Connect with us

Nossa Cidade

Prefeitura oferece formação a agentes que atuarão na Educação Integral

Prefeitura

Publicado

em

 

Agentes educacionais que integram o Programa de Educação Integral, promovido pela Prefeitura de Hortolândia, passaram por formação nesta semana, preparatória para as atividades deste segundo semestre letivo. Desde segunda-feira (29/07), os 57 educadores participam de cursos teóricos que embasarão as atividades a serem realizadas nas estações de vivência dos quatro eixos do programa: Orientação de Estudos (Português e Matemática); Linguagens Artísticas; Recreação, Esportes e Lazer; e Viva Mais: protagonismo. A formação se encerrou, nesta quinta-feira (01/08), com a etapa prática da formação, no CFPF (Centro de Formação dos Profissionais em Educação) “Paulo Freire”, no Remanso Campineiro.

Desde a convocação, após chamada pública, os educadores participam de formações, promovidas pela Secretaria de Educação, Ciência e Tecnologia. Embora a maioria seja de estudantes de Pedagogia, há no grupo artistas e profissionais com outras formações, tais como nutricionistas, farmacêuticos e administradores. Além de alinhar com eles o foco da Educação Integral, as formações visam oferecer ao grupo referências de estudos e propostas de ferramentas didáticas para uso com os alunos.

Na formação desta quinta, no eixo “Viva Mais: protagonismo”, a coordenadora pedagógica Sonarli Gomes abordou “O Valor das Palavras: estratégias de ensino” aos 21 educadores participantes. “Oferecemos, em todas as formações, textos ou recursos do dia a dia, materiais com sugestões para que construam atividades a partir dessas dicas. Passamos a teoria e como pô-la em prática. Aqui, no eixo do Protagonismo, por exemplo, trabalhamos a autoestima, valores sociais, ético-morais, a leitura de diversos gêneros literários que trabalham ideia de gostar de si mesmo, de viver, de estar com o outro, de desenvolvimento humano”, afirma a coordenadora.

De acordo com o Departamento de Educação Integral, as estações de vivência, com a participação dos alunos, serão retomadas na segunda-feira (05/08). “Iniciamos o segundo semestre já com uma boa formação para os agentes educacionais e professores da nossa educação integral. Participamos também de um seminário de educação integral na Unicamp, onde pudemos compartilhar as experiências e o histórico da educação integral em Hortolândia, com os projetos sempre valorizando a qualidade de vida e a escola que está inserida numa comunidade, tem uma boa relação com esta comunidade e tem um trablaho pedagógico que ultrapassa os muros da escola. Desejamos um bom semestre a todos, que nós possamos concretizar tudo aquilo que foi planejado, primando, cada dia mais, pela qualidade da educação das nossas crianças para que elas aprendam mais e, acima de tudo, estudem numa escola que tenha alegria e a pauta da qualidade de vida no seu dia a dia”, ressalta a secretária de Educação, Ciência e Tecnologia, Sandra Fagundes Freire.

Educação Integral

Em Hortolândia, a Educação Integral já chegou a 21 das 28 escolas de Ensino Fundamental, atendendo 3.900 estudantes municipais que permanecem o dia todo na escola em atividades no contraturno. Lá eles desenvolvem atividades de dança, música e projetos de estudo e pesquisa, no período oposto ao das aulas regulares, nas chamadas estações de vivência.

A meta da Prefeitura é, até 2020, levar a Educação Integral a 6.000 estudantes da rede municipal. O programa foi criado pelo governo Angelo Perugini, em 2011 e retomado em 2017. As estações de vivência atuam em quatro áreas: linguagens artísticas; recreação e lazer; protagonismo juvenil; e orientação de estudos.

O programa de Educação Integral integra as ações do PIC (Programa de Incentivo ao Crescimento), idealizado para promover o desenvolvimento da cidade em termos urbanos, ambientais, sociais e humanos nos próximos 30 anos. As ações do programa são realizadas por meio de parcerias da Prefeitura com o setor privado, os governos estadual e federal.

 

Programa Escola de Educação Integral:

Escolas participantes

1. EMEB Jd. Interlagos

2. EMEF Viva Mais

3. EMEF Patrícia Maria Capelato Basso

4. EMEF Dayla Cristina Souza de Amorim

5. EMEB Josias da Silva Macedo

6. EMEF Armelinda Espúrio da Silva

7. EMEF Dona Ana Bodini Januário

8. EMEF Jardim Primavera

9. EMEF João Calixto

10. EMEF José Roque de Moura

11. EMEF Nicolas Thiago dos Santos Lofrani

12. EMEF Profª Lilian Cristiane Martins de Araújo

13. EMEF Profª Maria Célia Cabral Amaral

14. EMEF Renato Costa Lima

15. EMEF Villagio Ghiraldelli

16. EMEF Caio Fernandes Gomes Pereira

17. EMEF Tarsila do Amaral

18. EMEF Taquara Branca Agenor Miranda da Silva

19. EMEF Marleciene Priscila Presta Bonfim

20. EMEF Prof. Cláudio Roberto Marques

21. EMEF Helena Futava Takahashi

 

Este artigo foi enviado pela Prefeitura de Hortolandia

Nossa Cidade

Prefeitura fará limpeza do lago do Parque Remanso das Águas

Prefeitura

Publicado

em

A Prefeitura de Hortolândia concluiu a licitação para o serviço de desassoreamento da lagoa de contenção de enchentes do Parque Remanso das Águas, localizado na região do Jd. Carmem Cristina. A obra, que começará nas próximas semanas vai melhorar a condição ambiental do parque e garantir mais qualidade de vida aos moradores. A ação faz parte do PIC (Programa de Incentivo ao Crescimento), implantado pela Prefeitura estimular o desenvolvimento urbano, ambiental, social e humano para que Hortolândia cresça com planejamento e sustentabilidade nos próximos 30 anos.

Durante o desassoreamento, a camada vegetal que se formou sobre a água da lagoa de contenção será removida. De acordo com a Secretaria de Obras, a estimativa é de que o material a ser retirado corresponda a uma área de 44.470,00 metros quadrados. Além disso, o fundo do lago será limpo, com a remoção de areia e outros resíduos que reduzem a capacidade de armazenamento do reservatório. A estimativa é que sejam removidos do fundo do lago aproximadamente 95.979,00 metros cúbicos de detritos.

O reservatório de contenção de enchentes do Parque Remanso das Águas tem capacidade de armazenamento para até 840 milhões de litros de água. Quando chove muito e este volume excede e, por meio de um extravasor, a água é direcionada ao Ribeirão Jacuba, porém, num volume menor do que o da enxurrada. Isso evita alagamentos na região central da cidade. O mesmo método é usado no Parque Lago da Fé, onde as duas lagoas de contenção de enchentes funcionam como reservatórios em dias de chuva forte.

Além do desassoreamento do lago do Parque Remanso das Águas, a Prefeitura prepara a licitação para a limpeza do lago que fica embaixo da Ponte da Esperança (estaiada), na região entre o Jd. Santa Rita de Cássia e Jd. Novo Ângulo. Além da limpeza da camada vegetal e dos detritos depositados no fundo da água, este lago terá seu entorno urbanizado, com a implantação de equipamentos públicos de lazer, como pista de caminhada, ciclovia e academia ao ar livre. A licitação será publicada no próximo mês e o sevriço acontece neste ano.

PIC

O desassoreamento do lago do Parque Remanso das Águas faz parte do PIC. O programa prevê mais de 100 obras e serviços, em diversas áreas. Para a realização destas intervenções, a Prefeitura conta com apoio da iniciativa privada, dos governos estadual e federal, sendo que a principal fonte de recursos é um financiamento junto ao banco internacional CAF.

Este artigo foi enviado pela Prefeitura de Hortolandia

Continue Lendo

Nossa Cidade

Carnaval: Para manter trânsito seguro, bebida e direção não combinam

Prefeitura

Publicado

em

 

O feriado prolongado de Carnaval chegou e a Prefeitura de Hortolândia, por meio da Secretaria de Mobilidade Urbana, continua as ações de segurança viária para preservar a vida da população. Em um ano, as medidas da Administração ajudaram a reduzir, quase pela metade, o número de mortes em acidentes de trânsito nas vias municipais e estradas que cortam Hortolândia.

“Nossos agentes realizam fiscalização e outras medidas como palestras educativas em escolas e empresas. A instalação dos radares também foi um ponto importante para diminuir o número de óbitos por acidentes de trânsito. Mas para mantermos um trânsito seguro, o mais importante é que os condutores respeitem as leis de trânsito e os limites de velocidade. O feriado é prolongado e a atenção deve ser redobrada ao dirigir. E sempre é bom lembrar que nunca se deve conduzir nenhum veículo automotor sob efeito de bebida alcoólica”, alerta o secretário de Mobilidade Urbana, Atílio André Pereira.

De janeiro a dezembro de 2019, foram contabilizados 19 óbitos em acidentes de trânsito, somando as ruas e avenidas do município com as rodovias que passam pela cidade. Já em 2018, no mesmo período, foram registradas 31 mortes. Os dados são do Sistema de Informações de Acidentes de Trânsito (Infosiga-SP), do Governo do Estado. Além disso, 2019 foi o ano mais seguros no trânsito de Hortolândia, desde 2015. 

SALVANDO VIDAS

Para salvar vidas no trânsito, a Prefeitura realiza uma série de ações, que vão de atividades educativas com motoristas e pedestres, reforço na sinalização, até a implantação dos radares controladores de velocidade, principal ação da Administração para diminuir os acidentes de trânsito com mortes na cidade. Os dispositivos começaram a funcionar em janeiro de 2019. 

PIC

As ações de segurança viária em Hortolândia integram o PIC (Programa de Incentivo ao Crescimento), conjunto de mais de 100 obras e serviços que a Administração Municipal realiza para reestruturar o sistema viário, modernizar a cidade, gerar emprego e renda, com sustentabilidade e planejamento.

 

Este artigo foi enviado pela Prefeitura de Hortolandia

Continue Lendo

Nossa Cidade

Hortolândia volta a gerar emprego e renda com a chegada de novas empresas

Prefeitura

Publicado

em

Hortolândia continua a mostrar sinais de que a retomada do crescimento econômico segue a todo vapor. Novas empresas chegam à cidade e empreendimentos que já estão no município investem na ampliação dos seus negócios. A Prefeitura estima que, neste ano, deverão ser criados cerca de 650 empregos por empresas em fase de instalação na cidade. De acordo com a Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Trabalho, Turismo e Inovação, estas novas oportunidades de emprego são de empresas dos setores de tecnologia, embalagem e atacado. 

A conquista de novas empresas para a cidade, com geração de emprego e renda, é uma das prioridades da Prefeitura por meio do PIC (Programa de Incentivo ao Crescimento), que realiza obras e serviços por meio de parcerias com a iniciativa privada, governos estadual e federal. O objetivo é incentivar o desenvolvimento urbano, ambiental, social e humano para que Hortolândia cresça com planejamento e sustentabilidade nos próximos 30 anos. Dentre as novas empresas que chegam à cidade estão Odata (tecnologia), Embalixo (fabricante de embalagens) e Assaí Atacadista (comércio atacadista).

Para atrair novas empresas, a Prefeitura oferece benefícios por meio do Proemph (Programa Municipal de Incentivo Empresarial de Hortolândia). “A Prefeitura atende e acompanha a instalação dos novos investimentos, do início ao fim, garantindo que tudo ocorra dentro do prazo planejado pelas empresas. Ao oferecer incentivos fiscais, intermediação de mão de obra qualificada, vantagem logística, monitoramento da emissão de licenças municipais e estaduais, alvará de construção, entre outras necessidades, a cidade é destaque na região”, destaca a secretária de Desenvolvimento Econômico, Trabalho, Turismo e Inovação, Monique Freschet.

Hortolândia também oferece boa localização, perto das principais rodovias do Estado (Bandeirantes e Anhanguera) e do aeroporto de Viracopos. Além disso, a cidade tem quase 100% de esgoto coletado e tratado, 98% das vias com asfalto, 100% de abastecimento de água, conta com hospitais, parques socioambientais, escolas, universidades, biblioteca, bares, hotéis e restaurantes, garantindo qualidade de vida a seus habitantes.

O trabalho que a Prefeitura tem realizado para atrair novas empresas tem dado resultado. De acordo com Monique, nos últimos três anos (2017 a 2019), a Prefeitura atraiu investimentos de mais de 10 empresas, totalizando 1.446 empregos diretos. “Com a conclusão das obras do PIC, teremos uma infraestrutura ainda melhor para oferecer aos investidores, garantindo mais emprego e renda para a cidade”, observa a secretária.

Entre as obras previstas pelo PIC estão: abertura de novas ruas, avenidas e construção de pontes para facilitar o deslocamento dentro da cidade, implantação de lâmpadas de LED em todas as ruas da cidade, cinco novos parques ambientais, ampliação do número de câmeras de videomonitoramento para garantir mais segurança, reforma do hospital municipal, dentre outras.

FUTURO POSITIVO

As perspectivas para o próximo ano também são positivas com o início de funcionamento de novas empresas no município, entre elas a Biomin, que atua no segmento de nutrição animal. Ainda de acordo com a Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Trabalho, Turismo e Inovação, “novas empresas estão chegando e vão gerar mais emprego e renda”. 

Monique salienta também que a Prefeitura trabalha para garantir que as empresas já instaladas na cidade façam mais investimentos. De acordo com a estimativa da Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Trabalho, Turismo e Inovação, estas empresas devem criar, neste ano, cerca de 60 novos empregos em decorrência da ampliação de suas estruturas, outro sinal da retomada do desenvolvimento econômico da cidade. Já para 2021, a estimativa é que as empresas instaladas na cidade criem 220 vagas de emprego por meio da ampliação dos empreendimentos.

CAGED

Outro sinal que mostra a retomada do crescimento econômico de Hortolândia são os dados de 2019 do CAGED (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados), do Ministério da Economia. O município fechou o ano passado com saldo positivo de 823 empregos.

Este número representa crescimento quase 12 vezes maior do que em 2018, quando a cidade teve saldo de 74 empregos. De acordo com a Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Trabalho, Turismo e Inovação, mais uma vez, o setor econômico que mais empregou na cidade foi o de serviços, com saldo de 699 vagas criadas no ano passado. O saldo de 2019 é o maior desde 2012, quando a cidade registrou saldo de 707 empregos. 

A retomada do crescimento econômico de Hortolândia é também destaque na grande mídia nacional. O município está no ranking anual “Melhores cidades para fazer negócios – Edição 2019”, elaborado pela empresa Urban Systems para a Revista Exame. No ranking que lista as 100 melhores cidades do país para se investir, Hortolândia ficou na 59ª posição, o que representa um crescimento expressivo. No ranking de 2018, a cidade ficou na 90ª posição.

PREPARAÇÃO DE MÃO DE OBRA

Para preparar os moradores da cidade para as novas vagas de emprego  oferecidas pelas novas empresas, a Prefeitura investe na formação dos trabalhadores com a oferta de cursos gratuitos de qualificação profissional.

Este artigo foi enviado pela Prefeitura de Hortolandia

Continue Lendo



Max Milhas