Connect with us
Publicidade


Nossa Região

Modelo Híbrido É Tendência No Mercado De Eventos Pós-Pandemia

Redação

Publicado

em

Formato de evento combina participação presencial para públicos reduzidos e transmissão ao vivo para milhares de pessoas

O mercado de eventos, um dos segmentos mais afetados pela Covid-19, investe em inovações. Um dos novos produtos em tempos de pandemia é o evento híbrido. Combinando atividades presenciais, para um público reduzido, e streaming, com possibilidade de transmissão ao vivo para milhares de pessoas, o formato configura uma tendência. “Diante dos desafios do setor, os eventos híbridos tornaram-se a melhor alternativa para o momento atual”, afirma Marceli Oliveira, superintendente do complexo Expo D. Pedro, um dos maiores espaços multiuso para eventos do interior de São Paulo.

Os eventos híbridos vêm transformando a interação do público. Não mais em grandes auditórios, mas acomodado em estúdios e salas menores, com todo o protocolo de segurança contra o novo coronavírus, o participante tem a oportunidade de experienciar presencialmente o evento. A transmissão por streaming permite que se participe remotamente de palestras, conferências, debates e mesas redondas sem sair de casa ou do escritório.

Outra vantagem do novo formato é sua capacidade para atender de pequenos a grandes eventos. A infraestrutura dedicada a este formato permite se adequar ao número de participantes e às necessidades de cada evento. “O evento híbrido foi uma forma que encontramos de nos reinventar para apresentar novas soluções para as necessidades do cliente”, diz Graziela Solís, gerente de Marketing e Vendas do Expo D. Pedro.

Na agenda 2020 do Complexo, 30% dos eventos presenciais migraram para híbridos, destaca Marceli Oliveira. “Este fato nos surpreendeu de forma muito positiva”, afirma. Os presenciais, de acordo com a superintendente, mantêm-se de forma linear e crescente para os próximos anos. “Mas os eventos híbridos conquistaram seu lugar como produto em nosso portfólio”, completa.

Para atender à demanda de eventos híbridos, o Expo D. Pedro investiu em soluções e infraestrutura. “Internet de qualidade é prioridade, mas é preciso pensar também em house técnica e equipe de operação”, aponta Graziela Solís. “Além disso, reunimos parceiros para que todas as modalidades em nossa agenda sejam realizadas com a excelência e a qualidade que um evento completo como este requer.”

O Complexo

Um dos maiores espaços multiuso para eventos do interior de São Paulo, o Expo D. Pedro, localizado em Campinas (SP), tem estrutura planejada para feiras, reuniões corporativas, religiosas, formaturas, palestras, congressos e shows. Os espaços modulares no Centro de Convenções se adaptam a vários formatos de eventos e capacidade de público. O Centro de Exposições tem 7 mil m2 de área totalmente horizontal.

A versatilidade do espaço, a segurança, a localização no Parque D. Pedro Shopping e a comodidade de acesso pela Rodovia D. Pedro I, eleita a melhor do Brasil pela pesquisa rodoviária da Confederação Nacional do Transporte (CNT), são grandes atrativos do Complexo.

Receba as principais notícias direto no seu Telegram https://t.me/portalhortolandia

Nossa Região

Hortolândia e região regride de fase no Plano SP contra Covid-19

Redação

Publicado

em

Por

O governo do estado anunciou nesta sexta-feira(22) que o Departamento Regional de Saúde (DRS-7) de Campinas, o que Hortolândia faz parte, vai regredir à fase vermelha, a mais restritiva do Plano São Paulo, aos finais de semana e feriados, e das 20h às 6h em dias úteis, passando a valer a partir de segunda-feira (25).

Aos sábados, domingos, e todos os dias úteis após às 20h apenas serviços essenciais como padarias, mercados e farmácias podem funcionar. Bares, restaurantes e comércio não poderão abrir.

Fora destes períodos, os municípios da região de Campinas também regrediram da fase amarela para a fase laranja, que não pode, por exemplo, ter a abertura de bares.

De acordo com o governo do estado a taxa de ocupação dos leitos de UTI atingiu 70,4% no Departamento Regional de Saúde (DRS-7), que tem sede em Campinas. O índice indicou que a região deveria mesmo ser reclassificada para a fase laranja.

CONFIRA COMO FICA NA FASE LARANJA

COMÉRCIO:

  • Capacidade 40% limitada
  • Horário reduzido (8 horas): Após as 6h e antes das 20h
  • Adoção dos protocolos geral e setorial específicos

SHOPPINGS E GALERIAS:

  • Capacidade 40% limitada
  • Horário reduzido (8 horas): Após as 6h e antes das 20h
  • Praças de alimentação: funcionamento de acordo com a categoria do estabelecimento
  • Adoção dos protocolos geral e setorial específicos

SALÕES DE BELEZA E BARBEARIAS:

  • Capacidade 40% limitada
  • Horário reduzido (8 horas): Após as 6h e antes das 20h
  • Adoção dos protocolos geral e setorial específicos

RESTAURANTES E SIMILARES – CONSUMO LOCAL

  • Capacidade 40% limitada
  • Horário reduzido (8 horas): Após as 6h e antes das 20h
  • Consumo local e atendimento exclusivo para clientes sentados
  • Venda de bebidas alcóolicas até as 20h
  • Adoção dos protocolos geral e setorial específico

BARES – CONSUMO LOCAL

  • Atividade não permitida

ACADEMIAS E CENTROS DE GINÁSTICA

  • Capacidade 40% limitada
  • Horário reduzido (8 horas): Após as 6h e antes das 20h
  • Agendamento prévio e hora marcada
  • Permissão apenas de aulas e práticas individuais, suspensas as aulas e práticas em grupo
  • Adoção dos protocolos geral e setorial específicos

EVENTOS, CONVENÇÕES E ATIVIDADES CULTURAIS

  • Capacidade 40% limitada
  • Horário reduzido (8 horas): Após as 6h e antes das 20h
  • Obrigação de controle de acesso, hora marcada e assentos marcados
  • Assentos e filas respeitando distanciamento mínimo
  • Proibição de atividades com público em pé
  • Adoção dos protocolos geral e setorial específico

OUTRAS ATIVIDADES QUE GEREM AGLOMERAÇÃO

  • Não Permitido
Receba as principais notícias direto no seu Telegram https://t.me/portalhortolandia
Continue Lendo

Nossa Região

Ação voluntária de artistas recria painel na Praça Arautos da Paz

Redação

Publicado

em

Por

Os artistas plásticos Rogério Pedro e Luciane Moreira vão recriar o painel “As Divas”, de autoria de ambos, localizado na Praça Arautos da Paz. A ação é voluntária e sem custos para a Prefeitura de Campinas.

“A iniciativa desses artistas é um exemplo da qualidade e do desprendimento de nossa classe artística. A cidade agradece a generosidade de ambos”, afirmou a secretária Municipal de Cultura, Sandra Ciocci. O objetivo, segundo os artistas, é transformar a paisagem urbana, fortalecendo a cultura e arte local em um ponto de grande importância e visibilidade em Campinas.

A previsão da entrega da obra é no domingo, dia 24 de janeiro. O painel original data de 2016 e foi realizado pelos mesmos artistas. O mural terá 12 metros de altura por três metros de largura, que totalizam 36 metros quadrados.

A obra busca inspiração na figura de Carmem Miranda e a nova versão retrabalha elementos da composição original. “É um trabalho autoral, uma pintura mural que vamos revitalizar, de forma voluntária, em apoio à cultura e arte da cidade”, disse Rogério Pedro.

Rogério Pedro e Luciane Moreira contam com o apoio da Secretaria Municipal de Cultura, que cedeu o local, e do Grupo APC (www.grupoapc.com.br) que cedeu a plataforma para alcançar toda a extensão da torre. A tinta foi obtida pelo próprio artista.

Sobre os autores

Rogério Pedro e Luciane Moreira são sócios no Estúdio RoLú, localizado em Campinas. A dupla de artistas marca sua trajetória em telas, cenografia, pintura mural e ilustrações publicitárias e editoriais.

Ambos têm notoriedade no mercado nacional e internacional, participando de importantes projetos no Brasil, Áustria, Argentina, EUA, França, Espanha, Suíça, Alemanha e nos Emirados Árabes. Também na bagagem há projetos feitos para clientes como Adobe, Red Bull, Uber, Kellogg’s, Canal GNT, Rede Globo, Instituto Ayrton Senna e parcerias com artistas consagrados da música como Carlinhos Brown, Margareth Menezes e Sandra de Sá.

Receba as principais notícias direto no seu Telegram https://t.me/portalhortolandia
Continue Lendo

Nossa Região

Primeiros vacinados contra Covid19 em Campinas

Portal Hortolândia

Publicado

em

Na tarde desta segunda-feira (18) foram vacinados os primeiros profissionais no HC da Unicamp. São profissionais da saúde que atuam na linha de frente no combate à covid19.

A primeira pessoa imunizada (1ª foto) foi Liane Mascarenhas Tinoco, técnica de enfermagem, baiana de 48 anos e que trabalha há 14 anos no HC.

Neste primeiro momento, a vacinação será para os profissionais de saúde que estão na linha de frente do combate à doença na unidade. Ao todo, 60 mil trabalhadores dos seis hospitais de referência serão imunizados.

Além do HC da Unicamp, as outras unidades são: HC de São Paulo; HC de Ribeirão Preto (USP), HC de Botucatu (Unesp), HC de Marília (Famema) e Hospital de Base de São José do Rio Preto (Funfarme).

Receba as principais notícias direto no seu Telegram https://t.me/portalhortolandia
Continue Lendo

Noticias

Publicidade

Youtube

 

PONTE DA ESPERANÇA

Populares