Connect with us
Publicidade

Policial

Estelionato: Mulher leva idoso morto para fazer prova de vida em Campinas

Redação

Publicado

em

sirene policia

Uma mulher é investigada pela Polícia Civil de Campinas pela tentativa de estelionato e exposição de cadáver que ocorreu no começo deste mês em uma unidade do Banco do Brasil, na região central de Campinas (SP).

A mulher de 58 anos teria levado seu suposto companheiro, de 92 anos, para fazer a prova de vida para recebimento da aposentadoria. O detalhe é que o homem já estava morto havia pelo menos 12 horas.

O caso aconteceu no dia 02 de outubro em uma agência do Banco do Brasil. A mulher levou o homem, identificado Laércio Della Colleta, em uma cadeira de rodas, juntamente com um casal. Enquanto o casal ficou com Laércio na área de atendimento, a mulher subiu ao primeiro andar da agência e disse para uma funcionária que o marido passava mal.

A ida ao banco era porque ela precisava de uma nova senha de letras para acessar a conta bancária do marido, com quem ela alegou estar casada havia 10 anos, pois tinha esquecido a anterior. Como precisava fazer a comprovação de que ele estava vivo, já que não tinha procuração, levou o homem ao local.

Foi quando um dos atendentes, que tinha ido buscar a senha, estranhou a situação. Quando se aproximou, notou que Laércio estava morto. O funcionário do banco pediu a ajuda de um bombeiro civil da própria agência, que também constatou o óbito.

Um médico do Grupo de Resgate e Atendimento a Urgências (Grau), do Corpo de Bombeiros, também foi chamado para verificar a situação. Por causa do estado do corpo e do inchaço, ele levantou a suspeita de que o aposentado estaria, na verdade, morto há bastante tempo.

Para a polícia a mulher afirmou que havia conversado com o suposto marido pela manhã e tinham falado de seguirem até o banco para fazer a prova de vida. Ela ainda disse que o aposentado estava bem de saúde, mas começou a ficar debilitado há um mês. Segundo a Polícia Civil, a mulher chegou a entrar em contradição quanto à última vez que conversou com o marido e também teria dito que havia comprado a cadeira de rodas no dia anterior. Como não havia o exame que comprovava quanto tempo o homem estava morto, ela acabou sendo liberada.

No boletim de ocorrência registrado na Polícia Civil o caso ocorreu pouco depois do meio-dia, o homem estava morto, no mínimo, desde a meia-noite do dia anterior. O homem era escrivão de polícia aposentado e viúvo.

Agora, com o resultado do exame do corpo do aposentado mostrando que ele estava em óbito há mais tempo, a mulher será novamente chamada à polícia para novos esclarecimentos e também vai responder ao inquérito aberto. Ela deve ser indiciada pela polícia.

Receba as principais notícias direto no seu Telegram https://t.me/portalhortolandia

Policial

Nova etapa da Operação Saturarão combaterá aglomerações e perturbação do sossego em Hortolândia

Portal Hortolândia

Publicado

em

A Guarda Municipal e o Setor de Fiscalização da Prefeitura de Hortolândia iniciam, na noite desta sexta-feira (23/10), mais uma etapa da “Operação Saturação” de orientação contra a aglomeração de pessoas e perturbação do sossego.

O trabalho acontece até a noite de domingo (25/10) e tem o objetivo de conscientizar a população. De acordo com a Secretaria de Segurança, as operações acontecem desde o final de março deste ano para orientar o funcionamento correto dos estabelecimentos comerciais e evitar a disseminação do Coronavírus.

Mesmo com a entrada de Hortolândia na “Fase Verde” do Plano São Paulo de reabertura gradual e consciente das atividades, do Governo Estadual, é proibida a realização de festas com aglomerações, em espaços públicos e privados, além de ações que perturbem o sossego dos munícipes. Segundo a Secretaria de Segurança, desde janeiro, foram registradas 2.645 ocorrências ligadas à perturbação do sossego e aglomeração de pessoas.

Uso de pipas com cerol será multado

As ações da GM para combater o uso de cerol em pipas também continuam, já que contribuem para a queda do número de aglomeração de pessoas nas ruas, aos finais de semana. De acordo com a Secretaria de Segurança, os agentes da força de segurança da Administração Municipal intensificaram o trabalho para evitar esta situação.

Caso alguém seja flagrado usando cerol, o munícipe será multado em R$ 100,00. Se for menor de idade, os pais serão responsabilizados. A multa irá para o Sistema Tributário Municipal de Multas, por meio do CPF (Cadastro de Pessoa Física) do infrator.

Como denunciar

Quem flagrar estas situações poderá denunciar os infratores, que podem ser levados à delegacia. Denúncias que caracterizem aglomeração de pessoas ou perturbação de sossego podem ser feitas à corporação, a qualquer hora do dia ou da noite, todos os dias da semana, pelo telefone 153 ou 08000-111-580.

Os responsáveis por organizar festas clandestinas podem ser multados em até R$ 5.000,00, segundo as leis de perturbação do sossego. O local da confraternização poderá ser lacrado, alerta a Secretaria de Governo.

Receba as principais notícias direto no seu Telegram https://t.me/portalhortolandia
Continue Lendo

Policial

Policiais da 3 CIA de Hortolândia prendem trio por tráfico de drogas e localizam réplica de submetralhadora

Portal Hortolândia

Publicado

em

A Polícia Militar da 3a Cia em Hortolândia, em cumprimento ao disque denúncia na tarde desta quarta-feira pelo bairro Vila Inema, ao se aproximarem da residência alvo da denúncia, a qual exalava um forte odor característico de maconha.

Os policiais obtiveram autorização para vistoria no local, e localizou um indivíduo na cozinha e um casal no quarto, em revista pessoal nada de ilícito foi encontrado, porém, ao realizarem vistoria domiciliar foram localizados 01 celular com negociações do tráfico, 01 caderno com contabilidade do tráfico, 04 balanças digitais, 01 estojo deflagrado de munição .50, 04 munições calibre .22, 39 (trinta e nove) porções de maconha, 27 (vinte e sete) eppendorf de cocaína, diversas embalagens vazias tipo eppendorff, R$10,00 (dez) reais em espécie e 01(uma) máquina de cartão.

Ao indagar o indivíduo sobre um suposto fuzil relatado na denúncia, informou que na residência de sua genitora pelo bairro Jardim Rosolém, teria uma réplica de submetralhadora HK mp5

Com apoio das demais viaturas os policiais foram até o endereço informado e localizaram a réplica escondida no galinheiro da chácara, diante do exposto foi dada voz de prisão ao trio e conduzidos ao plantão policial de Hortolândia, onde o delegado de plantão ratificou a voz de
prisão, permanecendo todos a disposição da justiça.

A população sempre pode ajudar fornecendo informações a respeito de irregularidades por meio dos telefones 190 e 193, do Disque PM – 0800 0555 190, do Fale Conosco PM no site www.polmil.sp.gov.br ou do Disque Denúncia – 181.

Receba as principais notícias direto no seu Telegram https://t.me/portalhortolandia
Continue Lendo

Policial

Família procura por mulher desaparecida em Hortolândia

Avatar

Publicado

em

Por

Desde domingo (11), a família de Deize Santiago, de 24 anos, está à procura dela. A jovem desapareceu por volta das 20h. Ela reside no bairro Vila Real, em Hortolândia. 

A família registrou o boletim de ocorrência nesta sexta-feira. A mãe informou que sua filha saiu de casa e até o presente momento não retornou. 

A mãe ainda relatou, que não sabe onde sua filha possa estar desaparecida, sendo que já  a procurou por diversos lugares, porém, até agora toda as suas diligências foram sem sucesso. 

Os familiares pedem que qualquer informação do paradeiro de Deize, seja passada para a mãe, Neuza Santiago, no número (19) 997371655.

Receba as principais notícias direto no seu Telegram https://t.me/portalhortolandia
Continue Lendo

Noticias

Youtube

 

PONTE DA ESPERANÇA

Populares