Connect with us
Publicidade


Nossa Cidade

Prefeitura promove palestra sobre inclusão de deficientes no mercado

Prefeitura

Publicado

em

 

Publicidade

“Inclusão da Pessoa com Deficiência (PCD) no Mercado de Trabalho” é o tema da palestra que a Prefeitura de Hortolândia promove, nesta segunda-feira (27/05), no CCMI (Centro de Convivência da Melhor Idade) Remanso Campineiro, localizado na R. Euclides Pires de Assis, 200, na Região Central. O evento, aberto ao público, começa às 9h. Não é necessário fazer inscrição. O tema será abordado pela representante da Fundação Down, Aline Ferreira, bacharel em Administração, com pós-graduação em Politicas Públicas em Projeto Social. A iniciativa do Departamento de Direitos Humanos e Políticas Públicas para Mulheres da Secretaria de Governo faz parte da programação alusiva aos 28 anos de emancipação de Hortolândia, celebrado no dia 19 deste mês.

Segundo os organizadores, o evento tem como objetivo sensibilizar instituições parceiras, empresas, cuidadores e a própria pessoa com deficiência de que há vagas disponíveis para o PCD que queira se inserir no mercado de trabalho, bem como mostrar que esta inclusão não deve ser somente para o cumprimento de cotas.

“O PCD pode ser incluído no quadro de funcionários da empresa como colaborador e seu desempenho pode contribuir muito para com a empresa. Em contrapartida, a empresa pode contar com mão de obra qualificada e deve ter a sensibilidade de que a pessoa com deficiência não é um número a ser preenchido para atender a legislação, mas um trabalhador que quer ser útil e contribuir para o desenvolvimento de sua empresa”, afirma o diretor do Departamento de Direitos Humanos e Políticas Públicas para Mulheres, Amarantino Jesus de Oliveira, o Tino Sampaio.

Outro ponto a ser abordado no evento é o BCP (Benefício de Prestação Continuada), do governo federal, sobre o qual os beneficiários têm dúvidas, o que por vezes desestimula a pessoa com deficiência a buscar trabalho com receio de perder o benefício e, caso seja demitida, não o consiga reaver. 

Confira a programação:

9h Abertura

9h20 – Falas das Autoridades

9h40 – Palestra da Fundação Down com tema: Inclusão do PCD no mercado de Trabalho

10h30- Falas breves de empresas e entidades parceiras

11h – Encaminhamento para os balcões de serviços (Sebrae, PAT, Banco do Povo, Casa do Empreendedor, CIER, CIEE, CADEF, Patrulheiros, entre outros)

 

SERVIÇO:

Palestra “Inclusão da Pessoa com Deficiência (PCD) no Mercado de Trabalho”

Data: 27/05/2019, segunda-feira

Hora: 9h

Local: CCMI Remanso Campineiro

R. Euclides Pires de Assis, 200, Remanso Campineiro

Este artigo foi enviado pela Prefeitura de Hortolandia

Receba as principais notícias direto no seu Telegram https://t.me/portalhortolandia

Nossa Cidade

Prefeitura de Hortolândia faz pagamento da 1ª parcela para beneficiários do inciso II da Lei “Aldir Blanc”

Prefeitura

Publicado

em

A Prefeitura de Hortolândia inicia, nesta quinta-feira (26/11), o pagamento do subsídio para os contemplados do inciso II da lei federal “Aldir Blanc”. De acordo com a Secretaria de Cultura, o subsídio será pago para 21 contemplados em duas parcelas. Destes, 17 recebem a primeira parcela no valor de R$ 3.000,00; e quatro recebem a primeira parcela no valor de R$ 6.000,00.

Publicidade

A Secretaria de Cultura salienta que os contemplados precisam assinar o recibo após confirmação do recebimento da primeira parcela na conta. A assinatura do recibo deve ser feita até às 16h30 desta sexta-feira (27/11) na própria Secretaria, que fica no Paço Municipal, localizado na rua José Cláudio Alves dos Santos, 585, Remanso Campineiro. Os demais 25 contemplados receberão o subsídio na próxima segunda-feira (30/11). A lista dos contemplados do inciso II da Lei “Aldir Blanc” foi divulgada na edição Nº 1.051 do Diário Oficial Eletrônico, que pode ser acessado por meio deste LINK.

Os contemplados fazem parte do inciso II que, segundo a lei, contempla espaços artísticos e culturais, microempresas e pequenas empresas culturais, cooperativas, instituições e organizações culturais comunitárias, que tiveram as suas atividades interrompidas por força das medidas de isolamento social geradas pela pandemia do Coronavírus. 

A lista é resultado do Mapeamento Cultural realizado pela Secretaria de Cultura com o objetivo de reconhecer todos os participantes da cadeia produtiva que trabalham de forma direta ou indireta com cultura, realizando atividades dos mais diversos segmentos: música, teatro, dança, arte de rua, literatura, artesanato, sonorização, produção cultural, dentre outros. 

Para o inciso II, a previsão é que o município repasse R$ 310.000,00 do valor recebido e o restante para o inciso III. Conforme prevê a lei, os recursos podem ser realocados entre os incisos. Mais informações estão disponíveis no site Mapa da Cultura, http://mapadacultura.hortolandia.sp.gov.br/.

“Depois de meses de intensas mobilizações e de muito trabalho, é com muita satisfação que realizamos o pagamento da primeira parcela para as pessoas que entregaram a documentação do inciso II da Lei ‘Aldir Blanc’. Sem dúvida, é um investimento importante que a Prefeitura realiza para atenuar os impactos provocados pela pandemia nos campos artístico e cultural”, destaca a secretária de Cultura, Alessandra Amora Barchini.

A LEI “ALDIR BLANC” 

A Lei Federal 14.017/2020, de 29 de junho de 2020, conhecida como Lei “Aldir Blanc”, tem como objetivo central estabelecer ajuda emergencial para artistas, coletivos e empresas que atuam no setor cultural e atravessam dificuldades financeiras, durante a pandemia. 

Em homenagem ao compositor e escritor Aldir Blanc, que morreu em maio deste ano, vítima da COVID-19, o projeto vem para socorrer profissionais e espaços da área que foram obrigados a suspender seus trabalhos. A Lei determina a liberação de R$ 3 bilhões em auxílio financeiro a artistas e a estabelecimentos culturais, durante a pandemia do Coronavírus. Os recursos devem ser aplicados por estados, Distrito Federal e municípios, em renda emergencial para os trabalhadores do setor, subsídios para manutenção dos espaços culturais e instrumentos como editais e prêmios.

Este artigo foi enviado pela Prefeitura de Hortolandia

Receba as principais notícias direto no seu Telegram https://t.me/portalhortolandia
Continue Lendo

Nossa Cidade

Estação Cidadania será oficialmente inaugurada, segunda-feira (30/11), com presença do ministro Onyx Lorenzoni

Prefeitura

Publicado

em

A cerimônia oficial de inauguração da “Estação Cidadania de Esportes – Deputado Luiz Lauro Filho”, obra entregue pela Prefeitura de Hortolândia no Jardim Amanda, será nesta segunda-feira (30/11), às 8h30, em evento restrito para autoridades, e com a presença do Ministro da Cidadania do Governo Federal, Onyx Lorenzoni. O novo espaço esportivo do município, também conhecido como CIE (Centro de Iniciação ao Esporte), ficou pronto em julho deste ano. Porém, por conta da pandemia de Coronavírus e o protocolo de distanciamento social, a cerimônia ocorrerá na próxima semana. As atividades esportivas no local iniciarão quando as autoridades de saúde declararem a pandemia como controlada.

Publicidade

A obra é fruto de um convênio da Prefeitura com o extinto Ministério do Esporte do Governo Federal. Com a extinção da pasta, a obra ficou paralisada. Em 2019, o prefeito Angelo Perugini esteve em Brasília para solicitar ao Governo Federal o desbloqueio de recursos para que 42 municípios que possuem contratos para a construção destes centros pudessem finalizar estas obras. Na ocasião, Perugini representou as cidades como vice-presidente da FNP (Frente Nacional dos Prefeitos). A construção do complexo esportivo foi retomada em outubro passado.

“A população de Hortolândia ganha um espaço completo, com novas modalidades esportivas para serem treinadas gratuitamente. Neste local, teremos treinamentos de atletismo, algo inédito para a cidade. Além de contribuir com o esporte amador, a obra também alavancará as modalidades disputadas por nossos atletas de alto rendimento em competições regionais e estaduais”, explica o secretário de Esporte e Lazer, Marcos Panício, o Mercadão. 

A cerimônia de inauguração contará com a participação de equipes que treinam no projeto Escolinhas Esportivas da Prefeitura. Serão realizadas apresentações dos times de ginástica rítmica, vôlei e de judô.

Mais vagas para treinamentos 

Com a oferta de atividades na Estação Cidadania, a Prefeitura ampliará o atendimento gratuito à comunidade esportiva da cidade. De acordo com a Secretaria de Esporte e Lazer, após a volta das atividades esportivas na cidade, serão abertas duas mil vagas em 11 modalidades, no projeto Escolinhas Esportivas da Administração Municipal.

Na Estação Cidadania de Esportes, serão introduzidas modalidades esportivas que o município não possuía antes, como o atletismo em 100 metros rasos, salto em distância e arremesso de peso. Além destas modalidades inéditas, na quadra poliesportiva do complexo serão realizadas aulas de outras 10 modalidades: basquete, vôlei, handebol, futsal, ginástica rítmica, karatê, judô, zumba, ginástica funcional e jiu-jitsu.

Escolinhas Esportivas

No início de 2017, quando o prefeito Angelo Perugini assumiu a Prefeitura, as Escolinhas Esportivas atendiam seis mil alunos em 21 modalidades. Agora, são 9.500 pessoas atendidas em 30 tipos de atividades. De acordo com a Secretaria de Esporte e Lazer, com a reestruturação do projeto e a implantação de novos espaços esportivos, foram criadas quase quatro mil novas vagas e outras nove modalidades.

 

Este artigo foi enviado pela Prefeitura de Hortolandia

Receba as principais notícias direto no seu Telegram https://t.me/portalhortolandia
Continue Lendo

Nossa Cidade

Hortolândia imuniza mais de 9.000 pessoas contra o Sarampo

Prefeitura

Publicado

em

Não deixe para a última hora. Se você ainda não tomou a vacina contra o Sarampo, a campanha de vacinação contra a doença, realizada pela Prefeitura de Hortolândia, termina na próxima segunda-feira (30/11). A campanha tem como público-alvo a população das faixas etárias de seis meses até 29 anos e de 30 a 49 anos. De acordo com a Vigilância Epidemiológica da Secretaria de Saúde, até o momento, já foram aplicadas 9.143 doses, das quais 4.602 para a faixa etária de seis meses a 29 anos e 4.541 em pessoas de 30 a 49 anos.

Publicidade

Em razão de o Sarampo ter contágio rápido, a Secretaria de Saúde reforça a orientação para que as pessoas que ainda não foram imunizadas procurem a UBS mais próxima de casa para que sejam avaliadas se há necessidade de tomar a vacina. 

Crianças devem tomar três doses da vacina contra o Sarampo. A Vigilância Epidemiológica orienta que é importante que crianças a partir de 6 meses a 11 meses recebam a dose zero. Depois, uma dose aos 12 meses e outra aos 15 meses. Já os adultos precisam ter, pelo menos, duas doses anotadas na carteira de vacinação. 

De acordo com informações no site do Ministério da Saúde, o Sarampo é uma doença infecciosa grave, causada por um vírus, que pode ser fatal. A transmissão ocorre quando o doente tosse, fala, espirra ou respira próximo de outras pessoas. A única maneira de evitar o Sarampo é pela vacina. Dentre os sintomas da doença estão febre acompanhada de tosse, irritação nos olhos, nariz escorrendo ou entupido, mal-estar intenso e exantema, que são as manchas avermelhadas que surgem na pele.

Este artigo foi enviado pela Prefeitura de Hortolandia

Receba as principais notícias direto no seu Telegram https://t.me/portalhortolandia
Continue Lendo

Noticias

Youtube

 

PONTE DA ESPERANÇA

Populares