Connect with us

Outros

Lojas físicas tem seu espaço mesmo na Era do E-commerce

Portal Hortolândia

Publicado

em

Toda ideia disruptiva cria uma noção que é terra arrasada para o que foi ultrapassado e todo mundo irá se adaptar aos novos tempos. Ainda mais em uma época onde inovações tecnológicas surgem a todo momento, é normal ver afirmações mais apocalípticas.

Mas o rádio não desapareceu com o surgimento da televisão, o celular não deixou o telefone fixo inútil e o fato de pessoas cada vez mais comprarem online não significa o fim das lojas físicas.

Claro, lojas grandes começaram a se adaptar, dando bastante atenção para seus sites e fechando unidades que não davam retorno. Mas a experiência de ir na loja comprar ainda não pode ser substituída. E o brasileiro concorda com isso.

Os dados ainda são tímidos

Mesmo que as vantagens do e-commerce sejam claras: conforto, acessibilidade, poder comparar preços, ainda há uma cultura de compras em lojas e ir ao shopping. E essas coisas demoram para mudar.

As vendas em e-commerce movimentaram 47 bilhões em 2017 e a perspectiva para aumento em 2018 é de 12%.

Porém, a participação nas vendas é apenas de 4%, um número bastante pequeno.

Isso quer dizer que as lojas que investem em lojas online são burras e o certo é tijolo, atendente e estante? Claro que não.

O que é interessante fazer?

Há uma série de estratégias que podem ser aplicadas que são muito interessantes e já algumas empresas colocando em prática. A loja física hoje não precisa ser mais o lugar onde se acha de tudo, com milhares de produtos, pessoal e estrutura. Elas podem se tornar showrooms.

Um dos grandes atrativos de comprar presencialmente é ver o produto, sentir, tocar, enfim, uma experiência sensorial que faz toda a diferença. Quantas vezes não compramos online quando o produto chegou, ele não ser bem o que parecia?

Mesmo que a venda não seja feita na loja, quem oferecer isso terá um grande diferencial, já que oferece essa experiência, e torna-se um lugar de referência. Se conseguir fidelizar o cliente a ir procurar no seu site e não se entregar a algum desconto baixo ou loja duvidosa, está feito um excelente negócio.

A Apple, por exemplo, investiu em lojas físicas quando todos os apocalípticos citados no primeiro parágrafo falavam no fim delas. E não só investiu como investiu pesado, criando ambientes incríveis, high-tech, com decoração e arquitetura fora da curva. Só a escada da loja de Singapura, feita por um artesão italiano, é alvo de fotos até para book de casamento.

Claro que nem todas as empresas têm esse poder de fogo. Mas poder oferecer a experiência e não só o produto é o que os lojistas devem pensar daqui em diante.

Integração com tecnologia através das ofertas de atacadão online

Há diversas formas para uma loja fazer uma integração perfeita com a tecnologia e lucrar com isso. Oferecer um código de desconto para quem vai na loja física, é convencido e compra no site é uma maneira.

Atacadão Ofertas: As melhores ofertas de lojas e supermercados em forma digital

A ideia de sustentabilidade também pode ser apontada pelas lojas, que exigiriam menos estrutura, armazéns, uso de material e também podem reverter isso para os clientes. Se antigamente folhetos de papel eram a norma para chamar clientes, hoje sites como o Porta Folhetos apresentam centenas de ofertas de lojas e supermercados, por exemplo de forma digital.

Munido de um celular ou tablet, dá para saber quais são as promoções do dia e ir até a loja aproveitar elas. Isso poupa enormemente em gastos com papel e ainda é uma relação ganha-ganha: o cliente tem a promoção a um toque e a empresa não gasta com gráficas. E o meio-ambiente também sai vitorioso nessa.

Aplicativos, email marketing e outras ideias ligadas à internet também podem ser de enorme ajuda para essas empresas e todos os envolvidos, especialmente em datas de grande procura, como Natal, dia das Mães ou a Volta às Aulas.

Conclusão

Mudanças não necessariamente fazem tudo que veio atrás tornar-se obsoleto. No caso do varejo, as lojas físicas ainda podem ter imenso valor e ser o lugar onde se fideliza o cliente e se apresenta a marca para o mundo. E com a ajuda da tecnologia, dá para aproveitar promoções e ainda girar a roda da economia verde.

Outros

Como o brasileiro Fred se tornou um homem-chave no meio-campo do Manchester United

Portal Hortolândia

Publicado

em

Fala-se que tanto o Manchester City quanto o Manchester United estavam brigando ferozmente pela contratação de Fred, no verão de 2018. O Manchester Evening News reportou que o técnico do City, Pep Guardiola tinha decidido que Fred seria o sucessor ideal de Fernandinho no meio de campo dos campeões da Premier League.

E todos sabemos o que aconteceu. Fred assinou com United treinado por José Mourinho na época, para desempenhar um papel de apoio à estrela do time Paul Pogba. Mas as coisas não funcionaram como planejado para o brasileiro em Old Trafford. Fred demorou pra se achar no ambiente intenso e de alta pressão da Premier League, fazendo apenas 17 jogos na liga na última temporada com o United passando dificuldades com Mourinho e seu substituto Ole Gunnar Solskjaer.

Mas Fred tem se mostrado um jogador renascido no United e, apesar de a equipe ainda estar lutando para obter consistência em vários momentos durante a campanha, a boa forma de Fred tem sido um dos pontos altos para Solskjaer e o time nesta temporada, fazendo que sejam favoritos mais frequentemente nos palpites futebol para hoje.

De várias formas, a ausência de Pogba contundido fez com que Fred pudesse jogar com mais liberdade, sem a inibição de jogar ao lado de um jogador tão importante e livre para se expressar no ataque. A ofensividade do estilo de Fred nesta temporada foi o fator mais impressionante, demonstrando que ele é muito mais do que um meio-campista defensivo tradicional. Ele tem habilidades e repertório para passar pelos marcadores e a imprevisibilidade para assustar os defensores.

É essa capacidade de ser diferente e de fazer as coisas acontecerem que o United talvez não tenha tido nas últimas temporadas. Por mais que se esperasse que Pogba aumentasse a criatividade dos Red Devils, as contusões fizeram com que ele fosse um jogador de pouco tempo em campo nas últimas campanhas. Parece haver uma tendência de forçar o francês na equipe sempre que ele está em forma, e isso tem sufocado indiscutivelmente o desenvolvimento de jogadores como Fred ou Scott McTominay, que floresceram na ausência de Pogba.

A carreira internacional de Fred ainda está para decolar, mas isso pode mudar se a sua boa forma continuar usando as cores do Manchester United. Com a aproximação rápida da Copa América de 2020, o chegou a hora de jogadores como Fred causarem uma boa impressão junto ao técnico brasileiro Tite.

A sua atuação na recente vitória da Premier League de 2-0 sobre os rivais do Manchester City aumentará suas chances. Foi outra atuação em que Fred parecia cobrir cada ponto do gramado, caçando os adversários para recuperar a posse de bola e dar início aos ataques do United com corridas serpenteando pelo adversário, causando estragos com seus sedosos dribles.

Tais atuações tornaram-se comuns para Fred nesta temporada, bem distante das partidas tímidas e introvertidas que definiram sua primeira temporada no clube. Ele parece estar mais confortável em campo, mais acostumado com a intensidade da Premier League e, como resultado, está florescendo. Por mais que esta tenha sido uma temporada decepcionante até agora para o United, a melhora de Fred tem sido um grande destaque.

Continue Lendo

Outros

Relembre os cães mais famosos das telonas

Portal Hortolândia

Publicado

em

Companheiros leais dos humanos fazem sucesso no cinema

Todos já ouvimos dizer que cão é o melhor amigo do homem. Teorias sugerem que os cachorros, da forma como os conhecemos, surgiram de uma espécie oriunda do lobo branco, na Ásia, mais de 100 mil anos atrás. Ao longo da história, os humanos selecionaram ainda mais os animais, dando origem a várias raças que conhecemos hoje.

Por serem bastante fiéis e companheiros, os cães são o animal domesticado mais comum no mundo todo. De acordo com dados divulgados pela Organização Mundial de Saúde, só no Brasil, existem, aproximadamente, 74 milhões de cachorros. Ou seja, para cada três brasileiros, existe um cãozinho.

E não é só nos lares que esses amigos peludos fazem sucesso. No cinema, há algum tempo, é bem comum ter animais como atores. Os cachorros, é claro, estão entre os favoritos. Muitos deles se tornam verdadeiros ícones do audiovisual. Separamos alguns exemplos memoráveis de cãezinhos que fizeram, e ainda fazem, sucesso nas telonas.

Lassie

Um clássico do cinema, a cadela Lassie foi, antes, apreciada na literatura. O conto, que introduziu a famosa cachorra da raça Collie para o mundo, foi publicado em 1938, apenas nos Estados Unidos. O sucesso foi tanto que se tornou um livro completo. Anos mais tarde, ela ganharia o primeiro filme.

No longa, Lassie contracenava com ninguém menos que a, então jovem, Elizabeth Taylor. Uma curiosidade é que Lassie era, na verdade, um cão macho. Por suas habilidades, acabou ficando com o papel principal do filme. Após sua morte, descentes de Pal, o cão ator, o substituíram, todos também machos. Outra curiosidade é que Pal tinha um salário maior que dos atores, inclusive, que o da própria Elizabeth Taylor.

Beethoven

Levando um nome que homenageia o famoso compositor alemão, o São Bernardo Beethoven teve seu primeiro filme em 1992. Depois do sucesso, outros sete sucederam à estreia celebrada. No total, são oito filmes que contam a história do gigante companheiro.

Apresentado como o cão ideal para uma típica família americana, Beethoven é um personagem extremamente inteligente e charmoso. O filme também popularizou a raça no mundo todo.

Scooby-Doo

Mesmo que o Scooby-Doo seja uma animação, ele não poderia ficar de fora da nossa lista. Sucesso entre adultos e crianças, o divertido cachorro é um Dogue alemão. O famoso Scooby já apareceu em, aproximadamente, 43 filmes e 28 séries, sendo 14 animações.

Seu nome, assim como seu companheiro de lista, Beethoven, também deriva da música. Na canção Strangers in the Night, o americano Frank Sinatra cantarola “dooby dooby doo”. É daí que surge o nome do terceiro cãozinho de nossa lista.

Marley

O famoso labrador Marley ganhou o mundo em 2008, quando sua história foi apresentada no filme Marley e Eu, sucesso de bilheteria. Na narrativa cinematográfica, um jovem casal apaixonado adota Marley ainda filhote. O filme acompanha as travessuras e o desenvolvimento desse adorável cãozinho amarelado.

Uma curiosidade é que, como o filme acompanha o crescimento do personagem animal, foram usados 22 cães da mesma raça para interpretá-lo. Onze desses eram filhotes, os outros eram adultos.

Pongo & Prenda

Encerramos nossa lista com não um, mas 101 Dálmatas. Pongo e Prenda são o casal de Dálmatas pais dos filhotes sequestrados pela vilã Cruela Devil na trama. A versão para o cinema da história necessitou, na verdade, do total de 200 cachorros e cadelas para realizar as gravações.

A versão do filme de 1996 é, na verdade, um remake. Pongo e Prenda apareceram nas telonas pela primeira vez em 1961, em um longa-metragem animado. Foi também um dos primeiros filmes do gênero produzido pela Disney que, na época, tinha feito apenas 20 nesse estilo.

Continue Lendo

Outros

5 Dicas para fazer a sua festa sem gastar muito

Portal Hortolândia

Publicado

em

Festa sempre é bom, seja ela de casamento ou de aniversário. E fica ainda melhor quando é possível economizar, deixando tudo bonito e agradável para os convidados, mas sem esvaziar os bolsos. Aqui falaremos sobre 5 dicas para fazer a sua festa sem gastar muito dinheiro.

Tem sido cada vez mais comum preparar por conta própria os convites, já que assim eles ficam com a cara do aniversariante. E isso pode ser feito de uma maneira muito mais simples do que você imagina, não é preciso dominar nenhum complexo programa de edição.

1 – Prepare em casa o convite

Se você está afim de economizar em uma festa, o melhor a fazer é preparar em casa o convite de aniversário. Se no passado era complicado para fazer isso por conta própria, com a necessidade de utilizar programas pesados e difíceis de mexer, hoje isso mudou.

Quem prepara convites em casa economiza uma boa grana, já que poderá desenvolver o modelo da forma que quiser, ou pegar algum pronto e fazer edições, trocando o nome da criança, por exemplo. O Adobe Spark é uma ótima ferramenta para isso, ele te ajudará nesta tarefa.

2 – Escolha das lembrancinhas

Uma forma de economizar nas lembrancinhas das festas de criança é comprando papéis coloridos em vez de saquinhos. Outra alternativa é usar garrafinhas, que podem ser enchidos com balas. Assim você vai economizar na conta e a criançada vai adorar.

Faça uma boa pesquisa antes de definir quais serão as lembrancinhas, existem algumas opções bem interessantes e que podem ser duradas, como lápis de cor, livros para colorir e outros itens que podem ser comprados em atacados. Aqueles fracos de bolhinhas de sabão nunca podem ser descartados.

3 – Pesquise antes de comprar os materiais

Parece óbvio, quem pesquisa acaba economizando, mas muita gente não faz isso. Pesquise bem antes de fazer as compras dos materiais que serão utilizados na festinha, como guardanapos e outros descartáveis. Confira sempre os preços em atacados, já que lá costuma sair mais barato quando mais unidades são compradas.

Uma dica para reaproveitar itens em anos seguintes é pensar mais nas cores do que no tema da festa, outra questão é que os itens sem personagens na maioria das vezes saem mais barato do que outros lisos.

4 – Economize nas brincadeiras

Quem pretende fazer uma festa sem gastar muito deve ficar atento para as brincadeiras que serão realizadas. Não é necessário contratar um animador ou alugar brinquedos. Pense em brincadeiras clássicas, que continuam animando a garotada mesmo em tempos de internet.

Temos exemplos bem fáceis de organizar e que vão chamar atenção das crianças, dança das cadeiras, caça ao tesouro, corrido do saco e o canto do desenho, por exemplo, são bem interessantes para festas infantis.

5 – Prepare um cartão

As quatro dicas anteriores foram destinadas a quem prepara a festa, essa também pode ser, já que o material pode ser entregue para o seu filho, por exemplo. Ainda assim, caso você seja apenas convidado para a festa e deseja entregar um cartão de aniversário, pode fazer isso em casa, não precisa comprar.

No cartão de aniversário é interessante escrever sobre as qualidades da pessoa que receberá o material, suas habilidades e porque ela é importante na sua vida. O modelo de cartão de aniversário deve ser feito de acordo com a sua personalidade, tentando obviamente agradar quem receberá.

Imagem de Hans Braxmeier por Pixabay 

Continue Lendo