Connect with us
Publicidade


São Paulo

São Paulo anuncia programa ‘Merenda em Casa’ para 700 mil alunos

Portal Hortolândia

Publicado

em

O Governador João Doria anunciou nesta quarta-feira (25) o lançamento do programa Merenda em Casa, que vai ofertar a alimentação para 700 mil estudantes matriculados na rede estadual de São Paulo. O valor do investimento é de R$ 40,5 milhões por mês e chegará a mais de 20% dos 3,5 milhões de alunos da rede

A iniciativa, de caráter emergencial, ocorre em virtude da suspensão das aulas em todas as 5,4 mil escolas da rede estadual de São Paulo desde segunda-feira (23), como forma de conter a propagação do novo coronavírus.

“A medida vai perdurar enquanto as aulas estiverem suspensas. É uma medida protetiva, de atenção às famílias e às crianças mais vulneráveis do nosso Estado. O valor é suficiente para comprar uma cesta básica”, afirmou Doria.

Serão beneficiados os estudantes cujas famílias recebem o Bolsa Família, bem como aqueles que vivem em condição de extrema pobreza, de acordo com o Cadastro Único do Governo Federal.

O valor de R$ 55 por estudante será disponibilizado às famílias para a compra de alimentos a partir de abril. Os repasses serão oferecidos enquanto as aulas seguirem suspensas nas escolas.

“Além de um direito, a merenda escolar é uma garantia de capacidade para o pleno desenvolvimento dos estudantes”, disse o Secretário de Estado da Educação, Rossieli Soares.

Repasse

Para identificar os alunos, haverá um cruzamento de dados entre as bases da Secretaria de Estado da Educação e da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Social. Dessa forma, as duas pastas poderão identificar alunos em extrema pobreza inseridos no Cadastro Único, sejam eles beneficiários do Bolsa Família ou não.

O montante será repassado pela Secretaria da Educação para a Secretaria de Desenvolvimento Social, que, por sua vez, fará o repasse às famílias. “Essa ação vai evitar, por exemplo, que um aluno que ainda não tenha CPF e seu responsável indicado na matrícula na rede estadual não esteja inserido no Cadastro Único deixe de ser beneficiado”, explicou Rossieli Soares.

Com o pagamento do auxílio, o Governo de São Paulo quer garantir que os alunos mais vulneráveis, que se alimentam diariamente das refeições servidas nas escolas, não fiquem desassistidos.

A Secretaria de Estado da Educação, em parceria com a União dos Dirigentes Municipais de Educação (Undime), estuda uma alternativa de aproveitar os alimentos perecíveis destinados para a merenda que estão estocados nas escolas.

Receba as principais notícias direto no seu Telegram https://t.me/portalhortolandia

São Paulo

Alerta para temporais no estado de SP

Portal Hortolândia

Publicado

em

Depois da tarde mais seca desde o fim de setembro, com apenas 13% de umidade no ar no meio da tarde, a população da cidade de São Paulo, e todo o estado de São Paulo, deve se preparar para uma virada radical do tempo nesta quinta-feira, 29 de outubro. A chegada de uma frente fria pelo litoral e a proximidade com um forte sistema de baixa pressão atmosférica no interior do estado, deixam todas as regiões paulistas em alerta para temporais. 

SP em alerta para temporais nesta quinta 

No decorrer desta quinta-feira, 29 de outubro, uma forte área de baixa pressão atmosférica, associada a uma frente fria, vão gerar nuvens muito carregadas por todo o estado de São Paulo. 

A situação é de alerta para chuva forte, raios e ventania com potencial para causar diversos transtornos para a população do estado de São Paulo, como alagamentos em centros urbanos, queda de árvores e falhas de energia. Todas as regiões paulistas ficam sujeitas a estes temporais, mas em diferentes períodos do dia. 

No Oeste Paulista, região de Presidente Prudente, chove desde a madrugada desta quinta-feira. A chuva vai se espalhando para o Noroeste e parte do Norte do estado ainda pela manhã. Cidades como São José do Rio Preto e Ribeirão Preto podem ter pancadas de chuva já pela manhã. 

Nas demais áreas do interior paulista, na Grande São Paulo e pelo litoral, a manhã desta quinta-feira ainda terá períodos com sol e temperaturas em rápida elevação, mas a chegada da nova frente fria ao estado de São Paulo traz aumento da nebulosidade e pancadas de chuva com raios à tarde e à noite. 

Apesar da chegada da frente fria, a sensação ar abafado ainda vai predominar no estado de São Paulo até o meio da tarde. Mas depois, o vento frio da frente fria junto com a chuva e o aumento da nebulosidade vão fazer a temperatura baixar rapidamente. 

Então, atenção com a roupa que for sair de casa nesta quinta-feira na Grande São Paulo! Você pode sentir um certo calor e abafamento de manhã e um pouco de frio no fim da tarde. 

Sexta-feira instável 

As áreas de instabilidade desta frente fria devem permanecer sobre o estado de São Paulo durante a sexta-feira. A maioria das regiões paulistas vão passar a última sexta-feira de outubro de 2020 com predomínio de céu nublado, chuva e temperatura amena. Na Grande São Paulo, o dia já será com sensação de frio. 

Fim de semana 

As áreas instabilidade da frente fria vão se dissipar sobre parte do estado de São Paulo no próximo fim de semana. O sol volta a predominar no centro-oeste do estado, mas a Grande São Paulo, o Norte e o Leste do estado e o litoral terão um fim de semana com muita nebulosidade, chuva e temperatura amena. 

Receba as principais notícias direto no seu Telegram https://t.me/portalhortolandia
Continue Lendo

São Paulo

João Doria emite nota sobre Bolsonaro em canais oficiais

Portal Hortolândia

Publicado

em

A nota foi emitida no site oficial do governo do estado de São Paulo, segue o texto na integra:

“Recomendo ao presidente Bolsonaro parar de me atacar e começar a trabalhar. O povo não quer briga, quer emprego. O Brasil não quer divisão, quer compaixão. O Brasil não quer um presidente que só pensa em reeleição”.

João Doria, Governador de São Paulo.

Receba as principais notícias direto no seu Telegram https://t.me/portalhortolandia
Continue Lendo

São Paulo

Teleaudiências de presos geraram economia de 9 milhões de reais para o Estado de São Paulo

Portal Hortolândia

Publicado

em

Com a pandemia, a ferramenta virtual já reduziu os gastos com apresentações judiciais em 65% na região central 

Levantamento da Secretaria da Administração Penitenciária (SAP) revela que a adoção de teleaudiência para presos gerou uma economia para os cofres públicos. O uso dessa tecnologia, tratando-se especificamente da Coordenadoria das Unidades Prisionais da Região Central (CRC), reduziu em 65% os gastos com escoltas de presos, diárias, manutenção dos veículos e combustível.  

Na prática, a CRC, órgão subordinado à SAP, e responsável por 39 unidades prisionais que abrangem, entre outras, as cidades de Campinas, Sorocaba, Piracicaba e Itapetininga economizou R$594 mil, de janeiro a setembro deste ano, já que neste mesmo período de 2019, o gasto foi de R$909 mil, comparado a R$ 315 mil, em 2020.  

Além da economia aos cofres públicos, a medida também impossibilita a movimentação de sentenciados e diminui as chances de tentativa de fugas e resgates. Em 2019, 27.208 detentos tiveram audiências presenciais, enquanto que este ano o número caiu para 6.682. Atualmente há 80 estações de teleaudiências em funcionamento e a previsão é que mais 59 sejam instaladas em unidades prisionais da CRC, até o final do ano.  

No Estado de São Paulo 

Em todo o Estado de São Paulo, nos períodos mencionados, em 2019, foram gastos R$ 12,6 milhões com diárias, manutenção de veículos, combustível e transporte aéreo, enquanto esse valor foi de R$ 3,5 milhões usados pelas Secretarias de Administração Penitenciária e Segurança Pública neste ano. A implantação das teleaudiências foi concluída em julho, após intensificação durante a pandemia do coronavírus. Há 377 estações de teleaudiência disponíveis e serão 685 até o final do ano. Com isso, houve uma queda de 75,3% no número de presos em trânsito – de 117.665 no ano anterior ante 29.070 presos em 2020 -, o que traz mais segurança para todos os envolvidos. Após a expansão de teleaudiências nos 176 presídios estaduais, 72% dos gastos com escoltas de presos foram reduzidos, gerando uma economia de R$ 9 milhões em deslocamento de detentos das unidades prisionais até fóruns para audiências judiciais. 

Receba as principais notícias direto no seu Telegram https://t.me/portalhortolandia
Continue Lendo

Populares