Connect with us
Publicidade

São Paulo

SP antecipa entrega de vacinas contra gripe para prevenir novo coronavírus

Redação

Publicado

em

Governador anunciou medida ao lado do Ministro da Saúde; Instituto Butantan está fabricando 75 milhões de doses para campanha antecipada

Publicidade

O Governador João Doria confirmou nesta quinta-feira (27) a antecipação da produção de vacinas contra gripe pelo Instituto Butantan, que será ampliada para 75 milhões de doses em 2020. Por isso, a campanha de imunização contra a gripe em São Paulo será antecipada em 23 dias antes do prazo inicialmente planejado, começando em 23 de março.

A medida foi decidida em conjunto com o Ministério da Saúde e o Centro de Contingência do Estado de São Paulo para o novo coronavírus. O Instituto Butantan vai entregar 13% a mais de vacinas em 2020 do que no ano passado.

A decisão foi anunciada em entrevista coletiva no Palácio dos Bandeirantes. Além de Doria, participaram o Ministro da Saúde Luiz Henrique Mandetta, o Secretário de Estado da Saúde José Henrique Germann e o Coordenador do Centro de Contingência do COVID-19 (sigla em inglês para o novo coronavírus) em São Paulo, o médico infectologista David Uip.

Uip explicou que, embora a vacina contra a gripe não seja diretamente efetiva contra o novo coronavírus, a imunização ampliada é fundamental para reduzir a capacidade de contaminação nos próximos meses.

“Vacinando mais, mais pessoas estão protegidas e menos suscetíveis a doenças. É uma decisão absolutamente fundamental neste momento em que nós estamos começando a enfrentar um novo vírus. O Instituto Butantan está produzindo 75 milhões de doses desta vacina, é um recorde absoluto. Isto representa 10% da produção mundial”, declarou o infectologista.

O Ministro da Saúde também destacou a capacidade robusta dos serviços de São Paulo para o combate ao COVID-19. Mandetta confirmou que a campanha nacional de imunização contra a gripe será antecipada para 23 de março, quase um mês antes do prazo inicialmente planejado.

A decisão pela ampliação da capacidade vacinal em todo o Brasil vem um dia após a confirmação do primeiro caso de paciente contaminado pelo COVID-19 no país. Um homem de 61 anos residente na capital paulista teve diagnóstico positivo após retornar de viagem à Itália, país em que o vírus já estava em circulação.

O Instituto Butantan já está em fase final de produção da vacina trivalente contra o vírus Influenza para antecipar o fornecimento de lotes ao Ministério da Saúde, responsável por definir o calendário vacinal.

“A vacina deixa o sistema imunológico de 80% dos que tomam a vacina protegido contra as cepas virais que estão circulando e são milhares de vezes mais comuns que o coronavírus. É um instrumento importante porque diminui a espiral de epidemia de outros vírus que podem ocorrer e confundir a população”, afirmou Mandetta.

Orientação

Doria ainda destacou a importância da divulgação de informações pelo poder público para orientar corretamente a população na prevenção ao novo coronavírus. Para o Governador, a transparência nas ações de comunicação enfraquece a possibilidade de boatos alarmistas e notícias falsas.

“Nosso objetivo é a informação, que é fundamental em uma circunstância como essa para que haja conhecimento por parte da população sobre os procedimentos a serem adotados a partir da identificação de um portador aqui em São Paulo. Exatamente para que não haja pânico, equívocos de interpretação e situações que não são necessárias”, afirmou.

Receba as principais notícias direto no seu Telegram https://t.me/portalhortolandia

São Paulo

São Paulo anuncia investimento de R$ 6 bilhões em malha ferroviária

Portal Hortolândia

Publicado

em

O governo de São Paulo anunciou hoje (19) investimentos de R$ 6 bilhões para reestruturação da malha ferroviária do estado.

Publicidade

Segundo o governo paulista, o investimento é parte do plano Retomada 21/22, anunciado pelo governador João Doria na última sexta-feira (16).

O empreendimento será realizado pelo Grupo Rumo Logística e vai atender 72 municípios paulistas. Entre as obras previstas estão as de recuperação de dois ramais que estavam desativados: Colômbia-Pradópolis (185,6 quilômetros) e Panorama-Bauru (369,1 quilômetros), que cortam o estado em direção ao Porto de Santos.

Concessão

Em maio deste ano, a Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) e a empresa Rumo haviam assinado a renovação antecipada da concessão ferroviária da Malha Paulista.

O contrato original, que venceria em 2028, foi renovado por mais 30 anos, mediante uma série de contrapartidas. Pelo acordo, a empresa concessionária deverá investir mais de R$ 6 bilhões em obras, trilhos, vagões e locomotivas, que serão realizados nos primeiros cinco anos de contrato.

A Malha Paulista é responsável pelo transporte de soja, farelo de soja, milho, açúcar, combustíveis, fertilizantes, celulose, minérios e contêineres.

Empregos

Segundo o governo paulista, com a reestruturação da malha ferroviária – que engloba duplicações, reativações de trechos inativos, ampliação de pátios e obras de modernização, o estado deverá ampliar sua capacidade de transportar 35 milhões de toneladas de mercadorias por ano para 75 milhões por ano.

O governo paulista prevê a geração de 134 mil empregos diretos e indiretos com os investimentos na malha ferroviária do estado.

fonte ebc

Receba as principais notícias direto no seu Telegram https://t.me/portalhortolandia
Continue Lendo

São Paulo

Escolas estaduais reforçam busca ativa de alunos durante a pandemia

Redação

Publicado

em

Por

Preocupadas com o possível aumento da evasão durante a pandemia, unidades tem reforçado ações

Publicidade

Por conta da pandemia causada pelo coronavírus (covid-19), muitas escolas da rede estadual de São Paulo estão preocupadas com o possível aumento da evasão escolar durante este período e, por isso, reforçaram suas ações de busca ativa de alunos, mesmo com as aulas ocorrendo mediadas por tecnologia. Confira dois exemplos:

Na escola estadual Profª Margarida Paroli Soares, em Limeira, a equipe escolar, identifica os alunos que não estão acompanhando as aulas para que possa ser feito um primeiro contato virtual. Caso o aluno não responda a coordenadora da unidade vai até a casa do estudante.

Por meio desta busca ativa, eles conseguem identificar qual a dificuldade do aluno, levar os materiais impressos e os ajudar a acessar o Centro de Mídias SP e os outros canais de comunicação da escola. Nas visitas, a coordenadora Solange Pires Palermo estabelece a comunicação com as famílias, “Eles ficam bem surpresos e até se emocionam em ver que a escola tem uma preocupação em saber o que acontece na vida e na casa deles”, relatou.

Em Mogi das Cruzes, na escola estadual Profª Irene Caporali de Souza a equipe escolar também tem feito reuniões para traçar planos de busca ativa e acolhimento virtual. Além das reuniões internas são realizadas conferências com os pais dos alunos. A equipe realiza chamadas de vídeo em grupos com os alunos fora dos horários de aula, para incentivar a participação nas aulas.

“Por uma simples conferência, mostramos aos pais que mesmo distantes, estamos próximos e por muitas vezes essa ação ressignifica a importância dos estudos em meio a uma pandemia”, afirmou o diretor da unidade, Marcelo Fialho.

Receba as principais notícias direto no seu Telegram https://t.me/portalhortolandia
Continue Lendo

São Paulo

Destinos religiosos paulistas devem ter pouco movimento no feriado

Redação

Publicado

em

Por

Aparecida-SP

Aparecida, Guaratinguetá, Cachoeira Paulista, Tambaú e Santo Expedito limitaram o acesso do público

Publicidade

Os principais destinos religiosos católicos do Estado de São Paulo devem ter pouco movimento no feriado prolongado de 12 de outubro, o Dia de Nossa Senhora Aparecida. É o que revela o acompanhamento feito pelo Centro de Inteligência e Economia do Turismo (CIET), da Secretaria de Turismo do Estado, que desde o final de setembro está monitorando as cidades de Aparecida, Guaratinguetá, Cachoeira Paulista, Tambaú e Santo Expedito.

Todos os destinos adotaram medidas restritivas ou cancelaram as atividades religiosas como missas e celebrações. Com a pandemia da covid-19, as pessoas que viajariam movidas pela fé estão optando pelas orações em suas próximas casas.
Principal destino de romarias no Estado, Aparecida recebe 12 milhões de pessoas por ano. No final de semana prolongado os hotéis da cidade estão com a ocupação variando entre 20% e 25%. O Santuário, principal ponto de visitação, permitirá apenas mil pessoas por dia, em horários escalonados; até dia 12 não haverá missas e a novena tradicional das 19hs será apenas para funcionários e poucos convidados, respeitado o isolamento e o distanciamento. Os ônibus de excursão estão proibidos e os tradicionais peregrinos são esperados em pequeno número.

O pouco movimento de Aparecida influencia as vizinhas Guaratinguetá e Cachoeira Paulista. Na primeira a principal atração, o Santuário do Frei Galvão, tem recebido aos finais de semana menos de 20% dos visitantes regulares. Já em Cachoeira, que em situação normal recebe perto de 30 mil pessoas no feriado do dia 12, o Santuário está funcionando com apenas 40% de sua capacidade, o que significa 350 pessoas por missa. Os hotéis não podem ultrapassar o limite de 40% da ocupação e os eventos do Canção Nova, que recebem 1,2 milhão de pessoas por ano, não acontecerão este ano.

Distante 265 quilômetros da capital, em Tambaú está proibida a entrada de ônibus de romeiros. Para o feriado de 12 de outubro não há programação especial. Os hotéis estão funcionando com 40% a 50% da capacidade e o santuário dedicado ao Padre Donizetti, principal ponto de visitação, com capacidade para 1.000 pessoas, está recebendo apenas 120 por missa, que acontecem duas vezes ao dia e estão sendo transmitidas online, para que as pessoas não precisem sair de casa. O comércio eventual está suspenso (barraquinhas de souvenires e ambulantes) para evitar a permanência de turistas na cidade. A trilha do Caminho da Fé está funcionando apenas com agendamento e capacidade máxima de 20 pessoas por dia.

No Oeste do Estado, a 600 quilômetros da capital, Santo Expedito recebe principalmente os chamados “excursionistas” que chegam e partem no mesmo dia. A cidade não tem hotéis e os pequenos restaurantes estão funcionando com 40% a 60% da capacidade. Devido à pandemia, não há nenhuma programação especial no Santuário Diocesano de Santo Expedito: apenas uma pequena missa às 19hs.

Receba as principais notícias direto no seu Telegram https://t.me/portalhortolandia
Continue Lendo

Noticias

Youtube

 

PONTE DA ESPERANÇA

Populares