Connect with us
Publicidade


Nossa Cidade

Prefeitura efetua pagamento de mais um lote de beneficiários da Lei “Aldir Blanc”

Prefeitura

Publicado

em

A Prefeitura de Hortolândia efetuou, nesta segunda-feira (30/11), o pagamento do subsídio do segundo lote de contemplados do inciso II da lei federal “Aldir Blanc”. De acordo com a Secretaria de Cultura, o subsídio foi pago para 23 beneficiários em duas parcelas. Destes, 22 receberam a primeira parcela no valor de R$ 3.000,00; e um recebeu a primeira parcela no valor de R$ 6.000,00. Outros três não receberam a parcela em virtude de pendência na documentação. Na última quinta-feira (26/11), a Prefeitura fez o pagamento do subsídio para o primeiro lote de contemplados, que foram 20.

A Secretaria de Cultura salienta que os 23 contemplados do segundo lote precisam assinar o recibo após confirmação do recebimento da primeira parcela na conta. A assinatura do recibo deve ser feita até às 16h30 desta terça-feira (01/12), na própria Secretaria, que fica no Paço Municipal, localizado na rua José Cláudio Alves dos Santos, 585, Remanso Campineiro. A lista dos contemplados do inciso II da Lei “Aldir Blanc” foi divulgada na edição Nº 1.051 do Diário Oficial Eletrônico, que pode ser acessado por meio deste LINK.

Ainda de acordo com a Secretaria de Cultura, o pagamento da segunda parcela do subsídio para os contemplados está programada para este mês. Após o pagamento da segunda parcela, os contemplados têm até 120 dias para realizar a contrapartida conforme determinada pela lei federal. A contrapartida deverá ser a realização de atividade presencial para a população ou para alunos das redes municipal ou estadual de ensino em espaços públicos ou no próprio espaço do contemplado. A atividade deverá ser comprovada. 

Os contemplados fazem parte do inciso II que, segundo a lei, contempla espaços artísticos e culturais, microempresas e pequenas empresas culturais, cooperativas, instituições e organizações culturais comunitárias, que tiveram as suas atividades interrompidas por força das medidas de isolamento social geradas pela pandemia do Coronavírus. 

A lista é resultado do Mapeamento Cultural realizado pela Secretaria de Cultura com o objetivo de reconhecer todos os participantes da cadeia produtiva que trabalham de forma direta ou indireta com cultura, realizando atividades dos mais diversos segmentos: música, teatro, dança, arte de rua, literatura, artesanato, sonorização, produção cultural, dentre outros. 

Para o inciso II, a previsão é que o município repasse R$ 310.000,00 do valor recebido e o restante para o inciso III. Conforme prevê a lei, os recursos podem ser realocados entre os incisos. Mais informações estão disponíveis no site Mapa da Cultura, http://mapadacultura.hortolandia.sp.gov.br/. 

A LEI “ALDIR BLANC” 

A Lei Federal 14.017/2020, de 29 de junho de 2020, conhecida como Lei “Aldir Blanc”, tem como objetivo central estabelecer ajuda emergencial para artistas, coletivos e empresas que atuam no setor cultural e atravessam dificuldades financeiras, durante a pandemia. 

Em homenagem ao compositor e escritor Aldir Blanc, que morreu em maio deste ano, vítima da COVID-19, o projeto vem para socorrer profissionais e espaços da área que foram obrigados a suspender seus trabalhos. A Lei determina a liberação de R$ 3 bilhões em auxílio financeiro a artistas e a estabelecimentos culturais, durante a pandemia do Coronavírus. Os recursos devem ser aplicados por estados, Distrito Federal e municípios, em renda emergencial para os trabalhadores do setor, subsídios para manutenção dos espaços culturais e instrumentos como editais e prêmios.

Este artigo foi enviado pela Prefeitura de Hortolandia

Receba as principais notícias direto no seu Telegram https://t.me/portalhortolandia

Nossa Cidade

Projeto recebe histórias de amor que serão transformadas em dança

Prefeitura

Publicado

em

Resgatar os sentimentos positivos do amor para combater o clima negativo causado pela pandemia. É com este espírito que o projeto “Recolho e danço histórias de amor” abre espaço para a participação do público. Quem quiser, pode enviar uma história romântica para o e-mail do projeto,
O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.
, até o dia 12 de fevereiro. As histórias se transformarão num espetáculo de dança. O projeto é um dos contemplados com recursos da lei federal Aldir Blanc, que oferece subsídio para artistas, coletivos e empresas artísticas do município que tiveram suas atividades paralisadas pela pandemia do Coronavírus.

A coreografia será criada pela aprendiz do curso profissionalizante de Dança, ministrado pela Prefeitura de Hortolândia, Leila Akemi de Paula Kawanishi. A aprendiz conta que sua ideia inicial era realizar o projeto na Escola de Artes “Augusto Boal”, órgão da Secretaria de Cultura, onde o curso é ministrado. 

A aprendiz explica que para participar do projeto basta enviar uma história de amor verídica que a pessoa tenha vivenciado ou presenciado. O texto deve ser escrito e não há limite de tamanho. “Vou ler as histórias, e a partir daí, vou traduzir as emoções de cada pessoa em uma coreografia de dança”, explica Leila. A aprendiz destaca ainda que as pessoas não precisam ficar receosas de se identificar. Os textos não serão publicados. “Pode ser que eu use palavras ou frases dos textos, mas não vou identificar a pessoa que escreveu”, salienta Leila. 

A coreografia deverá ter em torno de três a quatro minutos de duração. De acordo com a aprendiz, a previsão é que a coreografia seja filmada e exibida em março. A exibição será feita no canal do YouTube que a aprendiz criou para o projeto, Corpo82, cujo endereço é ESTE. O projeto também tem Facebook, acessível por este LINK, e Instagram, @corpo82lakemi.

Este artigo foi enviado pela Prefeitura de Hortolandia

Receba as principais notícias direto no seu Telegram https://t.me/portalhortolandia
Continue Lendo

Nossa Cidade

Funcionários do Samu recebem vacina contra a COVID-19 nesta segunda-feira (25/01)

Prefeitura

Publicado

em

A Prefeitura de Hortolândia continua a imunizar contra a COVID-19 os profissionais de saúde da rede pública que estão na linha de frente no combate ao Coronavírus. Nesta segunda-feira (25/01), os funcionários do Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) recebem as doses contra o vírus. 

De acordo com o coordenador do serviço no município, José Roberto Silva, a corporação conta com cerca de 100 funcionários. O coordenador ressalta também que, ao longo da pandemia, os profissionais da corporação receberam capacitações específicas para atender pacientes com suspeita ou contaminados com o vírus.

13º ANIVERSÁRIO

Este sábado (23/01) marcou o 13º aniversário do serviço na cidade. Por meio do Samu, a Prefeitura presta socorro mais ágil à população, em casos de acidentes ou mal súbito. Em 2020, de acordo com o coordenador José Roberto Silva, o serviço realizou 13.021 atendimentos e recebeu 30.029 chamadas telefônicas. 

Para prestar um atendimento ainda mais eficiente para a população, o serviço recebeu equipamentos e melhorias técnicas em sua estrutura. Ao longo do último ano, os funcionários ganharam novos uniformes. Dentre os novos equipamentos estão desfibriladores (para uso em caso de paciente em parada cardiorrespiratória); oxímetros de pulso portáteis, para aferir a oxigenação do sangue; e respirador. O prédio do serviço recebeu melhoria em sua sala de regulação médica. Outra importante melhoria foi a adequação do sistema de rádio. Atualmente, o serviço conta com três ambulâncias de suporte básico, uma de suporte avançado, duas motos e mais viaturas de reserva.

Os profissionais do serviço também passaram recentemente por atividades de capacitação. “Uma delas foi para capacitar os socorristas no atendimento de ocorrências em que as vítimas estão presas em ferragens”, destaca o coordenador José Roberto Silva.

Este artigo foi enviado pela Prefeitura de Hortolandia

Receba as principais notícias direto no seu Telegram https://t.me/portalhortolandia
Continue Lendo

Nossa Cidade

Avenida Santana ganha semáforo para acesso ao bairro Chácaras Acaray

Prefeitura

Publicado

em

O acesso ao bairro Chácaras Acaray, localizado no cruzamento da Avenida Santana com a Rua Romualdo Ferreira da Silva, no Jardim Amanda I, próximo a um posto de gasolina, ficará mais fácil e seguro, a partir de agora. A Prefeitura de Hortolândia implanta semáforo no local. Os trabalhos, iniciados na última sexta-feira (22/01), devem estar concluídos ainda nesta semana.

Nesta segunda-feira (25/01), técnicos da Secretaria de Mobilidade Urbana trabalham na implantação de duas colunas, bem como no ajuste da placa de sinalização, após remoção da coluna que havia no local. A equipe também dá suporte ao serviço de poda de uma árvore existente na mesma área, no canteiro central da avenida, uma das mais movimentadas de Hortolândia.

Segundo o diretor de Operações, José Eduardo Vasconcellos, após a implantação das colunas e a pintura de solo, o semáforo estará pronto para entrar em funcionamento, aguardando liberação para ser ligado e começar a disciplinar o trânsito na região. Dados da Secretaria mostram que circularam pela Avenida Santana, na primeira quinzena de deste mês, 11.727, diariamente, no sentido bairro-centro, e 13.295, no sentido centro-bairro.

Este artigo foi enviado pela Prefeitura de Hortolandia

Receba as principais notícias direto no seu Telegram https://t.me/portalhortolandia
Continue Lendo

Populares