 pessoas, e os comuns, que podem ser ocupados com cerca de 80 pessoas cada um, estão atendendo as linhas 636TRO, 699TRO, 700TRO e 701TRO. As viagens das linhas 654TRO e 658TRO foram reprogramadas. Os novos horários podem ser conferidos no site www.emtu.sp.gov.br

Receba as principais notícias direto no seu Telegram https://t.me/portalhortolandia
Continue Lendo

Populares