Connect with us

Saúde & Beleza

Especialistas dão dicas que podem ajudar a combater o tabagismo

Portal Hortolândia

Publicado

em

De acordo com informações da OMS, 6 milhões de pessoas morrem em todo o planeta em decorrência do consumo de tabaco

Dados da Organização Mundial da Saúde (OMS) apontam que mais de 50 tipos de doenças podem ser provocados pela nicotina e substâncias contidas no cigarro e em derivados, como cigarro de palha, charuto, cachimbo, fumo de rolo ou narguilé.

Com isso, é importante solicitar ajuda médica no caso dos dependentes do tabaco que desejam parar de fumar. Diretora do programa de combate ao tabagismo do Instituto do Coração, a cardiologista Jacqueline Scholz afirma que usar os adesivos de nicotina é uma boa alternativa para enfrentar o desafio. No entanto, a ação não é suficiente.

“Os adesivos servem para pessoas com uma dependência não muito elevada, mas existem outros medicamentos eficazes que são complementares ou podem substituir esse método”, explica.

Vale destacar que a nicotina é uma droga capaz de melhorar concentração e os fumantes podem sentir calma ao fumar. “Pessoas que param de fumar sem uma assistência adequada podem ficar deprimidos ou extremamente ansiosos. Isso faz com que voltem a fumar e achem que não é possível conseguir parar”, alerta a médica.

Orientações

Para evitar recaídas, troque o cigarro por algo que te dê prazer, como as atividades físicas. Elas serão capazes de melhorar a qualidade de vida e atua como uma válvula de escape.

“Além de ser uma doença crônica, o tabagismo também é considerado uma dependência química, que faz com que as pessoas iniciem precocemente. Além disso, é a porta de entrada para outras drogas”, ressalta Sandra Silva Marques, coordenadora estadual do Programa de Tabagismo do Centro de Referência de Álcool, Tabaco e Outras Drogas (Cratod).

O consultor Antônio Carlos Almeida, por exemplo, afirma não fumar constantemente. “O pouco que eu fumo já me incomoda, porque a gente vai perdendo o apetite, não se alimenta direito. É muito importante ter informação a respeito”, diz.

Segundo estudos, o fumo é a maior causa de morte evitável no mundo. De acordo com a OMS, 6 milhões de pessoas morrem em todo o mundo em decorrência do consumo de tabaco. O Estado de São Paulo foi pioneiro em implantar uma lei que cria ambientes livres no tabaco. O objetivo é proporcionar ambientes saudáveis e livres da fumaça do tabaco.

Diretora técnica do Centro de Vigilância Sanitária, Cristina Megid avalia que mudar comportamento é difícil, mas foi possível no Estado, em pouco tempo, mudar o comportamento das pessoas em relação a fumar em ambientes fechados.

“Havia uma discussão de que ocorreria um prejuízo econômico, mas foi comprovado que isso não aconteceu. A população aceitou e os empresários, em geral, também entenderam e contribuíram”, salienta. Com dez anos de existência, a Lei Antifumo conta com 94% de aprovação da população.

Saúde & Beleza

Cuidados com os olhos no trabalho

Avatar

Publicado

em

Por

É muito importante cuidar da saúde ocular e no ambiente de trabalho o cuidado deve ser redobrado. O risco de sofrer um acidente na região dos olhos está presente em todas as profissões, principalmente em profissões que necessitam executar funções com serra ou em solda.

Segundo dados da Previdência Social, o olho é a quinta parte do corpo humano mais lesionada por acidentes no ambiente de trabalho. A maior parte das lesões oculares geram prejuízos irreversíveis a visão, pois a estrutura ocular é muito delicada.

Para evitar danos a visão durante o trabalho, confira a seguir os cuidados com os olhos que devem ser seguidos.

Leitura

Iluminação adequada pode evitar graves problemas e fazer pausas a cada 2 horas, um descanso de 10 minutos, e mesmo se estiver concentrado, não esquecer de piscar. Isto é fundamental para manutenção dos olhos. Existem casos que seja necessários usos de lubrificantes para evitar ressecamento da córnea.

Ar Condicionado

Além de manter a limpeza frequente dos equipamentos a instalação de umidificadores ajuda a não comprometer a lubrificação natural dos olhos. Deve-se ficar atentos a sinais como ardência , lacrimejamento excessivo ou sensação de areia nos olhos. Se for o caso, deligue o ar por alguns períodos do dia.

Era digital

Trabalhar sem intervalos em frente ao computador pode ser um hábito mais perigoso do que se imagina, de acordo com pesquisa encomendada pela Sociedade Latino-Americana de Oftalmologia Pediátrica. Segundo o estudo, a luz azul-violeta emitida por aparelhos eletrônicos são potencialmente perigosa e tóxica à parte de trás dos olhos, podendo causar deslocamento da retina, degenerações maculares e, até mesmo, catarata. Além de afetar o sistema neurológico, causando insônia e mudanças de humor.

Para o oftalmologista Bernardo Cavalcanti o maior perigo é o fato dos sintomas serem silenciosos. Não é algo que você percebe de um mês para o outro. O efeito é cumulativo e os danos vão aparecer ao longo dos anos, alerta. Para ter uma ideia, se uma pessoa de 25 anos se expõe a essa luz durante sete horas por dia, os problemas podem aparecer somente por volta dos 40.

Para evitar complicações futuras, o recomendável é regular o uso de computadores, tablets e smartphones e fazer intervalos de, pelo menos, 20 minutos para os olhos descansarem. “Quando ficamos muito tempo perto da tela, a visão embaça e ocorre o cansaço ocular. Por isso, durante essa pausa é importante estimular a visão de longo alcance, focando em algum ponto a, em média, seis metros de distância explica o oftalmologista.

Além disso, é essencial lembrar-se de piscar mais os olhos quando se está diante da tela, a fim de evitar a sensação de olho seco. Em casos extremos, essa sensação pode evoluir para uma doença crônica conhecida como Sindrome da disfunção Lacrimal (SDL). Apesar de ser mais comum em mulheres de idade avançada, a SDL pode ser desencadeada pelo uso excessivo de computadores e outros aparelhos eletrônicos, causando ardor, irritação e sensação de areia nos olhos.

Óculos de segurança

A utilização de óculos de segurança é de extrema importância. Os óculos previnem em torno de 90% dos acidentes de trabalho e sem a proteção há o risco de perda permanente da visão.

Fique em alerta quanto a conservação e uso dos óculos de segurança

Prazo de validade
Observe o prazo de validade e certifique-se de que o produto está apto para ser utilizado.

Limpeza
As lentes devem ser limpas com frequência com o auxílio de um lenço próprio, limpo e macio.

Armazenamento
Guarde os óculos em um local apropriado, assim, as lentes não são danificadas.

Modo de segurar o equipamento
Segure os óculos com as duas mãos ao coloca-los ou retirá-los. Isso evita que o equipamento se entorte ou quebre.

Ajustamento
A armação dos óculos deve ficar justa e firme no rosto do profissional.

Profissionais com astigmatismo, hipermetropia ou miopia.
Os óculos de segurança devem ser confeccionados com grau, de acordo com cada tipo de distúrbio ocular, prescrito por uma receita do oftalmologista.

Ambientes de trabalho que exigem a execução do computador
Para o profissional que executa trabalhos em um computador é necessário que faça pausas de 2 horas, com o objetivo de descansar a vista. É importante também que ao utilizar o computador, o profissional pisque duas vezes a cada clique de mouse.

O cansaço visual gera dor de cabeça, visão embaçada e ardência nos olhos, podendo diminuir 20% da capacidade de produção do trabalho.

Mesmo tendo cuidados com os olhos no trabalho é importante sempre consultar um oftalmologista de sua confiança.

Continue Lendo

Saúde & Beleza

Cinco hábitos que te deixarão mais bonita

Portal Hortolândia

Publicado

em

Saiba alguns truques para ficar mais bonita, aqui vão alguns que são super rápidos, práticos e saudáveis.

1 – Lavar o rosto todas as manhãs com sabonete purificante e o mais neutro e natural possível, após isso, hidratar.

2 – Qualquer problema relacionado a hidratação, seja de pele, cabelos, mãos, aposte em óleo de coco. Ah, também vale para pré-depilação.

3 – Muita água, parece um conselho clichê, mas a água modifica toda a estrutura da pele e dos cabelos, facilitando a nossa beleza.

4 – ALERTA POLÊMICA – Sou vegetariana, então imaginem o que vou falar pra vocês? Sim! Reduzam a carne, principalmente carne vermelha. Quando deixei de comer alimentos de origem animal,senti meus cabelos, pele e dentes muito mais bonitos e saudáveis, vale aderir!

5 – Para finalizar, nunca durma de maquiagem!

Continue Lendo

Saúde & Beleza

Depilar ou não? Eis a questão

Avatar

Publicado

em

Por

Quando o assunto é depilação da região íntima, surgem alguns tabus e polêmicas e aí fica a dúvida: remover os pelos ou não?

Questões culturais e a significativa mudança de comportamento de grande parte da população feminina que têm buscado cada vez mais a liberdade de expressão em suas diversas formas, são alguns dos pontos que alimentam esse impasse em torno dos pelos: deixá-los ou retirá-los? Para Regina Jordão, CEO e fundadora do Pello Menos o que manda é o gosto da mulher. “Virilha comum, cavada ou totalmente depilada. O que importa é se sentir bem ao seu modo. Afinal, não existe nada melhor do que estar bem com o seu próprio corpo”, argumenta.

No entanto, quem optar por fazer a depilação deve tomar alguns cuidados básicos. O maior problema, segundo Regina é que muitas pessoas optam pela retirada dos pelos em casa, através do uso de lâminas. “Com esse método, acabam cortando os fios na altura da pele, causando uma aparência um pouco desconfortável para a mulher”, alerta.

Além disso, o uso de lâminas pode acarretar em fios encravados e manchas escuras na pele, pois cada folículo piloso passa por 3 fases: a anágena (de crescimento), catágena (quando o crescimento termina) e a telógena (momento que o pelo cai e começa a crescer outro). “Ao cortar o fio superficialmente, você não está fazendo com que ele retorne ao ciclo de vida completo”, complementa.

Por esse motivo, a depilação a cera é o procedimento mais indicado. “Quando feita por profissionais capacitados e com cera de de qualidade, o resultado é muito melhor, pois retira-se o pelo através da raiz e quando ele voltar a crescer, será desde a fase 1 (anágena). Assim os pelos não engrossam e têm menos chances de ficarem encravados”, salienta.

A executiva também destaca que a cera quente relaxa e dilata os poros, o que facilita a retirada do pelo e causa menos dor, fator este que favorece o processo depilatório nesta área do corpo, onde a pele é mais delicada. “Para que haja um conforto maior, é necessário ainda utilizar técnicas corretas e saber se quem está fazendo o procedimento é um profissional capacitado”, afirma. “Ou seja, errado não é. É uma simples questão de escolha”, finaliza Regina.

Continue Lendo



Max Milhas