Connect with us

Nossa Região

Unicamp conduz força-tarefa no enfrentamento ao novo coronavírus

Portal Hortolândia

Publicado

em

A Universidade Estadual de Campinas deu início à força-tarefa contra a COVID-19, doença causada pelo novo coronavírus. Liderada por professores do Instituto de Biologia, a Força-Tarefa Unicamp visa a estruturar a universidade e a comunidade para os momentos mais críticos da pandemia, previstos para as próximas semanas.

De acordo com especialistas, a enfermidade tem causado um efeito sem precedentes basicamente pela combinação de três fatores: (1) a disseminação pela via respiratória; (2) a transmissão ocorrer por pessoas assintomáticas; e (3) o efeito sobre o sistema respiratório de pessoas com condição de saúde fragilizada.

Frente ao cenário atual, duas iniciativas, que tiveram como base o aprendizado dos efeitos da doença em outros países, têm se tornado determinantes para a mitigação dos efeitos da pandemia: o isolamento social precoce e a preparação antecipada do sistema de saúde.

Ambos afetam a famosa curva da pandemia. De acordo com médicos, enquanto o isolamento social atenua a curva, o fortalecimento emergencial do sistema de saúde aumenta a capacidade de acolhimento e cuidado com os infectados que necessitam de internação.

Estrutura

A Força-Tarefa Uni-Contra-COVID19 está estruturando a Unicamp para atuar nas seguintes frentes:

– Frente Diagnóstico, com o objetivo de padronizar protocolos, produzir controles e auxiliar a implantação de teste nos laboratórios de patologia clínica do Hospital das Clínicas da Unicamp e outros laboratórios de diagnóstico em Campinas.

– Frente de Pesquisa e Desenvolvimento: composta por um grupo de pesquisadores trabalhando no desenvolvimento e implementação de testes que possibilitem diagnóstico em larga escala para estas unidades de saúde.

– Frente de Pesquisa Básica, com o objetivo de utilizar toda a capacidade de pesquisa e inovação instalada na Unicamp para buscarem descobertas científicas que nos coloquem mais próximos da compreensão da ação do vírus, do desenvolvimento da doença e da ação de fármacos com potencial de reverter o quadro da infecção.

– Frente de Divulgação, que prestará o serviço à iniciativa de levar, em tempo real, os progressos científicos da força-tarefa à comunidade, como atuar junto à sociedade no fornecimento de informações confiáveis sobre a pandemia.

– Frente de Captação de Recursos, que visa garantir a sustentabilidade da Força Tarefa e auxiliar na estruturação da capacidade do Hospital das Clínicas da Unicamp e outros laboratórios de diagnóstico em Campinas em lidar com esta pandemia.

– Frente de Articulação, que atuará em conversas com representantes de instituições, sociedades e políticos para o engajamento conjunto frente a esta iniciativa.

– Frente de Ensaios Clínicos, liderado por pesquisadores da Faculdade de Ciências Médicas, que coordenará os ensaios clínicos voltados a COVID-19 na Unicamp.

– Frente de Modelagem Epidemiológica, que atuará na construção de modelos para a previsão de possíveis cenários e análise de dados epidemiológicos que auxiliem na compreensão dos impactos da enfermidade em nossa sociedade.

A Força-Tarefa Unicamp contra a COVID-19 pretende ter a capacidade de realizar inúmeros testes por hora, desenvolver pesquisa de ponta e ensaios clínicos e divulgar em tempo real informações seguras e embasadas cientificamente sobre o novo coronavírus e suas consequências para a saúde humana e a sociedade.

Nossa Região

Campinas registra o quarto óbito por Covid-19; vítima é mulher de 71 anos

Portal Hortolândia

Publicado

em

A Secretaria Municipal de Saúde de Campinas anunciou neste sábado, dia 4, a quarta morte por Covid-19. A vítima é uma mulher de 71 anos que apresentava comorbidades. O falecimento ocorreu no dia 28 de março na rede pública.

O exame laboratorial confirmatório veio do Instituto Adolfo Lutz. No momento há 62 casos confirmados (9 a mais, anteriormente eram 53), 100 descartados (8 a mais, anteriormente eram 92) e 829 em investigação (33 a mais, anteriormente eram 796). 

Informações

Todas as informações sobre o novo coronavírus ou Covid-19 podem ser acessadas no endereço coronavirus.campinas.sp.gov.br.

Na ferramenta, as pessoas encontram todas as medidas do Comitê Municipal de Enfrentamento da Pandemia de Infecção Humana pelo Novo Coronavírus e também podem tirar dúvidas e ter acesso à atualização dos dados da doença em Campinas.

Continue Lendo

Nossa Região

Campinas registra o quarto óbito por Covid-19; vítima é mulher de 71 anos

Redação

Publicado

em

Por

A Secretaria Municipal de Saúde de Campinas anunciou neste sábado, dia 4, a quarta morte por Covid-19. A vítima é uma mulher de 71 anos que apresentava comorbidades.

O falecimento ocorreu no dia 28 de março na rede pública. O exame laboratorial confirmatório veio do Instituto Adolfo Lutz.

No momento há 62 casos confirmados (9 a mais, anteriormente eram 53), 100 descartados (8 a mais, anteriormente eram 92) e 829 em investigação (33 a mais, anteriormente eram 796).

Informações

Todas as informações sobre o novo coronavírus ou Covid-19 podem ser acessadas no endereço coronavirus.campinas.sp.gov.br.

Na ferramenta, as pessoas encontram todas as medidas do Comitê Municipal de Enfrentamento da Pandemia de Infecção Humana pelo Novo Coronavírus e também podem tirar dúvidas e ter acesso à atualização dos dados da doença em Campinas.

Continue Lendo

Nossa Região

Policiais militares detém gerente do tráfico no Jd. Salerno, em Sumaré

Redação

Publicado

em

Por

Traficante confessa ser gerente do tráfico, na manhã da última quinta-feira (02), por volta das 7 da manhã, no Jardim Salerno.

Policiais passavam pela, rua Santos, conhecida por ser ponto de tráfico e durante o patrulhamento, avistaram um homem com uma bolsa nas mãos, assim que o homem percebeu a aproximação dos policias tentou correr, mas foi detido pelos policiais.

Ao ser questionado o homem confessou aos policiais, ser o gerente do tráfico e que pertencia a facção criminosa PCC e que só estava lá pra fazer o recolhe e a troca do turno de serviço.

Na abordagem foi encontrado com ele, 229 ( duzentos e vinte nove )porções de cocaína, 125 ( cento e vinte cinco ) pedras crack, 14 ( quatorze) de ecstasy, 223 ( duzentos e vinte três) porções de maconha, 19 ( dezanove) porções de maconha skank, e a quantia de 43,75 ( quarenta e três e setenta e cinco centavos) em moeda e R$ 471,00 ( quatrocentos e setenta e um) reais em dinheiro.

Ainda assim, o traficante questiono se o Delegado do comando era bom para fazer negócio.

O traficante foi preso e está a disposição da justiça.

Por Raquel Trindade

Continue Lendo