Connect with us
Publicidade

Outros

MEI e os cuidados com limites de Maquina de cartão

Portal Hortolândia

Publicado

em

A MEI ou Microempreendedor Individual é ideal para quem quer regularizar seus serviços, se tornando uma pessoa jurídica , com CNPJ e pagar taxas menores de tributação, além de ter benefícios, como previdência.

E para este tipo de empresa/empresário é fundamental ter uma máquina de cartão, para que as vendas cresçam de maneira exponencial e seja um diferencial contra a concorrência – pois, muitas vezes, o cliente não terá dinheiro em espécie para pagar por seu produto.

Publicidade

De acordo com o contador Rogério Mancilla, do escritório BM Contábil de Hortolândia, a Receita Federal analisa empresas até 5 anos atrás, e “muitas vezes o Microempresário está em seus 3 anos de atividades e não foi pego pela Receita”.

Mancilla afirma que já recebeu empresários em seu escritório em que a Receita Federal desenquadrou da Condição de MEI, e por não haver um acompanhamento de um profissional os impostos e obrigações fiscais estão sendo cobrados como uma empresa normal, com juros e multas referente ao período de atraso. Normalmente esses desenquadramentos são por excesso dos limite de faturamento, onde são cruzadas informações financeiras com o limite do MEI.

Porém, o Micro Empreendedor Individual precisa ficar atento ao limite mensal de faturamento, que é de R$ 6750,00 mensal e o anual que é de R$ 81 mil. Quem ultrapassar esses valores, corre o risco de ser autuado e até cobrar uma multa referente a 75% deste valor.

Verifique a quantidade de clientes seus que pagam com cartão de débito ou crédito para saber se valerá a pena investir nisso ou mesmo abrir uma Empresa de Pequeno Porte. E depois disso feito, encontre a máquina de cartão que se encaixe com o perfil de sua empresa e, normalmente, para fazer o pedido, você precisará ter em mãos:

  • CNPJ, CPF, e identidade do titular do MEI
  • Comprovante de residência
  • Comprovante de endereço do MEI

O último lembrete é que você terá 3 opções para receber os pagamentos (e as taxas variam de acordo com o tipo de cartão):

  • Débito: cai em até 1 dia útil
  • Credito à vista: 30 dias após a venda
  • Crédito parcelado: refere-se ao número dos parcelamentos

Caso você tenha extrapolado os limites de MEI, procure um contador para se orientar, e não se esqueça de ser honesto com ele, pois ele lhe mostrará a melhor forma de não cair nas mãos da Receita Federal.

BM CONTÁBIL

O escritório de contabilidade BM Contábil atua em diversos seguimentos, como Abertura de Empresa, Folha da Pagamento, Escrituração Fiscal, Assessoria Contábil, entre outros.

Rua Armelinda Espúrio da Silva, 289 – Jardim Nossa Sra. de Fátima, Hortolândia – SP, 13185-450
Telefones 19) 97406-0536 | (19) 3504-5906

Receba as principais notícias direto no seu Telegram https://t.me/portalhortolandia

Outros

Fiat muda a linha Strada 2021 para seguir líder

Portal Hortolândia

Publicado

em

A Fiat Strada lidera com folga seu segmento. Até o mês de agosto/2020 vendeu o dobro da Volkswagen Saveiro, sua principal concorrente. E agora, com a linha 2021 que foi totalmente renovada e que tivemos a oportunidade de avaliar para o Portal Hortolândia, a marca quer seguir na liderança – e vai conseguir.

O modelo é oferecido nas versões Endurance, Freedom e Volcano, motorização flex 1.4 Fire ou 1.3 Firefly e conco configurações: Endurance Cabine Plus 1.4 Fire com preço a partir de R$63.590,00, Endurance Cabine Dupla 1.4 Fire com preço a partir de R$74.990,00, Freedom Cabine Simples 1.3 Firefly com preço a partir de R$69.490,00, Freedom Cabine Dupla 1.3 Firefly com preço a partir de R$77.990,00 e Volcano Cabine Dupla 1.3 Firefly com preço a partir de R$79.990,00.

Publicidade

O motor 1.4 Fire tem potência de até 88 cavalos a 5.750 rpm quando abastecido com etanol e o motor 1.3 Firefly de quatro cilindros tem potência de até 109 cavalos a 6.250 rpm quando abastecido com etanol.

A linha Fiat Strada 2021 conta com uma frente elevada, com destaque para os faróis de LED afilados com luzes DRL. A grade abriga o logo script da marca no centro da peça e traz o Fiat flag, que compõe a nova identidade visual que os carros da fabricante receberão daqui para frente – a linha Argo 2021 também já conta com a identidade.

Todo seu desenho exclusivo prossegue por uma linha de cintura ascendente, que destaca suas caixas de rodas quadradas e laterais esculpidas. Na traseira, as lanternas funcionam como uma assinatura do modelo.

Agora o modelo tem maior altura do solo (de até 214 mm). Os ângulos de entrada (de até 24º) e saída de obstáculos (até 28º) estão entre os melhores da categoria.

A capacidade de carga varia de 650 quilos na versão para cinco ocupantes para até 720 quilos na configuração de entrada. O novo posicionamento da suspensão traseira permitiu maior vão de carga na caçamba: são 844 litros na cabine dupla e 1.354 litros na Cabine Plus. 

A movimentação de carga agora é facilitada pela tampa traseira, que teve seu peso de manuseio amortecido em 60% por um novo sistema de mola e suporta cargas de até 400 quilos. Para fechar a tampa, o esforço é mínimo.

O vão de carga também é modular e recebeu trilhos para acessórios da Mopar, como divisórias e cargo box, além de contar com quatro ganchos inferiores e superiores, que tornam o espaço preparado para diferentes funções. Com o travamento da tampa, fica bloqueado também o acesso ao estepe, localizado abaixo do assoalho da caçamba para liberar mais espaço para carga.

Como itens de série em todas as versões, a linha Fiat Strada 2021 recebeu, entre outros recursos, controle de estabilidade, assistente de partida em rampa e controle de tração avançado E-Locker (TC+).

Trata-se de um sistema voltado para situações de off-road leve, que auxilia em manobras do veículo que se encontra em terreno escorregadio e com a roda patinando. Ao acionar a tecla TC+, o equipamento transfere mais torque para a roda com maior aderência, fazendo com que a picape vença mais obstáculos. A função é desativada automaticamente a partir de 65 km/h.

O mesmo TC+ ativa o ABS Off-Road, uma calibração que melhora o comportamento de frenagem do veículo quando é necessário o acionamento do ABS em superfícies deformáveis como areia, terra, brita ou neve, permitindo o travamento da roda por breves instantes e formando “cunhas” de material na frente da roda. Esse material melhora a aderência dos pneus e a manobra, reduzindo a distância de parada em piso de pouca aderência.

Outro destaque do modelo é a nova central multimídia Uconnect 7”, com uma tela sensível ao toque de sete polegadas, com recursos sofisticados como Apple CarPlay e Android Auto com projeção sem fio. É possível parear até dois smartphones. O sistema foi desenvolvido pela FCA no Brasil e é o mais intuitivo, funcional e amigável, melhorando de maneira significativa a experiência do usuário com o veículo, através das funções: navegação via Waze e Google Maps; música (Streaming | MP3); reconhecimento de voz (Siri | Google Voice); leitura e resposta de mensagem “handsfree” para SMS e WhatsApp, por exemplo; e integração com calendário.

A tela é personalizável e exibe controle de todas as funções do veículo. Além disso, tem baixo reflexo diurno e brilho ajustável. O sistema dá suporte a múltiplas conexões via Bluetooth e conta com computador de bordo. Há ainda uma segunda porta USB à disposição dos passageiros.

A versão Volcano conta também com vidros traseiros elétricos, bancos em couro/tecido, câmera de ré, volante em couro, faróis em LED, sensor de estacionamento, capota marítima, barras longitudinais no teto e de proteção (santantônio), além dos pneus 205/60 R15 ATR. Como opcional, o cliente pode optar por exclusivas rodas de liga leve de 16 polegadas (pneus 205/55 R16).

Para aumentar o conforto a bordo, os consumidores dispõem de fácil acesso pelas suas inéditas quatro portas, além do cuidado no banco traseiro para acomodar três adultos com conforto.

As portas dianteiras se abrem em 70º e as traseiras em 80º, facilitando o acesso a motorista e demais ocupantes. O passageiro do banco central também conta com cinto de três pontos e encosto de cabeça. Internamente, a cabine aumentou em 30% o número de porta-objetos, que agora somam 15 litros de espaço útil para os mais variados usos. São lugares especiais para celulares, garrafas, latas, carteiras e outros objetos pessoais, sempre à mão dos ocupantes.

A segurança é garantida pelo desenvolvimento do projeto, com novas suspensões que asseguram boa estabilidade e dirigibilidade, direção com assistência elétrica progressiva, mais direta com o aumento de velocidade, faróis de LED, luzes de posição e lanternas com ótima visualização, além de recursos eletrônicos de última geração, como os controles de estabilidade, tração avançado (TC+) e assistente de rampa, que facilita a partida em subidas íngremes.

Além desses equipamentos, a linha conta com estrutura reforçada, que foi sistematicamente testada no Safety Center da FCA Latam, em Betim/MG. O veículo foi avaliado em crash testes convencionais, inclusive com um inédito teste de impacto lateral contra poste.

Além dos quatro airbags presentes de série nas versões de cabine dupla, o modelo dispõe de cintos de segurança frontais com pré-tensionadores e limitadores de carga, e bancos que protegem os ocupantes do efeito chicote (whiplash) na coluna cervical em acidentes.

A proteção para crianças conta com Isofix complementada por Top Tether, ancoragem superior que impede a rotação de cadeira infantil. Ainda assim, a linha Fiat Strada 2021 foi mais longe e toda a sua área frontal recebeu cuidados especiais de proteção ao pedestre. O indivíduo fica protegido nas partes baixa e alta das pernas, assim como também a cabeça, ao ter o corpo amortecido pelo capô.

A gama do modelo dispõe de pacotes de opcionais para atender variados gostos do consumidor. A versão Endurance tem: Pack Worker (alarme, travas e vidros elétricos, break light, fechadura elétrica na caçamba, comando elétrico na tampa do combustível e banco do motorista com ajuste de altura); Pack Audio (rádio, autofalantes, porta USB frontal e volante multifuncional); e Pack Teck (central multimídia Uconnect 7”, display digital de 3,5 polegadas no painel de instrumentos, alto-falantes, duas portas USB, controles de áudio no volante parcialmente em couro, câmera de ré e sensor de estacionamento).

A versão Freedom apresenta o seguinte pacote de opcionais: Pack Teck (central multimídia Uconnect 7”, alto-falantes, câmera de ré e sensor de estacionamento).

2 – Guerra e Paz (Liev Tolstói, de 1865 a 1869)

Uma das obras mais volumosas da literatura universal, o romance histórico narra a história da Rússia na época de Napoleão Bonaparte com detalhes ricos e realistas, além de várias descrições psicológicas que transformam o livro em um dos maiores na História da Literatura.

Nem mesmo Tolstói previa que a obra faria tanto sucesso, mas sua teoria fatalista de que o livre arbítrio não seria tão importante e que todos os acontecimentos apenas obedeceriam a um determinismo histórico se transformou em uma obra notável.

3 – A Bíblia (vários autores, provavelmente de 1.500 a.C. a 450 a.C. e de 45 d.C. a 90 d.C.)

A Bíblia é uma coleção de textos de valor sagrado para o cristianismo, na qual são narradas interpretações religiosas sobre o motivo da existência do homem na Terra. A tradição aceita pela maioria dos cristãos é que ela tenha sido escrita por 40 autores e por um período de quase 1.600 anos.

Este é o livro mais vendido de todos os tempos e também o que foi traduzido para mais idiomas.

4 – O Alcorão (Maomé, provavelmente de 610 a 632)

O Alcorão é o texto sagrado do islamismo, tido como sendo as últimas palavras que Deus disse a Maomé por meio do anjo Gabriel por um período de 23 anos. O livro é o pilar da religião islâmica.

5 – A Torá (Moisés, provavelmente de 1445 a.C. a 1400 a.C.)

A Torá é designada como sendo um rolo de pergaminho em que foram escritos os cinco primeiros livros de Moisés, contida no Tanakh, a Bíblia Hebraica.

Chamada de Pentateuco no cristianismo, é uma forma de vida para os judeus e traz uma série de ensinamentos e métodos práticos para a vida, a qual influenciou a arte e a literatura de várias formas ao longo da história.

6 – Analectos de Confúcio (Confúcio, sem data definida)

Coletânea de provérbios e ideias do filósofo chinês Confúcio. Acredita-se que ele tenha sido escrito por alguns de seus seguidores e, hoje, é considerado o livro mais importante no confucionismo.

Embora Confúcio possa ser retratado como um filósofo oriental obscuro e impenetrável na cultura pop atual, muitos de seus ensinamentos envolvem lições morais similares às que aprendemos na infância, incluindo uma versão primitiva da ética da reciprocidade – trate os outros como você gostaria de ser tratado.

7 – O Profeta (Khalil Gibran, 1923)

Obra mais conhecida de Khalil Gibran, O Profeta é uma poesia em prosa inspiradora e que versa sobre uma filosofia simples: viver bem com os pensamentos, comportamentos e escolhas.

O autor traz uma reflexão sobre a beleza da vida e a bondade e ensina sobre amor, trabalho, alegria, morte e vários outros temas importantes, o que torna a obra acessível e recomendável para pessoas de diferentes idades.

8 – O Segundo Sexo (Simone de Beauvoir, 1949)

A obra da filósofa francesa é considerada como o ponto de partida da segunda onda do feminismo e visa documentar a opressão sistemática sofrida pelas mulheres ao longo da história.

Simone de Beauvoir deu voz às frustrações que muitas mulheres sentiam, mas não sabiam como articular. O livro explica com vários exemplos como as mulheres foram tratadas como cidadãs de segunda classe e é uma obra imperdível para quem deseja aprender sobre o tema desde suas raízes.

9 – 1984 (George Orwell, 1949)

A clássica obra de George Orwell iniciou o subgênero de distopia, em que os autores imaginam um futuro não tão distante como um verdadeiro pesadelo, em um lugar controlado pelo governo, geralmente com uma censura crescente e sem liberdade.

O enredo fala sobre um homem que vive em uma sociedade controlada por um líder chamado de Grande Irmão, que rege por meio de medo, força, vigilância e um culto de personalidade, embora não se saiba exatamente se ele existe ou não.

Curiosamente, foi deste livro que surgiram expressões e termos usados até hoje, como “Big Brother” e “2 + 2 = 5”.

Compre aqui > https://amzn.to/3mIh64Z

10 – A Arte da Guerra (Sun Tzu, século IV a.C.)

Este tratado militar foi adotado pelos empresários como um livro de sugestões sobre como viver no mundo do capitalismo.

Cada um dos 13 capítulos fala sobre um diferente aspecto da guerra, a qual Sun Tzu, general militar chinês e estrategista respeitado, achava que devia ser evitada ao máximo e completada de maneira rápida e eficiente quando necessária.

Os ensinamentos do livro foram adotados pelo mundo dos negócios e do direito para que seja possível como aprender a vencer argumentos e negociações.

11 – O Diário de Anne Frank (Anne Frank, 1947)

Provavelmente, este é o livro mais importante e conhecido sobre o Holocausto. Anne Frank era uma adolescente que tinha um diário bem detalhado enquanto se escondia com sua família por dois anos durante a ocupação nazista nos Países Baixos.

Ainda bem jovem na época, ela recebeu o diário como presente em seu aniversário de 13 anos e o utilizou para mostrar como ela tentava levar uma vida “normal” enquanto o mundo estava em um dos períodos mais sombrios da história moderna.

12 – A Mística Feminina (Betty Friedan, 1963)

Este clássico de Betty Friedan é creditado por trazer mais destaque à segunda onda do feminismo. Enquanto a primeira focava em questões como os direitos de voto e de propriedade para as mulheres, a segunda falava sobre sexualidade, família, trabalho e direitos reprodutivos.

Friedan se inspirou para escrever o livro quando foi solicitada para fazer uma pesquisa com suas antigas colegas de escola no Smith College para o seu 15º encontro, quando percebeu que a maioria delas estava muito infeliz em seu papel como mães e donas de casa.

13 – A Origem das Espécies (Charles Darwin, 1859)

O evolucionismo é um tópico ainda bastante controverso nos dias de hoje, e tudo começou com as descobertas de hereditariedade e seleção natural feitas por Charles Darwin, as quais foram documentadas neste livro.

Por meio da observação de gerações de várias plantas e animais, Darwin percebeu como as criaturas evoluem e se adaptam aos ambientes naturais em um processo de sobrevivência. Publicado em 1859, este é o livro que baseia as ciências da vida.

14 – O Manifesto Comunista (Karl Marx e Friedrich Engels, 1848)

Este breve manifesto foi publicado em 1848 e provocou uma série de revoluções antes de ser mal interpretado por pessoas que buscavam criar seus ideais no mundo real.

O livro é um dos trabalhos mais influentes de todos os tempos na teoria política, além de ser uma verdadeira lição de que algumas ideias boas, ou pelo menos bem-intencionadas, podem ser distorcidas pelas pessoas.

Muitos concordam que este livro é “bom na teoria, mas não na prática”, enquanto outros acreditam que é possível e factível ter uma sociedade como a que Marx descreve para o benefício da humanidade. Seja qual for o seu pensamento, a fama e a influência do livro são inegáveis.

15 – As Fábulas de Esopo (Esopo, de 620 a.C. a 560 a.C.)

Para fechar nossa lista, As Fábulas de Esopo é uma coletânea de fábulas e contos creditados a Esopo, um escravo da Grécia Antiga que supostamente escreveu ou colecionou tais contos em algum momento de sua vida, entre 620 a.C. e 560 a.C.

Fábulas como “a tartaruga e a lebre” e “a formiga e o gafanhoto” ainda são ensinadas a crianças por todo o mundo e interpretadas de várias formas. Por meio de personagens animais e situações fantasiosas, podemos aprender lições simples, como “devagar se vai ao longe”.

Enriqueça sua bagagem literária e entenda melhor o mundo!

As obras retratam diferentes pontos de vista, crenças, teorias e assuntos, mas não se pode negar que ocupam um lugar de destaque na literatura, tendo influenciado mais ou menos intensamente o mundo para que ele estivesse como está hoje.

Reserve um tempo e leia esses livros quando possível. Certamente, você conseguirá perceber como seu conteúdo influenciou na construção da nossa sociedade, além de aprender uma série de lições valiosas! Ah, e por aí está cheio de sites com cupons de desconto para você adquirir por um valor ainda mais barato.

Receba as principais notícias direto no seu Telegram https://t.me/portalhortolandia
Continue Lendo

Outros

O que escolher: freezer ou congelador?

Portal Hortolândia

Publicado

em

Imagine que você está montando sua cozinha e precisa escolher entre Freezer ou Congelador. Qual destes dois seria melhor? Quais as diferenças entre eles? É para tentar tirar estas dúvidas que comentaremos sobre isso nesta postagem!

Para começar, é importante dizer que as principais diferenças são: a localização/tamanho do compartimento e também as variações de temperatura.

Publicidade

Na questão da localização, saiba que se for adquirir uma geladeira com apenas uma porta significará que você não terá um freezer. O compartimento para tal função precisa ser separado e ter, automaticamente, duas portas.

Quanto à variação de temperaturas – que impede a circulação e criação de micro-organismos –, como um freezer pode alcançar temperaturas de -20°C (tudo dependerá do modelo e potência do motor), a preservação dos alimentos será maior. O congelador tem uma média de temperatura de -6°C, o que diminuirá esta conservação ideal dependendo do alimento.

No fim das contas, o ideal é ter em mente que se mora sozinho, não cozinha muitas vezes e faz compras relativamente pequenas, aposte na geladeira com congelador. Existem modelos com ótima capacidade de armazenamento no freezer.

Mas se sua realidade for diferente, tiver uma família grande e estocar quantidades maiores de alimentos por um longo tempo, o freezer é a sua opção.

As geladeiras Side by Side, que são duplex, têm design belíssimo e vem com freezer grande e isolado. Esta pode ser uma sugestão e tanto se puder gastar um pouco mais.

Agora é só colocar todos estes prós e contras na balança e escolher entre Freezer ou Congelador.

Receba as principais notícias direto no seu Telegram https://t.me/portalhortolandia
Continue Lendo

Populares