Connect with us
Publicidade

São Paulo

Estado de São paulo diminue indicadores de criminalidade no mês de fevereiro

Portal Hortolândia

Publicado

em

No segundo mês do ano houve ainda recorde de prisões

O Estado de São Paulo fechou o segundo mês do ano de 2019 com reduções nos casos e vítimas homicídio e latrocínio, além de diminuição nas ocorrências estupros e todas as modalidades de roubos e furtos.

O total de boletins de ocorrência de homicídio doloso reduziu 10,5%, passando de 237 para 212, em números absolutos foram 25 a menos. A quantidade é a menor de toda a série histórica, iniciada no ano de 2001.

O indicador de vítimas de mortes intencionais também apresentou 11% de diminuição. Foram contabilizadas 219 vítimas em fevereiro deste ano, ante 246 no segundo mês do ano passado – 27 a menos.

Com as reduções, as taxas dos últimos 12 meses (de março de 18 a fevereiro de 2019) caíram para 6,62 casos e 6,96 vítimas de homicídios a cada grupo de 100 mil habitantes do Estado. Os índices são os menores do período.

O total de latrocínios caiu 45,5% em fevereiro, passando de 22 para 12 casos. Já o indicador de vítimas recuou 43,5%, de 23 para 13. Ambos, com 10 a menos, são os menores números de toda a série.

Em fevereiro, os estupros apresentaram redução de 5,3%. A quantidade passou de 999 para 946, ou seja, 53 a menos. As extorsões mediante sequestro ficaram zeradas pela primeira vez no período caíram de três para zero.

Os roubos em geral diminuíram 12,9%. Foram registrados 22.244 boletins de ocorrência desta natureza em fevereiro de 2018 e 19.383 no segundo mês deste ano – 2.861 casos a menos. É o menor número de casos desde 2013.

Os casos de roubos de veículos apresentaram queda de 21%. De 4.508 para 3.562 – 946 a menos. É o menor número da série histórica.

Os roubos de carga recuaram 21,2% no segundo mês de 2019. O total passou de 745 para 587 – em números absolutos foram 158 a menos. Os roubos a banco reduziram pela metade, de quatro para dois – menor da série.

Os furtos em geral tiveram queda de 8,3% (de 46.716 para 42.843) no mês – menos 3.873 casos. Os furtos de veículos caíram 10,2%, passando de 8.057 para 7.232, ou seja, 825 a menos – é o menor número da série histórica.

Produtividade policial

O trabalho realizado pelas três polícias estaduais resultou em 15.721 prisões realizadas ao longo do mês. A quantidade, que representa aumento de 3,37%, é recorde para período.

No mesmo período, 942 armas de fogos foram retiradas das ruas e 4.061 flagrantes de tráfico de drogas foram registrados.

Receba as principais notícias direto no seu Telegram https://t.me/portalhortolandia

São Paulo

Localização de todos os radares em estradas estaduais em breve

Portal Hortolândia

Publicado

em

O Governador João Doria sancionou a Lei 17.294/2020 para que o Governo de São Paulo publique a localização de todos os radares instalados nas rodovias estaduais paulistas, sejam fixos, móveis, estáticos ou portáteis.

A publicação será diária, com localização, horário de funcionamento dos dispositivos e seus respectivos limites de velocidade. A iniciativa foi proposta pelo deputado Ricardo Madalena, com o projeto de lei 679/206. Atualmente, já está disponível a localização de radares fixos.

A medida será implantada em 90 dias, conforme prevê a Lei 17.294, sancionada pelo Governador João Doria e publicada no Diário Oficial do Estado de 23 de outubro de 2020: http://diariooficial.imprensaoficial.com.br/nav_v6/index.asp?c=29713&e=20201023&p=1.

Os radares estáticos (em tripés) são operados em pontos pré-determinados no período diuturno, ou seja, enquanto há luz solar. Já os radares portáteis são operados pela Polícia Militar Rodoviária em cronograma estabelecido pelo comando rodoviário.

Veja abaixo o texto da lei:

LEI Nº 17.294, DE 22 DE OUTUBRO DE 2020
Dispõe sobre a obrigatoriedade de a Administração Pública Estadual divulgar em seu site institucional a localização de todos os radares de fiscalização e os respectivos limites de velocidade
O GOVERNADOR DO ESTADO DE SÃO PAULO: Faço saber que a Assembleia Legislativa decreta e eu promulgo a seguinte lei:
Artigo 1º – A Administração Pública Estadual fica obrigada a manter disponível em seu site institucional a localização e o horário de funcionamento de todos radares, fixos, móveis, estáticos ou portáteis, de fiscalização de velocidade em todo o Estado, além da velocidade limite de cada um.
Artigo 2º – Vetado
I vetado
II – vetado
III – vetado
IV – vetado
Artigo 3º – O disposto nesta lei aplicar-se-á a quaisquer radares que vierem a ser utilizados pelo Estado, mesmo que não indicados no artigo 2º desta lei. Artigo 4º – Vetado.
Artigo 5º – A Administração Pública Estadual deverá assegurar a implantação e execução desta lei no prazo máximo de 90 (noventa) dias após sua publicação.
Artigo 6º – As despesas decorrentes da execução da presente lei correrão à conta de dotações orçamentárias próprias.
Artigo 7º – Esta lei entra em vigor na data de sua publicação.

Receba as principais notícias direto no seu Telegram https://t.me/portalhortolandia
Continue Lendo

São Paulo

Tribunal edita nova deliberação sobre pareceres das contas de Prefeitos

Portal Hortolândia

Publicado

em

Em decorrência da necessidade de normatizar e uniformizar os procedimentos de apreciação dos atos de responsabilidade, direta ou indireta, de Prefeitos, o Tribunal de Contas do Estado de São Paulo (TCESP), referendado pelo Colegiado, editou nova deliberação para tratar sobre o tema. 

Publicada na edição de 22 de outubro do Caderno Legislativo do Diário Oficial do Estado, a medida leva em conta a decisão proferida pelo Supremo Tribunal Federal (STF) que determina que “… a apreciação das contas de Prefeitos, tanto as de governo quanto as de gestão, será exercida pelas Câmaras Municipais, com o auxílio dos Tribunais de Contas competentes, cujo parecer prévio deixará de prevalecer por decisão de 2/3 dos Vereadores”. 

O Presidente do TCESP, Conselheiro Edgard Camargo Rodrigues, e o Conselheiro-Relator Renato Martins Costa esclarecem que cabe ao Tribunal, em relação às contas municipais, emitir apenas o parecer previsto no parágrafo 2º, do artigo 31 da Constituição Federal, combinado com o artigo 24 da Lei Complementar nº 709/93 e o inciso II, do artigo 56 do Regimento Interno, inexistindo julgamentos de contas de gestão. 

. Regramento

Segundo o art. 1º da deliberação, os pareceres emitidos para as contas de Prefeitos não serão mais autuados apartados. Desse modo, eventual aplicação de multas será imposta à margem do parecer e executada em expediente próprio. 

No parecer emitido pelo TCE, será informada à Câmara Municipal eventual necessidade de ressarcimento de importância e reparação do erário por procedimentos irregulares apurados e constantes da instrução processual. 

De acordo com a deliberação, o TCESP poderá, de ofício, encaminhar ao Ministério Público Estadual cópia dos pareceres emitidos, em especial nos casos de devolução de importâncias ou de ressarcimento de prejuízos causados.

De acordo com o art. 2º, a Corte de Contas continuará exercendo as competências previstas na Lei Complementar 709/93, com exceção da hipótese de o Prefeito exercer a Presidência de qualquer órgão pertencente à Administração Pública, como no caso de Consórcios, ou quando julgada irregular a prestação de contas de repasses Fundo a Fundo feitos pelo Estado de São Paulo aos municípios jurisdicionados.

Acesse a íntegra da deliberação.

Receba as principais notícias direto no seu Telegram https://t.me/portalhortolandia
Continue Lendo

São Paulo

Governo de SP e Ministério da Saúde acertam compra da vacina do Butantan

Redação

Publicado

em

Por

Acordo entre o Governador João Doria, o Ministro Eduardo Pazuello e outros 23 chefes de estados do país confirma aquisição do imunizante

O Governo de São Paulo chegou a um acordo com o Ministério da Saúde para a aquisição via SUS (Sistema Único de Saúde) de 46 milhões de doses da vacina Coronavac, desenvolvida em parceria internacional entre a biofarmacêutica Sinovac Life Science e o Instituto Butantan, até o final de dezembro de 2020.

O Governo Federal confirmou que irá adquirir o imunizante após aprovação na Anvisa. O potencial imunizante contra o coronavírus está em fase final de estudos clínicos no Brasil e se mostrou totalmente seguro nos testes realizados desde o final de julho.

O acordo foi realizado durante reunião virtual entre o Governador João Doria, o Ministro Eduardo Pazuello e outros 23 chefes de estados brasileiros.

A expectativa é que a vacinação nacional possa iniciar em janeiro do próximo ano. Os detalhes sobre a inclusão da Coronavac no Plano Nacional de Imunizações serão divulgados após a formalização do acordo.

Receba as principais notícias direto no seu Telegram https://t.me/portalhortolandia
Continue Lendo

Noticias

Youtube

 

PONTE DA ESPERANÇA

Populares