Connect with us

Nossa Região

Ingressos para Sumaré Arena Music já começam a ser vendidos

Portal Hortolândia

Publicado

em

Nossa Região

Campinas anuncia plano gradual de flexibilização a partir de 1º de junho

Redação

Publicado

em

Por

O prefeito de Campinas, Jonas Donizette, anunciou na tarde desta quinta-feira, dia 28 de maio, plano que permite a abertura com restrições do comércio de rua, shoppings, escritórios, restaurantes e de igrejas e templos religiosos, a partir da próxima segunda-feira, 1º de junho.

Esses estabelecimentos terão que operar com 30% da capacidade, além de horários reduzidos. A abertura com restrições significa que todas as medidas sanitárias exigidas para o controle do novo coronavírus sejam respeitadas. Entre elas, uso de máscaras, adoção de medidas de higiene e distanciamento entre os clientes.

Para a reabertura gradual da economia, Campinas precisa atender a três condicionantes: disponibilidade de leitos (gerais e de UTI); controle da situação epidemiológica (observando número de casos; óbitos e internações); e testagem – além dos testes já realizados em casos de pessoas internadas e profissionais de saúde, o município, em parceria com a Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), vai fazer um inquérito sorológico para avaliar a prevalência do vírus na população. A proposta inicial contempla a abordagem de 2 mil pessoas em toda a cidade.

Quem não atender às exigências será multado. O decreto com todos as medidas, penalidades e condições deverá ser publicado nesta sexta-feira ou sábado, dias 29 ou 30 de maio. “Você, comerciante, que vem sofrendo muito, nos ajude a ajudar. Faça as coisas corretas para não precisarmos retroceder”, disse o prefeito. Jonas Donizette pode suspender ou cancelar essa abertura gradual, dependendo dos números de casos de contaminação de Covid-19.

Regramento

O comércio de rua terá que funcionar com capacidade de 30% no horário reduzido das 10h às 16h. “Esse horário foi acordado com a Associação Comercial e Industrial de Campinas (Acic)”, acrescentou o prefeito. As lojas também estão proibidas de realizar ações que atraiam grande número de pessoas e provoquem aglomeração.

Os lojistas terão que garantir a obrigatoriedade do uso de máscaras para funcionários e clientes, uso de álcool gel e deverão manter o distanciamento social no atendimento. As mesmas regras valem para os shoppings, que também terão que trabalhar com a mesma capacidade e mesma carga horária de seis horas. Eles abrirão às 14h e fecharão às 20h. A abertura das praças de alimentação ainda está sendo analisada. Também não estão no plano desta fase, as academias, salões de beleza ou escolas que estejam localizadas dentro dos shoppings.

Escritórios

Os escritórios também poderão voltar abrir, também com 30% da capacidade, atendimento com hora marcada (uma pessoa por vez) e com as medidas de higiene. Podem funcionar com essas restrições escritórios de contabilidade, advocacia e imobiliária. A Prefeitura também vai retomar o atendimento parcial com 30% da capacidade para os advogados, tributaristas, arquitetos e outras pessoas que tenham processos em andamento.

Restaurantes

Os restaurantes podem abrir, também com 30% da capacidade, somente na hora do almoço, com as mesmas regras de higiene e distanciamento. À noite permanecem fechados para o público, mas podem continuar operando no sistema de delivery ou drive-thru.

Igrejas

Igrejas e templos religiosos terão a permissão de funcionar com 30% da capacidade, com distanciamento entre os fiéis e com todas as medidas de higiene. A indicação é que pessoas com 60 anos ou mais não devem frequentar as missas ou cultos.

Pessoas com mais de 60 anos

O plano não se aplica a pessoas com 60 anos ou mais, ou seja, quem estiver nessa faixa de idade deve manter o isolamento social em todas as situações. Isso também se aplica aos trabalhadores desses estabelecimentos: quem estiver nessa faixa etária deve permanecer em casa.

“Você, que não tem necessidade mudar o seu hábito, mantenha-se em isolamento”, disse o prefeito. Ele também apresentou a Declaração de Estabelecimento Responsável, na qual divide a responsabilidade com os proprietários dos estabelecimentos e população em geral.

Continue Lendo

Nossa Região

Cervejaria de Paulínia/SP faz campanha solidária e troca alimentos por chope neste domingo (31)

Redação

Publicado

em

Por

Neste domingo (31), entre às 9h30 e 13h – ou enquanto durar o estoque – estará acontecendo uma campanha solidária na cidade de Paulínia, interior do Estado de São Paulo. A iniciativa partiu do empresário, Conrado Mioni, proprietário da Cerveja Sonora. A ação tem como objetivo arrecadar alimentos para doações para o Fundo Social de Solidariedade de Paulínia.

Para quem tiver o interesse de ajudar com as doações, pode ir até a Avenida José Pedro de Oliveira, 1011 – Jardim América. Para cada doação de dois quilos de alimentos, não perecível, é feita a troca por um litro de chope (limite de dois litros por pessoa). A entrega será no sistema drive thru. É preciso levar o recipiente de um ou dois litros, já limpo e seco, pronto para ser preenchido.

CERVEJA SONORA

Somos uma cerveja artesanal que agrega uma escolha atenciosa das melhores matérias-primas a um uso de técnicas que respeitam e valorizam cada etapa de fabricação, fornecendo assim um produto de alta qualidade e frescor incomparável, mas, com um sabor original e forte presença e características regionais – como são as melhores cervejas do mundo.

Para conhecer mais a Cerveja Sonora, acompanhe através das redes sociais, instagram: @cervejasonora ou pelo Facebook: Cerveja Sonora.

Continue Lendo

Nossa Região

Prefeitura de Campinas abre inscrições para seleção de 25 agentes de ação social

Redação

Publicado

em

Por

A Prefeitura de Campinas abre nesta quinta-feira, 28 de maio, as inscrições para o processo seletivo simplificado que visa a contratação de 25 agentes de ação social. As inscrições, gratuitas, poderão ser feitas a partir das 10h de hoje até as 17h do dia 31 de maio, domingo, exclusivamente pela internet, no banner disponível no portal da Prefeitura (www.campinas.sp.gov.br).

O edital com todas as informações pode ser consultado no Diário Oficial (www.campinas.sp.gov.br/diario-oficial/), na seção da Secretaria de Recursos Humanos, e no sistema de inscrições.

Os agentes serão contratados por até 12 meses e o salário será de R$ 2.690,79, além do auxílio alimentação de R$ 1.041,51 e vale transporte, nos mesmos moldes do oferecido para os servidores.

Para participar, o candidato precisa ter 18 anos ou mais, ensino médio completo e possuir cursos relacionados ao cargo, como cuidador de idosos e de crianças, e que totalizem no mínimo 80 horas. Este é um pré-requisito para concorrer às vagas.

Além disso, a Administração municipal, por se tratar de um processo seletivo simplificado, sem aplicação de provas, levará em conta a experiência do candidato em atividade que envolvam cuidados com pessoas. O tempo de trabalho na área deverá ser comprovado e servirá para pontuá-lo na classificação geral.

A coordenadora de Concursos, Recrutamento e Seleção, Juliana Miorin, orienta que os candidatos, antes de se inscrever, leiam atentamente o edital e sigam todas as orientações, em especial sobre a declaração da experiência. “O edital é como um manual de instruções para o candidato e traz todas as informações necessárias. No caso da experiência, o candidato deve ter uma atenção especial. Ele só deve declarar experiências correlatas ao cargo. A declaração de outras experiências irá excluir o candidato do processo seletivo, no momento da confirmação dos documentos”, explicou.

Juliana lembra, também, que na inscrição, o candidato assinará uma declaração de veracidade das informações prestadas. “Tudo o que for declarado no formulário em relação às experiências profissionais terá que ser comprovado com documentos, no dia da escolha de vaga. Se o candidato obteve qualquer pontuação indevida pelo sistema automatizado, ele será excluído”, completou. A análise dos documentos relacionados à experiência será feita pelos servidores públicos nomeados para atuarem nas comissões do processo seletivo.

Os profissionais vão atuar na Secretaria de Assistência Social, Pessoa com Deficiência e Direitos Humanos, no atendimento à população em condições de vulnerabilidade, seja social, física ou psíquica. “Eles vão trabalhar nos abrigos já em operação e nas demais frentes que estão sendo montadas para ampliar os serviços para as pessoas em situação de vulnerabilidade do município”, disse a secretária da Pasta, Eliane Jocelaine Pereira.

O processo seletivo terá, além de cotas para pessoas com deficiência, reserva de vagas para negros. É o primeiro processo de seleção do município com reserva de vagas para pretos e pardos. “Neste processo seletivo vamos aplicar a lei de cotas, que também é muito importante para a população negra, que é maioria em situação de vulnerabilidade”, completou a secretária.

Dúvidas poderão ser envidas para o email rh.seletivo@campinas.sp.gov.br .

Serviço
Inscrições: das 10h de 28 até às 17h do dia 31 de maio
Onde se inscrever: portal da Prefeitura (www.campinas.sp.gov.br), no link do Processo Seletivo
Pré-requisito: ter ensino médio e cursos na área de cuidador de pessoa, com carga horária mínima de 80 horas
Forma de classificação: haverá pontuação de experiência de candidatos que trabalharam como cuidadores de pessoas. Outras experiências não serão aceitas.
Informações: edital (www.campinas.sp.gov.br/diario-oficial) e no link do Processo Seletivo
Benefícios: salário de R$ 2.690,79, além do auxílio alimentação de R$ 1.041,51 e vale transporte, nos mesmos moldes do oferecido para os servidores.
Prazo do contrato: até 12 meses

Cotas: haverá reserva de vagas para pessoas com deficiência e negros.

Continue Lendo