Connect with us
Publicidade

Policial

Garupa de motociclista é preso por porte de drogas no Vila Santana

Portal Hortolândia

Publicado

em

Dois motoqueiros são perseguidos pelos bairros de Sumaré e após a colisão do veículo, o garupa é preso por porte de drogas durante a noite desta segunda-feira (10), na Avenida Julia Vasconcelos Bufara, localizada no bairro Vila Santana.

Conforme o boletim de ocorrência, a Equipe de Força Tática realizava um patrulhamento ostensivo e preventivo pelo município de Sumaré quando, pela Avenida Rebouças, visualizou uma motocicleta empinando. Dada ordem de parada, a qual não foi obedecida, deu-se início a uma perseguição em direção as ruas do Centro, Vila Santana e Jardim Primavera.

Publicidade

Neste último bairro, o indivíduo conseguiu fugir passando por uma ponte destinada a pedestres sentido bairro Virgílio Basso.

Após poucos minutos, a viatura informou através do COPOM que estaria acompanhando outra motocicleta ocupada por dois indivíduos, sendo que o garupa estaria sem capacete e que fugiram em direção a mesma ponte anteriormente mencionada. De pronto, a equipe seguiu ruma a Rua Joseph Pleasant Fenily, uma vez que naquele momento passaria o trem de cara, obrigando os indivíduos a realizarem o retorno. Assim que chegaram no local, visualizaram uma motocicleta em alta velocidade, que logo foi acompanhada pela viatura por diversas ruas pelo Jardim São Domingos e Jardim Campo Belo.

Já na Rua José Prestes da Silva, os indivíduos adentraram em uma viela e vieram a colidir em um muro, iniciando fuga e perseguição a pé. Neste momento, ambos os indivíduos adentraram em uma região de mata, onde seguiram em direções opostas e somente o garupa permaneceu no campo de visão dos policiais, que corria com uma das mãos na cintura, de onde retirou um objeto, o dispensou e seguiu adiante. Após alguns instantes, ele retornou para a área residencial sentido a Rua Vitório Formágio, onde tentou adentrar em uma rua, mas foi impedido pelos moradores, sendo necessário o uso de forças e algemas para conte-lo.

O abordado foi identificado como K. e em busca pessoal, a equipe localizou um micro tubo de cocaína no bolso da bermuda e ao retornar na viela onde havia permanecido o motorista da viatura, a equipe foi informada que o objetivo que havia sido dispensado se tratava de um estojo contendo 149 comprimidos de ecstasy, 103 micro pontos de LSD, 28 micro tubos de cocaína, 12 porções de maconha e 07 pedras de crack.

Quando abordado e questionado sobre as drogas apreendidas e a fuga, negou a propriedade das mesmas e não saber o motivo dos policiais estarem atrás dele. Ao ser dada voz de prisão ao indivíduo, todos se deslocaram até a residência de K. para buscar seus documentos de identificação. Foi realizado contato com a progenitora de K., a qual informou não viver mais com seu filho há algum tempo, mas que ainda guardava sua certidão de nascimento, que prontamente foi entregue as autoridades. A casa da namorada de K também foi checada, mas nada foi encontrado.

Diante dos fatos, o boletim de ocorrência foi registrado no Plantão Policial de Sumaré e o delegado responsável ratificou a voz de prisão contra K.

Por: Raissa Ribeiro.

Receba as principais notícias direto no seu Telegram https://t.me/portalhortolandia

Policial

Operação conjunta da Receita Federal e da Polícia Civil resulta na apreensão de 110 celulares

Avatar

Publicado

em

Aparelhos estavam sendo transportados para a África em voos partindo do Aeroporto de Guarulhos.

Nesta terça-feira, 29 de setembro, a Receita Federal deflagrou uma operação conjunta com a Polícia Civil no Aeroporto Internacional de Guarulhos que resultou na prisão de oito viajantes. Eles estavam embarcando para a África com celulares usados na bagagem. Foram apreendidos 110 aparelhos. A maioria tinha Boletim de Ocorrência de roubo.

Publicidade

Os celulares foram apreendidos por se configurar tentativa de exportação clandestina. Os aparelhos cujos donos forem identificados serão devolvidos aos seus legítimos proprietários.

Receba as principais notícias direto no seu Telegram https://t.me/portalhortolandia
Continue Lendo

Policial

Polícia Civil deflagra operação Raio-X contra desvio de dinheiro público na saúde

Redação

Publicado

em

Por

Ação resultou na prisão de 51 pessoas e apreensão de R$1,2 mi, veículos e celulares

A Polícia Civil deflagrou, na manhã desta terça-feira (29), a operação “Raio-X” com objetivo de desarticular esquemas de desvio de dinheiro público destinado à saúde, praticados em cidades das regiões de Araçatuba e Bauru, e nos estados do Pará, Paraná, Minas Gerais e Mato Grosso do Sul.

Publicidade

A ação foi coordenada por agentes da Divisão Especializada de Investigações Criminais (Deic) de Araçatuba, com apoio do Deic de Bauru e do Grupo de Atuação Especial de Repressão ao Crime Organizado de São Paulo (Gaeco), do Ministério Público.

Os trabalhos de investigação foram iniciados há cerca de dois anos por meio de Inquérito Policial que apontaram a necessidade da investigação criminal. Foi constatado um esquema de desvio público por meio de organizações sociais prestadoras de serviço na área da saúde, em que eram realizadas licitações fraudulentas para movimentação financeira do esquema.

“Uma vez vencida a licitação o próximo passo era a celebração de um contrato de gestão entre a organização social e o município, a partir de então existia a contratação de prestadores de serviços para que o dinheiro saísse da organização, fosse disseminado ao prestador e em seguida retornasse aos cofres públicos. No momento seguinte entrava o esquema de lavagem de dinheiro.”, explica o Dr. Fabio Neri Pistori, delegado titular do DEIC de Araçatuba.

Com empenho de 816 policiais civis, foram cumpridos 237 mandados de busca e apreensão e 64 de prisões temporárias nas determinadas regiões. A ação resultou na detenção de 51 pessoas – sendo quatro em flagrante, além de 20 veículos, R$1,2 mi, diversos celulares, oito armas de fogo, munições, computadores e documentos.

“Nosso objetivo não é apenas de prender eventuais suspeitos ou envolvidos, mas também buscar o ressarcimento dos cofres públicos, principalmente da saúde, e se eventualmente desvios ocorreram nossa finalidade visa recuperar esse patrimônio público. A Investigação vai continuar.”, conclui o delegado.

Receba as principais notícias direto no seu Telegram https://t.me/portalhortolandia
Continue Lendo

Policial

Aumenta número de ocorrências de aglomeração de pessoas e perturbação do sossego em Hortolândia

Portal Hortolândia

Publicado

em

Aumentou o número de ocorrências ligadas à perturbação do sossego e aglomeração de pessoas em espaços públicos e privados em Hortolândia, neste final de semana, com relação ao anterior. Da noite de sexta-feira a domingo (25 a 27/09), as equipes da Guarda Municipal atenderam 30 chamados relacionados ao problema. No final de semana passado, houve 14 ocorrências.

A “Operação Saturação” é realizada pela Prefeitura aos finais de semana, desde o início da pandemia do Coronavírus. A ação busca fiscalizar e conscientizar a população contra a aglomeração de pessoas e a perturbação do sossego em todas as regiões da cidade para evitar a disseminação da doença e orientar o funcionamento regular das atividades comerciais.

Publicidade

Hortolândia permanece na “fase amarela” do Plano São Paulo de reabertura gradual e consciente das atividades, do Governo Estadual. Deste modo, continua proibida a realização de festas com aglomerações, em espaços públicos e privados, além de ações que perturbem o sossego dos munícipes.

De acordo com a Secretaria de Segurança, desde janeiro, foram registradas 2.517 ocorrências ligadas à perturbação do sossego e aglomeração de pessoas. De março até agora, desde quando começou a pandemia do Coronavírus, houve 2.124 atendimentos.

“Neste final de semana tivemos o dobro de ocorrências do final de semana passado. A forte onda de calor contribuiu para o aumento dos registros. Continuaremos nos próximos finais de semana o trabalho para conscientizar e orientar a população para evitar estes atos que causam a disseminação da doença e colocam a vida das pessoas em risco”, comenta a comandante da Guarda Municipal, Michele Cardena.

Como denunciar

O munícipe que flagrar todas estas situações pode denunciar os infratores. Eles podem ser levados à delegacia. Denúncias que caracterizem aglomeração de pessoas ou perturbação de sossego podem ser feitas à corporação, a qualquer hora do dia ou da noite, pelo telefone 153 ou 08000-111-580.

Os responsáveis por organizar festas clandestinas podem ser multados em até R$ 5.000,00, segundo as leis de perturbação do sossego. O local da confraternização poderá ser lacrado, alerta a Secretaria de Governo.

Receba as principais notícias direto no seu Telegram https://t.me/portalhortolandia
Continue Lendo

Noticias

Publicidade

Youtube

 

PONTE DA ESPERANÇA

Populares