Connect with us

Nossa Cidade

Prefeitura solta nota sobre as queimadas ocorridas em Hortolândia

Portal Hortolândia

Publicado

em

A Prefeitura de Hortolândia informa que abrirá uma sindicância interna a fim de apurar as responsabilidades sobre o despejo irregular de lixo e as queimadas ocorridas no Jardim Amanda, às margens da Rodovia dos Bandeirantes, e que afetaram moradores do Jardim Amanda, Golden Park, Jardim Residencial Firenze, entre outros bairros da região.


Sob determinação do prefeito Angelo Perugini, a Administração Municipal se solidariza com os moradores e informa que implantará medidas para que o problema não volte a ocorrer no local e que os responsáveis sejam punidos pela ação.


Ontem, a Secretaria de Meio Ambiente enviou um caminhão pipa ao local para apagar os focos de incêndio nos matos descartados. A Prefeitura vai preservar a área e o acesso ao local será fechado.


Prevenção
A Administração Municipal tem realizado inúmeras ações de prevenção e combate às práticas de queimadas no município: Ações de educação ambiental junto à comunidade, palestras em escolas e outros espaços públicos, trabalho porta a porta, com orientação aos munícipes e distribuição de panfletos informativos.


Por meio da Fiscalização Ambiental, disponibiliza o telefone 3845-1149 a quem deseja denunciar focos de incêndio. Pode também enviar fotos e textos para o aplicativo do Programa Agenda Verde, Mutirão de Limpeza e Zeladoria, que atende pelo número 99976.1840.


Em ambos os casos, a identidade dos denunciantes é mantida em sigilo. A parceria da população é fundamental no combate aos focos de incêndio. Além de afetarem o meio ambiente, as queimadas causam sérios problemas à saúde, sobretudo de quem tem alergia respiratória.


Números de queimadas
Em 2019, de janeiro a junho, houve 235 multas por queimadas no município. Em 2017, foram aplicadas 1.332 multas por queimada; em 2018, este número caiu um pouco para 1.253.


Os valores das multas variam de 100 (cem) UFMH (ou R$ 343,20) em terreno igual ou inferior a 250 metros quadrados, a 10.000 (dez mil) UFMH (ou R$ 34.320,00), em áreas acima de 200.000 metros quadrados. Infratores que façam queimadas em APPs (Áreas de Preservação Permanente) são multados em 5.000 (cinco mil) UFMH (ou R$ 17.160,00). Atualmente, a UFMH equivale 3,432.


A Prefeitura reitera o compromisso que tem com a população. E continuará buscando o desenvolvimento e melhorar a vida da população em todos os segmentos: urbano, ambiental, econômico e social.

Departamento de Comunicação
Prefeitura de Hortolândia

Nossa Cidade

Ainda há vagas para oficina Super MEI sobre organização de negócios

Prefeitura

Publicado

em

Você tem um negócio e quer saber como fazer uma gestão mais eficiente? Então se apresse! Ainda tem vagas disponíveis para a oficina gratuita Super MEI (Microempreendedor Individual) “Organize Seu Negócio”, que será realizada pela Prefeitura de Hortolândia em parceria com o Sebrae (Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas). A atividade é somente para empreendedores que já tenham CNPJ (Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica). Os interessados podem fazer a inscrição pela internet, por meio deste LINK, ou pessoalmente no posto do Sebrae Aqui, que fica dentro do HORTOFÁCIL, localizado na rua Argolino de Moraes, 405, Vila São Francisco. A oficina será nos dias 27, 28, 30 e 31/01, das 13h às 17h.

De acordo com a Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Trabalho, Turismo e Inovação, a oficina é indicada para empreendedores que já tenham algum negócio e que enfrentam dificuldades na parte de gestão. Os participantes aprenderão a desenvolver comportamento de empreendedor. Serão abordados temas como formação de preço, controle do fluxo de caixa, atendimento a cliente, marketing digital e legislação específica para MEI. Os participantes receberão certificado. De acordo com a Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Trabalho, Turismo e Inovação, existem cerca de 13 mil MEIs no município.

Oficina Super MEI – “Organize Seu Negócio”:

Data: 27, 28, 30 e 31/01

Horário: 13h às 17h

Local: HORTOFÁCIL

Endereço: rua Argolino de Moraes, 405, Vila São Francisco

Link para inscrição: https://docs.google.com/forms/d/e/1FAIpQLSfRic7wlb3q7hFzrFpSJGioVIVK9Uqjg-FJhgK5l0yxxN3fzw/viewform?usp=sf_link

Este artigo foi enviado pela Prefeitura de Hortolandia

Continue Lendo

Nossa Cidade

Coleta seletiva porta a porta registra aumento da participação dos moradores em 2019

Prefeitura

Publicado

em

Hortolândia mostra que separar e descartar corretamente resíduos reaproveitáveis é uma prática consolidada entre a população. Prova disso é que o serviço de coleta seletiva porta a porta, implantado pela Prefeitura, recolheu cerca de 375 toneladas de materiais recicláveis em 2019. Em 2018, quando o serviço foi implantado foram recolhidos cerca de 116 toneladas de materiais recicláveis.

O serviço de coleta seletiva porta a porta foi implantado pela Prefeitura de Hortolândia inicialmente nos bairros Parque Ortolândia e Jd. Firenze. Hoje, o serviço beneficia 32 dos 114 bairros da cidade, atendendo cerca de 20 mil famílias. A meta da Prefeitura é atender toda a cidade, pouco a pouco.  

A coleta seletiva (porta a porta e voluntária) é uma ação da Prefeitura, vinculada ao PIC (Programa de Incentivo ao Crescimento) e à Agenda Verde. Ambas as iniciativas visam envolver a população na tarefa de fazer o descarte correto de lixo e manter a cidade limpa. Incluem diversas ações de cidadania, dentre elas palestras de conscientização ambiental e plantio de árvores, bem como ações de zeladoria e coleta de lixo e entulho descartados irregularmente pelas ruas de Hortolândia.

O serviço é realizado pela Secretaria de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável por meio do consórcio Horto Ambiental. A Secretaria de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável realiza o monitoramento diário da coleta com o objetivo de ampliar e melhorar a forma do descarte de recicláveis. De acordo com dados do consórcio, houve ampliação e participação significativa da população, sendo que em dezembro de 2019 foram coletadas 36,5 toneladas. Já em dezembro de 2018, o total de material reciclável coletado foi de cerca de 26 toneladas.  

A coleta seletiva é importante por trazer melhor qualidade de vida para a população. O serviço também representa economia, uma vez que o município poupa recursos com o transporte e aterramento dos resíduos. O material recolhido pelo serviço é encaminhado para a Cooperativa Águia de Ouro, parceira da Prefeitura. Fundada em 2001, a cooperativa reúne atualmente 25 cooperados, pessoas entre 29 e 62 anos de idade, em situação de vulnerabilidade social. Com o que a cooperativa arrecada com a coleta, triagem e venda de recicláveis, cada cooperado ganha de R$ 1.180,00 a R$1.500,00 por mês. A cooperativa também recebe os materiais recicláveis que a população descarta nos oito PEVs (Pontos de Entrega Voluntária de Entulhos e outros materiais recicláveis) e 21 LEVs (Locais de Entrega Voluntária de recicláveis) existentes na cidade.

A secretária adjunta da Secretaria de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável, Eliane Nascimento Oliveira, comemora os números positivos do serviço de coleta seletiva em 2019, em especial, no mês de dezembro, destacando que este bom desempenho é resultado do trabalho que a Prefeitura tem realizado junto com a população. “Os dados demonstram que  a Administração Municipal avança na sustentabilidade, pois, além de proteger o meio ambiente,  minimiza o impacto no aterro sanitário e ainda fortalece a cooperativa de reciclagem do município, gerando emprego e renda, atendendo assim a Política Nacional de Resíduos Sólidos (Lei Federal Nº 12.305/2010) e os Objetivos do Desenvolvimento Sustentável (ODS). Com isso, a Prefeitura proporciona uma cidade mais limpa, organizada e com qualidade vida”, destaca Eliane.

Este artigo foi enviado pela Prefeitura de Hortolandia

Continue Lendo

Nossa Cidade

Diplomação do Conselho Municipal da Pessoa com Deficiência acontece nesta quarta-feira

Avatar

Publicado

em

Por

Acontece na próxima quarta-feira(22), na Câmara Municipal de Hortolândia, a Diplomação do Conselho Municipal da Pessoa com Deficiência

O evento apresentara os representantes do Conselho para o exercício Biênio 2019-2021 e acontece a partir das 9 horas.

De acordo nova presidente do Conselho, Andresa Alcântara, é importante o comparecimento da população no evento para conhecer os mebros que estarão lutando pelos direitos dos deficientes hortolândenses.

Andresa, como tetraplégica, sabe da mportância desse conselho para o Município e para as pessoas que têm deficiência. Ela também é graduada em Serviço Social e Pós-graduada em Políticas públicas e Defensoria de Direito, e pretende unir estes conhecimentos na luta pelos direitos da pessoas com deficiência.

SERVIÇOS
Diplomação do Conselho Municipal da Pessoa com Deficiência
Data: Quarta-feira, 22 de janeiro de 2020
Horário: 9 horas
Local: Câmara Municipal de Hortolândia
Endereço: Rua Joseph Paul Julien Burlandy, 250 – Parque Gabriel

Continue Lendo



Max Milhas