Connect with us
Publicidade

Nossa Cidade

Prefeitura de Hortolândia lança os programas “Afroempreendedorismo” e “SOS Racismo”, nesta quinta-feira (02/07)

Prefeitura

Publicado

em

A partir de agora, a população afrodescendente terá maior participação na economia do município. Nesta quinta-feira (02/07), a Prefeitura de Hortolândia lança o programa “Afroempreendedorismo”. O evento será on-line, às 19h, aberto ao público, que poderá acompanhar pelo aplicativo Zoom, por meio do link https://zoom.us/j/96298193518. O ID do evento é 962 9819 3518. O lançamento contará com as participações do coordenador Estadual da Reafro (Rede Brasil Afroempreendedor), Rafael Pinto, e do professor extensionista e economista do Observatório da PUC (Pontifícia Universidade Católica) Campinas, Paulo Oliveira.    

O programa foi instituído pela lei municipal 3.702, de 19 de novembro de 2019. De acordo com a secretária de Desenvolvimento Econômico, Trabalho, Turismo e Inovação, Monique Freschet, o objetivo é fomentar o afroempreendedorismo e mostrar sua importância para a economia do município. Por meio do programa, a Prefeitura já montou uma rede com 20 afroempreendedores da cidade. Dentre as ações previstas estão atividades de capacitação para o segmento. No evento de lançamento, também será apresentada uma comissão do programa, formada por seis representantes do poder público e seis representantes da sociedade civil. 

“Por meio do programa, a questão do afroempreendedorismo passa a ter mais amplitude e força, a dialogar em outro patamar. Esta é a contribuição que a Prefeitura pretende dar ao tema. Colocar à disposição dos afroempreendedores do município o braço de apoio econômico da Prefeitura para que seus negócios sejam impulsionados com as melhores práticas e no melhor ambiente de negócios. Com isso, vamos garantir mais autonomia ao afroempreendedor, aproximando-o das políticas de empregabilidade e qualificação empresarial, acesso ao crédito e preservando sua identidade, sua luta e seu lugar na sociedade. Sabemos do desafio de desconstruir séculos de prejuízos econômicos derivados de um racismo endêmico do país. Porém, a Prefeitura está pronta para fazer este debate”, destaca Monique. 

SOS RACISMO 

Durante o evento também será lançado o programa “SOS Racismo”, do Departamento de Direitos Humanos, órgão vinculado à Secretaria de Governo. O objetivo é garantir maior eficácia no atendimento e encaminhamento para a eliminação de ações discriminatórias por motivo de cor, religião ou etnia. 

O programa contará com apoio técnico e administrativo do Departamento de Direitos Humanos e Políticas Públicas para Mulheres, em parceria com o Conselho Municipal de Promoção da Igualdade Racial de Hortolândia, e será estruturado na Casa Quilombola, localizada na rua Benedito Francisco de Faria, 467, no Remanso Campineiro. O atendimento poderá ser realizado presencialmente ou por telefone (19) 3897-1126, das 9h às 15h. 

A partir do lançamento, o trabalho será realizado por um núcleo com uma equipe multidisciplinar composta por advogados da Prefeitura e da OAB (Ordem dos Advogados do Brasil) e assistentes sociais, que realizarão o acolhimento e atendimento e, se necessário, o encaminhamento para acompanhamento psicológico na rede municipal de saúde.  

No atendimento, a pessoa vítima de discriminação preenche um formulário com os dados pessoais e do fato ocorrido, que é encaminhado ao núcleo do programa e ao conselho, que farão análise e discussão do melhor caminho para solução e, após isso, é chamado para orientação. Durante todo o processo ela receberá atendimento e aconselhamento. Caso haja necessidade de um advogado, a pessoa será orientada a contratar um profissional ou a procurar a defensoria pública, por meio da OAB. 

A proposta foi trazida ao município pelo coordenador Estadual da Reafro (Rede Brasil Afroempreendedor), Rafael Pinto. Ao apresentar a experiência do SOS Racismo, que já é realizado desde 2005 pela Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo, os resultados obtidos em outras cidades estimularam a Prefeitura a implantar o programa na cidade.  

“Queremos que a pessoa que sofre a violência, principalmente, se sinta acolhida. Que ela entenda que não está sozinha e possa falar abertamente sobre o que está acontecendo, sem nenhum tipo de julgamento. Estaremos disponíveis para acompanhar e orientar para a resolução do problema”, explica o diretor do Departamento de Direitos Humanos e Políticas Públicas para Mulheres, Amarantino Jesus de Oliveira, o Tino Sampaio.

Este artigo foi enviado pela Prefeitura de Hortolandia

Receba as principais notícias direto no seu Telegram https://t.me/portalhortolandia

Nossa Cidade

Jovens que se alistaram no serviço militar devem regularizar situação

Portal Hortolândia

Publicado

em

Jovens do sexo masculino, que fizeram alistamento militar obrigatório neste ano, devem procurar a Junta Militar de Hortolândia para verificar e regularizar a situação.

O órgão da Prefeitura, que realiza atendimento presencial de segunda a sexta-feira, das 9h às 15h, fica localizado no prédio do HORTOFÁCIL, na rua Argolino de Moraes, 415, na Região Central. Outras informações podem ser obtidas pelo telefone (19) 3965-1427.

De acordo com a Secretaria de Segurança, o juramento à bandeira e a retirada das carteiras de reservista serão realizadas na quarta-feira (28/10), no Estádio Municipal Tico Breda, localizado no Complexo Poliesportivo Nelson Cancian, no Jardim Nova Hortolândia. Mais informações também podem ser obtidas pessoalmente na Junta Militar ou no telefone do órgão (veja acima).

De acordo com a Secretaria de Segurança, o alistamento militar é obrigatório para jovens do sexo masculino com 18 anos. Quem não o fizer, além de estar sujeito à multa, ficará impedido de realizar atividades como obter a carteira profissional, passaporte, registro de diploma de profissões liberais, matrícula ou inscrição para exercer qualquer função profissional e até mesmo matricular-se ou prestar exame em qualquer estabelecimento de ensino.

Receba as principais notícias direto no seu Telegram https://t.me/portalhortolandia
Continue Lendo

Nossa Cidade

Coronavírus Hortolândia: 4451 casos confirmados, 4271 curados e 156 óbitos

Redação

Publicado

em

Por

O boletim sobre coronavírus divulgado pela Secretaria de Saúde de Hortolândia, nesta quinta-feira(22) mostra que o município teve 4451 casos confirmados, 4271 curados e 156 óbitos.

Casos confirmados: 03 pacientes internados em UTI’s fora do município; 0 em enfermaria fora do município; 0 no Hospital Municipal Mário Covas; 04 em internação na Unidade Respiratória do Nova Hortolândia; 17 em isolamento domiciliar.

Casos suspeitos – aguardando exame: 05 casos internados em UTI’s fora do município; 03 em enfermaria fora do município; 0 caso no Hospital Municipal Mário Covas; 03 em internação na Unidade Respiratória do Nova Hortolândia; 194 em isolamento domiciliar.

5194 casos já foram descartados mediante resultado do exame de Covid-19.

Desde o dia 17/05, os casos de síndrome gripal sem coleta de exames estão excluídos dos boletins diários. Somente constarão no relatório, os casos em que são colhidos exames para diagnosticar pacientes contaminados pelo Coronavírus.

Receba as principais notícias direto no seu Telegram https://t.me/portalhortolandia
Continue Lendo

Nossa Cidade

Sinalização de solo na UBS do Jardim Amanda

Portal Hortolândia

Publicado

em

Mais uma etapa de reforço e implantação de sinalização de solo foi realizada pela Prefeitura de Hortolândia, na manhã desta quinta-feira (22/10). O trabalho foi concluído na avenida Brasil, no Jardim Amanda, em frente à UBS (Unidade Básica de Saúde) do bairro e no estacionamento interno da unidade de saúde.

No lado externo, a via recebeu pintura de restrição de estacionamento e permissão de estacionamento apenas para as ambulâncias. Na parte interna, foi sinalizada a proibição do estacionamento em lugares onde não há vagas para veículos.

“A iniciativa é necessária para evitar o estacionamento de veículos em locais que impeçam ou atrapalhem a saída das ambulâncias. Pedimos a colaboração dos usuários da unidade de saúde e também da população que estaciona os veículos na via próxima à UBS para respeitar a sinalização e contribuir para o fluxo das ambulâncias”, solicita o diretor de Operações da Secretaria de Mobilidade Urbana, José Eduardo Vasconcellos.

Segurança viária cresce em Hortolândia

Para salvar vidas no trânsito, a Prefeitura realiza, desde 2017, uma série de ações, que vão de atividades educativas com motoristas e pedestres, reforço na sinalização, até a implantação de radares controladores de velocidade, principal medida adotada pela Administração Municipal para a redução de mortes no trânsito da cidade. Os dispositivos começaram a funcionar em janeiro do ano passado.

Outra medida importante é a instalação de dois painéis eletrônicos com informações sobre o trânsito, nas entradas da cidade. Eles já estão em funcionamento. O objetivo é informar ao motorista sobre o fluxo do trânsito no município, além de dar avisos necessários para a boa fluidez do tráfego, cuidados e bem-estar pessoal.

Receba as principais notícias direto no seu Telegram https://t.me/portalhortolandia
Continue Lendo

Populares