Connect with us
Publicidade


Nossa Cidade

Prefeitura reforma ponte que liga o Jd. São Camilo ao Jd. Estefânia

Prefeitura

Publicado

em

Local recebe serviços de canalização, reforço na estrutura, ganhará calçada e paisagismo

A Prefeitura de Hortolândia continua os trabalhos de reestruturação da ponte que liga o Jardim São Camilo ao Jardim Estefânia. Equipes da Administração trabalham na canalização do córrego que passa sob o local, reforçam a estrutura da base da ponte e o talude, parte inclinada responsável pela sustentação do terreno, para evitar deslizamentos. No local, também será construída uma calçada com corrimão para a passagem de pedestres. Serviços de jardinagem embelezarão o local.

“Este serviço é essencial para mantermos a ponte em segurança. Continuaremos o trabalho e, em breve, a passagem de pedestres também poderá ser feita sobre a ponte, com a conclusão da construção da calçada”, explica o gerente de manutenção da Secretaria de Serviços Urbanos, Domingos Pereira Filho.

LIMPEZA

Também nesta segunda-feira (27/05), equipes da Prefeitura concluíram a retirada de entulho descartado irregularmente do meio de uma via no Jardim Nova Europa. A limpeza e a poda do mato foram realizadas em espaços públicos localizados próximo ao condomínio residencial Jardim de Mônaco e em áreas públicas no Jardim Minda, Jardim Santiago, Jardim Amanda, Jardim Nova América, Jardim Novo Angulo, na Praça da Neusa, na região Central, no Campo do bairro Remanso Campineiro e no Parque Socioambiental Renato Dobelin.

 

Este artigo foi enviado pela Prefeitura de Hortolandia

Receba as principais notícias direto no seu Telegram https://t.me/portalhortolandia

Nossa Cidade

Peça “Esse Morto Não é Meu” é atração deste sábado (16/01), no YouTube

Prefeitura

Publicado

em

Em busca de diversão para o final de semana? Então, veja a dica da Prefeitura de Hortolândia para este sábado (16/01). A Companhia de Teatro ODU apresenta a comédia “Esse Morto não é meu”, às 20h, no canal do grupo, na plataforma YouTube, que pode ser acessado neste link: https://youtu.be/N8YH76L1tQY.

A exibição, gratuita, será feita também em outros dois sábados: nos dias 23 e 30 deste mês, no mesmo horário. Após cada apresentação, o público poderá participar de um bate-papo ao vivo com o elenco. A atração é feita por meio de recursos da Lei Aldir Blanc. As informações são da Secretaria de Cultura.

“A ideia é falarmos sobre o processo de criação e concepção do espetáculo e responder perguntas (caso haja) dos espectadores presentes”, comenta a atriz e produtora cultural do grupo, Carmen Bordalho. “A proposta é trazer o público para dentro da trama, na intenção de que esqueça que está ‘sentado’ em casa e se transporte para dentro do apartamento e vivencie a situação junto com os personagens. Embora estejamos falando de uma comédia e de uma historia fictícia, a trama nos traz questionamentos constantes e são essas questões que desejamos passar ao público para que reflitam”, acrescenta ela.

Com direção de Raquel Magalhães e dramaturgia da própria companhia, a comédia é desaconselhada para menores de 14 ano, segunda a classificação etária. De acordo com a sinopse divulgada pela Cia ODU, termo que na Língua Iourubá significa “Destino”, “Esse Morto Não é Meu” retrata a história de uma família nada convencional, formada por Perpétua, Tião e Paula, que mora em um apartamento na grande São Paulo. A trama acontece em torno do telefonema que, certo dia, à noite, Perpétua recebe, do asilo onde a sogra, Dona Graça, morava, havia anos, e da misteriosa aparição de um cadáver atrás do sofá da sala. A partir daí, a trupe pergunta aos espectadores: “O que você faria com um morto que não é seu?”

A companhia é formada por artistas de Hortolândia, acompanhada de um convidado, e faz parte da programação de atividades relacionadas à Lei Aldir Blanc, sancionada pelo Governo Federal em junho do ano passado. A medida visa garantir renda emergencial, repassada pela Prefeitura de Hortolândia, por meio da Secretaria de Cultura, a profissionais do setor cultural.

“A Lei Aldir Blanc (LAB) tem em seu legado a oportunidade de mostrar à população a diversidade da nossa produção cultural e, assim, garantir o cumprimento do pleno direito ao acesso à cultura e às artes. Vivemos um momento especial para a política pública de cultura e a LAB é um importante instrumento para fortalecer a produção e fruição de ações culturais, o que resulta em benefícios para a sociedade e o desenvolvimento de suas potencialidades”, ressalta o secretário de Cultura, Régis Athanázio Bueno.

 

Confira a Ficha Técnica:

DIREÇÃO: Raquel Magalhães

DRAMATURGIA: Cia ODU

CENOGRAFIA, ADEREÇOS e FIGURINOS: Cia ODU

TRILHA SONORA ORIGINAL: Marco Gonzalez

ILUMINAÇÃO E SONOPLASTIA: Camila Guinatti

CRIAÇÃO E PRODUÇÃO: Cia ODU

 

ELENCO ODU:

Perpétua – Gigi Nogueira

Dona Graça – Raquel Magalhães

Tião – Aldenir Carlota

Paula – Carmen Bordalho

ATOR CONVIDADO:

Boliva – Leandro Vitti

 

Este artigo foi enviado pela Prefeitura de Hortolandia

Receba as principais notícias direto no seu Telegram https://t.me/portalhortolandia
Continue Lendo

Nossa Cidade

Coronavírus Hortolândia: 6735 casos confirmados, 6447 curados e 190 óbitos

Redação

Publicado

em

Por

O boletim sobre coronavírus divulgado pela Secretaria de Saúde de Hortolândia, nesta quinta-feira(15) mostra que o município teve 6735 casos confirmados, 6447 curados e 190óbitos.

Casos confirmados: 14 pacientes internados em UTI’s fora do município; 02 em enfermaria fora do município; 0 na UTI do Hospital Municipal Mário Covas e 01 na enfermaria; 11 em internação na Unidade Respiratória do Nova Hortolândia; 70 em isolamento domiciliar.

Casos suspeitos – aguardando exame: 04 casos internados em UTI’s fora do município; 08 em enfermaria fora do município; 00 caso na enfermaria do Hospital Municipal Mário Covas; 07 em internação na Unidade Respiratória do Nova Hortolândia; 1048 em isolamento domiciliar.

8702 casos já foram descartados mediante resultado do exame de Covid-19.

Receba as principais notícias direto no seu Telegram https://t.me/portalhortolandia
Continue Lendo

Nossa Cidade

Prefeitura inicia em breve desassoreamento da lagoa do Parque Remanso das Águas

Prefeitura

Publicado

em

A Prefeitura de Hortolândia inicia, em breve, o desassoreamento da lagoa de contenção de enchentes do Parque Remanso das Águas, na região do Jardim Carmem Cristina. O trabalho consiste na retirada da areia e de outros resíduos acumulados no fundo da lagoa que reduzem a capacidade de armazenamento do reservatório de água. A ação melhorará a condição ambiental do parque, garantindo mais qualidade de vida aos moradores do entorno.

No ano passado, a Prefeitura realizou a limpeza das margens da lagoa, com a remoção da camada vegetal das laterais. Esta tarefa incluiu a utilização de máquinas. O trabalho de limpeza das margens foi feito para preparar o espaço que passará por desassoreamento.

Para executar o desassoreamento, a Prefeitura buscou obter as licenças ambientais necessárias junto aos governos federal e estadual. De acordo com a Secretaria de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável, durante o processo de licenciamento, um munícipe fez uma denúncia ao Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo, na qual afirmou possuir ter autorização da Agência Nacional de Minério (ANM), órgão do governo federal, para realizar o trabalho de desassoreamento. 

O Tribunal julgou a denúncia improcedente, uma vez que a autorização que o munícipe possui é para realização de pesquisa mineral. Além disso, o Tribunal ressaltou que a empresa contratada pela Prefeitura, por meio de licitação, para executar o desassoreamento já possuía licença prévia emitida pela Companhia Ambiental do Estado de São Paulo (CETESB), órgão do governo estadual. 

A Prefeitura salienta que a denúncia dificultou a conclusão do processo de liberação das licenças, influindo diretamente no atraso para execução do desassoreamento. 

De acordo com a Secretaria de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável, a ANM liberou a licença para a execução do serviço. No início deste mês, a empresa contratada deu entrada junto a Cetesb para obtenção da Licença de Operação. A previsão é de que esta licença seja emitida dentro de 15 dias, e com isso, o serviço de desassoreamento poderá ser executado.

CONTENÇÃO

De acordo com a Secretaria de Obras, a estimativa é de que sejam removidos do fundo da lagoa aproximadamente 95.979,00 metros cúbicos de detritos, material correspondente a uma área de 44.470,00 metros quadrados.

O reservatório de contenção de enchentes do Parque Remanso das Águas tem capacidade de armazenamento para até 840 milhões de litros de água. Quando chove muito e este volume excede, a água é direcionada ao Ribeirão Jacuba por meio de um extravasor, porém num volume menor do que o da enxurrada. Isso evita alagamentos na região central da cidade. O mesmo método é usado no Parque Lago da Fé, onde as duas lagoas de contenção de enchentes funcionam como reservatórios em dias de chuva forte.

A Prefeitura também prepara a licitação para a limpeza do lago que fica embaixo da Ponte da Esperança (Estaiada), na região entre o Jd. Santa Rita de Cássia e Jd. Novo Ângulo. Além da limpeza da camada vegetal e dos detritos depositados no fundo da água, este lago terá seu entorno urbanizado, com a implantação de equipamentos públicos de lazer, como pista de caminhada, ciclovia e academia ao ar livre. A obra de urbanização já está em licitação.

Este artigo foi enviado pela Prefeitura de Hortolandia

Receba as principais notícias direto no seu Telegram https://t.me/portalhortolandia
Continue Lendo

Populares