Connect with us

Nossa Cidade

Prefeitura capacita profissionais da Saúde para ampliar prevenção do Sarampo

Prefeitura

Publicado

em

Mais de 50 profissionais da Secretaria de Saúde da Prefeitura de Hortolândia participaram, na manhã desta sexta-feira (13/09), de uma capacitação em Sarampo. Médicos das unidades de saúde e profissionais de enfermagem receberam informações epidemiológicas da doença na cidade, que já tem quatro casos positivos. Além disso, estes profissionais relembraram as orientações sobre diagnóstico e medidas de prevenção. Na próxima segunda-feira (16/09), um novo ciclo de capacitação será realizado para mais profissionais da saúde.

Febre, mal estar, tosse, conjuntivite sem secreção e manchas vermelhas que se espalham do rosto para o restante do corpo são as principais características da doença. Em caso de suspeita de Sarampo, a pessoa deve procurar a unidade de saúde imediatamente e informar a situação logo na recepção, a fim de que este paciente aguarde em ambiente afastado dos demais por causa do alto potencial de transmissão da doença.

Desde agosto, as unidades de saúde de Hortolândia passaram a oferecer vacina contra Sarampo para crianças de seis a 11 meses de idade, por recomendação do Ministério da Saúde. A medida tem como objetivo ampliar a cobertura vacinal e oferecer proteção para as crianças menores de 12 meses,  contribuindo para o controle da doença. Na ação de reforço, a dose extra aplicada de seis a onze meses não terá validade como rotina: as crianças precisam ser vacinadas novamente aos 12 e 15 meses de idade.

Além das crianças, pessoas que não sabem se já foram vacinadas também devem receber a imunização. Crianças, adolescentes e adultos de até 29 anos devem ter duas doses da vacina. Adultos acima de 30 anos e até 59 anos precisam de apenas uma dose da vacina. Vale ressaltar que esta não é uma campanha: cada caso será avaliado pela equipe da Unidade Básica de Saúde, que saberá dizer se a pessoa necessita da imunização.

Neste ano, Hortolândia teve 20 notificações de Sarampo: além dos quatro casos confirmados, há 12 em investigação e 4 foram descartados. Os dois casos mais recentes são de uma criança de seis anos, vacinada, e de um adulto de 26 anos, sem informação sobre vacina. O primeiro caso de Sarampo em Hortolândia, confirmado em julho, é de uma criança de dois anos, que havia sido vacinada. Em agosto, outro caso foi confirmado, de uma criança de 10 meses, não vacinada. Todos se recuperaram bem. A Prefeitura realiza ação de bloqueio após a notificação da suspeita, mesmo antes da doença ser confirmada ou descartada, com vacinação das pessoas que tiveram contato com o paciente.

O Sarampo, que estava erradicado no Brasil, foi reintroduzido no território nacional. Em Hortolândia, há um caso positivo da doença e quatro em investigação. A vacina que protege contra a doença é a Tríplice Viral (Sarampo, Caxumba e Rubéola), distribuída pelo Ministério da Saúde e disponível em todas as UBSs (Unidades Básicas de Saúde) da cidade.

Este artigo foi enviado pela Prefeitura de Hortolandia

Nossa Cidade

Hortolândia confirma o 14ᵒ óbito por Covid-19

Portal Hortolândia

Publicado

em

A secretaria de Saúde de Hortolândia confirmou no final da tarde desta segunda-feira(1) a 14ᵒ óbito por covid-19 na cidade.

A vítima foi um homem de 86 anos, que estava internado desde o dia 10/05, primeiramente no Hospital Samaritano de Hortolândia e depois foi transferido para UTI do Hospital Samaritano de Campinas.

A coleta de exame para identificar o Covid-19 aconteceu no dia 10/05, sendo que o resultado saiu no dia 16/05. O falecimento aconteceu no dia 30/05.

O paciente tinha outras comorbidades.

Continue Lendo

Nossa Cidade

Beneficiários do programa “Alimento Solidário” devem retirar cesta básica até esta sexta-feira (05/06)

Prefeitura

Publicado

em

Se você é um beneficiário do programa “Alimento Solidário”, é bom ficar atento. A Prefeitura de Hortolândia, em parceria com o Governo Estadual, responsável pelo programa, prorrogou  a retirada das cestas básicas até sexta-feira (05/06). O programa é uma ação emergencial para distribuir cestas básicas à população em vulnerabilidade social, durante a pandemia do Coronavírus. No município, a iniciativa é coordenada pela Secretaria de Inclusão e Desenvolvimento Social

“O prazo inicial de retirada era até sábado (30/05), mas foi prorrogado já que 3.279 pessoas ainda não retiraram os alimentos. Outras 6.588 pessoas já realizaram a retirada. Quem tem o direito deve realizar a retirada, já que este é o último prazo”, explica o secretário de Inclusão e Desenvolvimento Social, Régis Athanázio Bueno.

Veja quem tem o direito de retirar as cestas básicas

O auxílio é exclusivo para famílias inscritas no Cadastro Único (CadUn) com renda per capita de até R$ 89,00. De acordo com a Secretaria de Inclusão e Desenvolvimento Social, dos 9.867 beneficiários do programa, cerca de 5.500 já retiraram a cesta básica.

O critério de seleção para definir quem recebe o benefício foi feita pelo governo estadual. Confira a lista dos beneficiários no anexo abaixo. A lista também está disponível no Diário Oficial Eletrônico e nos CRASs (Centros de Referência de Assistência Social) do município. 

A distribuição é feita das 9h às 15h. A retirada deve ser feita nos CRASs Primavera, Novo Ângulo e Amanda, HORTOFÁCIL e nos CCSs (Centros de Convivência Social) Brasil e Rosolen. Beneficiários que perderam o prazo da retirada devem entrar em contato com o CRAS da sua região.

O beneficiário deverá apresentar documento com foto para retirar a cesta. Para evitar aglomeração, haverá tendas montadas na área externa dos locais de distribuição. Equipes de cada unidade farão a organização da fila para que as pessoas mantenham distância segura umas das outras. É obrigatório o uso de máscara na hora da retirada da cesta básica.

Em caso de dúvidas ou mais informações, as pessoas podem entrar em contato na Secretaria de Inclusão e Desenvolvimento Social, nos CRASs e CCSs. Confira os números: 

Secretaria de Inclusão e Desenvolvimento Social:

3965-1400 ramais 8204, 8210 e 8220; 3965-1438 

CRAS Amanda: 3909-3642 / 3909-2140 / 99976-1602

CRAS Central: 3865-1133 / 3897-2519 / 99817-0620

CRAS Novo Ângulo: 3845-7629 / 3809-1945 / 99910-9085

CRAS Primavera: 3909-2292 / 3909-0627 / 99976-1874

CCS Rosolen: 3809-3164

CCS Brasil: 3909-1398

 

Este artigo foi enviado pela Prefeitura de Hortolandia

Continue Lendo

Nossa Cidade

Guarda Municipal registra mais um final de semana com denúncias de aglomerações e perturbação ao sossego

Prefeitura

Publicado

em

A Guarda Municipal de Hortolândia atendeu, entre a sexta-feira (29/05) e o domingo (31/05), 59 chamadas de ocorrências ligadas à perturbação de sossego e aglomeração de pessoas entre áreas públicas e privadas da cidade. De janeiro a maio deste ano, a corporação já registrou 1.231 chamadas ligadas a este tipo de delito. Os dados são da Secretaria de Segurança da Prefeitura de Hortolândia.

“Neste final de semana, tivemos uma diminuição no número de ocorrências deste tipo, se compararmos aos últimos feriados prolongados na cidade, mas o número ainda é grande. O patrulhamento das guarnições está intensificado por toda a cidade.  As pessoas precisam evitar esta ação e ajudar a prevenir a disseminação do Coronavírus, além de contribuir com a saúde deles, de seus amigos e familiares”, explica a comandante da Guarda Municipal, Michele Cardena Quinette.

Feriados tiveram desrespeito e grande número de ocorrências

Durante o feriado de comemoração dos 29 anos de emancipação política de Hortolândia, ocorrido no dia 19 de maio, foi registrado um alto número de denúncias deste tipo de ação. Do dia 15 ao dia 19, houve 69 chamadas de ocorrências, mesmo com a ação intensiva da fiscalização para manter a população em segurança e evitar a disseminação do Coronavírus na cidade.

O total de ocorrências deste tipo durante o final de semana do Dia das Mães, do dia 08 ao 10 de maio foi de 74  atendimentos relacionados ao problema. No primeiro final de semana deste mês, foram 49 ocorrências de perturbação de sossego e aglomerações.

O munícipe que flagrar essa situação pode denunciar os infratores, que podem ser levados à delegacia. Denúncias que caracterizem aglomeração de pessoas ou perturbação de sossego podem ser feitas à corporação, a qualquer hora do dia ou da noite, pelo telefone 153 ou 0800-111-580.

Orientação ao comércio durante a pandemia

Durante o final de semana, as equipes da Prefeitura também realizaram, todos os dias, a Operação de Orientação sobre o Coronavírus nos comércios. De acordo com a Secretaria de Segurança, foram orientados e fiscalizados 2.671 estabelecimentos durante a pandemia. O trabalho orientativo, para conter a disseminação do vírus, é realizado em todas as regiões de Hortolândia por uma força tarefa formada pela Guarda Municipal, pelo Setor de Fiscalização e pela Vigilância Sanitária. A operação tem-se intensificado, a cada dia. Equipes da Administração Municipal percorrem a cidade, de domingo a domingo, das 9h às 22h, desde 21 de março.

#HortolândiaSolidária #FiqueEmCasa #Coronavírus

 

Este artigo foi enviado pela Prefeitura de Hortolandia

Continue Lendo

Noticias

Publicidade

Youtube

 

PONTE DA ESPERANÇA