Connect with us

Nossa Região

Habitação faz reunião sobre construção de moradias nas regiões de Campinas e Registro

Portal Hortolândia

Publicado

em

A Secretaria de Estado da Habitação promoveu nesta quarta-feira (14) reunião com prefeitos para tratar da construção de novas moradias do Programa Nossa Casa – CDHU em seis cidades nas regiões administrativas de Campinas e Registro. Esses empreendimentos serão edificados em um novo formato. O encontro aconteceu de forma virtual com as participações do secretário de Estado da Habitação, Flavio Amary, do presidente da Companhia de Desenvolvimento Habitacional e Urbano (CDHU), Reinaldo Iapequino, dos diretores da estatal, Aguinaldo Iapequino e Marcelo Hercolin.

Na região de Campinas, os três municípios que participaram desta reunião somam 254 moradias, sendo Charqueada (40), Joanópolis (135 uhs) e Piracaia (79). Os municípios contemplados na região de Registro são: Cajati (65 unidades habitacionais), Juquiá (35) e Registro (260), um total de 360 novas moradias.

Os conjuntos habitacionais serão edificados em terrenos doados pelos municípios e urbanizados pela CDHU. A previsão anterior era de que a Caixa Econômica Federal seria responsável pela construção e pelo financiamento das casas. Para conferir mais agilidade na produção dos empreendimentos, a CDHU assumirá a construção que será executada em duas etapas. Na primeira fase, será realizada a urbanização dos lotes com pavimentação e implantação de água, esgoto e outros itens. Na sequência será feita a edificação das unidades habitacionais.

“O objetivo da reunião é esclarecer dúvidas e debater os projetos separadamente, analisando a situação de cada município. São ótimas notícias que temos para a população. A mudança no formato construtivo é uma alternativa extremamente benéfica, pois além da agilidade na construção, o mutuário é favorecido financeiramente. As prestações ficam mais baixas e sem juros. Só por essas duas alterações já fica evidente o quanto este projeto tem tudo para dar certo”, afirmou Flavio Amary durante o encontro virtual.

Também para o presidente da Companhia, Reinaldo Iapequino, o novo formato terá muito êxito. “Temos a certeza de que essa nova modalidade vai dar certo. A principal característica é o curto prazo para execução das obras. Planejamos no máximo quatro meses para que todos os lotes estejam implantados e possamos abrir as licitações para começar efetivamente a edificação dos imóveis”, disse.

O diretor Técnico da CDHU, Aguinaldo Quintana falou sobre o impacto positivo do novo formato na economia dos municípios. “Fizemos hoje a primeira licitação e foi interessante observar que as empresas participantes são todas da mesma região onde as casas serão construídas. Isso é favorável para agilidade das obras e também por reflete na geração de empregos para a população que vive no local. Então é um benefício duplo: habitação e empregos”.

As casas terão dois dormitórios, sala, cozinha, banheiro e lavanderia. O projeto dos imóveis incorpora as melhorias estabelecidas como diretrizes de qualidade pela Companhia, como pisos cerâmicos com rodapé e laje de concreto em todos os cômodos, azulejos nas paredes hidráulicas, estrutura metálica nos telhados e sistema gerador de energia fotovoltaica.

Os sorteios para a seleção das famílias já foram realizados e serão mantidos para este novo formato, conforme explicou o diretor de Atendimento Habitacional da CDHU, Marcelo Hercolin. “Uma grande preocupação dos municípios é referente ao sorteio das casas. Não haverá novo sorteio. Não é justo com as famílias que já foram contempladas terem que passar por outro processo devido à mudança do formato construtivo. A obra vai acontecer de forma diferente, mas as famílias não serão afetadas. O resultado do sorteio realizado será mantido”.

O financiamento dos imóveis seguirá os critérios da CDHU e as novas diretrizes da Política Habitacional do Estado, que preveem juros zero para famílias com renda mensal de até cinco salários mínimos. Assim, as famílias pagarão praticamente o mesmo valor ao longo dos trinta anos de contrato, que sofrerá apenas a correção monetária calculada pelo IPCA, o índice oficial do IBGE.

Nossa Região

Previsão de frio e chuvas isoladas para o fim de semana

Portal Hortolândia

Publicado

em

O fim de semana do Dia das Mães deve ter frio e possibilidade de chuvas isoladas na região de Campinas, o que inclui Hortolândia. Um alerta da Defesa Civil do Estado prevê queda de temperatura na faixa Leste de São Paulo entre a sexta-feira, 7 de maio, e o domingo, 9.


A frente fria avançará no Estado, provocando queda de temperatura e chuva isolada na Região Metropolitana de São Paulo, Baixada Santista e nas Regiões de Campinas, Sorocaba, Vales do Paraíba e Ribeira, além dos Litorais Norte e Sul.

 
Nos próximos três dias, a temperatura mínima na Região de Campinas pode cair para até 15°C. Na Região de Sorocaba, a previsão é de mínima de 14°C, o mesmo para a Região Metropolitana de São Paulo.
 

Segundo a Defesa Civil do Estado, há previsão de máximas caindo para valores entre 17°C e 20°C na maior parte da faixa Leste do Estado de SP. Por isso, é importante dar atenção especial às pessoas mais vulneráveis, como idosos e crianças, suscetíveis às baixas temperaturas e ao ar mais seco nesta época do ano.


A Defesa Civil também alerta para os riscos de acidentes e incêndios, recomendando não fazer fogueiras e manter a hidratação constante.

Continue Lendo

Nossa Região

Dia das Mães no Shopping Dom Pedro é inspirado na musica o “Amor Maior” do Jota Quest

Portal Hortolândia

Publicado

em

A Aliansce Sonae, maior administradora de shoppings do país, e que tem em sua gama de atuação o Parque D. Pedro Shopping, apresenta campanha de Dia das Mães que exalta o sentimento mais inspirador que envolve a maternidade: o amor. Com a canção “Amor Maior” da banda Jota Quest como pano de fundo, o filme retrata pequenos momentos do cotidiano que traduzem a essência da relação especial entre mães e filhos.

Os populares versos da música que falam sobre a intensidade do amor embalam momentos entre famílias de diferentes perfis, sempre tendo a mãe como figura central. Além do filme, a campanha traz também peças para as redes sociais do shopping com a hashtag #AMORMAIORDOMUNDO em alusão ao título da música tema, “Amor Maior”.

Nesse Dia das Mães, o Parque D. Pedro Shopping homenageia o sentimento mais inspirador que envolve a maternidade: o amor! São os pequenos momentos do cotidiano que traduzem a essência da relação especial entre mães e filhos.

Para essa data tão especial, queremos unir o mundo real e o virtual. Assim, você pode presentear de várias formas, do seu jeito: pessoalmente, na sua loja favorita; comprando online, com a possibilidade de entregas por delivery, ou por PickUp com retirada, através de lockers ou sistema drive-thru!

Estamos preparados para te receber, seguindo rígidos protocolos de segurança! Confira os horários do shopping aqui.

Continue Lendo

Nossa Região

RMC recebeu mais de R$ 4,5 milhões para obras de infraestrutura no 1º quadrimestre

Portal Hortolândia

Publicado

em

Repasses foram feitos para Sumaré, Hortolândia, Nova Odessa, Artur Nogueira, Engenheiro Coelho e Santo Antonio de Posse

O Governo do Estado de São Paulo, por meio da Secretaria de Desenvolvimento Regional, contabilizou no primeiro quadrimestre de 2021 o montante de R$ 4.598 milhões em repasses para prefeituras da RMC (Região Metropolitana de Campinas).  Foram 18 convênios para seis municípios em obras de infraestrutura urbana.

“Temos trabalhado para atender todas as regiões do estado. Repassamos só em abril R$ 30 milhões para obras de infraestrutura urbana, recursos importantes para atender as necessidades da população paulista. Vamos continuar repassando mais verbas ao longo de 2021, além de firmar novos convênios para atender todos os 645 municípios paulistas”, afirma o secretário de Desenvolvimento Regional, Marco Vinholi. “São obras importantes para o desenvolvimento e a melhoria de vida de toda a população paulista, além de movimentar a economia, no setor da construção civil e contribuir na geração de emprego e renda,” completou.

Os investimentos têm como destino obras de infraestrutura urbana, que agregam serviços como pavimentação asfáltica, construções, revitalização de praças públicas, recapeamento asfáltico, iluminação pública, entre outros. Todas as 16 regiões administrativas do estado tiveram pelo menos um município contemplado com verba de infraestrutura. Os serviços têm o objetivo de atender demandas municipais que são aguardadas pela população e prefeituras.

Na RMC, no primeiro quadrimestre deste ano, Sumaré foi a cidade que mais recebeu recursos da Secretaria de Desenvolvimento Regional: R$ 2.341 milhões referente a quatro convênios. Também foram contemplados os seguintes municípios: Hortolândia (R$ 1.615 milhão); Santo Antonio de Posse (R$ 150 mil); Engenheiro Coelho (R$ 84,7 mil); Artur Nogueira (R$ 91,8 mil) e Nova Odessa (R$ 375,7 mil). “Apesar do momento delicado que vivemos, estamos trabalhando para não deixar nenhuma obra paralisada. O objetivo é melhorar a qualidade de vida da população de São Paulo e da Região Metropolitana de Campinas,” explicou Vinholi.

Continue Lendo

Noticias

Youtube

 

PONTE DA ESPERANÇA

Populares