Connect with us
Publicidade

Nossa Cidade

Prefeitura forma mais 100 pessoas no curso de Libras

Prefeitura

Publicado

em

Mais de 100 formandos receberam, na noite desta segunda-feira (09/12), o certificado de conclusão do Curso de Formação Continuada em Libras (Língua Brasileira de Sinais), promovido pela Prefeitura de Hortolândia. Mais que a entrega de diplomas, a cerimônia marcou também a celebração pela décima edição do curso, realizado gratuitamente pela Secretaria de Educação, Ciência e Tecnologia, de modo a beneficiar profissionais da educação municipal e também membros da comunidade. As secretárias Sandra Fagundes Freire (titular) e Roberta Morais Diniz (adjunta); a diretora Maybe Letícia Lordano de Freitas (Educação Básica) e a coordenadora da Educação Especial e Inclusiva, Regina Célia Dias A. Shigemoto, participaram do evento, que aconteceu no auditório Profa. Andreia M. Borelli, no Remanso Campineiro.

“Não é apenas mais uma formação. São 120 pessoas que estão valorizando e participando da emancipação da vida de muitos cidadãos de Hortolândia. Então, nesse sentido, queremos parabenizar cada um de vocês, que estão se formando hoje e acreditam neste trabalho, nesta formação e têm a disponibilidade para contribuir com a nossa sociedade”, ressaltou a secretária Sandra Fagundes Freire, anunciando a abertura de novas turmas do curso para 2020, tanto para servidores municipais, quanto para a sociedade em geral.

Durante a cerimônia, a coordenadora da Educação Especial e Inclusiva, Regina Célia Dias A. Shigemoto, relembrou os primeiros tempos da formação, disponibilizada pelo município. “Já são 10 anos de curso de Libras. Inicialmente, foi um curso de poucas horas e com poucas pessoas. Atualmente, temos dois cursos de 120h, destinado aos profissionais de Educação e outro para a comunidade e outros serviços da Prefeitura. Cada ano fica melhor e mais pessoas querem participar. Temos em torno de 800 a 1000 inscritos para os dois cursos, com 120 vagas”, afirmou ela, acrescentando. “O curso que oferecemos na cidade é reconhecido em toda a região, pois a carga horária é maior, tendo mais atividades e oficinas. Os especialistas que ministram são sempre reconhecidos pelo MEC (Ministério da Educação) e o grande diferencial é que buscamos valorizar não só a Libras, mas toda a cultura, a questão sintática e a semântica. Outro ponto que destacamos é que temos duas turmas, uma com professores da rede, onde exploramos o viés educativo, e outra turma com pessoas da comunidade, que trabalham no Fórum, em unidades de saúde, em comércios, bancos e exploramos um viés de relacionamento. Quanto mais pessoas pudermos formar, melhor e mais inclusiva será a vida dos surdos na sociedade”, ressaltou Regina.

“Este ano, nosso curso está completando 10 anos de existência na Prefeitura. É o primeiro e o único no país que englobou toda esta população, muito antes de a Libras ter toda a visibilidade que tem hoje. É um curso para iniciantes, é a base para o aluno ir buscar outros conhecimentos, até uma pós-graduação. Mas permite a comunicação com os surdos. Se o surdo chegar numa repartição pública, vai se sentir acolhido, que ele pode se comunicar com as pessoas. Todos aos anos trago um representante da comunidade surda para estar comigo, um surdo que tem domínio de Libras para agregar conhecimento e para os alunos conhecerem o que acontece de verdade”, comentou a professora Elaine Aparecida da Silva.

Entre os formandos estava a psicóloga Elisabeth Felipe de Aquino, que atua profissionalmente e mora em Sumaré. “Fazer este curso em Hortolândia foi um presente. Lá em Sumaré não temos a oportunidade de fazer a Libras. Tem uma instituição que oferece, mas abre poucas vagas. Eu acho que é de extrema importância representar a Psicologia neste lugar e ampliar este olhar. Quando a gente fala em uma pessoa surda, fala também de uma comunidade, porque ela vive em sociedade e precisa ter acesso. Não só de ser incluso, mas saber que esta é uma língua e é necessário respeito e a interação deste sujeito no meio, que todos possam ter acesso a esta forma de falar”, ressaltou Elisabeth.

Para melhorar a atuação profissional, a nutricionista Kelly Cristina Henrique da Silva Gonçalves, que mora em Hortolândia e trabalha no setor privado, decidiu fazer o cursos de Libras. “Muitas empresas onde o grupo em que eu trabalho atua tem surdos e, às vezes, eles perguntam e a gente não consegue atender. Querem ser bem atendidos e saber coisas sobre nutrição. Por esta necessidade, resolvi que eu deveria me incluir no mundo deles. Por isso, busquei a Libras para me inteirar a atender este público”, argumentou a profissional. 

“Este curso torna a gente mais humana. A gente vê a dificuldade do surdo na sociedade, como sofre por ter uma invisibilidade social, por serem deixados de lado. Este curso me ajuda por me dar mais um 

pouco de segurança para me comunicar com eles e ajudá-los a ter uma vida mais digna, porque parece que vivem num mundo paralelo”, destacou Sandra Ap. Gomes Benedito, profissional da educação na Emef Salvador Zacarias Pereira Jr, no Jd. Novo Ângulo.

Este artigo foi enviado pela Prefeitura de Hortolandia

Receba as principais notícias direto no seu Telegram https://t.me/portalhortolandia

Nossa Cidade

Coronavírus Hortolândia: 4505 casos confirmados, 4328 curados e 156 óbitos

Redação

Publicado

em

Por

O boletim sobre coronavírus divulgado pela Secretaria de Saúde de Hortolândia, nesta terca-feira(28) mostra que o município teve 4505 casos confirmados, 4328 curados e 156 óbitos.

Casos confirmados: 04 pacientes internados em UTI’s fora do município; 1 em enfermaria fora do município; 0 no Hospital Municipal Mário Covas; 03 em internação na Unidade Respiratória do Nova Hortolândia; 13 em isolamento domiciliar.

Casos suspeitos – aguardando exame: 03 casos internados em UTI’s fora do município; 04 em enfermaria fora do município; 1 caso na UTI do Hospital Municipal Mário Covas; 08 em internação na Unidade Respiratória do Nova Hortolândia; 170 em isolamento domiciliar.

5369 casos já foram descartados mediante resultado do exame de Covid-19.

Desde o dia 17/05, os casos de síndrome gripal sem coleta de exames estão excluídos dos boletins diários. Somente constarão no relatório, os casos em que são colhidos exames para diagnosticar pacientes contaminados pelo Coronavírus.

Receba as principais notícias direto no seu Telegram https://t.me/portalhortolandia
Continue Lendo

Nossa Cidade

Remanso e Primavera recebem sinalização de solo

Portal Hortolândia

Publicado

em

A Prefeitura de Hortolândia realiza, diariamente, ações para a melhoria da segurança viária na cidade. Nesta terça-feira (27/10), uma nova etapa do trabalho de reforço e implantação de sinalização de solo, além de colocação de lombada, foi realizada na rua José Agostinho, no cruzamento com a rua Bernadino de Almeida, no bairro Remanso Campineiro, e na rua Calicarpas, no Jardim Primavera. Em cada via foi implantada uma lombada com pintura. Além disso, a sinalização das faixas duplas amarelas contínuas das ruas foram reforçadas, assim como a legenda “PARE”.

“ O trabalho da Secretaria de Mobilidade Urbana continua em outros locais nos próximos dias, uma vez que é realizado diariamente em diversas regiões da cidade. Precisamos da colaboração de todos para que circulem nos limites corretos de velocidade de cada via da cidade e respeitem as leis de trânsito”, solicita o diretor de Operações da Secretaria de Mobilidade Urbana, José Eduardo Vasconcellos.

Segurança viária cresce em Hortolândia
Para salvar vidas no trânsito, a Prefeitura realiza, desde 2017, uma série de ações, que vão de atividades educativas com motoristas e pedestres, reforço na sinalização, até a implantação de radares controladores de velocidade, principal medida adotada pela Administração Municipal para a redução de mortes no trânsito da cidade. Os dispositivos começaram a funcionar em janeiro do ano passado.

Outra medida importante é a instalação de dois painéis eletrônicos com informações sobre o trânsito, nas entradas da cidade. Eles já estão em funcionamento. O objetivo é informar ao motorista sobre o fluxo do trânsito no município, além de dar avisos necessários para a boa fluidez do tráfego, cuidados e bem-estar pessoal.

Receba as principais notícias direto no seu Telegram https://t.me/portalhortolandia
Continue Lendo

Nossa Cidade

Campanhas de vacinação contra a Poliomielite e de multivacinação terminam nesta quinta-feira (29/10)

Portal Hortolândia

Publicado

em

Se você tem crianças e adolescentes, é bom ficar atento! As campanhas de vacinação contra a Poliomielite e de multivacinação realizadas pela Prefeitura de Hortolândia terminam nesta quinta-feira (29/10), em razão do feriado do Dia do Servidor Público, transferido do dia 28 para o dia 30 deste mês. As vacinas estão disponíveis nas UBSs (Unidades Básicas de Saúde) da cidade (Vide abaixo o horário de funcionamento de cada uma). A campanha de vacinação contra a Poliomielite é para crianças de 1 a 4 anos. Até o momento, de acordo com a Vigilância Epidemiológica da Secretaria de Saúde, o município já imunizou 4.345 crianças. Conforme dados deste ano do PNI (Programa Nacional de Imunização) do Ministério da Saúde, a cobertura está em 38%. A população estimada de crianças de 1 a 4 anos do município é de 11.264.

Junto com a vacinação contra a Poliomielite, a Prefeitura realiza a campanha de multivacinação para atualizar a carteira de vacinas de crianças e adolescentes com idade inferior a 15 anos. De acordo com a Secretaria de Saúde, 1.442 crianças com idade inferior a 1 ano já compareceram à campanha, destas 594 tomaram as vacinas que estavam desatualizadas ou faltantes na carteira. Já da faixa etária de 5 a 14 anos de idade, 2.644 crianças e adolescentes compareceram à campanha, destas 1.466 tomaram as vacinas faltantes na carteira ou desatualizadas.

A Secretaria de Saúde ressalta que as campanhas têm como objetivo aumentar a cobertura vacinal de crianças e adolescentes do município, que neste ano está baixa em razão da pandemia do Coronavírus.

Para quem tem receio de levar crianças e adolescentes para tomar a vacina, a Prefeitura de Hortolândia esclarece que as UBSs seguem os protocolos sanitários, a fim de evitar a disseminação do Coronavírus. Dentre as medidas adotadas está manter o distanciamento de dois metros na fila entre as pessoas.

Ainda na fila será feita a triagem de pacientes sintomáticos respiratórios. Ao ser constatada a presença destes pacientes, os mesmos não receberão a vacina e serão encaminhados para a Unidade Respiratória, montada anexa à UPA-24h (Unidade de Pronto Atendimento) Nova Hortolândia, para avaliação médica.

Os funcionários das UBSs estão vestidos com EPIs (Equipamentos de Proteção Individual). Eles também intensificam as medidas de higienização, tais como lavagem de mãos e utilização de álcool em gel.

Em virtude de a UBS Nova Hortolândia estar ocupada com a Unidade Respiratória, os moradores desta região devem levar suas crianças e adolescentes para receberem as vacinas na Emeief (Escola Municipal de Educação Infantil e Ensino Fundamental) “João Carlos do Amaral Soares”, localizada na rua José Martim dos Anjos, 55. O horário é de segunda a sexta-feira, das 7h às 16h30.

Confira a lista das UBSs onde estão disponíveis as vacinas:  

UBSHorário
Adelaide 7h às 16h
Campos Verdes 7h às 16h
Nova Europa 7h às 16h
Orestes Ôngaro 7h às 16h
Santa Esmeralda 7h às 16h
Santiago 7h às 16h
São Bento 7h às 16h
São Jorge 7h às 16h
Taquara Branca 7h às 16h
Amanda I 7h às 16h
Amanda II 7h às 16h
Figueiras 7h às 16h
Parque do Horto 7h às 16h
Emeief João Carlos do Amaral Soares 7h às 16h30
Novo Ângulo 7h às 17h
Rosolen 7h às 18h
Santa Clara 7h às 18h
Receba as principais notícias direto no seu Telegram https://t.me/portalhortolandia
Continue Lendo

Populares