Connect with us
Publicidade

Nossa Região

Campinas confirma 5º morte por dengue

Portal Hortolândia

Publicado

em

A Prefeitura de Campinas(SP) confirmou a quinta morte por dengue na cidade neste ano. A vítima foi uma senhora de 92 anos e morava na região Sul da cidade.

O óbito foi registrado no dia 21 de maio na rede particular e a confirmação da causa da morte foi divulgada nesta segunda-feira(15) através do boletim epidemiológico.

Os número de casos chega a 25 mil, mas a secretaria de Saúde da cidade aponta que junho e julho houve queda nos casos novos.

  • Julho: 92
  • Junho: 2.386
  • Maio: 9.290
  • Abril: 9.210
  • Março: 3.688
  • Fevereiro: 478
  • Janeiro: 74
Receba as principais notícias direto no seu Telegram https://t.me/portalhortolandia

Nossa Região

Campinas registra novo descarte irregular de carnes

Portal Hortolândia

Publicado

em

Em menos de uma semana, um novo descarte irregular de alimentos de origem animal foi registrado em via pública, na Avenida Anton von Zuben, no Jardim do Lago II, em Campinas(SP), com as mesmas características da ocorrência da última sexta-feira, dia 7 de agosto, só que em menor quantidade. A apreensão de hoje foi de cerca de 800 quilos.

A Vigilância Sanitária esteve no local na manhã desta sexta-feira, dia 14 de agosto, com o apoio da Guarda Municipal, e encontrou carne bovina, suína e aves, peças com osso, miúdos e outros derivados, como linguiças, salsichas e presunto, e também pescados. Alguns produtos estavam vencidos, mas também foram encontrados pacotes ainda dentro do prazo de validade.

O alimento desovado apresentavam um odor forte, alguns pedaços de carne e frango embalados, outros fora do pacote, além de ossos de animais e miúdos. Os pedaços de carne dentro dos pacotes continham etiquetas com peso e preço, prontos para revenda no varejo, mas sem identificação de estabelecimento. A procedência do alimento de origem animal será apurada pelas autoridades. Foi registrado um boletim de ocorrência.

O Departamento de Limpeza Urbana (DLU) foi acionado para retirar o material do local imediatamente para conter risco de saúde e também risco ambiental. Na sexta-feira da semana passada, O DLU recolheu quase cinco toneladas de carne descartadas irregularmente.

A denúncia do descarte de hoje foi feita por uma pessoa que trabalha na região. A suspeita é que o produto foi desovado no local na noite de ontem, quinta-feira, dia 13 de agosto.

O descarte irregular contamina o meio ambiente e pode servir como atração de vetores, animais peçonhentos, ou seja, oferecendo riscos à saúde pública. Tal prática é considerada crime, conforme artigo 54 da Lei Federal 9.605/1998, cuja pena é de reclusão, de um a quatro anos, e multa, além de infração sanitária, conforme o Código Sanitário do Estado de São Paulo e outras legislações estaduais e municipais.

A forma correta de dar destinação final para uma grande quantidade de produtos de origem animal, como é caso, é por meio de uma empresa especializada contratada por pessoa ou estabelecimento que precisa fazer o descarte.

Denúncias sobre este descarte irregular ou qualquer outro tipo de desova de material em local inapropriado podem ser feitas por meio do telefone 156.

Receba as principais notícias direto no seu Telegram https://t.me/portalhortolandia
Continue Lendo

Nossa Região

Condutor de Hortolândia morre após acidente no pedágio em Leme

Portal Hortolândia

Publicado

em

Um veículo Palio chocou-se contra a traseira do caminhão que estava parado na cabine de cobrança do pedágio em Leme, na tarde desta quinta-feira na rodovia Anhanguera, sentido interior. Condutor do Palio vítima morreu no local.

Segundo informações, as imagens da Concessionária mostram que o veículo não freou ou nem tentou desviar.

O Corpo de Bombeiros foi acionado, a equipe retirou o veículo de debaixo do caminhão e foi preciso cortar a carroceria do carro para desencarceramento da vítima.

A ocorrência foi registrada no Plantão Policial de Leme, e as causas do acidente ainda serão apuradas.

Receba as principais notícias direto no seu Telegram https://t.me/portalhortolandia
Continue Lendo

Nossa Região

Comércio espera “salvar” faturamento no segundo semestre com a flexibilização

Portal Hortolândia

Publicado

em

Na Fase Amarela do Plano São Paulo o comércio poderá funcionar por seis horas diárias e aumentar a capacidade de atendimento de 20% para 40%. Academias, bares e restaurantes e salões de beleza estão autorizados a abrir, seguindo as normas sanitárias, a partir de amanhã sábado (08/8), véspera do Dia dos Pais.

A Associação Comercial e Industrial de Campinas (ACIC) recebeu aliviada a notícia de que Campinas avançou para a Fase Amarela do Plano São Paulo de retomada das atividades econômicas, o que permite, a partir de amanhã sábado (08/08), a ampliação do horário de atendimento e da capacidade de público no comércio e a reabertura, após mais de quatro meses, dos estabelecimentos de serviços como academias, bares, restaurantes e salões de beleza.

“A retomada mais ampla dos setores de varejo e de serviços, nessa fase de flexibilização, aquecerá a economia regional e será crucial para a manutenção dos empregos este ano. Além do Natal, que é melhor data de vendas para o comércio, teremos o Dia dos Pais, neste domingo, a Semana do Brasil, em setembro, o Dia das Crianças, em outubro, e a Black Friday, em novembro e acreditamos ser possível ‘salvar’ o faturamento do setor no segundo semestre. O comércio está consciente sobre a importância dos protocolos recomendados pelas autoridades sanitárias e está preparado para garantir a segurança de clientes, funcionários e fornecedores. Com o comprometimento de todos, conseguiremos encerrar 2020 em um patamar de vendas próximo ao apresentado no período pré-pandemia”, afirma Adriana.

De acordo com Adriana Flosi, as vendas referentes ao Dia dos Pais, na RMC, devem crescer entre 12 e 15% em relação aos primeiros dez dias de julho, em grande parte devido à reabertura das lojas, a retomada de algumas outras atividades na cidade no último dia 27, à melhora nos indicadores da pandemia, e, principalmente à mudança de fase de Campinas, o que sinaliza um cenário promissor. Já o comércio eletrônico na RMC deve movimentar R$ 104,5 milhões na data, contra R$ 60,5 milhões registrados no ano passado, montante que representa um crescimento de 72,73% em relação ao mesmo período de 2019.

Decreto
A alteração, anunciada nesta sexta-feira (07/08), pelo prefeito Jonas Donizette e pelo governador João Doria e que será publicada no Diário Oficial de amanhã, prevê o aumento de duas horas de funcionamento diárias (das atuais quatro para seis horas consecutivas), tanto para lojas de rua, como para shoppings centers. Já a capacidade de público, um dos cuidados necessários para evitar a proliferação do coronavírus no ambiente, sobe de 20% para 40%, para ambos os casos.

Por proposição da ACIC, conforme demanda dos lojistas, o comércio de rua de Campinas funcionará das 10h às 16h, de segunda a sexta, e das 9h às 15, aos sábados. Somente na região central da cidade estão instalados aproximadamente 2.150 estabelecimentos comerciais e, nos shoppings, cerca de 1.330.

Para os shoppings centers os horários serão diferenciados de segunda-feira a sábado. O Shopping Iguatemi, Galleria Shopping, Unimart, Spazio Ouro Verde e Shopping Jaraguá funcionarão das 12h às 18h; O Parque D. Pedro Shopping, Parque das Bandeiras e Shopping Prado Boulevard, das 15h às 21h. Aos domingos, o horário é unificado: das 12h às 18h. As praças de alimentação e o serviço de manobrista estarão liberados de acordo com o horário de funcionamento de cada centro de compra.

Os salões de beleza, as clínicas de estética, as barbearias, os bares, restaurantes e similares reabrem, também com restrições de funcionamento, por seis horas diárias e com 40% da capacidade. Para os bares e restaurantes vale a regra de operar para consumo no local em suas áreas ao ar livre ou em áreas arejadas. Os estabelecimentos de alimentação poderão definir seu horário de funcionamento, no período das 6h às 17h, desde que não ultrapasse o limite de seis horas diárias. No protocolo para as academias a capacidade máxima de ocupação é de 30%, com seis horas de funcionamento. Estão proibidas as atividades em grupo. Os salões de beleza e congêneres, além de 40% da capacidade e do horário reduzido precisarão operar exclusivamente com hora marcada e sem espera.

Escritórios em geral, cursos livres e clubes também estarão liberados para funcionar, conforme as normas e protocolos setoriais referentes à Fase Amarela do Plano São Paulo. Os responsáveis pelos estabelecimentos autorizados a funcionar deverão preencher a Declaração de Estabelecimento Responsável no portal da Prefeitura de Campinas. O documento, uma espécie de “curso” que explica e orienta sobre as medidas de prevenção ao controle da pandemia de Covid-19 e de proteção aos seus funcionários e clientes, deverá ser impresso e colocado visível nos estabelecimentos.

Receba as principais notícias direto no seu Telegram https://t.me/portalhortolandia
Continue Lendo

Populares