Connect with us
Publicidade

Outros

Fiat muda a linha Strada 2021 para seguir líder

Portal Hortolândia

Publicado

em

A Fiat Strada lidera com folga seu segmento. Até o mês de agosto/2020 vendeu o dobro da Volkswagen Saveiro, sua principal concorrente. E agora, com a linha 2021 que foi totalmente renovada e que tivemos a oportunidade de avaliar para o Portal Hortolândia, a marca quer seguir na liderança – e vai conseguir.

O modelo é oferecido nas versões Endurance, Freedom e Volcano, motorização flex 1.4 Fire ou 1.3 Firefly e conco configurações: Endurance Cabine Plus 1.4 Fire com preço a partir de R$63.590,00, Endurance Cabine Dupla 1.4 Fire com preço a partir de R$74.990,00, Freedom Cabine Simples 1.3 Firefly com preço a partir de R$69.490,00, Freedom Cabine Dupla 1.3 Firefly com preço a partir de R$77.990,00 e Volcano Cabine Dupla 1.3 Firefly com preço a partir de R$79.990,00.

O motor 1.4 Fire tem potência de até 88 cavalos a 5.750 rpm quando abastecido com etanol e o motor 1.3 Firefly de quatro cilindros tem potência de até 109 cavalos a 6.250 rpm quando abastecido com etanol.

A linha Fiat Strada 2021 conta com uma frente elevada, com destaque para os faróis de LED afilados com luzes DRL. A grade abriga o logo script da marca no centro da peça e traz o Fiat flag, que compõe a nova identidade visual que os carros da fabricante receberão daqui para frente – a linha Argo 2021 também já conta com a identidade.

Todo seu desenho exclusivo prossegue por uma linha de cintura ascendente, que destaca suas caixas de rodas quadradas e laterais esculpidas. Na traseira, as lanternas funcionam como uma assinatura do modelo.

Agora o modelo tem maior altura do solo (de até 214 mm). Os ângulos de entrada (de até 24º) e saída de obstáculos (até 28º) estão entre os melhores da categoria.

A capacidade de carga varia de 650 quilos na versão para cinco ocupantes para até 720 quilos na configuração de entrada. O novo posicionamento da suspensão traseira permitiu maior vão de carga na caçamba: são 844 litros na cabine dupla e 1.354 litros na Cabine Plus. 

A movimentação de carga agora é facilitada pela tampa traseira, que teve seu peso de manuseio amortecido em 60% por um novo sistema de mola e suporta cargas de até 400 quilos. Para fechar a tampa, o esforço é mínimo.

O vão de carga também é modular e recebeu trilhos para acessórios da Mopar, como divisórias e cargo box, além de contar com quatro ganchos inferiores e superiores, que tornam o espaço preparado para diferentes funções. Com o travamento da tampa, fica bloqueado também o acesso ao estepe, localizado abaixo do assoalho da caçamba para liberar mais espaço para carga.

Como itens de série em todas as versões, a linha Fiat Strada 2021 recebeu, entre outros recursos, controle de estabilidade, assistente de partida em rampa e controle de tração avançado E-Locker (TC+).

Trata-se de um sistema voltado para situações de off-road leve, que auxilia em manobras do veículo que se encontra em terreno escorregadio e com a roda patinando. Ao acionar a tecla TC+, o equipamento transfere mais torque para a roda com maior aderência, fazendo com que a picape vença mais obstáculos. A função é desativada automaticamente a partir de 65 km/h.

O mesmo TC+ ativa o ABS Off-Road, uma calibração que melhora o comportamento de frenagem do veículo quando é necessário o acionamento do ABS em superfícies deformáveis como areia, terra, brita ou neve, permitindo o travamento da roda por breves instantes e formando “cunhas” de material na frente da roda. Esse material melhora a aderência dos pneus e a manobra, reduzindo a distância de parada em piso de pouca aderência.

Outro destaque do modelo é a nova central multimídia Uconnect 7”, com uma tela sensível ao toque de sete polegadas, com recursos sofisticados como Apple CarPlay e Android Auto com projeção sem fio. É possível parear até dois smartphones. O sistema foi desenvolvido pela FCA no Brasil e é o mais intuitivo, funcional e amigável, melhorando de maneira significativa a experiência do usuário com o veículo, através das funções: navegação via Waze e Google Maps; música (Streaming | MP3); reconhecimento de voz (Siri | Google Voice); leitura e resposta de mensagem “handsfree” para SMS e WhatsApp, por exemplo; e integração com calendário.

A tela é personalizável e exibe controle de todas as funções do veículo. Além disso, tem baixo reflexo diurno e brilho ajustável. O sistema dá suporte a múltiplas conexões via Bluetooth e conta com computador de bordo. Há ainda uma segunda porta USB à disposição dos passageiros.

A versão Volcano conta também com vidros traseiros elétricos, bancos em couro/tecido, câmera de ré, volante em couro, faróis em LED, sensor de estacionamento, capota marítima, barras longitudinais no teto e de proteção (santantônio), além dos pneus 205/60 R15 ATR. Como opcional, o cliente pode optar por exclusivas rodas de liga leve de 16 polegadas (pneus 205/55 R16).

Para aumentar o conforto a bordo, os consumidores dispõem de fácil acesso pelas suas inéditas quatro portas, além do cuidado no banco traseiro para acomodar três adultos com conforto.

As portas dianteiras se abrem em 70º e as traseiras em 80º, facilitando o acesso a motorista e demais ocupantes. O passageiro do banco central também conta com cinto de três pontos e encosto de cabeça. Internamente, a cabine aumentou em 30% o número de porta-objetos, que agora somam 15 litros de espaço útil para os mais variados usos. São lugares especiais para celulares, garrafas, latas, carteiras e outros objetos pessoais, sempre à mão dos ocupantes.

A segurança é garantida pelo desenvolvimento do projeto, com novas suspensões que asseguram boa estabilidade e dirigibilidade, direção com assistência elétrica progressiva, mais direta com o aumento de velocidade, faróis de LED, luzes de posição e lanternas com ótima visualização, além de recursos eletrônicos de última geração, como os controles de estabilidade, tração avançado (TC+) e assistente de rampa, que facilita a partida em subidas íngremes.

Além desses equipamentos, a linha conta com estrutura reforçada, que foi sistematicamente testada no Safety Center da FCA Latam, em Betim/MG. O veículo foi avaliado em crash testes convencionais, inclusive com um inédito teste de impacto lateral contra poste.

Além dos quatro airbags presentes de série nas versões de cabine dupla, o modelo dispõe de cintos de segurança frontais com pré-tensionadores e limitadores de carga, e bancos que protegem os ocupantes do efeito chicote (whiplash) na coluna cervical em acidentes.

A proteção para crianças conta com Isofix complementada por Top Tether, ancoragem superior que impede a rotação de cadeira infantil. Ainda assim, a linha Fiat Strada 2021 foi mais longe e toda a sua área frontal recebeu cuidados especiais de proteção ao pedestre. O indivíduo fica protegido nas partes baixa e alta das pernas, assim como também a cabeça, ao ter o corpo amortecido pelo capô.

A gama do modelo dispõe de pacotes de opcionais para atender variados gostos do consumidor. A versão Endurance tem: Pack Worker (alarme, travas e vidros elétricos, break light, fechadura elétrica na caçamba, comando elétrico na tampa do combustível e banco do motorista com ajuste de altura); Pack Audio (rádio, autofalantes, porta USB frontal e volante multifuncional); e Pack Teck (central multimídia Uconnect 7”, display digital de 3,5 polegadas no painel de instrumentos, alto-falantes, duas portas USB, controles de áudio no volante parcialmente em couro, câmera de ré e sensor de estacionamento).

A versão Freedom apresenta o seguinte pacote de opcionais: Pack Teck (central multimídia Uconnect 7”, alto-falantes, câmera de ré e sensor de estacionamento).

Não é bivolt (você tem as opções separadas 110 ou 220) e o café se mantém numa temperatura agradável por até duas horas e meia e sua tampa basculante facilita o manuseio e a limpeza.

CAFETEIRA CANDENCE URBAN

Este modelo da Candence faz, aproximadamente, 550 ML, ou seja, dependendo do número de pessoas que irá apreciar o cafezinho, pode ser uma quantidade baixa. Ainda assim, o que chama atenção é o design moderno, com cores pretas e vermelhas e sua jarra de vidro não deixa resíduo e odores.

O filtro é permanente e dispensa a utilização dos de papel – uma considerável economia. Um ponto negativo a se destacar é que o suporte do filtro não sai caso queira lavá-lo.

CAFETEIRA DOLCE AROME INOX MONDIAL

Se achar que as jarras de vidro são frágeis demais, fique tranquilo pois a Dolce Amore utiliza Inox na composição do recipiente. Também há um medidor de nível de água e sistema corta pingos, permitindo que seja servido durante o preparo.

É outro modelo que não é bivolt (você tem as opções separadas 110 ou 220). O tamanho compacto ajuda a ficar perfeito em qualquer cantinho de sua cozinha e a rapidez com que o café fica pronto irá te surpreender.

Agora comente com a gente… ficou interessado em alguma destas Cafeteiras com Excelente Custo Benefício?

Receba as principais notícias direto no seu Telegram https://t.me/portalhortolandia
Continue Lendo

Outros

Sucesso de vendas do Toyota Corolla se justifica

Portal Hortolândia

Publicado

em

A 12ª geração do Toyota Corolla é um sucesso de vendas no Brasil. Único com versão híbrida, o modelo é responsável pela metade das vendas do seu segmento, que tem concorrentes de peso como Honda Civic, Chevrolet Cruze e Volkswagen Jetta.

O modelo é oferecido em cinco versões e duas opções de motorização no mercado brasileiro. Com motor 2.0 Flex de 177 cavalos temos a Gli com preço a partir de R$110.190,00, XEi com preço a partir de R$121.690,00 e Altis Premium com preço a partir de R$140.690. E com motor híbrido Flex de até 123 cavalos temos a Altis Hybrid, que o Portal Hortolândia teve a oportunidade de conhecer e avaliar com preço a partir de R$140.690,00 e a Altis Hybrid Premium com preço a partir de R$148.390,00.

O Toyota Corolla conta com duas opções de motores: 2.0L Dynamic Force flex com transmissão Direct Shift de dez marchas e injeção direta de 177 cavalos e o inédito sistema híbrido, que faz dele o carro movido a etanol mais eficiente do Brasil e tem até 123 cavalos de potência.

O sistema híbrido combina três motores, sendo um a gasolina de 1.8L VVT-i 16V de ciclo Atkinson flex, com até 101 cavalos de potência dois motores elétricos de 72 cavalos de potência, o que garante economia, aceleração suave e conforto ao rodar em qualquer tipo de condução. 

Para a alimentação dos motores elétricos, o modelo é equipado com uma bateria híbrida de níquel-hidreto metálico, localizada embaixo do banco traseiro.  E conta com um sistema de freios regenerativos, que acumula energia cinética gerada pelas frenagens e a transforma em energia elétrica, o que alimenta a bateria híbrida.

Já a transmissão Hybrid Transaxle funciona por meio de planetária com engrenagem, praticamente eliminando perdas e atritos. Este tipo de transmissão entrega uma aceleração mais linear, que reduz ou aumenta continuamente as marchas de acordo com a demanda do motor, sem desperdiçar energia, e contribui para a economia de combustível. 

Com a expectativa da chegada do SUV em 2021 (o Corolla Cross), por enquanto o modelo é oferecido exclusivamente na versão sedã. As laterais dos para-choques dianteiro e traseiro se sobressaem. Na frente, destaca-se a forma trapezoidal das laterais do para-choque que circundam a grade frontal inferior. A grade dianteira superior é conectada aos faróis de desenho longo e angular, que, por sua vez, alongam-se até as laterais do veículo.

Complementam o design uma grande grade na cor preta e os faróis de neblina de LED disponíveis nas versões XEi e Altis. A versão Altis híbrida conta com logomarca Toyota com acabamento na cor azul, características dos modelos com motorização híbrida da marca, enquanto o pacote Premium para essa versão oferece grade na cor black piano.

Na traseira, o desenho das lanternas está em harmonia com o porta-malas, enquanto o para-choque pronunciado de design moderno possui vincos marcantes. O design trapezoidal reverso do porta-malas e a queda acentuada nos cantos do para-choque procuram obter uma impressão unificada entre o design dianteiro e traseiro, criando assim uma aparência harmoniosa em todo o veículo.

Os novos faróis dianteiros com regulagem de altura e sistema automático de iluminação são de halogênio nas versões GLi e XEi em formato de três “J”, complementados pelas luzes diurnas DRL em LED colocadas abaixo da linha cromada que percorre toda a frente do veículo. Para a versão Altis, os faróis Bi-LED possuem desenho em formato de dois “J” com DRL que acompanha o mesmo design. A versão híbrida ainda possui acabamento na cor azul.

Com relação às lanternas traseiras, o design da lente e o acabamento cromado alternam sua direção para expressar uma aparência sofisticada com um senso de precisão. Enquanto a versão Altis híbrida e 2.0L Dynamic Force possui lanternas inteiras em LED, o conjunto nas versões GLi e XEi é de halogênio, com luz de freio, de ré e de neblina em LED.

Todas as versões possuem rodas de liga leve, sendo que na GLi é de 16” com acabamento na cor prata com pneus 205/55 R16, enquanto a XEi e Altis híbrida são de 17” com acabamento na cor prata. A versão Altis 2.0L Dynamic Force conta com acabamento na cor preto brilhante com pneus 225/45 R17, que é opcional para a versão Altis híbrida no pacote Premium.

Uma das novidades modelo é o teto solar elétrico com função antiesmagamento, melhorando a sensação de espaço e iluminação dentro da cabine, disponível de série para a versão Altis 2.0L Dynamic Force ou como opcional no pacote Premium para a versão Altis híbrida.

Com relação às dimensões gerais, o modelo possui 4.630 mm de comprimento, 1.780 mm de largura e 1.455 mm de altura, distância entre eixos é de 2.700 mm e o volume do porta-malas de 470 litros. Já o tanque de combustível comporta 50 litros nas versões a combustão e 43 litros na versão híbrida.

O interior do Toyota Corolla conta com volante de três raios com controles de áudio e computador de bordo, acabamento em couro e possui aletas para troca de marcha (paddle shift) nas versões XEi e Altis com motor 2.0L Dynamic Force.

O painel de instrumentos nas versões com motor 2.0L Dynamic Force conta com três mostradores, um circular, no centro, onde é possível visualizar o velocímetro e o nível de combustível; um semicircular do lado esquerdo, onde o motorista exibe o conta-giros e o termômetro do motor, e uma tela de TFT de 4,2” colorida do lado direito que mostra o computador de bordo, com informações como indicador de marcha, consumo de combustível, hodômetro, autonomia etc.

Já a versão Altis híbrida possui uma tela TFT de 7” digital e colorida, no centro do painel, exibindo o velocímetro e informações do computador de bordo. Enquanto o semicírculo do lado esquerdo possui um indicador do sistema híbrido, no lado direito é possível visualizar a informação de combustível e temperatura do motor.

O acabamento interno segue sendo um ponto de destaque com três tipos de acabamento dos bancos. A versão GLi conta com partes revestidas de tecido e de couro, ambos na cor preta. Já as versões XEi e Altis híbrida contam exclusivamente com partes revestidas de couro preto, enquanto a versão Altis 2.0L Dynamic Force e Altis híbrida com pacote Premium contam com partes revestidas em couro bege e marrom. Os ocupantes do banco traseiro contam com apoio de braços com porta-copos central.

O Toyota Corolla conta com ampla lista de itens de conforto, conveniência, tecnologia e segurança. Desde a versão de entrada GLi o modelo conta com ar-condicionado manual com filtro antipólen e ar quente, banco do motorista com regulagem para seis ajustes – altura, distância e inclinação – (também disponível na versão Altis híbrida), banco do passageiro dianteiro com regulagem manual para quatro ajustes (distância e inclinação), direção eletroassistida progressiva (EPS), computador de bordo com tela TFT de 4,2” de alta resolução, vidros dianteiros e traseiros com acionamento elétrico por um toque e função antiesmagamento e sistema de áudio central multimídia Toyota Play com tela sensível ao toque de 8”, rádio AM/FM, função MP3, entrada USB, Bluetooth, conexão para smartphones e tablets com Android Auto, Apple CarPlay e SDL.

No que se refere a equipamentos de segurança, conta com sete airbags, freios ABS com BAS e EBD, câmera de ré com linhas de distância com projeção na central multimídia, sistema ISOFIX para fixação de cadeirinhas no banco traseiro com ancoragem de três pontos, controle de estabilidade (VSC), tração (TRC) e assistente de partida em rampa (HAC), dentre outros.

A versão XEi adiciona os seguintes itens: ar-condicionado automático, controle de velocidade de cruzeiro, modo de seleção de condução Sport, paddle shift, sistema de destravamento das portas por sensores na chave (Smart Entry), sistema de partida por botão (Start Button/Push Start), faróis de neblina dianteiros em LED e espelho retrovisor interno eletrocrômico.

Já a versão Altis 2.0L Dynamic Force adota faróis dianteiros em LED e o exclusivo pacote de segurança ativa Toyota Safety Sense, que inclui Sistema de Alerta de Mudança de Faixa (Lane Departure Alert – LDA), Controle de Velocidade de Cruzeiro Adaptativo (ACC), Farol Alto Automático (Auto High Beam – AHB), e Assistente de Pré-Colisão (Pre-Crash System – PCS) com alerta sonoro e visual e, se necessário, frenagem automática (comandos podem ser controlados também pelo volante)

Além disso, tem como item de série o pacote premium composto por: ar-condicionado automático Dual Zone com sistema S-Flow, banco do motorista com regulagem elétrica para oito ajustes (altura, distância, inclinação ou altura com distância), espelhos retrovisores externos eletro-retráteis com regulagem elétrica e rebatimento automático ao fechar o veículo, teto solar elétrico, limpador do pára-brisa com sensor de chuva e faróis e lanternas traseiras em LED.

Na versão híbrida, o Altis conta com painel de instrumentos com tela TFT de 7” digital e colorida com computador de bordo e como opcional o pacote Premium descrito acima. O Corolla híbrido não conta com o paddle shift no volante.

Texto: Sérgio Dias

Fotos: Carlos Ianibelli / VD Filmes

Receba as principais notícias direto no seu Telegram https://t.me/portalhortolandia
Continue Lendo

Outros

Advogado explica quais são os casos mais comuns de alteração de nome e sobrenome

Redação

Publicado

em

Por

A nomeação de uma pessoa acontece logo após o nascimento, nesse momento é decidido de forma simples como um bebê vai se chamar, levando nome e sobrenome. No entanto, ao longo dos anos, o indivíduo pode ter alguns problemas com essa questão e passar a querer alterar o nome que lhe foi dado a princípio, e isso é totalmente possível. No primeiro momento, é necessário entender que nomes costumam ser divididos em duas partes, prenome e sobrenome e ambos podem ser alterados.

E esses casos ocorrem com bastante frequência e por diversas razões. A mudança de nome pode ocorrer por diversos motivos, pode ser por falta de identificação com o nome atual, por causar algum tipo de constrangimento, por querer adequar ao apelido por qual é conhecido e também pode ser por conta de transições de gênero sexual. Já a mudança de sobrenome pode ser relacionada ao acréscimo deles, como os dos pais ou avós, pois algumas pessoas podem achá-los mais bonitos e optam pelo sobrenome de um antepassado.

Existem duas situações em que o nome pode ser alterado sem a ocorrência de um processo judicial. A primeira opção é realizar a mudança no primeiro ano após completar a maioridade (18 anos), a segunda é durante o registro de casamento e ambos podem ser feitos em cartório de maneira simples. No entanto, quando se tratam de outras situações, a alteração pode necessitar procedimentos mais complexos.

Atualmente, a alteração de sobrenome após o matrimônio ocorre com menor frequência do que há alguns anos atrás. Mas há alguns casos incomuns, onde as mulheres, após o casamento, sentiram o desejo de adicionar o sobrenome do cônjuge e realizaram o procedimento judicial para isso. 

Assim como qualquer outro processo judicial, essa circunstância também tem certa complexidade. É algo formal e precisa ser levado até o conhecimento de um juiz. Sem os procedimentos corretos, o processo pode ser julgado como improcedente. Por essa razão é ideal ter um advogado que conhece a questão. No entanto, dentre os processos judiciais, esse é relativamente mais simples.

Há também casos delicados, como os de abandono afetivo, em que uma pessoa opta por fazer a remoção do sobrenome do genitor. Esse processo é possível, mas por cautela, é necessário que haja a comprovação do abandono. Alguns casos de alteração de nome e sobrenome podem ter uma carga emocional e por isso precisam ser tratados com mais cuidado, como os de abandono afetivo e também a adição de sobrenomes de padrastos e madrastas.

Em todos os casos, o ideal é consultar um advogado especialista para seguir com o processo de maneira clara e da melhor forma possível.

Sobre Pedro Henrique Moral

O advogado atuante há mais de sete anos, já passou pelos maiores escritórios do Brasil. Atuou como protagonista em causas milionárias para clientes nacionais e internacionais. Um dos maiores nomes da atualidade em Retificações de Registro Civil. Atuante em grande parte das ramificações do direito civil, tem expertise em diversos tipos de demandas atreladas a matéria civilista, derivado de todo conhecimento e experiência nas mais diversas causas patrocinadas por seu escritório.  Conhecido por sua agilidade e eficiência. Para saber mais, acesse https://duartemoral.com/,  pelas redes sociais @duartemoraladv ou envie e-mail para [email protected]

Receba as principais notícias direto no seu Telegram https://t.me/portalhortolandia
Continue Lendo

Noticias

Youtube

 

PONTE DA ESPERANÇA

Populares