Connect with us

São Paulo

Instituto Butantan fecha parceria para produzir vacina contra chikungunya

Portal Hortolândia

Publicado

em

Instituto Butantan, um dos maiores centros de pesquisa biomédica do mundo, ligado à Secretaria de Estado da Saúde, fechou acordo com a farmacêutica Valneva para a produção de uma vacina de dose única contra chikungunya. Em cerca de seis meses, a companhia europeia, com sede em Saint-Herblain, na França, deverá transferir sua tecnologia para o Butantan, que poderá desenvolver, fabricar e comercializar o imunizante nos países em desenvolvimento.

Em contrapartida, o Butantan fornecerá à farmacêutica francesa informações sobre a fase 4 de ensaios clínicos da vacina. O acordo inclui ainda pagamentos de royalties sobre as vendas e por marcos do desenvolvimento do produto pelo instituto.

“O ônus da doença pelo vírus chikungunya reside não apenas nas duas milhões de mortes em todo o mundo desde 2005, mas também na cronificação de seus sintomas, que constituem um problema de saúde a longo prazo. Ao enfrentar o desafio de desenvolver, fabricar e comercializar a vacina chikungunya da Valneva, o Butantan reforçará ainda mais seu compromisso com a melhoria da saúde pública em países em desenvolvimento”, explica o diretor do Instituto Butantan, Dimas Tadeu Covas.

Fases

A vacina em desenvolvimento pela Valneva finalizou a fase 2 de ensaios clínicos nos Estados Unidos em fevereiro de 2020 e agora está se preparando para iniciar a fase 3 no fim do ano. No fim desta última, o Butantan poderá realizar a fase 4 dos estudos clínicos em regiões endêmicas do Brasil e compartilhará as informações obtidas com a companhia europeia.

“Embora milhões de pessoas tenham sido afetadas pela chikungunya, atualmente não há vacina nem tratamento eficaz disponível contra esta doença debilitante. Esperamos ansiosamente trabalhar com o Instituto Butantan para ajudar a enfrentar esta atual crise de saúde pública e acelerar o desenvolvimento de uma vacina contra a chikungunya nos países em desenvolvimento, que são áreas de alto surto”, afirma o CEO da Valneva, Thomas Lingelbach.

O VLA1553, da Valneva, é um candidato à vacina monovalente atenuada para proteção contra a chikungunya. Foi concedida a designação Fast Track pela Food and Drug Administration (FDA), dos Estados Unidos, em dezembro de 2018.

Mercado

O candidato à vacina foi desenvolvido para imunização profilática, ativa e de dose única contra a chikungunya em humanos com mais de um ano de idade. A vacina visa à proteção duradoura e um perfil de segurança antecipado, semelhante às vacinas licenciadas para imunização ativa em adultos e crianças. Os segmentos da população-alvo são viajantes, militares e indivíduos em risco que vivem em regiões endêmicas.

Estima-se que o mercado global de vacinas contra a chikungunya exceda US$ 500 milhões por ano, incluindo um potencial de mercado de vacinas para viajantes de aproximadamente US$ 250 milhões. O VLA1553 é baseado em um clone infeccioso (CHIKV LR2006-OPY1) atenuado pela exclusão de uma parte importante de um gene do vírus.

São Paulo

Detran disponibiliza mais serviços aos cidadãos do Estado de São Paulo

Portal Hortolândia

Publicado

em

Cada vez mais digital, o Detran.SP trabalha para disponibilizar aos cidadãos paulistas ainda mais serviços online. Segue abaixo os novos serviços do Detran.SP neste mês de maio:

Licenciamento veicular anual 100 % digital:
O Licenciamento digital (CRLV-e) está disponível e pode ser obtido de forma online e ainda ser salvo ou impresso do site oficial do Detran.SP  ou Denatran (Departamento Nacional de Trânsito – (https://portalservicos.denatran.serpro.gov.br) ou pelo aplicativo “Carteira Digital de Trânsito – CDT”, disponível para celulares com sistema operacional Android e iOS.

A impressão do documento do veículo pode ser feita em casa em uma impressora comum, no papel A4, em tinta preta, em página única. Para ler a notícia na íntegra, clique aqui.

Renovação Simplificada da CNH digitalmente:
Quem precisar renovar a CNH  poderá realizar a sua solicitação online pelo portal do Detran.SP e agendar o exame com  um profissional credenciado. A renovação simplificada abrange todas as categorias da Carteira Nacional de Habilitação, mas não é possível em mudança de categoria. 

O atendimento nas clínicas médicas será feito com os devidos cuidados de higiene e saúde, sempre com o uso de álcool gel 70% e máscara, equipamento de proteção individual obrigatório tanto para o profissional da saúde quanto para o paciente. O intervalo de tempo entre uma consulta e outra será de 15 minutos.

Com a aprovação no(s) exame(s), é possível obter a nova CNH digitalmente, pelo aplicativo Carteira Digital de Trânsito (CDT), após o pagamento das devidas taxas. Clique aqui para mais informações.

Segunda Via da CNH digitalmente:
Segunda via da CNH é disponibilizada 100% digital no Estado de São Paulo. O documento (CNH ou Permissão para dirigir) pode ser obtido por: perda, furto, roubo ou mau estado de conservação.

A versão digital estará disponível ao cidadão de forma online para download no aplicativo “CDT – Carteira Nacional de Trânsito” do Governo Federal.  O novo documento possui a mesma validade da habilitação original.

O interessado faz o pedido pelo portal do Detran.SP e obterá o documento pagando as devidas taxas. Faça aqui sua solicitação.

Primeiro Registro Veicular:
O cidadão conseguirá fazer o pedido de registro de seu veículo zero-quilômetro eletronicamente. O pedido é feito pelo portal do Detran.SP. Após a solicitação, o cidadão conseguirá realizar o emplacamento em uma empresa estampadora credenciada de placas. Para mais informações, clique aqui.


Transferência de veículos usados :
O interessado deve agendar uma vistoria em uma ECVs( Empresa de Vistoria veicular). O atendimento será realizado nas proximidades da residência ou estabelecimento do solicitante do serviço, com todos os cuidados necessários relacionados à saúde, higiene e sem aglomeração de pessoas.

Após obter o laudo veicular, o cidadão poderá solicitar o serviço de transferência via portal do Detran.SP. Veja aqui mais informações.


Serviços online:
O cidadão pode realizar mais de 60 serviços de trânsito online, como os relacionados à Carteira Nacional de Habilitação (como: renovação simplificada, emissão de certidão de pontos, de histórico da CNH, solicitação de 2ª via e CNH definitiva), veículos (licenciamento digital, transferência, registro de veículo zero km, certidão negativa e positiva de propriedade, consulta de endereço cadastrado, pesquisa de débitos e restrições com dados de vistoria como quilometragem e fotos), infrações (indicação de condutor de multas Detran, consulta de multas, solicitação de conversão de infração em advertência, solicitação de defesas e recursos), entre outros. Para acessar todos os nosso serviços online, clique aqui.

Continue Lendo

São Paulo

Procon-SP fiscaliza mais de 3,5 mil estabelecimentos comerciais em todo o estado

Portal Hortolândia

Publicado

em

Durante os dois meses de quarentena decretada no estado, equipes do Procon-SP fiscalizaram mais de 3,5 mil estabelecimentos comerciais para combater o aumento injustificado de preços. Desse total de farmácias, supermercados, hipermercados e outros locais, 89% (3.140) foram notificados a apresentar notas fiscais para verificação da prática abusiva.

Os fornecedores que estiverem praticando preços abusivos serão multados; até o momento, mais de 3 milhões em multas foram aplicadas. A elevação de preços de itens essenciais, como alimentos, álcool em gel, botijão de gás e máscaras de proteção, é prejudicial à população e é dever legal do Estado interferir.

As ações das equipes são norteadas também pelas denúncias recebidas nas redes sociais do Procon-SP, que registraram até 26 de maio quase seis mil relatos de consumidores com problemas relacionados à COVID-19 (doença causada pelo novo coronavírus), entre problemas com preços e outros assuntos.

Atendimentos

O total de atendimentos de consumidores com problemas relacionados à enfermidade, até esta terça-feira (26), soma mais de 16 mil casos, incluindo as denúncias nas redes sociais (5.755), consultas de assuntos em geral (3.883) e reclamações (6.502).

Entre os consumidores que registraram reclamação, buscando a ajuda do órgão para intermediar uma solução junto ao fornecedor, agências de viagens (52% do total das reclamações) e companhias aéreas (25%) são os setores mais questionados.

Locais visitados no estado

Os 214 municípios visitados em São Paulo foram: Aguaí, Agudos, Álvares Machado, Américo Brasiliense, Andradina, Angatuba, Aparecida d’Oeste, Araçariguama, Araçatuba, Araçoiaba da Serra, Araraquara, Araras, Arealva, Areiópolis, Arujá, Aspásia, Assis, Atibaia, Avaré, Bady Bassit, Barueri, Barra Bonita, Barretos, Bastos, Batatais, Bauru, Bebedouro, Bertioga, Birigui, Boituva, Boracéia, Botucatu, Bragança Paulista, Brodowski, Cabreúva, Caçapava, Cajamar, Campo Limpo Paulista, Cândido Mota, Capão Bonito, Carapicuíba, Cardoso, Casa Branca, Castilho, Catanduva, Cerqueira César, Cesário Lange, Colina, Colômbia, Coronel Macedo, Cotia, Cubatão, Descalvado, Diadema, Dois Córregos, Dourado, Dracena, Duartina, Dumont, Estrela d’Oeste, Fernandópolis, Ferraz de Vasconcelos, Franca, Franco da Rocha, Garça, Guaiçara, Guaíra, Guará, Guaraçaí, Guaraci, Guararema, Guaratinguetá, Guariba, Guarujá, Guarulhos, Hortolândia, Iacanga, Ibaté, Ibitinga, Ibiúna, Igaraçu do Tietê, Igarapava, Ilha Solteira, Indiana, Iperó, Itaí, Itanhaém, Itapetininga, Itapeva, Itapevi, Itápolis, Itaporanga, Itaquaquecetuba, Itararé, Itatinga, Itirapuã, Itu, Itupeva, Jaborandi, Jaboticabal, Jacareí, Jales, Jardinópolis, Jarinu, Jaú, José Bonifácio, Jundiaí, Junqueirópolis, Leme, Lenções Paulista, Lins, Lorena, Lutécia, Macatuba, Magda, Mairinque, Maracaí, Marília, Marinópolis, Matão, Mauá, Mineiros do Tietê, Mira Estrela, Miracatu, Mirandópolis, Mococa, Mongaguá, Monte Aprazível, Monte Azul Paulista, Murutinga do Sul, Natividade da Serra, Nhandeara, Nova Canaã Paulista, Novo Horizonte, Olímpia, Ourinhos, Pacaembu, Palmeira d’Oeste, Panorama, Paraguaçu Paulista, Patrocínio Paulista, Pederneiras, Penápolis, Peruíbe, Piedade, Pilar do Sul, Pindamonhangaba, Pindorama, Piraju, Pirapora do Bom Jesus, Pirapozinho, Pirassununga, Pompéia, Porto Feliz, Porto Ferreira, Pradópolis, Praia Grande, Pratânia, Presidente Bernardes, Presidente Epitácio, Presidente Prudente, Promissão, Rancharia, Redenção da Serra, Regente Feijó, Reginópolis, Ribeirão Pires, Ribeirão Preto, Rincão, Rio Grande da Serra, Riolândia, Rosana, Rubinéia, Salto, Salto de Pirapora, Santa Adélia, Santa Cruz do Rio Pardo, Santa Fé do Sul, Santa Isabel, Santana de Parnaíba, Santo André, Santos, São Bernardo do Campo, São Caetano do Sul, São Francisco, São João da Boa Vista, São José da Bela Vista, São José do Rio Pardo, São José do Rio Preto, São Luís do Paraitinga, São Manuel, São Miguel Arcanjo, São Paulo, São Roque, Sarapuí, Serra Negra, Serrana, Sertãozinho, Severínia, Socorro, Sorocaba, Sumaré, Tabatinga, Tanabi, Taquaritinga, Taquarituba, Tatuí, Taubaté, Terra Roxa, Tupã, Urânia, Valparaíso, Vargem Grande do Sul, Viradouro, Votorantim e Votuporanga

Como denunciar, reclamar e obter orientações

O Procon-SP disponibiliza canais de atendimentos à distância para receber denúncias, intermediar conflitos e orientar os consumidores: via internet (www.procon.sp.gov.br), aplicativo – disponível para Android e iOS – ou redes sociais; para as denúncias, basta marcar @proconsp, indicando o endereço ou site do estabelecimento.

Continue Lendo

São Paulo

Doria fala em abertura da economia em 1º de junho

Portal Hortolândia

Publicado

em

Na manha dessa quarta-feria (27), o governador de São Paulo, João Doria (PSDB), divulgou o plano de “retomada consciente” do Estado, intitulado de Plano São Paulo.

De acordo com Doria, a “retomada consciente” será aplicada a cidades que tiverem “redução consistente do número de casos, disponibilidade de leitos em seus hospitais públicos e privados e estiverem obedecendo o distanciamento social nos ambientes públicos, além da disseminação e do uso obrigatório de máscaras”, afirmou.

Com base nestes dados, cada cidade recebe uma bandeira, que determinará o que poderá ser aberto.

Sendo assim, só poderão iniciar a retomada das atividades:

  • As cidades que tiverem taxa de isolamento de pelo menos 55%;
  • As cidades que tiverem redução no número de novos casos por 14 dias seguidos;
  • As cidades que mantiverem ocupação nos leitos de UTI inferior a 60%;
  • Com manutenção do distanciamento social nos ambientes públicos;
  • Uso obrigatório de máscaras.

Com início previsto para o dia 1º de junho, as medidas valerão por 15 dias, com reabertura de alguns setores nas cidades aptas a receberem a flexibilização.

As cidades serão avaliadas periodicamente, a cada 7 dias, para saber se avançam para a próxima fase ou voltam. A cada 14 dias poderão se mover para uma fase com maior flexibilidade.

“Medidas poderão ser mudadas novamente, retirando a flexibilização, se assim for necessário”, afirmou o governador.

Continue Lendo