Connect with us
Publicidade


São Paulo

COVID-19: Estado amplia horário de comércio e altera horário de bares

Portal Hortolândia

Publicado

em

O Governo de São Paulo anunciou nesta sexta-feira (11) novas medidas de controle da pandemia para atividades não-essenciais em todas as regiões do estado. Bares vão encerrar o atendimento presencial às 20h, enquanto restaurantes e lojas de conveniência em perímetro urbano só poderão vender bebidas alcoólicas até as 20h e deverão fechar às 22h.

Já o comércio em geral e shoppings retomam o expediente de 12 horas diárias com fechamento às 22h, como forma de evitar aglomerações. As medidas foram apresentadas pelo Secretário de Estado de Saúde, Jean Gorinchteyn, e especialistas do Centro de Contingência do coronavírus durante entrevista coletiva. As regras valem a partir deste sábado (12).

“São essas as medidas que serão tomadas e iniciadas a partir da 0h do dia 12 e terão a duração de 30 dias, prorrogáveis seguindo os índices da pandemia”, declarou Jean. “Temos a necessidade não só de reforçar o sistema de saúde, mas também adotando medidas emergenciais e tendo a possibilidade de uma vigilância que nos garanta a segurança da população”, acrescentou.

A capacidade de público em bares e restaurantes está limitada a 40% da capacidade de cada estabelecimento. A permanência de clientes em pé está proibida, e cada mesa pode ter, no máximo, seis pessoas. O distanciamento mínimo entre as mesas deve ser de 1,5 metro, com aferição de temperatura e acesso a álcool em gel nos acessos aos estabelecimentos.

Nas lojas de conveniência, os clientes podem permanecer em pé, mas devem seguir as demais normas e horários dos restaurantes. A limitação de venda de bebida alcoólica às 20h vale tanto para o consumo nas lojas como para viagem. A medida é necessária para coibir aglomerações nas imediações das lojas e outros locais públicos.

As restrições foram definidas devido à mudança de perfil etário na demanda por leitos hospitalares de COVID-19. Entre março e novembro, a maioria das vagas era solicitada para pacientes com idade entre 55 e 75 anos. Nas últimas três semanas, os adultos jovens, com idade entre 30 e 50 anos, passaram a ser maioria entre nesta demanda. Os jovens com idade entre 20 e 39 anos representam 40% dos novos casos confirmados e 3,6% das mortes por COVID-19.

Já a extensão do expediente para 12 horas diárias em lojas de rua e shoppings pretende evitar a concentração de clientes em horários de pico no comércio durante as compras de final de ano. A expectativa é que a demanda das vendas presenciais seja diluída ao longo de todo o período.

A capacidade de atendimento presencial nas lojas continua limitada a 40%, com aferição de temperatura e acesso a álcool em gel nos acessos aos estabelecimentos. As demais regras e protocolos previstos para a fase amarela do Plano São Paulo estão mantidos, com possibilidade de revisão prevista para o dia 4 de janeiro.

Fiscalização

O Governo do Estado também confirmou a ampliação para mil fiscais da Vigilância Sanitária em suporte às equipes municipais, especialmente em cidades com mais de 70 mil habitantes. O trabalho será reforçado para coibir o funcionamento irregular de estabelecimentos de qualquer natureza, além de festas, baladas e eventos clandestinos.

A Vigilância Sanitária Estadual também divulgou balanço de 110 mil inspeções e 1,2 mil autuações por aglomerações e ausência do uso de máscaras. A Secretaria de Estado da Saúde pediu a colaboração da população no combate a irregularidades e recebe denúncias 24 horas por dia pelo telefone 0800 771 3541 ou e-mail [email protected]

Um resumo das informações divulgadas na entrevista coletiva desta sexta está disponível para download na página https://issuu.com/governosp/docs/20201211_coletiva_final_br.

Receba as principais notícias direto no seu Telegram https://t.me/portalhortolandia

São Paulo

Fatecs divulgam lista de classificação geral do Vestibular do 1º semestre de 2021

Portal Hortolândia

Publicado

em

Está disponível em vestibularfatec.com.br a lista de classificação geral do processo seletivo das Faculdades de Tecnologia do Estado (Fatecs) para o primeiro semestre de 2021. O mesmo endereço eletrônico traz a primeira relação dos convocados para matrícula. Em respeito ao distanciamento social necessário para o controle da pandemia, os procedimentos para matrícula serão totalmente online.

Nesta quinta e sexta-feira (21 e 22), os classificados devem fazer o upload legível no site do Vestibular, dos documentos requisitados para matrícula, relacionados na Portaria, obrigatoriamente nos formatos PDF, JPEG ou PNG – veja relação abaixo.

Convocação e matrícula online

Os candidatos receberão confirmação da convocação por e-mail (é importante não esquecer de verificar caixa de lixeira e spam). Os convocados deverão realizar o requerimento de matrícula por meio da interface do site do Sistema Integrado de Gestão Acadêmica (Siga). O envio dos documentos não garante a efetivação da matrícula, que dependerá da conferência, pela Secretaria Acadêmica da Fatec, dos documentos obrigatórios anexados pelo próprio candidato.

Quem não tiver acesso ao sistema poderá comparecer à Fatec, no período de matrícula, para utilização de um terminal de computador com acesso à internet, desde que não seja feriado municipal na cidade onde a unidade está sediada. Os interessados devem entrar em contato com a Fatec para verificar data e horário de atendimento. Para utilizar os equipamentos, será obrigatório o uso de máscara de proteção facial e também respeitar as demais medidas de proteção do Protocolo Sanitário Institucional do Centro Paula Souza (CPS).

É importante ressaltar que o acompanhamento das etapas do processo seletivo, a verificação das listas de convocação e leitura atenta do Manual do Candidato e da Portariado Vestibular são de inteira responsabilidade do candidato.

Confira as próximas datas importantes:

21 e 22 de janeiro – Envio de documentos para requerimento de matrícula;

28 e 29 janeiro – Matrícula dos convocados na primeira chamada;

1º de fevereiro – Divulgação da segunda lista de convocação;

2 de fevereiro – Matrícula dos convocados na segunda lista.

Caso as vagas oferecidas não sejam preenchidas na segunda chamada, novas listas serão publicadas exclusivamente nos sites das unidades. Cabe ao candidato acompanhar a convocação.

Documentos para matrícula

Para requerer a matrícula, os convocados para os 81 cursos superiores tecnológicos devem fazer o upload legível dos seguintes documentos:

  • documento de identidade – RG, carteira de identidade de militar pelas Forças Armadas ou pela Polícia Militar, cédula de Registro Nacional de Estrangeiros (RNE) dentro da validade;
  • cadastro de pessoa física (CPF) ou documento contendo o número do CPF;
  • foto 3X4 de rosto recente, fundo neutro;
  • documento de quitação com o serviço militar para brasileiros maiores de 18 anos do sexo masculino;
  • histórico escolar completo do Ensino Médio (frente e verso);
  • certificado de conclusão do Ensino Médio (frente e verso).

Para os aprovados que concluíram o Ensino Médio por estudos equivalentes no exterior, no todo ou em parte, também é necessário o upload do parecer de equivalência de estudos realizados no exterior emitido pela Secretaria da Educação ou Conselho Estadual de Educação (frente e verso).

Documentos em língua estrangeira devem estar vistados pela autoridade consular brasileira no país de origem e acompanhados da respectiva tradução oficial.

Os beneficiados pelo item “escolaridade pública” do Sistema de Pontuação Acrescida devem fazer upload do histórico escolar ou declaração comprovando que cursaram integralmente o Ensino Médio ou EJA na rede pública municipal, estadual ou federal, com detalhamento das escolas onde estudaram.

Quem pretende obter aproveitamento de estudos em disciplinas já concluídas em outro curso superior deve apresentar a documentação referente à carga horária, ementa e programa da disciplina cursada e histórico escolar da instituição de origem – mais detalhes no Manual do candidato.

Outras informações pelos telefones (11) 3471-4103 (Capital e Grande São Paulo) e 0800-596 9696 (demais localidades) ou em vestibularfatec.com.br.

Receba as principais notícias direto no seu Telegram https://t.me/portalhortolandia
Continue Lendo

São Paulo

Governo de SP inicia vacinação contra coronavírus no interior

Redação

Publicado

em

Por

Cerca de 60 mil profissionais que atuam em hospitais serão imunizados

Serão vacinados cerca de 60 mil profissionais que atuam nos cinco hospitais-escola selecionados. Foram enviadas 4,4 mil doses da vacina desenvolvida pelo laboratório chinês Sinovac, em parceria com o Instituto Butantan, para que a vacinação comece ainda hoje.

Segundo o governo estadual, os trabalhadores do Complexo do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo, na capital paulista, já começaram a tomar o imunizante desde as 7h de hoje. A aplicação da vacina começou ontem, logo depois da aprovação pela Anvisa. Ontem, foram vacinadas 112 pessoas.

“Estamos distribuindo as grades de vacinas e insumos com muita agilidade, graças ao planejamento e mobilização das equipes. Há cerca de três meses temos nos dedicado a organizar a campanha, que agora começa com a priorização dos nossos heróis da saúde”, disse o secretário de Saúde, Jean Gorinchteyn.

De acordo com o governo estadual as vacinas e insumos serão enviados a partir de amanhã para os polos regionais, que farão a redistribuição para as prefeituras. A prioridade é que sejam vacinados antes os profissionais de saúde que atuam no combate à pandemia e também os povos indígenas.

Fonte Agência Brasil EBC

Receba as principais notícias direto no seu Telegram https://t.me/portalhortolandia
Continue Lendo

São Paulo

Governo lança site Vacina Já para pré-cadastro da imunização contra COVID-19

Portal Hortolândia

Publicado

em

O Governo de São Paulo lançou neste domingo (17) o site www.vacinaja.sp.gov.br para agilizar a campanha de vacinação contra o COVID-19 no estado.

Nele, todas as pessoas aptas a receber a vacina do Butantan podem fazer um pré-cadastro. Nesta primeira etapa, o grupo prioritário é formado por profissionais de saúde e indígenas.

O pré-cadastro não é um agendamento, mas vai garantir um atendimento mais rápido nos locais de vacinação e evitar a formação de aglomerações. O fornecimento das informações é opcional, mas a participação de cada um vai ajudar toda a sociedade.

Quem não conseguir fazer o pré-cadastro não precisa se preocupar, pois a vacinação também será feita sem ele. Apenas será necessário fazer o cadastro completo na unidade de vacinação. A maior parte dos profissionais de saúde vai receber a vacina nos seus locais de trabalho.

Receba as principais notícias direto no seu Telegram https://t.me/portalhortolandia
Continue Lendo

Noticias

Publicidade

Youtube

 

PONTE DA ESPERANÇA

Populares