Connect with us
Publicidade

Nossa Cidade

Samu comemora 11º aniversário com atendimentos que trouxeram vida

Prefeitura

Publicado

em

 

O Samu (Serviço de Atendimento Móvel) de Hortolândia completou, no início deste ano, 11 anos de implantação em Hortolândia. Em todo este tempo, as equipes de socorristas realizaram cerca de 210 mil atendimentos. Apesar de a maioria dos socorros ser de pessoas doentes ou feridas, os profissionais também colecionam histórias felizes, como os inúmeros partos realizados com apoio das equipes. Nos últimos seis meses, foram 89 casos como este. O mais recente foi em fevereiro, quando uma criança nasceu dentro da viatura do Samu, em frente à UPA-24h (Unidade de Pronto Atendimento) do Jd. Rosolen. O atendimento foi bem sucedido: mãe e bebê passam bem.

“Fui para a UPA porque estava com muitas dores. A ambulância chegou e me encaminharam para a Maternidade, mas não deu nem tempo de chegar na esquina. Minha bebê nasceu lá mesmo. Fui muito bem acolhida pela equipe do Samu e também pela UPA, que me deram toda assistência no nascimento da minha filha”, disse a caseira Edna Aparecida Miguel Ventura, de 33 anos, moradora do bairro Chácara Nova Boa Vista. A bebê, que recebeu o nome de Rebeca, é fruto da 7ª gestação de Edna.

Um dos socorristas que participou deste atendimento é o condutor Àtila Fiori, que está no Samu de Hortolândia há 10 anos. “Este foi o quinto parto que auxiliei. Sempre é uma emoção diferente. No nosso dia a dia, há muita morte. Ver alguém vindo ao mundo é gratificante”, descreve Fiori.

Conforme explica o coordenador do Samu, José Roberto Silva, o parto é um processo natural. “O trabalho do Samu é dar suporte, mas o parto acontece sozinho. Só no caso de alguma complicação é que o socorrista intervém. Nestes 89 casos dos últimos seis meses, só em quatro precisamos agir. No restante, apenas esperamos o nascimento e conduzimos a paciente e o bebê até a maternidade”, descreve.

Foi o que aconteceu no caso atendido pela equipe da qual Fiori faz parte. “Chegamos na UPA Rosolen com outra paciente e nos deparamos com a mãe em trabalho de parto. A enfermagem pediu que levássemos ela até a maternidade, mas quando entramos na viatura, não deu tempo. Paramos a ambulância e a mãe deu a luz ali”, disse o condutor. “É uma realização pessoal muito grande para o socorrista que dá suporte a um parto”, comenta o coordenador do Samu.

Além de comemorar os casos de partos bem sucedidos, o Samu também realiza um importante trabalho preventivo, com objetivo de proteger a vida. “Muita gente acha que o Samu só faz socorro. Mas nós também realizamos ações de proteção às pessoas, garantindo que tudo corra bem em eventos e festas de grande concentração de pessoas, por exemplo”, explicou Silva.

Apesar disso, o maior volume de atendimentos, infelizmente, está relacionado a acidentes e mal súbitos. São cerca de 70 chamados por dia, de acordo com dados do serviço de triagem de ligações, que atende Hortolândia e Sumaré. Metade são para atendimentos em Hortolândia. Para dar conta de tantos chamados, o Samu de Hortolândia conta com 92 profissionais, entre técnicos de enfermagem, condutores, enfermeiros, técnicos e auxiliares de regulação médica, operadores de rádios, profissionais do setor administrativo. Isso sem contar os médicos: são cinco profissionais fixos, que trabalham em escala, e 50 contratados para apoio. Há sete ambulâncias, sendo duas reserva e uma equipada com UTI (Unidade de Terapia Intensiva), além de duas motolâncias, veículos que colaboram para a oferta de socorro rápido, com assistência inclusive a lugares onde a ambulância não chega. “No último ano, as ambulância rodaram 159.439 quilômetros: o equivalente a 13 voltas na Terra”, comparou o coordenador do Samu. As equipes de socorristas contam, ainda, com apoio do Helicóptero Águia, do Grupo de Radiopatrulhamento Aéreo de Campinas. “Estamos preparados para agir imediatamente para salvar vidas”, ressaltou Silva. “Realizamos capacitações constantes, atividades de treinamento e simulados. Tudo com objetivo de garantir atendimento rápido e bem sucedido”, completou.

Samu 192

O SAMU de Hortolândia foi implantado em 23 de janeiro de 2008, no primeiro governo do prefeito Angelo Perugini. Com a oferta deste serviço, a Prefeitura presta um serviço mais ágil de socorro à população, em casos de acidentes ou mal súbito.

O serviço de acionamento do Samu pelo telefone 192 é um importante instrumento para a rede pública de saúde, uma vez que as equipes tem agilidade e eficiência no atendimento de situações graves. No entanto, este trabalho pode ser prejudicado, caso o telefone 192 seja utilizado de maneira incorreta ou criminosa. Passar trotes para o Samu é crime, previsto no artigo 30 do Código Penal Brasileiro, com pena de detenção e multa. Além de atrapalhar o trabalho dos socorristas que, muitas vezes, se deslocam para atender um falso chamado, a ação atrasa o atendimento a um paciente que realmente aguarda por socorro, o que pode ser fatal.

Este artigo foi enviado pela Prefeitura de Hortolandia

Receba as principais notícias direto no seu Telegram https://t.me/portalhortolandia

Nossa Cidade

Bailarinas hortolandense são premiadas em competição Panamerican Dance

Portal Hortolândia

Publicado

em

Bailarinas de Hortolândia e uma Escola que fica no Jardim Interlagos, são premiadas na competição nacional Panamerican Dance, que carrega o titulo de maior competição de dança da América Latina.

A competição nacional Panamerican Dance, que carrega o titulo de maior competição de dança da América Latina, conta com o patrocínio de festivais internacionais como “Summer Program Russian Ballet – USA”, “Livorno in Danza – Itália”, “Festival de Danzas del Mercosul – Argentina” e “Chile em Dança – Chile”. A banca de jurados possui bailarinos renomados como Alice Arja, professora, coreógrafa e diretora geral e artística de escolas no RJ e da Cia de Ballet do RJ. Criadora da sua própria metodologia de ensino com base na Técnica de Dança Clássica: Inglesa, Russa (Vaganova) e Cubana. 

Atualmente é Relações Internacionais na América do Sul do Miami City Ballet. E Alex Lima, com uma experiência de 14 anos no mundo da dança atuando como bailarino, coreógrafo, professor e jurado em festivais no Brasil e desde 2015 atua como representante das competições internacionais de dança Livorno en danza, na Itália e Amsterdanz na Holanda, selecionado grupos nas competições para representar o Brasil internacionalmente. 

Com mais de 250 coreografias e a participação de mais de 15 estados, a premiação seleciona o primeiro, segundo e terceiro lugar baseado na pontuação técnica, separado por gênero, idade e estilo de dança, ainda contando com premiações especiais com bolsas e convites para festivais e escolas internacionais.

O grupo selecionado de meninas entre 15 e 17 anos já treina junto a 4 anos, com treinos quase diários e de longas horas. Fazendo suas próprias coreografias sob a orientação da professora Sarah Christina Velloso, usando de diversas técnicas e da melhor abordagem necessária.

As aulas de ballet clássico e Jazz contam com meninas e meninos de 3 até 17 anos e a turma adulta a partir de 18 anos. Meninos possuem bolsa 100% de desconto e ambos têm a oportunidade de aprender modalidades diferentes de dança e atuação, integrando as aulas de técnica de dança. 

Nosso grupo de Hortolândia competiu na categoria solo sênior, com 3 coreografias no estilo livre de dança, e 1 coreografia em grupo também sênior no estilo livre de dança. Todas as coreografias foram premiadas.

Receba as principais notícias direto no seu Telegram https://t.me/portalhortolandia
Continue Lendo

Nossa Cidade

Coronavírus Hortolândia: 4499 casos confirmados, 4302 curados e 156 óbitos

Redação

Publicado

em

Por

O boletim sobre coronavírus divulgado pela Secretaria de Saúde de Hortolândia, nesta segunda-feira(26) mostra que o município teve 4499 casos confirmados, 4302 curados e 156 óbitos.

Casos confirmados: 03 pacientes internados em UTI’s fora do município; 0 em enfermaria fora do município; 0 no Hospital Municipal Mário Covas; 03 em internação na Unidade Respiratória do Nova Hortolândia; 35 em isolamento domiciliar.

Casos suspeitos – aguardando exame: 05 casos internados em UTI’s fora do município; 04 em enfermaria fora do município; 0 caso no Hospital Municipal Mário Covas; 06 em internação na Unidade Respiratória do Nova Hortolândia; 121 em isolamento domiciliar.

5369 casos já foram descartados mediante resultado do exame de Covid-19.

Desde o dia 17/05, os casos de síndrome gripal sem coleta de exames estão excluídos dos boletins diários. Somente constarão no relatório, os casos em que são colhidos exames para diagnosticar pacientes contaminados pelo Coronavírus.

Receba as principais notícias direto no seu Telegram https://t.me/portalhortolandia
Continue Lendo

Nossa Cidade

Previsão de chuva e queda nas temperaturas para o fim da semana

Portal Hortolândia

Publicado

em

Nesta segunda-feira (26) a temperatura mínima registrada pelo Cepagri (Unicamp) em Campinas foi de 15,4ºC às 6:40. Apesar da formação de algumas nuvens rasas já nas primeiras horas da manhã. A temperatura máxima prevista é de 32C.

A previsão para a terça-feira (27) é de nebulosidade variável, com maior cobertura de nuvens no período da tarde. Essas nuvens devem se desenvolver verticalmente, formando nuvens mais profundas, e provocar pancadas de chuva de forma isolada a partir da tarde. As temperaturas ficam entre 20 e 31ºC.

A tendência para a quarta-feira (28) é de predomínio de sol e temperaturas entre 18 e 32ºC. Entre a quinta e a sexta-feira são esperadas chuvas mais volumosas, devido à passagem de uma frente fria, que deverá provocar uma queda nas temperaturas entre o final de outubro e o início de novembro.

Receba as principais notícias direto no seu Telegram https://t.me/portalhortolandia
Continue Lendo

Populares